Balanço do Acordo Coletivo 2014/2015

Aconteceu, nesta quinta-feira (16), em Brasília, mais um dia de negociações do ACT 2015/2016, dessa vez com a presença do superintendente executivo da VIGEP, Afonso de Almeida.

Na reunião, integrantes da Fentect e Findect fizeram uma exposição das pendências das cláusulas do acordo vigente para, então, partir para a negociação do ACT 2015/2016.

A empresa se prontificou a analisar as demandas e se posicionar na próxima reunião, que acontecerá na terça-feira (21), no mesmo local.

Clique AQUI e veja a ata.

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

48 respostas a Balanço do Acordo Coletivo 2014/2015

  1. Zeh Tenório disse:

    Em razão da censura de comentários nem vou acessar e nem vou comentar mais.

    A censura de comentários, que expressam opiniões diferentes, sobretudo verdades foram censuradas.

    Fiquem brincando de negociação, de censor e até mais.

    O que Afonoso entede de Carreira nos Correios, de Gestão de Pessoal?

    Será que afonso sabe que a empresa até hoje não pagou promoção por mérito do PCCS 95? Nunca praticou promoção vertical para mudança de estágio.

    Cada hora aparece um na reunião para delirar e contar fatos, marcar uma nova reunião.

    Videoconferência seria muito mais barato do que pagar passagens para viajar um dia, descansa outro, reuniões improdutivas.

    A empresa que deseja classe mundial, poderia ter um sistema em que os empregados votassem, com suas senhas, se aceitam ou não a proposta dela.

    Mas pelo visto a preferência é pela novela, longa, mesmo que sem audiência e com atores conhecidos do povo, isso em falar no roteiro que termina nas férias de setembro.

    • Jumento_Celestino disse:

      Onde fica o botão de curtir?

    • Sergio disse:

      Zeh, a ideia da votação é excelente!

      Mas ela nunca será colocada em prática. Sabe por quê?
      Os sindicatos JAMAIS permitirão. Eles perderão a “boca” que tem e toda a verba que recebem por cima ou por baixo dos panos.

      As ÚNICAS forma de começar a resolver isso são:
      – todos os filiados se desfiliarem dos sindicatos, para que eles percam parte da receita;
      – nas eleições sindicais, não votar;
      – entrar na justiça para anular essas representações
      – entrar na justiça para solicitar a implantação da ideia que você deu

      Lembre que hoje em dia “direita” e “esquerda” é apenas a mão que recebe a propina.

    • Rose disse:

      Disse Tudo Zeh Tenório , todo que todos que seus comentários não foram publicado gostariam, se pelo menos eles justificassem, nem sei pra pedem e-mail.

    • Carvalho disse:

      É como já dizem por aí…
      O brasileiro tem liberdade de expressão somente com ventríloquos…

  2. Jura disse:

    Ta tudo balançado, até nos empregados, queremos é valores pois é a unica coisa que pode restar pra nos.

  3. Sergio disse:

    Correios, eu tenho uma dúvida: por que a data do acordo nunca é cumprida? (agosto)

  4. Jumento_Celestino disse:

    Façam suas apostas, eu aposto que o aumento será de 8,5% sobre o salário base.

  5. Ricardo disse:

    Se a data do nosso acordo é em agosto porque não começãm a discutir isso em maio para que nos pague na data certa ? E porque ninguem fala em PLR? Quando os Correios Patrocinam várias coisas e promovem tantos PDV´s e PDIAS e não tem lucro nem respostas para os empregados, não temos nada a ver com esses PDV´s e PDIAS. Precisamos de respostas,pelo AMOR de DEUS temos famílias!
    Desde já agradeço !

  6. SOFREDOR disse:

    Que dia que vão conversar a respeito da PLR mesmo?
    KkKkKkKkKk

  7. FLAVIO disse:

    PORQUE TANTAS REUNIOES EM UMA SEMANA RESOLVERIA TUDO
    PRIMEIRAMENTE PARTE FINANCEIRA.
    COMEÇOU O ESPETACULO DO CIRCO
    PALHAÇADA HEIM O DISSIDIO É EM AGOSTO AS REUNIOES VÃO ENCERRAR EM SETEMBRO
    TEM DÓ ECT ACABE LOGO COM ISTO E MANDA A PROPOSTA NA PROXIMA REUNIAO
    PORQUE NA MINHA AGENCIA TEM META TODOS OS DIAS.

  8. Alves disse:

    Reestruturação dos Correios no Brasil:

    As diretorias regionais são 28 no Brasil, portanto uma estrutura que se repete em 28 estados, gerando gastos para a empresa, num momento em que a tecnologia, permite o contato entre as pessoas sem a movimentação das ordens ( memorandos, comunicações em papel ).

    O Brasil possui 05 regiões geográficas – SUL, SUDESTE, CENTRO-OESTE, NORTE E NORDESTE.

    Em 28 diretorias regionais a ECT tem: 28 diretores regionais, 28 diretores adjuntos, 28 CONEG, 28 COPER, 28 COSUP, 28 COREC, 280 GERENTES DE AREÁ ( GERAT, GETER, GEVAR, GEVEC, GERAD, GENCO, GEDIS, GETRA, GENAF,GEREC) + 560 SUBGERENTES, pois são 2 em cada gerências. + 1120 CHEFES DE SEÇÕES, pois são duas em cada subgerências + 114 Gerentes de REVEN, Totalizando a nível regional, na média, um gasto mensal de R$ 22.420.000,00 ( vinte e dois milhões, quatrocentos e vinte mil reais ). Por ano R$ 313.880.000,00 ( trezentos e treze milhões, oitocentos e oitenta mil reais ).

    ECONOMIA COM ESTRUTURA/IMÓVEIS/AGUA/ALUGUEL: $$$$

    REESTRUTURANDO, ECONOMIZANDO E AUMENTANDO A QUALIDADE:

    Basta aproveitar a divisão geográfica: Uma diretoria regional por Região geográfica:

    DIRETORIA REGIONAL SUL, SUDESTE, NORTE, NORDESTE, CENTRO-OESTE:

    Teria 05 diretores regionais, 50 gerentes de área, 100 subgerentes, sem necessidade de das demais funções: O gasto mensal, dobrando os vencimentos para R$ 35.000 reais cada, seria de R$ 5.425.000,00 ( cinco milhões, quatrocentos e vinte e cinco mil ). Por ano, pagando 14º salário ( bonus ) seria de R$ 81.375.000,00 ( oitenta e um milhões xxx).

    HAVERIA UMA ECONOMIA DE MAIS DE R$ 300 MILHÕES POR ANO, SEM CONSIDERAR A ECONOMIA COM AS ESTRUTURAS DESATIVADAS NOS ESTADOS.

    Com a economia deste modelo de reestruturação seria possível contratar mais de 10.000 carteiros.

    Com a economia da redução de estrutura, com menos computadores, menos imóveis para manutenção, pagamento de água, luz, telefonia, seria possível gerar investimento em tecnologia de outros R$ 300 milhões de reais por mês.

    PERGUNTO: NA REESTRUTURAÇÃO DA ECT ISSO VAI ACONTECER?

    Por que a ECT está mantendo a figura do diretor regionais nos estados, numa espécie de Rainha Elizabeth, com ASCOM, ASGET E CLARO A RAINHA?

  9. Alves disse:

    PROMOÇÃO POR MÉRITO :

    Durante toda vigência do PCCS 95 a empresa não pagou a promoção por mérito, que consiste em até duas referências, dependendo da avaliação de desempenho:

    ISSO REPRESENTA ATÉ 10% TODO ANO, EXCETO NO TERCEIRO ANO, QUANDO SE DEVERIA APLICAR A PROMOÇÃO ANTIGUIDADE – 5%.

    Num ciclo de três anos o empregado deveria ter recebido: até 20% por mérito e mais 5% por antiguidade.

    De 1995 até 2008, só alguns empregados receberam.

    Hoje isso representa um passivo de 70% por mérito e por antiguidade 20%.

    Por que os negociadores não resolvem de vez essa dívida no atual acordo coletivo, seja parcelando, seja entrando num acordo para atualizar o salário base, DOS EMPREGADOS ADMITIDOS ANTES DA IMPLANTAÇÃO DO PCCS 2008.

    Importante: O pccs 2008 é válido para quem foi admitido após julho de 2008. Empregados admitidos antes tem opção de permanecer no PCCS 1995, que é mais vantajoso e além disso o artigo 468 da CLT e súmula 51 do TST asseguram direitos a estes empregados.

    Negociadores: Respondam por que o assunto não está na pauta de uma vez? Por que não é resolvido de uma vez?

  10. Alves disse:

    Assunto polêmico:

    Em razão da defasagem do salário base na empresa, hoje está havendo uma busca frenética pelas funções de confiança, em especial pelas funções singulares.

    O EMPREGADO TEM UM SALÁRIO BASE DE R$ 1.500,00 E UMA FUNÇÃO DE CONFIANÇA COM REMUNERAÇÃO SINGULAR DE 7.500,00.

    A função representa 400% do seu salário base.

    A empresa engavetou a decisão de limitar as funções a 10% do salário base do titular.

    Por que?

    Se o pagamento da função for feita em percentual do salário base, a luta de todos seriam pelos aumento do salário base.

    Haveria mais luta para se aplicar os mecanismos de promoção horizontal ( antiguidade e mérito ) e também as promoções verticais para mudança de estágio do cargo ( jr, pl, sênior, esp ou master).

    hoje em dia quem está na função, ganhando mais de 300% do seu salário base, não interessa pela luta do real valor do salário base dos empregados.

    Este acordo coletivo é hora de ajustar esta situação.

    FUNÇÃO DE CONFIANÇA DEVE SER PAGA EM PERCENTUAL DO SALÁRIO BASE DO TITULAR.

  11. Alves disse:

    Passado muitos anos da implantação do PCCS 2008, a empresa prometeu e não cumpriu:

    R.I PARA TECNICOS.

    R.I PARA MUDANÇA DE ESTÁGIO – Promoção vertical, tanto é que não existe nenhum empregado no estágio especialista postal, nem master.

    PCCS 95:

    Durante toda vigência do PCCS 95, 13 anos a empresa não tirou do papel:

    – Nenhum empregado recebeu promoção por mérito, nem teve promoção vertical para mudar de estágio do cargo.

    Em todos os acordos coletivos, nenhum até hoje foi pago dentro do período previsto, ou seja, no dia 31.08. de cada ano.
    A estratégia sempre foi a mesma, criar uma espécie de poupança para que o empregado ao receber o percentual atrasado em setembro ou outubro se iluda que o aumento foi bom, numa espécie de abono salarial.

    o imposto de renda leva tudo.

    Tá na hora dos homens honrarem os prazos das negociações e abolirem essas práticas antigas que levaram as pessoas a desacreditar em entidades.

    Como já foi dito:

    olha-se o contracheque e identifica centenas de descontos inúteis, que pagamos passivamente, sem coragem para cancelá-los e economizar dinheiro.

  12. Alves disse:

    O Vale alimentação da diretoria está sendo pago em dinheiro.

    Para os trabalhadores e trabalhadoras, nem tanto, MAS É HORA DE ACABAR OS COMPARTILHAMENTO tanto do vale alimentação, quanto do vale cesta.

    Empregado que esta sendo transferido: Empregado não usa vale transporte e ao ser transferido para outra localidade está tendo que arcar com o compartilhamento do vale transporte, MESMO NUMA SITUAÇÃO DE NECESSIDADE DE SERVIÇO, GERADO PELA EMPRESA.

    É hora da empresa suportar este tipo de situação ou gerar uma ajuda de custo nesta situação, em que ela promove a transferência, ou pagar o adicional de transferência, pois nem sempre o empregado pode mudar com a família.

  13. HONESTO disse:

    Quero trabalhar 0800. É só socar ticket no meu bucho. E aumentar o vale cultura para ser usado no papilon.

  14. ESCOPO disse:

    FENTECT + FINDECT = DERROTA

  15. JOSE disse:

    BOM DIA.
    SOBRE A PLR QUE SERIA FALADO NA REUNIAO DO DIA 16/07/15
    ATE O MOMENTO NADA?

  16. antonio jabuca city disse:

    qual a proposta de empresa???????????????????????????????????????????????????//

  17. sempre alerta disse:

    teremos mais enrolacao nesta campanha 2015/2016 seria bem vindo uma greve nacional onde a categoria participa-se 80% VAMOS PENSAR nisso companheiros so vencer que luta.

  18. Ébano Henrique da Silva disse:

    Cumpram todas clausulas pendente do acordo 2014/2015, pois por ter iniciado o beneficio 03/07/2014, 29 dias antes da data base deste acordo coletivo não tenho direito as clausulas que foram descutidas, e vale lembrar que estou afastado por acidente de trabalho!!!! É um absurdo ter que acionar a justiça pra que vocês vejam que todos os acidentados por motivo de trabalho tem os mesmos direitos independente da data do acidente meus caros negociadores!.

  19. TAPA NA CARA disse:

    Vamos aguardar…

  20. ronaldo PS disse:

    Oi,,,,,
    O QUE ESTÃO NEGOCIANDO MESMO?

  21. gerson disse:

    Calma pessoal, vamos trabalhar e deixar que tudo se resolve.

  22. Porque os rendimentos dos TECNICOS estão cada vez se aproximando ao do OTT.
    Sendo que todos os compartilhamento são muito DIFERENTES

  23. Pamela disse:

    Cadê a ata do dia 21/07, até agora não colocaram….

  24. Moises disse:

    Gostaria de saber a respeito da PLR, pelo acordo coletivo seria pago esse ano o mesmo valor do ano passado. Qual a posição da empresa?

    • JURA disse:

      Este ano será de R$ 1,99 a R$ 9,99 é que eles estão com vergonha de publicar os valors, quando esquecermos dos valores eles vão adicionar em nossos holerites para que ninguem possa ver.

  25. Sergio disse:

    Moises, se a ECT não conseguiu respeitar a unicidade da empresa (pagou dois valores diferentes para seus empregados), você acha mesmo que vai respeitar o ACT passado?

  26. O DIABO DE RUIM disse:

    Tá tudo dominado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *