Postal Saúde já oferece o benefício de medicamento

Conforme amplamente divulgado, a Postal Saúde, Caixa de Assistência criada, patrocinada e mantida pela ECT, além de manter todas as condições vigentes do CorreiosSaúde, também trará vários benefícios aos empregados dos Correios.

Um deles é o Plano Postal Benefício Medicamento – PBM, que já é oferecido pela Postal Saúde aos empregados titulares ativos da ECT cadastrados no CorreiosSaúde. O Plano PBM tem abrangência nacional e destina-se à aquisição de medicamentos tarjados, de marca ou genéricos. A cobertura ainda inclui o fornecimento gratuito de mais de 600 medicamentos constantes da Lista-Padrão de Medicamentos Gratuitos (LPMG).

Como funciona – O beneficiário verifica no portal da Postal Saúde (www.postalsaude.com.br)  a lista de medicamentos e farmácias credenciadas que atendem ao Plano PBM. Para aquisição do medicamento é necessário apresentar a receita médica em nome do titular, o Cartão de Identificação do Beneficiário da Postal Saúde – CIB e um documento de identificação com foto. O beneficiário se dirige à farmácia e adquire medicamentos de referência (originais) com 50% de desconto, medicamentos genéricos com 60% de desconto ou retira gratuitamente os medicamentos constantes da lista (LPMG). Para os medicamentos adquiridos, os valores de coparticipação serão descontados em folha de pagamento. O limite de utilização mensal do Plano PBM é estabelecido de acordo com a margem consignável de cada beneficiário.

O Plano PBM está disponível desde o dia 2/1/2014. Porém, como houve necessidade de adaptação de sistemas informatizados junto à rede credenciada de farmácias, a aquisição de medicamentos estará totalmente normalizada a partir de 1º/3/2014. Será necessária somente a apresentação do Cartão de Identificação do Beneficiário – CIB e dos demais documentos citados anteriormente.

Além do fornecimento de medicamentos gratuitos e com descontos, o Plano PBM oferece ainda:

1.Orientação farmacêutica via Central de Atendimento;
2.Entrega domiciliar de medicamentos de uso contínuo, via solicitação junto à Central de Atendimento;
3.Serviços de atenção farmacêutica por meio de aviso quanto ao horário de uso e dosagem de medicação através de mensagem SMS.

Cabe ressaltar que, em breve, o Plano PBM estará disponível para todos os aposentados, pois o processo já está em fase de negociação junto à Associação de Aposentados. Por enquanto, os medicamentos são apenas para o empregado titular do plano e com apresentação de receita médica. Não é permitida a compra para dependentes ou terceiros.

Para mais informações entre em contato com a Central de Atendimento pelos telefones 0800 888 8116 e 0800 291 0909 ou pelo portal da Postal Saúde: www.postalsaude.com.br

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

57 respostas a Postal Saúde já oferece o benefício de medicamento

  1. Rose disse:

    isso ninguém qeur comentar, um benefício. cadê os elogios???? só sabem criticar o que nem entenderam como funciona.

    • Paulo disse:

      Esse beneficio já existe. Cartão fentect de medicamentos, muito melhor que esse aí.Vai pesquisar q vc vai ver.. Só que ng busca informação ng usa.

    • atendente teo disse:

      Cade o beneficio?Isso aí já tinha antes

    • Jeferson disse:

      cadê os sindicalistas que não o braço a torcer, deve ser porque não encontraram defeito pra reclamar, apoiada Rose…

      • Paulo disse:

        A questão é que se vc tivesse lido os acordos passados saberia que o vale medicamento já existe e não foi por bondade da empresa não, foi pq ela teve que oferecer pq consta no acordo coletivo dos mesmos sindicalistas lutaram pra ter e vc é contra. Só que a empresa não divulga e qse ninguem usa. Tem os mesmo benefícios e tem muito mais farmácias vinculadas.

    • Zequinha disse:

      Agora vamos ABRIR OS OLHOS: Se eu tenho uma CAT, sofri ou tenho uma doença originada na EMPRESA, porque eu tenho que arcar com os custos dos remédios? Alguem já chegou a pensar nisto?

      • Correios disse:

        Prezado Zequinha
        Em atenção ao questionamento formulado, esclarecemos que a legislação vigente não obriga o empregador a fornecer gratuitamente medicamentos em caso de acidente, doença do trabalho e/ou ocupacional. Contudo, esclarecemos que todas as despesas com o tratamento (exames e consultas relacionados à patologia decorrente de acidente, doença do trabalho e/ou ocupacional) são assumidas totalmente pela ECT, sempre que é apresentada a Comunicação de Acidente de Trabalho – CAT. Quando for o caso de o empregado acidentado precisar ser hospitalizado, enquanto estiver internado, a medicação também corre totalmente por conta da Empresa, ou seja, nas despesas médicas com acidente no trabalho não existe qualquer cobrança do empregado na ECT.

  2. Paulo disse:

    Esse beneficio já existe. Cartão fentect de medicamentos, muito melhor que esse aí. Só que ng busca informação ng usa.

  3. Everton disse:

    Este beneficio não é melhor que o auxilio farmacia oferecido por fentect e arco; onde vc tem 28,00 livres por mes.
    Nesse, onde o medicamento não é gratuito, voce paga o valor dele com desconto sem nenhuma cobertura adicional.

  4. GERALDO BARBOSA VIEIRA disse:

    bom dia, estive na farmacia drogasil onde sempre comprava com o cartão nação saúde, e ele não sabem de nada, o que devo fazer onde posso encontrar as farmacias credenciadas.

    • Correios disse:

      Caro Geraldo
      Conforme divulgado na nota, por enquanto, você deve verificar na lista (http://postalsaude.com.br/images/listagem-medicamentos.pdf) quais são as farmácias credenciadas para comprar o medicamento. Não esqueça de pegar a nota fiscal para reembolso pela Postal Saúde. A partir do dia 1º/3, o sistema de aquisição estará normalizado, ou seja, basta ir a uma farmácia credenciada e adquirir o medicamento com desconto.
      Para mais informações sobre o Plano Benefício Medicamento, entre em contato com a Central de Atendimento pelos telefones 0800 888 8116 e 0800 291 0909 ou pelo portal da Postal Saúde: http://www.postalsaude.com.br

      • Esmael disse:

        Boa tarde, por gentileza, alguém poderia me informar onde encontro a relação das farmácias conveniadas, pois no site do postal saúde não encontrei?

      • daniel carteiro disse:

        1 de março é que estará disponível???? brincadeira né! vcs mudam e quer que nós nos adaptamos as condições que vcs inventam de última hora. já pensou se eu preciso do desconto agora? pra mudar plano de saúde vcs são rapidinhos e mandar o vale cultura vem com desculpa esfarrapada. o título deveria falar a verdade e não com falsidade: “Postal Saúde já oferece o benefício de medicamento, mas o medicamento com desconto só será implantado em 1 de março de 2014”.

        • Correios disse:

          Caro Daniel Carteiro
          Conforme divulgado, o benefício já está disponível desde 2/1/2014, mas como houve necessidade de adaptação de sistemas informatizados junto à rede credenciada de farmácias, a aquisição de medicamentos estará totalmente normalizada a partir de 1º/3/2014. Será necessária somente a apresentação do Cartão de Identificação do Beneficiário – CIB e dos demais documentos citados anteriormente.
          Hoje, você já pode ir a uma farmácia credenciada, comprar o seu medicamento, pegar a nota fiscal e entrar em contato com o 0800 da Postal Saúde para REEMBOLSO.

        • elaine vieira disse:

          vc é um cara que nem merecia desconto!!! Tudo o que é novo, passa por adaptações e sempre existe pontos a melhorar, portanto, seja maduro e entenda!!

  5. lia disse:

    Os sindicalistas Jeferson, só sabem ficar na boa dizendo que estão em greve que é pra melhorar isso e aquilo e manipular os alienados que nem tão a fim de trabalhar mesmo, e fazem isso pq a empresa permite..

    A maioria de nós funcionarios ja esta com a paciencia esgotada de ver essa gente fazendo greve por qq coisa, e a empresa abona isso..é de ficar injuriada
    Logo teremos a greve da PLR e depois a do acordo coletivo..a cada greve mais clientes vão embora

    • Jeferson disse:

      eu concordo com a existência de um sindicato que saiba o que faz, que realmente se importe com TODOS os funcionários da empresa e que lute de modo coerente, eu entraria em greve com certeza, se pedisse pros Correios parassem de repassar quase tudo que ganha pro governo federal bancar desmandos de políticos…

      Hoje só fazem baderna, e depois pra compensar ficar morgando nas unidades, já que os funcionários que realmente trabalham carregaram a empresa nas costas durante a greve dos COMPANHEIROS (não raras vezes de bar durante a greve ou de marmita), tem de descontar os dias de todos que fizeram greve e botar na cabeça desses que o sindicato nãos e importa com ninguém senão eles próprios…

  6. Alex disse:

    Fica a seguinte dúvida, e o que será feito do antigo benefio o “nação saúde” ele foi extinto? e os $ 28,00 de vale que tinha no outro vai ter nesse também?

  7. Bruno disse:

    Solicito, por gentileza, disponibilização da Lista-Padrão de Medicamentos Gratuitos.

  8. Fabiano disse:

    Este benefício é realmente ótimo, todavia da mesma forma que empresa esta preocupada com o seu funcionário o mesmo por sua vez preocupa com sua família. Portanto acho que este belo benefício deveria estender-se aos dependentes.

    • Zequinha disse:

      Veja o meu comentário acima, nada de extraordinário nisto não! Se vc tem uma CAT, a obrigação da empresa era indenizá-lo e arcar 100% com seu tratamento e medicamento tbm!!!

      • Correios disse:

        Prezado Zequinha
        Em atenção ao questionamento formulado, esclarecemos que a legislação vigente não obriga o empregador a fornecer gratuitamente medicamentos em caso de acidente, doença do trabalho e/ou ocupacional. Contudo, esclarecemos que todas as despesas com o tratamento (exames e consultas relacionados à patologia decorrente de acidente, doença do trabalho e/ou ocupacional) são assumidas totalmente pela ECT, sempre que é apresentada a Comunicação de Acidente de Trabalho – CAT. Quando for o caso de o empregado acidentado precisar ser hospitalizado, enquanto estiver internado, a medicação também corre totalmente por conta da Empresa, ou seja, nas despesas médicas com acidente no trabalho não existe qualquer cobrança do empregado na ECT.

  9. Paulo Sergio Barbosa disse:

    Gostaria de saber do POSTAL SAÚDE se existe uma previsão/possibilidade futura de nossos dependentes participarem do Plano Postal Benefício Medicamento – PBM?

    • Correios disse:

      Prezado Paulo
      A Postal Saúde está realizando estudos de viabilidade da extensão do Plano Benefício Medicamento.
      Em breve, teremos mais informações.

  10. Augusto Nascimento da Silva disse:

    Boa tarde,

    Sem duvida é muito util um cartão farmacia,no entanto deveria ser extensivo aos dependentes;pois é em prol deles que trabalhamos muitas das vezes
    doentes,com mal estar!!é deveria abranger todos os medicamentos tarjados ou não,pois nossos dependentes muitas vezes necessitam de medicamentos para dor,vitaminas,pomadas,etc , coisas que o convenio não cobre.
    Os medicamentos tarjados continuariam com o compartilhamento;sendo que os demais que não fossem tarjados teriam seu valor integral descontados no contracheque dos funcionarios, respeitando seus limites fixos conforme era com a drogaria são paulo/convenio Arco!!

    augustonacs@hotmail.com

  11. Rosalvo Salles disse:

    Quero saber como proceder para ser beneficiado com medicamentos pelo cartão nação saúde, pois mora em Rondonópolis-mt (cidade de aproximadamente 200 mil habitantes) e a única farmacia que era credenciada fechou.
    Fui em outra farmacia e pedi para eles ligarem no 0800 que estava no cartão e o gerente da farmacia ligou e o atendente informou que depois retornava para fazer o credenciamento e nunca mais. Somente em nossa cidade tem em média 100 empregados sem esse benefício.

    • Correios disse:

      Caro Rosalvo.
      O antigo benefício foi extinto e substituído pelo Plano Postal Benefício Medicamento – PBM. Verificamos no nosso sistema e vimos que a farmária CENTROFARMA (Rua Barão do Rio Branco, 454, Vila Aurora I, Rondonópolis) aceita o PBM.

  12. Agni disse:

    Quero pedir que seja liberado o site do Postal Saúde para consulta dentro das unidades dos Correios, pois é um site direcionado a nós funcionários e o acesso é restrito. Obrigada!

    • Correios disse:

      Boa tarde. O portal da Postal Saúde (www.postalsaude.com.br) é de livre acesso e somente a área de login e senha é restrita. Porém, os beneficiários têm acesso, bastando digitar o CPF e cadastrar uma senha. Caso ainda restem dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE pelo Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.
      Se o problema de acesso ao site permanecer, pedimos que entre em contato com o Help Desk dos Correios e abra uma Ordem de Serviço.

  13. carteiro sonhador disse:

    são migalhas,como na roma antiga,para passar a fome distribui pão e agua,fala serio com o faturameto dos correios eles podem fazer melhor,somente rose e jeferson e outros alienados com carguinho na empresa acham isso legal.querem cortar o plano e eles acham legal,daqui a pouco vão cortar os tickets e ele tambem vão achar legal.tambem com suas gordas gratificações e claro que tudo e legal

  14. Jean Leal disse:

    Será que a GREVE não é por conta dos R$ 28,00 que recebiam do convenio de medicamento? Greve sem noção. Vamos evoluir!!!!!

  15. Flávio Ramos disse:

    Gostaria de saber, se eu utilizar este plano de medicamento, pagarei aquela taxa de R$ 28,00?

    • Correios disse:

      Não. O procedimento de crédito e débito de R$ 28,00 é referente ao plano Vale Drogaria, extinto e substituído pelo Plano Postal Benefício Medicamento – PBM. No caso de dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE por meio do portal http://www.postalsaude.com.br ou Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.

  16. Gigi disse:

    Só para constar… esses remédios gratuitos são oferecidos pelo GOVERNO e, para ter acesso a esses medicamentos que o governo fornece gratuitamente desde 14 de Fevereiro de 2011 para todos que necessitarem, basta levar a receita original e seu CPF, mais Identidade… eu pego sempre para diabetes…

    • Correios disse:

      A LPMG contempla todos os medicamentos oferecido pelo Governo Federal, acrescidos de outros medicamentos. A vantagem de adquirir os medicamentos da LPMG por meio do Plano e não pelo sistema do governo, é a dispensa de coparticipação para todos os medicamentos da lista.

  17. Fernando disse:

    Quere saber como me livrar dos R$28,00 que entram e saem todos os meses do meu contra-cheque, sem que eu consiga utilizar.
    Me sinto como um “laranja” para repassar esses R$28,00 da ECT para a FENTECT. Já cansei de pedir o cancelamento desse repasse.
    Espero que agora com esse benefício do Postal Saúde essa “contribuição” compulsória à FENTECT desapareça do meu contra-cheque. Deve ser por isso que os sindicalistas estão tão aguerridos nessa greve inoportuna.

    • Correios disse:

      Caro Fernando
      Com o Plano Postal Benefício Medicamento (PBM) não haverá cobrança de taxas. O beneficiário somente arcará com a coparticipação. Sobre o desconto de 28 reais no contracheque, somente a Fentect poderá cancelá-lo. No caso de dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE por meio do portal http://www.postalsaude.com.br ou Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.

  18. Fernando disse:

    Foi consultar a lsitagem de medicamentos disponíveis no link que indicaram acima, na resposta para o Geraldo, e desisti pois são 16 páginas contendo medicamentos sem qualquer ordem. Sugiro que apresentem a relação em ordem alfabética pelo nome do medicamento.

  19. Everaldo disse:

    A minha dúvida é a mesma do colega Alex que enviou mensagem em 6 de fevereiro de 2014 às 11:43.

    O que será feito do antigo benefício “nação saúde”? Foi extinto? E os R$ 28,00 de créditos mensais que tinha no nação saúde da ARCO, vai ter no PBM também?

    • Correios disse:

      Caro Everaldo
      O antigo benefício foi extinto. O procedimento de crédito e débito de R$ 28,00 é referente ao plano Vale Drogaria, extinto e substituído pelo Plano Postal Benefício Medicamento. No caso de dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE por meio do portal http://www.postalsaude.com.br ou Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.

  20. INÁCIO LAUDELINO MACHADO disse:

    URGENTE

    – ESPOSAS E FILHOS DE FUNCIONÁRIOS DOS CORREIOS FALECIDOS PERDEM O DIREITO QUE POSSUIAM À ASSISTÊNCIA CONTINUADA À SAÚDE NA HORA EM QUE MAIS NECESSITAM!

    – Chamo a atenção para as necessárias providências e articulações com os Canais Competentes no sentido de solucionar esse grave problema que a maioria das esposas e filhos menores de funcionários da ativa e aposentados dos Correios (ECT) enfrentam após a morte destes.

    – De um momento para outro, como se já não bastasse a perda do marido, passar a viver de Pensão; também, a esposa e os filhos perderão os direitos aos convênios e à assistência à saúde que lhes estavam assegurados.

    – Numa época em que busca-se melhor condição de vida para todos, essa é a triste realidade para os dependentes de quem dedicou sua vida pensando no bem estar da sua Família!

    – Já está mais do que na hora de acabar com tal situação vergonhosa!

    • Correios disse:

      Boa tarde.
      A Postal Saúde não alterou as regras do plano CorreiosSaúde e cumpre o determinado. Está prevista a criação de novos planos, com regras e condições específicas de pagamento, o objetivo é atender os dependentes que hoje não são contemplados pelas regras atuais. Quando da criação dos novos planos, todos os beneficiários serão comunicados. Caso ainda restem dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE por meio do portal http://www.postalsaude.com.br ou Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.

  21. antonio artur m mesquita disse:

    Estou com o Fabiano, por que só nós e nossos familiares, afinal todos trabalhamos mais em prol da familia do que de nós mesmos.

  22. Luiz Carlos disse:

    Concordo se não o mesmo ira ficar pelo meio do caminho .

  23. Luiz Carlos disse:

    O correiosaúde pecava muito por falta de informação ou seja comunicação entre ele e os colaboradores , espero que não ocorra o mesmo com
    o postalsaúde .Trabalho na emissão de Guias Médicas do CDD/PIT a 12 anos , forneço guia a 21 municípios e tenho meus clientes como se fosse da minha família e não gostaria de velos enganados por isto torço para que de tudo certo , principalmente pelo fato daqueles que vem do interior como
    Itaguara , Mateus Leme , Juatuba , Bicas , Igarapé , quantas vezes tiveram de voltar sem guia desta forma eu acredito que o postalsaúde veio para somar
    e trazer modernidade e que esta modernidade não nos saia caro .

    • Correios disse:

      Caro Luiz Carlos
      Boa noite. O objetivo da Postal Saúde é garantir assistência à saúde e ao bem-estar dos beneficiários por meio de serviços de excelência. Nossos valores são pautados na qualidade de serviços, compromisso e respeito com os beneficiários, ética e transparência nos negócios e responsabilidade pelos resultados. Caso ainda restem dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE por meio do portal http://www.postalsaude.com.br ou Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.

  24. FLAVIO disse:

    Parabens ECT………………tiro o meu chapeu pra voces

  25. mauro disse:

    Quando este beneficio vai ser liberado para os dependentes, pois eu nunca usei , minha esposa compra mensalmente na farmacia seria importante se fosse extendido a ela .
    Vamos lutar e sabemos que vamos conseguir. A empresa Correios entende e vai liberar certamente ja ja

    • Correios disse:

      Prezado Mauro
      A Postal Saúde já está realizando estudos junto à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) quanto à viabilidade de implementação. Caso ainda restem dúvidas, entre em contato com a POSTAL SAÚDE por meio do portal http://www.postalsaude.com.br ou Disque POSTAL SAÚDE 0800 888 8116.

  26. LUIZ ROBERTO CARDOSO disse:

    Esse pseudo-benefício pode até ajudar, em “alguns” casos, pois com as limitações de restrição a apenas o empregado titular, e ainda com receita médica, não resolve o problema. Na verdade, não atende as necessidades dos empregados.

  27. Vilsondete de Sousa disse:

    Antes de criticar é preciso entender como funciona e testar, caso não nos atenda, temos um avanço, pois os ajustes para melhorias são feitos de acordo com as sugestões e reclamações dos usuários. A implantação do plano merece nossos aplausos!!!

  28. Célio Adriano da Costa disse:

    Parabéns, achei muito bacana, mas ficaria muito melhor se atendesse também aos dependentes, pois estes são os que mais nescessitam na maioria dos casos e o desembolso com medicamentos para dependentes sai do nosso salário.

  29. Alves disse:

    E quanto ao funcionário que esta com emprestimo Postalis ou outro, e devido as deduções esta´sem margem, ele não poderá adquirir medicamentos de uso continuo e pagar o valor de sua participação no ato da aquisição? haja vista que ele não terá margem para desconto em folha? o funcionário nesta condição perderá então o beneficio?

    • Correios disse:

      Prezado Alves
      A coparticipação dos medicamentos e as despesas médicas precedem a dos empréstimos. Ou seja, a margem consignável não o impossibilita a utilizar ambos os planos.
      Para mais informações, entre em contato com o Postalis pelo telefone (61) 2102-6966.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *