Fentect e ECT reúnem-se para debater Cláusula 46 do ACT

Representantes da Federação Nacional dos Trabalhadores – Fentect e da ECT reuniram-se na tarde de quarta-feira (9), na Administração Central, para debater a Cláusula 46 (Processo Permanente de Negociação).

Na reunião foi discutida a composição do número de participantes nas mesas temáticas que tratam de Anistia, Sistema de Distritamento – SD e Casa Própria.

Ainda no encontro, os representantes da Fentect e da ECT discorreram sobre o pós-greve, onde a ECT enfatizou os prejuízos que a greve trouxe aos Correios e ressaltou que está cumprindo as determinações do TST quanto aos descontos e compensações.

Os representantes da ECT receberam as solicitações da Fentect e a reunião foi encerrada, ficando as partes de se reunirem novamente para dar continuidade aos debates da Cláusula 46.

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

68 respostas a Fentect e ECT reúnem-se para debater Cláusula 46 do ACT

  1. IZABELLA disse:

    Boa tarde!

    Em resposta a um comentário no posta anterior, a ECT respondeu que no dia 07/04 haveria uma reunião sobre a PLR e logo após seria divulgado os detalhes.
    Uma semana se passou e ainda não sabemos de nada.
    Gostariamos de saber qual a proposta.

    • Correios disse:

      Prezada Izabella
      Amanhã e quarta-feira teremos mais uma reunião da Mesa Nacional de Negociação MNNP-Correios, onde o assunto PLR será discutido com os representantes das entidades sindicais.
      Assim que a reunião terminar, faremos uma nota com as atualizações.

      • José Alberto Cavalcante Barros disse:

        Queria saber dos Correios se existe a possibilidade de haver correção da tabela salarial atual sendo que nos ecetistas estamos muito defasados em relacao empresa publica federal.ha algum estudo para tal?

        • oluap disse:

          não se preocupe esse ano nós vamos ter aumento padrão fifa , vale alimentação e vale cesta padrão fifa e tudo + padrão fifa e vale peru tbem.

      • Guilherme disse:

        Caro, Correios.

        Em relação a pergunta “E as pautas das reuniao dos dia 25 e 26 de março onde seria discutido sobre a plr?”,
        suas palavras foram: “As atas das MNNPs só são publicadas após a assinatura de todos os presentes. Na maioria das vezes, os participantes não têm tempo de assinar devido aos horários de vôos de retorno às suas regionais. Por isso, muitas atas são assinadas nas reuniões das MNNPs seguintes e imediatamente publicadas aqui no Blog.
        No caso da MNNP dos dias 25 e 26 de março, a ata será revisada, assinada e publicada no dia 15 de abril, data da próxima reunião”.

        Gostaria de saber se as referidas atas foram revisadas e assinadas e caso tenham sido quando serão publicadas no Blog.

        Desde já agradeço.

        • Correios disse:

          Prezado Guilherme

          A reunião da Mesa Nacional começou ontem (15) e ainda está acontecendo. Assim que terminar, faremos a publicação da ata da reunião passada.

      • Rafael disse:

        Lendo alguns comentarios e respostas dos Correios em posts anteriores, verifiquei que seria no dia 15/04 a reunião que tratava o assunto PLR
        E que ao final, teríamos uma publicação sobre o assunto. Eu, junto a muitos funcionarios, estamos no aguardo. Agilizem. Ou não enrolem, por favor!!!

        • Correios disse:

          PLR — Na última reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP-Correios), realizada na semana passada, foram discutidos os critérios para calcular a PLR de 2013 e 2014. O resultado foi positivo, com avanços nos critérios para 2013 e uma nova proposta de metodologia para os próximos anos.
          Para a PLR 2013, ficou decidido que estão fora do cálculo os critérios “Parcela Estratégica” e “Avaliação por GCR”.
          Já para os próximos anos, foi construída em conjunto entre a empresa e a representação dos empregados uma nova metodologia de cálculo, que será mais permanente e com menos mudanças. Este formato proporciona maior segurança aos empregados no pagamento da PLR. Poderão ocorrer alterações em indicadores e metas, que serão feitas a partir de um processo de negociação entre as partes.
          Essa metodologia é resultado de um processo de diálogo permanente, agora estabelecido por meio da MNNP, e com base nas reinvindicações feitas pelos representantes dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios ao longo dos últimos anos.

      • Atendentes Tocantins disse:

        E o post sobre a PLR?

      • Jura disse:

        E ai Correios, terminou a Reunião, e que foi discutido sobre PLR?

        Já têm valores?
        Quando vai pagar?
        Ou vai ter Greve novamente?

      • Ailton Bhte disse:

        Dúvido, isso vai rolar até o dia do pagamento. Depois nos empurrar uma merreca guela abaixo.

      • IZABELLA disse:

        Até o momento não foi divulgada nenhuma nota sobre a PLR.
        Os funcionários estão aguardando.
        Obrigada.

        • Correios disse:

          PLR — Na última reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP-Correios), realizada na semana passada, foram discutidos os critérios para calcular a PLR de 2013 e 2014. O resultado foi positivo, com avanços nos critérios para 2013 e uma nova proposta de metodologia para os próximos anos.
          Para a PLR 2013, ficou decidido que estão fora do cálculo os critérios “Parcela Estratégica” e “Avaliação por GCR”.
          Já para os próximos anos, foi construída em conjunto entre a empresa e a representação dos empregados uma nova metodologia de cálculo, que será mais permanente e com menos mudanças. Este formato proporciona maior segurança aos empregados no pagamento da PLR. Poderão ocorrer alterações em indicadores e metas, que serão feitas a partir de um processo de negociação entre as partes.
          Essa metodologia é resultado de um processo de diálogo permanente, agora estabelecido por meio da MNNP, e com base nas reinvindicações feitas pelos representantes dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios ao longo dos últimos anos.

      • Luiz disse:

        Estamos aguardando algum comentário por parte da Empresa, a respeito da PLR, quando irão divulgar algo, pois a cada questionamento informam uma nova data.

        • Correios disse:

          Conforme Cláusula 06 do Programa de PLR 2013, o pagamento será realizado em parcela única após a aprovação das contas relativas a 2013 pela Assembléia Geral. Todavia, cabe mencionar que os Correios já oficializaram a proposta de PLR aos sindicatos signatários da MNNP-Correios e aguardam a decisão das assembléias, que serão realizadas pelos respectivos sindicatos.

      • alessandro disse:

        Hoje já é dia 22/04, então como foi dito que na reunião que aconteceria dia 15/04, o assunto plr, seria tratado e,
        assim que a reunião terminasse, teriamos uma nota sobre as atualizações, mas até o momento ninguém tocou
        no assunto, nem correios, nem sindicato, pois vi tbm no site do sindicato e não diz nada sobre a plr. Estou aguar
        dando.

        • Correios disse:

          PLR — Na última reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP-Correios), realizada na semana passada, foram discutidos os critérios para calcular a PLR de 2013 e 2014. O resultado foi positivo, com avanços nos critérios para 2013 e uma nova proposta de metodologia para os próximos anos.
          Para a PLR 2013, ficou decidido que estão fora do cálculo os critérios “Parcela Estratégica” e “Avaliação por GCR”.
          Já para os próximos anos, foi construída em conjunto entre a empresa e a representação dos empregados uma nova metodologia de cálculo, que será mais permanente e com menos mudanças. Este formato proporciona maior segurança aos empregados no pagamento da PLR. Poderão ocorrer alterações em indicadores e metas, que serão feitas a partir de um processo de negociação entre as partes.
          Essa metodologia é resultado de um processo de diálogo permanente, agora estabelecido por meio da MNNP, e com base nas reinvindicações feitas pelos representantes dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios ao longo dos últimos anos.

      • ana cristina disse:

        Cade a nota falando da plr?

        • Correios disse:

          PLR — Na última reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP-Correios), realizada na semana passada, foram discutidos os critérios para calcular a PLR de 2013 e 2014. O resultado foi positivo, com avanços nos critérios para 2013 e uma nova proposta de metodologia para os próximos anos.
          Para a PLR 2013, ficou decidido que estão fora do cálculo os critérios “Parcela Estratégica” e “Avaliação por GCR”.
          Já para os próximos anos, foi construída em conjunto entre a empresa e a representação dos empregados uma nova metodologia de cálculo, que será mais permanente e com menos mudanças. Este formato proporciona maior segurança aos empregados no pagamento da PLR. Poderão ocorrer alterações em indicadores e metas, que serão feitas a partir de um processo de negociação entre as partes.
          Essa metodologia é resultado de um processo de diálogo permanente, agora estabelecido por meio da MNNP, e com base nas reinvindicações feitas pelos representantes dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios ao longo dos últimos anos.

          • jura disse:

            Correios, o que estamos querendo é numeros, chega de Bra bá, ta enrolando muito queremos saber é de numeros, de reuniao sabemos que voceis participa e não decide nada.

      • Janice disse:

        Conforme informado no comentário , teriamos informação referente á esta reunião! Hoje dia 06/05 ainda não há nenhuma informação á respeito.

  2. assis disse:

    Queria saber dos Correios se existe a possibilidade de haver correção da tabela salarial atual sendo que nos ecetistas estamos muito defasados em relacao empresa publica federal.ha algum estudo para tal?

    • Sergio disse:

      Assis, praticamente nenhuma.
      O Correio fechou 2013 com prejuízo. Há a previsão de gasto com o PDV.
      Só teremos o reajuste do acordo coletivo em agosto depois que terminar a greve relacionada ao assunto.

      Ou seja, melhorar salário no Correio só fora dele.
      Infelizmente.

  3. Concordo plenamento com o Assis, precisamos saber se haverá alguma atualização da tabela ssalarial.

  4. Sara disse:

    Bom dia!

    Alguma estimativa com relação ao ano anterior em termos de valores sobre a PLR 2014?

  5. Jurisconsulto disse:

    Está chegando a hora de pagar!
    Pergunto ao Sr. Correios se a estratégia desde ano será a mesma adotada aos anos anteriores?
    Definição dos valores sem a participação dos empregados. Demoram na negociação de forma que os empregados aceitam qualquer migalha.
    Como será este ano?
    Grato.

  6. E O VALE CULTURA??????????? FICOU SÓ NA PROMESSA!!!!!!!!!!!!!!!! disse:

    Correios, e o vale-cultura??? Como anda a licitação??? Alguma informação atualizada e benéfica para os funcionários????
    Obrigada.

    • Correios disse:

      Informamos que o Vale-Cultura é um benefício recém-criado para todas as empresas e a ECT vem envidando esforços para concessão aos seus empregados, conforme previsto na legislação que rege a matéria. Vale lembrar que esse benefício já foi contemplado no Dissídio Coletivo, porém sem prazo descrito a ser implementado, conforme descrito na cláusula 63 do Acórdão: “A ECT fornecerá aos seus empregados o vale-cultura conforme disposto no Decreto n° 8.084 de 26 de agosto de 2013″.

      Para sua concessão a Empresa está adotando as providências relacionadas ao processo licitatório que segue os prazos previstos na Lei 8.666/93. Informo ainda que conforme previsto no Art. 17 do Decreto nº. 8.084/2013, que rege a concessão do Vale-Cultura, o fornecimento dependerá de prévia aceitação pelo trabalhador. Portanto, o formulário de opção, está em fase de implantação junto à Área de Tecnologia e tendo em vista ser mais 130 mil formulários, tão logo sejam produzidos serão encaminhados aos empregados para a respectiva opção. Dessa forma, sua concessão se dará assim que houver a licitação da empresa que irá operar o benefício para os empregados da ECT. Esclarecemos ainda que o fornecimento será realizado de acordo com a lei e a comprovação de renda ocorrerá pela base do sistema da Empresa.

      A ECT agradece a compreensão e manterá todos os empregados informados à medida da conclusão de cada fase do processo de contratação.

  7. Pedro Paulo disse:

    Deixo aqui algumas sugestões para os representantes da ECT e Sindicatos:

    1ª Proposta de incremento no Plano de Cargos e Salários:

    Adicional de Titularidade, como ocorre em diversas empresas como forma de valorizar e estimular o desenvolvimento dos funcionários.

    Adicional de Titularidade – valor mensal de caráter não cumulativo, correspondente a 7,5% (sete e meio por cento), 15% (quinze por cento) ou 30% (trinta por cento) do salário-base, concedidos aos detentores de pós-graduação “Lato Sensu”, Mestrado e Doutorado, respectivamente, que estejam enquadrados em cargos de provimento efetivos cujo requisito de escolaridade seja o curso superior.

    2ª Extinção da participação financeira (desconto) que pagamos pelo Ticket e pelo Vale Cesta.

    Conforme consta no Parágrafo 1º da Cláusula 61 do Acordo Coletivo: “Os benefícios referidos no caput terão a participação finaceira dos empregados…”

    Sei que isso foi acordado entre a empresa e a FENTEC, mas podemos negociar para mudar isso.

    Em outras empresas e órgão públicos, não há esse desconto.

    3ª Igualdade no compartilhamento das despesas do Correios Saúde

    Não é justo existirem percentuais diferente no compartilhamento das despesas do Postal Saúde, já que os funcionários, sejam eles de nível médio ou superior tem acesso aos mesmos médicos , serviços e exames. Considero isso até ilegal, devendo até ser questionado na justiça.
    Sei que isso foi acordado entre a empresa e a FENTEC, mas podemos negociar para mudar isso. Caso não seja mudado através de negociação, cabe uma ação na justiça, já que não se pode cobrar valores diferentes por serviços iguais.

    4ª Auxilio creche para os homens

    Não é justo apenas as mulheres receberem. Muitos homens são casados com donas de casa (sem trabalho remunerado) ou que mulheres que não recebem tal benefício na empresa onde trabalham.

    No caso do homem e da mulher trabalhar na ECT, apenas um deles receberia o auxílio

    • Jura disse:

      Caro colega Pedro Paulo, isso que colocou seria a realidade que a Empresa deveria fazer com seus funcionarios/empregados, mais isso é impossivel é o mesmo acreditar que São Paulo não vai mais ter assalto, que a Dilma pedir afastamento da Presidencia, se acredita, ai se acorda e tudo normal.

  8. PDV disse:

    Gostaria de saber se há alguma informação sobre o PDV, pois não vejo nenhuma informação sobre o mesmo.
    obrigado!

    • Correios disse:

      Informamos que uma proposta de Plano de Desligamento Incentivado para Aposentado aprovada pela Empresa seguiu para avaliação e autorização do Ministério das Comunicações e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. A divulgação do Plano nos canais internos de comunicação acontecerá após as autorizações ministeriais.

  9. Wagner disse:

    Deixei um comentário no post anterior e não obtive resposta, então vou tentar de novo.
    Por favor, algum representante da empresa poderia nos dar alguma informação à respeito do Vale-Cultura?
    Quando vamos começar a receber este benefício? Ou não vamos mais receber?
    Por favor alguém se manifeste!

    • Correios disse:

      Informamos que o Vale-Cultura é um benefício recém-criado para todas as empresas e a ECT vem envidando esforços para concessão aos seus empregados, conforme previsto na legislação que rege a matéria. Vale lembrar que esse benefício já foi contemplado no Dissídio Coletivo, porém sem prazo descrito a ser implementado, conforme descrito na cláusula 63 do Acórdão: “A ECT fornecerá aos seus empregados o vale-cultura conforme disposto no Decreto n° 8.084 de 26 de agosto de 2013”.

      Para sua concessão a Empresa está adotando as providências relacionadas ao processo licitatório que segue os prazos previstos na Lei 8.666/93. Informo ainda que conforme previsto no Art. 17 do Decreto nº. 8.084/2013, que rege a concessão do Vale-Cultura, o fornecimento dependerá de prévia aceitação pelo trabalhador. Portanto, o formulário de opção, está em fase de implantação junto à Área de Tecnologia e tendo em vista ser mais 130 mil formulários, tão logo sejam produzidos serão encaminhados aos empregados para a respectiva opção. Dessa forma, sua concessão se dará assim que houver a licitação da empresa que irá operar o benefício para os empregados da ECT. Esclarecemos ainda que o fornecimento será realizado de acordo com a lei e a comprovação de renda ocorrerá pela base do sistema da Empresa.

      A ECT agradece a compreensão e manterá todos os empregados informados à medida da conclusão de cada fase do processo de contratação.

  10. José Alberto Cavalcante Barros disse:

    Gostaria de saber se o Vale Cultura sairá antes do próximo acordo coletivo ou será pauta do ACT 2014/2015.

  11. JOSÉ DE RIBAMAR SPINDOLA NOGUEIRA disse:

    Gostaria de saber quando a ect vai pagar as diferenças do pccs

  12. antonio artur m mesquita disse:

    Quero saber se tem PLR este ano ou não ninguem fala sobre o assunto. Fazem uma greve tão grande como ultima passada pra nada, quero saber na hora da PLR e do dissídio se vão ter essa coragem toda, duvido muito.

  13. AILTON BH disse:

    Provavelmente a PLR deste ano será incluida no contra-cheque e se não olharmos com muita atenção não conseguiremos perceber que a mesma está incluida no contra-cheque.

  14. CTCE CAMPINAS disse:

    E o tal do Concurso Público, quando sai, Correios ?

  15. rodrigues disse:

    gostaria de saber se os correios vai fazer RI para tecnicos de correios e como vai ser ?

  16. Sidney de Morais disse:

    E sobre a casa própria? Estamos aguardando há tempos.Seria uma grande conquista, para nós ecetistas.

  17. alquindar alves santos disse:

    Gostaria de ressaltar que os investimentos no capital físico da empresa não despreza o investimento no capital humano, que tanto contribui para o sucesso dos serviços prestados á população, reduzir os valores da PLR pq a empresa descontou os investimentos do montante dos lucros não demonstra nenhuma eficiência no plano estratégico de pessoal, o reconhecimento é impressindível para a plenitude do trabalhador.

  18. atedente disse:

    é terrivel trabalhar na ect descaso geral com os empregados
    plr nao se vi
    plano de saude vergonha só tem na capital
    salario lá embaixo
    cobranças de metas todo dia
    snt privilegio para poucos
    ri ta para qi
    e assim vai
    mas logo logo vou sair da ect
    deste covil
    abraços
    se concorda ou não
    é minha opinião

  19. Sergio disse:

    … curioso, meu comentário foi censurado.

  20. atendente2 disse:

    não entendo porque tantas reuniões, sem um objetivo especifico, axo que só podem não ter mesmo nada pra fazer……isso é um absurdo….. nem deveria ter reunião alguma, ja que é um direito dos trabalhadores pra que sentar e negociar….. o que????Tantas reuniões e a nossa ECT sempre mais e mais no fundo do poço….

  21. elfriede/RS disse:

    Quero saber quando vai ser oficializado o tal do PDV? ou PDIA?

    .

    • Gilberto Rodrigues da Silva disse:

      Tambem estou esperando PDIA, quem souber de alguma coisa nos comunique.

      • Correios disse:

        Informamos que uma proposta de Plano de Desligamento Incentivado para Aposentado aprovada pela Empresa seguiu para avaliação e autorização do Ministério das Comunicações e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. A divulgação do Plano nos canais internos de comunicação acontecerá após as autorizações ministeriais.

  22. FERNANDO BEVILAQUA LEAL disse:

    Companheiros, to fazendo uma aposta aqui na UD que eu trabalho que a PLR esse no não chega a R$ 300,00 alguém aí aposta em valor maior rsrsrsrsrsrsrsrsrs

    • Jura disse:

      Fernando vi comentario com um colega de trabalho que foi comentado num CTCE que o indice do valor não vai ser diferente de R$ 200,00 á R$ 250,00, diz que é de fonte bem Séria. vamos aguardar, abraços.

  23. AILTON BH disse:

    Quem sabe no próximo acordo.

  24. Fran disse:

    Está rolando uma tabela de PLR aí nas redes sociais, com valores em torno de R$ 297,00. Eu realmente espero que seja mentira.

    • Sergio disse:

      Fran, como uma empresa cujo ano anterior resultou em prejuízo poderia dar uma PLR?
      Veja: Participação no LUCROS e Resultados.
      Sem lucro, sem PLR.
      Ainda que vão pagar alguma coisa, não sei como.

      • Prejuizo? kkkkk disse:

        kkkkkkkkk
        Prejuizo né? E de onde vem os patrocinios???
        kkkkkkkkkkkkkkkkk
        Nunca vou acreditar que o lucro dos correios não sejam de milhões/bilhões enquanto houver tanto patrocinio dos correios…
        Tem gente que acredita em qualquer coisa que divulgam….kkkkkkk

  25. joao carlos disse:

    e o vale cultura porque ainda não recebemos, já esta chegando o proximo acordo e nada, irão pagar retroativo?

    99999

    • Correios disse:

      Informamos que o Vale-Cultura é um benefício recém-criado para todas as empresas e a ECT vem envidando esforços para concessão aos seus empregados, conforme previsto na legislação que rege a matéria. Vale lembrar que esse benefício já foi contemplado no Dissídio Coletivo, porém sem prazo descrito a ser implementado, conforme descrito na cláusula 63 do Acórdão: “A ECT fornecerá aos seus empregados o vale-cultura conforme disposto no Decreto n° 8.084 de 26 de agosto de 2013”.

      Para sua concessão a Empresa está adotando as providências relacionadas ao processo licitatório que segue os prazos previstos na Lei 8.666/93. Informo ainda que conforme previsto no Art. 17 do Decreto nº. 8.084/2013, que rege a concessão do Vale-Cultura, o fornecimento dependerá de prévia aceitação pelo trabalhador. Portanto, o formulário de opção, está em fase de implantação junto à Área de Tecnologia e tendo em vista ser mais 130 mil formulários, tão logo sejam produzidos serão encaminhados aos empregados para a respectiva opção. Dessa forma, sua concessão se dará assim que houver a licitação da empresa que irá operar o benefício para os empregados da ECT. Esclarecemos ainda que o fornecimento será realizado de acordo com a lei e a comprovação de renda ocorrerá pela base do sistema da Empresa.

      A ECT agradece a compreensão e manterá todos os empregados informados à medida da conclusão de cada fase do processo de contratação.

  26. Paulo Henrique disse:

    Deixo aqui algumas sugestões para os representantes da ECT e Sindicatos:

    1ª Proposta de incremento no Plano de Cargos e Salários:

    Adicional de Titularidade, como ocorre em diversas empresas como forma de valorizar e estimular o desenvolvimento dos funcionários.

    Adicional de Titularidade – valor mensal de caráter não cumulativo, correspondente a 7,5% (sete e meio por cento), 15% (quinze por cento) ou 30% (trinta por cento) do salário-base, concedidos aos detentores de pós-graduação “Lato Sensu”, Mestrado e Doutorado, respectivamente, que estejam enquadrados em cargos de provimento efetivos cujo requisito de escolaridade seja o curso superior.

    2ª Extinção da participação financeira (desconto) que pagamos pelo Ticket e pelo Vale Cesta.

    Conforme consta no Parágrafo 1º da Cláusula 61 do Acordo Coletivo: “Os benefícios referidos no caput terão a participação finaceira dos empregados…”

    Sei que isso foi acordado entre a empresa e a FENTEC, mas podemos negociar para mudar isso.

    Em outras empresas e órgão públicos, não há esse desconto.

    3ª Igualdade no compartilhamento das despesas do Correios Saúde

    Não é justo existirem percentuais diferente no compartilhamento das despesas do Postal Saúde, já que os funcionários, sejam eles de nível médio ou superior tem acesso aos mesmos médicos , serviços e exames. Considero isso até ilegal, devendo até ser questionado na justiça.
    Sei que isso foi acordado entre a empresa e a FENTEC, mas podemos negociar para mudar isso. Caso não seja mudado através de negociação, cabe uma ação na justiça, já que não se pode cobrar valores diferentes por serviços iguais.

    4ª Auxilio creche para os homens

    Não é justo apenas as mulheres receberem. Muitos homens são casados com donas de casa (sem trabalho remunerado) ou que mulheres que não recebem tal benefício na empresa onde trabalham.

    No caso do homem e da mulher trabalhar na ECT, apenas um deles receberia o auxílio

  27. Antonio disse:

    Fiquei sabendo que as bases sindicais que não fazem parte da MNNP não terão os beneficios concedidos aos que fazem parte da MNNP isto esta correto.

    • Correios disse:

      Boa tarde, Antônio!

      Os benefícios resultantes dos termos de acordo assinados na Mesa Nacional de Negociação Permanente, só são válidos para os sindicatos signatários do Protocolo/MNNP-Correios. Contudo, gostaríamos de lembrar que a ECT está em constante negociação com as demais bases sindicais na tentativa de trazer novos sindicados à Mesa e fechar acordos válidos para todos os trabalhadores da Empresa. O SINTECT/URA é um exemplo de base sindical que aderiu ao protocolo na última MNNP.

  28. EDUARDO DIAS disse:

    GOSTARIA DE DAR UMA SUGESTÃO À EMPRESA, ALGUÉM RESPONSÁVEL QUE PUDESSE ALTERAR O PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS.( POSSÍVEL ACORDO COLETIVO DE TRABALHO).

    ALGUNS CARGOS NA EMPRESA QUE SÃO CONTRATADOS ATRAVÉS DE CONCURSO PÚBLICO, DEVERIAM SER CRIADOS INTERNAMENTE PELA EMPRESA, ATÉ PARA DAR UM INCENTIVO MAIOR AOS FUNCIONÁRIOS QUE ESTÃO QUERENDO MUDAR DE CARGO E OS CARTEIROS PRINCIPALMENTE, COM UM CERTO TEMPO DE SERVIÇO, POIS O TRABALHO DO CARTEIRO É MUITO DESGASTANTE FISICAMENTE E ATÉ EM QUESTÕES DE SAÚDE, POR EXEMPLO: O CARTEIRO COM 15 ANOS DE SERVIÇO NA EMPRESA DEVERIA SER MOVIMENTADO PARA OUTRA ATIVIDADE COMPATÍVEL COM SEU CARGO, EM QUESTÃO DE GRAU DE ESCOLARIDADE, CONFORME O CARGO QUE OCUPA, HORIZONTALMENTE. A EMPRESA DEVE CONTINUAR COM O RI, MAIS OS CARGOS COMO POR EXEMPLO: OTT, ATENDENTE COMERCIAL, ALGUNS CARGOS TÉCNICOS, COM A EMPRESA APOIANDO O FUNCIONÁRIO EM UM POSSÍVEL CURSO TÉCNICO NOTURNO OU AOS FINAIS DE SEMANA SEM COMPROMETER O TRABALHO SEMANAL, PODERIAM SER INTEGRADOS A ESTA FORMA DE CONTRATAÇÃO POIS DARIA COM CERTEZA MAIS SATISFAÇÃO AO EMPREGADO, GERANDO UM MAIOR FORTALECIMENTO DA EMPRESA COM QUALIDADE E EXPERIÊNCIA NOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO FUNCIONÁRIO À SOCIEDADE. VAMOS REFLETIR !!!

  29. ATENDENTE CONSCIENTE disse:

    CORREIOS ! Boa tarde gostaria de saber se já teve ou vai ter reunião na mesa tematica que fale a respeito do auxilio creche para os filhos dos funcionarios homens da ect, e se teve qual resultado?

  30. AMANDA disse:

    Gostaria de saber mais informações sobre esse programa Casa Propria. Quais as características? Onde encontro informações sobre tal projeto?

    • Correios disse:

      Prezada
      O Projeto Meu Endereço tem como objetivo estabelecer estudos e ações para facilitar o acesso dos empregados à casa própria, possibilitando qualidade de vida aos trabalhadores, redução do déficit habitacional e geração de emprego e renda, atendendo assim as cláusulas 46 e 47 do Acordo Coletivo de Trabalho. O papel dos Correios é ajudar os trabalhadores a se organizarem por meio de cooperativas ou associações de moradia.
      Os Correios também poderão atuar por meio dos Comitês Regionais com órgãos públicos ou privados, facilitando e diminuindo os custos para aquisição do imóvel.
      Mais informações envie mensagem para meuendereco@correios.com.br

  31. mineiro disse:

    CARO AMIGO CORREIOS, me responda o que esta acontecendo com o SNT, pois, nao consigo uma vaga para minha cidade há 6 anos na espera, ultimamente já se contrataram 2 carteiros do concurso público para minha cidade e eu que estou em 1º lugar, até agora nada de me chamar. Será que o SNT é apenas um sistema de enfeite ou um dia vai funcionar de fato.

    • Correios disse:

      Prezado
      Envie seus dados por e-mail para o Departamento de Gestão das Relações do Trabalho (DERET) para que verifiquem a sua situação.
      Endereço: AC – DERET – Gestão de Negociações – Caixa Postal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *