Plano de Saúde para os pais e ACT 2019/2020 seguem mediados pelo TST

Na tarde desta quarta-feira (31), os Correios e as federações representantes dos empregados participaram de audiência de conciliação designada pelo vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Renato de Lacerda Paiva, e concordaram em continuar as negociações do plano de saúde para os pais e do acordo coletivo 2019/2020, mediadas pelo TST.

De acordo com o magistrado, diversos aspectos ainda precisam ser discutidos para construção de um acordo que contemple as questões apresentadas pelos representantes dos empregados e pela empresa, razão pela qual fez a proposta de prorrogar o Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 até o dia 31 de agosto deste ano. “Entendemos que existe um espaço muito grande para chegar a um acordo englobando todos os aspectos importantes, mas precisamos de tempo para dialogar mais e fazer alguns ajustes”, afirmou o ministro.

Os Correios concordaram com a prorrogação do acordo coletivo atual até o dia 31 de agosto. Já as federações representantes dos empregados se comprometeram a levar a proposta para apreciação das assembleias, conforme a condição estabelecida pelo TST de não ocorrência de movimento de greve durante esse período.

Plano de saúde para pais – Também foi acordada em audiência a continuidade do atendimento a pais e mães pelo Plano CorreiosSaúde I, unicamente para procedimentos de urgência e emergência, até 31 de agosto. A decisão ocorre sem prejuízo do atendimento, somente para aqueles que se encontram em tratamento, conforme disposto na Sentença Normativa do TST (1000295-05.2017.5.00.0000), de 15 de março de 2018.

Confira a ata da audiência de mediação.

Publicado em Acordo Coletivo, Negociação Permanente | Deixar um comentário

Correios apresenta índice de reajuste salarial

Em reunião realizada nesta terça-feira (30), os Correios apresentaram para os representantes dos trabalhadores o índice de reajuste salarial para o Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020.

A proposta, pautada na sustentabilidade econômico-financeira da empresa, é de 0,8% de reajuste econômico no salário-base, bem como 0,8% nos seguintes benefícios: Auxílio para Dependentes com Deficiência (Cláusula 48); Reembolso Creche e Babá (Cláusula 49); Vale Refeição/Alimentação – valor unitário (Cláusula 51); Vale Cesta (Cláusula 51); Vale Transporte e Jornada de Trabalho In Itinere (Cláusula 52); Ajuda de Custo na Transferência (Cláusula 56); Gratificação de Quebra de Caixa – sem BP e com BP (Cláusula 60).

Os Correios esperam concluir as negociações coletivas com êxito, sem a ocorrência de greve, pois qualquer ato de paralisação, além de prejudicar a imagem da empresa perante toda a sociedade, comprometerá todo o esforço e dedicação empreendidos nos últimos anos para retomada da sustentabilidade.

Confira a ata da reunião.

 

Audiência no TST

 O vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva, designou, para esta quarta-feira (31), audiência de conciliação na qual será apresentada proposta de acordo referente ao plano de saúde dos pais dos empregados dos Correios. A audiência contará com a presença de representantes dos Correios e das federações dos empregados e será transmitida ao vivo pelo canal do TST no YouTube, para que todos possam acompanhar a apresentação e compreender da melhor forma possível os termos da proposta.

Publicado em Acordo Coletivo, Negociação Permanente | Deixar um comentário

Mesa de negociações debate cláusula sobre assistência médica

Nesta quinta-feira (25), a mesa de negociações para construção do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2019/2020) teve como pauta a cláusula 28, que trata da assistência médica, hospitalar e odontológica.

A proposta dos Correios, baseada em sua atual situação econômico-financeira, é ajustar a proporcionalidade de compartilhamento, por meio de adequação gradual do plano de saúde da empresa à Resolução n° 23/2018 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR), instituição vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

A Resolução CGPAR N° 23/2018 estabelece diretrizes e parâmetros para o custeio das estatais federais sobre benefícios de assistência à saúde aos empregados, e definiu que a coparticipação deve atingir o índice de 50% para o assistido e 50% para a mantenedora, até o ano de 2022.

Para o ACT 2019/2020, a proposta dos Correios é adotar a coparticipação de 60% para a empresa e de 40% para os empregados. Outra proposta de alteração apresentada pelos representantes da empresa foi o reajuste da mensalidade, que passaria a seguir valores percentuais conforme a faixa salarial.

Os Correios reforçam a importância de construir um ACT que tenha como principais objetivos o fortalecimento da sustentabilidade da empresa e a manutenção dos empregos. Neste momento, é fundamental que os empregados atuem com sinergia e comprometimento, buscando soluções que ampliem a produtividade, reduzam custos e possam contribuir para impulsionar a confiança dos clientes nos produtos e serviços da empresa.

As reuniões para negociação do ACT 2019/2020 continuam na próxima terça-feira (30). Confira a íntegra da ata aqui.

Publicado em Acordo Coletivo, Negociação Permanente | Deixar um comentário

Negociações do ACT 2019/2020 prosseguem

Em reunião realizada nesta quarta-feira (24), representantes dos empregados e da empresa deram continuidade às negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2019/2020). As discussões iniciaram com a cláusula 39 “Reabilitação Profissional”, para a qual os Correios propõem a manutenção das garantias estabelecidas, com ajuste no parágrafo 4º. A alteração visa adequar o processo ao acordo de cooperação técnica estabelecido entre a empresa e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), por meio do qual foi possível garantir maior celeridade à reabilitação dos empregados.

A “Distribuição Domiciliária” (cláusula 41) foi outro tema colocado em pauta, por meio de apresentação sobre a priorização da entrega matutina, atualmente implantada em 258 unidades de distribuição. Conforme demonstrado pelos representantes da empresa, esse modelo operacional está implementado em todas as unidades que se encaixam nas premissas e nos requisitos técnicos de elegibilidade estabelecidos em acordo, não havendo viabilidade de expansão para novas unidades.

Os Correios reforçam que o ACT 2019/2020 está sendo discutido tendo como compromisso maior a sustentabilidade da empresa e a manutenção dos empregos. Por essa razão, é fundamental a compreensão dos empregados quanto ao cenário atual da organização, bem como o envolvimento de todos na busca por soluções que propiciem o aumento da produtividade e a redução de custos, sem perda de qualidade no atendimento aos clientes.

Confira a ata da reunião.

Publicado em Acordo Coletivo, Negociação Permanente | Deixar um comentário

Empresa e empregados seguem com negociações

Nesta terça-feira (23) representantes dos Correios e dos empregados retomaram as negociações do Acordo Coletivo – ACT 2019/2020.

No encontro, a pedido das representações dos empregados, foram demonstrados a dinâmica dos contratos do vale alimentação/refeição em todo o país e os custos envolvidos nesse benefício.

Também foi discutida a cláusula que trata do registro de ponto (74), quando foram abordados alguns temas que impactam a adoção do ponto eletrônico nos Correios: legislação aplicada e questões judiciais, histórico de tratativas com os empregados e os estudos multidisciplinares sobre a questão.

As informações colhidas pela empresa no benchmarking sobre o assunto realizado no Banco do Brasil, no Ministério Público, na Caixa, na Embrapa, na CEB, no Tribunal Superior Eleitoral e na ANEEL também foram apresentadas.

Além disso, a empresa mostrou os cenários e os custos envolvidos para que os Correios se adequem à Portaria 373/2011 do Ministério do Trabalho, que dispõe sobre a possibilidade de adoção pelos empregadores de sistemas alternativos de controle da jornada de trabalho como, por exemplo, registro de ponto via software, diretamente na estação de trabalho ou mesmo em smartphones corporativos.

Para atender a outra solicitação das representações sindicais, a empresa também apresentou o modelo de remuneração das Agências Franqueadas (AGFs).

A agenda de reuniões será retomada nesta quarta-feira (24) para dar continuidade às negociações sobre a proposta da empresa, a qual está fundamentada em garantir a sustentabilidade dos Correios.

Confira a ata da reunião no Blog das Negociações.

Publicado em Acordo Coletivo | Com a tag , | Deixar um comentário

Mesa de negociação continua debate de cláusulas do ACT

Representantes dos Correios e dos empregados prosseguiram, nessa quinta-feira (18), em Brasília, com a negociação do Acordo Coletivo – ACT 2019/2020.

A representação dos Correios apresentou uma segunda proposta para as 18 cláusulas nas quais a empresa propõe alterações de texto. Os ajustes serão avaliados nas assembleias da categoria.

Entre as cláusulas que foram discutidas no encontro, estão as que tratam de: gratificação natalina (57), adiantamento de férias (54), averiguação das condições de trabalho (30), itens de uso e proteção ao empregado (37), saúde da mulher (14), assédio sexual e assédio moral (3), prevenção de doenças (38), saúde do empregado (40), aposentados (2), processo permanente de negociação (22), entre outras. Conheça o conteúdo da proposta na íntegra acessando as atas das reuniões (manhã e tarde).

O retorno das negociações ficou agendado para o próximo dia 23, conforme calendário definido previamente entre as partes.

Publicado em Acordo Coletivo, Negociação Permanente | Deixar um comentário

Prosseguem as reuniões para o Acordo Coletivo

Focados na sustentabilidade da empresa, os Correios seguem as negociações com os representantes dos empregados para construção do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020.

 

Já as discussões sobre os pais no Plano de Saúde continuam em andamento em outra esfera, sob mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a pedido das representações sindicais. Atualmente os Correios têm um gasto de, aproximadamente, meio bilhão de reais por ano para manter no plano de saúde pais e/ou mães de apenas 30% do seu efetivo.

 

É fundamental que cada empregado compreenda a importância de prosseguir trabalhando com o compromisso maior de fortalecimento da empresa. É hora de dar continuidade à busca por resultados e reforçar, cada vez mais, os Correios e a confiança da população nos produtos e serviços desta empresa, que é do tamanho do Brasil.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Federações apresentam resultados das assembleias

As reuniões para negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020 foram retomadas nesta terça-feira (16), quando os representantes dos empregados apresentaram os resultados das assembleias referentes à proposta dos Correios.

De acordo com os representantes da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), os 31 sindicatos que representam rejeitaram a proposta da empresa. Já os representantes da Federação Interestadual dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Findect) informaram que Maranhão, Tocantins e São Paulo rejeitaram a proposta dos Correios; Bauru e Rio de Janeiro realizarão assembleias posteriormente.

Os representantes da empresa ponderaram que a proposta dos Correios é focada na sustentabilidade da organização, enquanto a pauta de reivindicações apresentada pelas federações objetiva uma ampliação dos benefícios, inviável em função do atual cenário econômico-financeiro da empresa.

As reuniões para negociação do ACT 2019/2020 seguem nos próximos dias, conforme calendário acordado entre as partes.

Confira a ata da reunião.

Publicado em Acordo Coletivo | Com a tag , | Deixar um comentário

Negociação do Acordo Coletivo de Trabalho

Na última semana (2/7), os Correios deram início às negociações entre os representantes da empresa e dos empregados para assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT 2019/2020.  Dando sequência ao calendário acordado em mesa de negociação, a primeira semana de reuniões destinou-se às apresentações do cenário econômico-financeiro e da proposta de acordo da empresa, com exceção do índice de ajuste econômico, do registro de ponto e da cláusula 28 – que serão oficializadas pelos Correios até o dia 11 de julho.

 

Conforme destacado pela área financeira para os representantes dos empregados, apesar de o resultado contábil ter sido levemente favorável até o mês de maio, as projeções para os demais meses do ano não indicam resultados positivos. O cenário de caixa aponta para dificuldade de liquidez de recursos, em função do crescente consumo de disponibilidades verificado no ano, o que torna fundamental manter as ações focadas na sustentabilidade da empresa.

 

A proposta de ACT formulada pelos Correios – manutenção de 45 cláusulas, adequação de 19 e alteração de apenas 15 – será levada para discussão nas assembleias, marcadas para acontecer até 15 de julho. A retomada das negociações está agendada para o próximo dia 16, quando serão oficializados os resultados das assembleias e apresentada a análise das federações quanto à proposta da empresa, bem como suas principais reivindicações.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Correios apresenta proposta para ACT 2019/2020

Em continuidade à apresentação da proposta dos Correios para o ACT 2019/2020, a reunião desta quinta-feira (4) começou com os representantes da empresa detalhando as 12 cláusulas para as quais são propostas modificações, tendo como foco a recuperação econômico-financeira e o resgate da sustentabilidade da organização.

Conforme estabelecido em calendário previamente acordado em mesa, as outras três cláusulas para as quais os Correios propõem alterações – índice de ajuste econômico, registro de ponto e cláusula 28 – serão oficializadas pela empresa até o dia 11 de julho.

Ao final da reunião, os representantes dos empregados apresentaram seus argumentos iniciais com relação à proposta da empresa, comprometendo-se a levar as cláusulas para discussão nas assembleias, a serem realizadas entre 5 e 15 de julho.

A retomada das negociações está agendada para o dia 16 de julho, quando serão oficializados os resultados das assembleias e apresentada a análise das federações quanto à proposta da empresa, bem como suas principais reivindicações.

Confira a ata da reunião e a proposta da empresa para o ACT 2019/2020.

Publicado em Acordo Coletivo, Negociação Permanente | Deixar um comentário