Mostra reúne obras de ítalo-brasileiro no Rio de Janeiro

O artista ítalo-brasileiro Lucio Salvatore está com a exposição Fragmento #2015_1 aberta ao público no Centro Cultural Correios Rio de Janeiro, até o próximo dia 3 de outubro. A mostra reúne instalações, fotos e vídeos em dois módulos: um no Centro Cultural e outro em algumas ruas e estabelecimentos comerciais do centro do Rio de Janeiro.

O primeiro, apresentado no Centro Cultural Correios, é um conjunto de obras cuja questão dominante são “Os Jogos de Significados” que acontecem ao longo da vida da obra de arte, desde a sua criação e relação com o público até a posse pelo colecionador. As obras levantam uma questão de poder entre as pessoas que participam delas.

O segundo módulo da mostra cria um circuito externo e as obras tratam da questão legal e política do espaço, de situações de ocupações, de posse e propriedade legal ou real da terra e do ambiente urbano.

O Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro fica na Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro. A visitação é gratuita e pode ser feita de terça-feira a domingo, das 12 às 19h.

Publicado em Agenda cultural | Com a tag , | Deixar um comentário

Correios marca presença na Bienal Internacional do Livro no RJ

Os Correios estão presentes na XVII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, aberta nesta quinta-feira (3) e que segue até o dia 13 de setembro, no Riocentro.

Além de patrocinadores do evento, os Correios são os operadores logísticos oficiais para os expositores e o público presente. A estatal mantém uma agência na Bienal, oferecendo serviços de postagem de encomendas e correspondências, venda de produtos (selos, cartões postais, envelopes) e selos personalizados – feitos com a foto do cliente tirada no local. Também são oferecidos os serviços do Banco Postal – saques, pagamentos, abertura de contas, empréstimos, entre outros.

Na sexta-feira (4), às 14h, a empresa irá apresentar uma palestra sobre Logística para o Segmento Editorial, com foco nas pequenas e médias empresas do setor.

A Bienal do Livro do Rio de Janeiro tem como objetivo primordial o incentivo ao hábito da leitura e à promoção do livro, possibilitando ainda, por meio de uma ampla variedade de atividades, o contato do público com autores e o debate sobre livros, educação e cultura. A estimativa é que cerca de 600 mil pessoas passem pela Bienal nos onze dias do evento.

Publicado em Negócios e Mercado | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Jogos Rio 2016, handebol e João do Pulo serão temas de selos no próximo ano

No ano em que o Brasil irá sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, os esportes terão grande destaque na programação filatélica dos Correios.

Entre os temas selecionados estão os próprios Jogos Rio 2016, a Seleção Brasileira de Handebol Feminino e o saltador João Carlos de Oliveira, o João do Pulo. A programação filatélica inclui ainda temas ligados a artes, cultura e datas comemorativas.

Os temas foram escolhidos a partir de propostas recebidas pelo site dos Correios e nas agências filatélicas, que foram avaliados pela Comissão Filatélica Nacional (CFN) para compor o Programa Anual de Emissões de Selos Postais Comemorativos e Especiais do próximo ano, homologada pelo Ministério das Comunicações.

Confira os temas e motivos selecionados:

 

Publicado em Institucional | Com a tag , | Deixar um comentário

Selo marca 20 anos dos Juizados Especiais brasileiros

Os Correios lançaram, em parceria com a Corregedoria Nacional de Justiça, nesta terça-feira (1º), selo personalizado e carimbo comemorativo pelos 20 anos da Lei 9.099/1995, que instituiu os Juizados Especiais Cíveis e Criminais no Brasil — desenhados para criar uma nova Justiça, menos burocrática e mais próxima dos cidadãos. A solenidade ocorreu no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em Brasília.

O evento contou com a presença do presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski; da corregedora Nacional da Justiça, Nancy Andrighi; do presidente da OAB, Marcus Vinícius Coelho; do presidente do Fórum Nacional de Juizados Especiais, Gustavo Alberto Gastal Diefenthäler; e da assessora jurídica dos Correios, Ângela Cavalcante Santarem, entre outras autoridades.

A iniciativa faz parte do programa “Redescobrindo os Juizados Especiais”, da Corregedoria Nacional de Justiça, que, durante este mês de setembro, celebrará os 20 anos da legislação promovendo mutirões de instrução e julgamento em todo o País.

Publicado em Institucional | Com a tag , | Deixar um comentário

Comunicação com jornalistas é premiada pelo quarto ano consecutivo

Pelo quarto ano consecutivo, os Correios foram vencedores do prêmio “Empresas que Melhor se Comunicam com Jornalistas”, promovido pela revista Negócios da Comunicação, na categoria Logística e Transporte. A solenidade de premiação será realizada no final de setembro, em São Paulo (SP).

A seleção ocorreu por meio de pesquisa realizada em julho com 25 mil jornalistas em todo o Brasil, que avaliaram empresas de 32 categorias e elegeram as três vencedoras de cada setor. Os entrevistados avaliaram a qualidade do relacionamento que as companhias mantêm com os jornalistas e o mercado, com ênfase no nível de tratamento conferido aos profissionais da imprensa em relação ao acesso, disponibilização e facilidade de apuração de informações empresariais, setoriais e gerais.

Como empresa pública e agente do governo federal, os Correios prezam pela transparência e a mantêm como diretriz em seu relacionamento cotidiano com os veículos de imprensa de todo o Brasil..

Publicado em Institucional | Com a tag , , | Deixar um comentário

Medalhistas de Toronto são homenageados em Brasília

Os atletas brasileiros medalhistas dos Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos 2015 de Toronto foram homenageados pela presidenta Dilma Rousseff na manhã desta quinta-feira (27), em evento no Palácio do Planalto, em Brasília. A solenidade contou com a presença do ministro do Esporte, George Hilton; do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; do presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons; e do presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, entre outras autoridades.

O evento também marcou os 10 anos do Bolsa Atleta — maior programa de incentivo esportivo individual do mundo. Com ele, os esportistas têm a oportunidade de se dedicar exclusivamente aos treinamentos e às competições. Em 10 anos, o número de beneficiados cresceu sete vezes, passando de 924 para 6.557, e cerca de 80% dos atletas brasileiros que participaram dos Jogos em Toronto são bolsistas.

A presidenta Dilma falou sobre a importância do Bolsa Atleta no desenvolvimento esportivo e assumiu o compromisso de continuidade do programa. “Nós queremos que todos os jovens tenham oportunidade de desenvolver seu crescimento esportivo. Por isso, vamos continuar investindo de maneira consistente no esporte nacional, dando suporte para os atletas a ponto de permitir que o Brasil mostre sua capacidade nos Jogos Rio 2016”, enfatizou.

O nadador Thiago Pereira, atleta patrocinado pelos Correios e maior medalhista em jogos pan-americanos, participou do evento e lembrou que, a um ano dos Jogos Rio 2016 e logo após uma campanha bem sucedida em Toronto, o Brasil vive um momento especial no esporte. “As Olimpíadas no Brasil serão um grande divisor de águas para o esporte nacional”, afirmou, destacando a importância dos patrocinadores para o alcance de bons resultados, em especial dos Correios para os esportes aquáticos. Das 141 medalhas obtidas pelo País no Pan-Americano de Toronto, 31 são de modalidades patrocinadas pelos Correios — o equivalente a mais de 20% do total.

Incentivo ao esporte — Em 2016, os Correios completam 25 anos de patrocínio à  Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). A estatal também é patrocinadora oficial da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), bem como do Time Brasil. Além disso, a empresa participa do Plano Brasil Medalhas, do governo federal, é patrocinadora dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e foi selecionada como operadora logística oficial da competição.

Publicado em Institucional, Patrocínios | Com a tag , | Deixar um comentário

Pesquisa elege Correios como instituição mais confiável do Brasil

Os Correios foram apontados novamente a instituição/organização mais confiável do Brasil, no prêmio Marcas de Confiança 2015. A entrega do prêmio será realizada no próximo mês, em São Paulo (SP).

A pesquisa, realizada pela Revista Seleções e pelo Ibope Inteligência, apontou a estatal como líder do ranking na categoria Instituições, com 73% dos votos — a empresa é campeã invicta desde que a categoria foi criada, há 13 anos.

O estudo foi realizado pela internet com 1.300 pessoas, em maio, e revela a confiança do público em 36 categorias de produtos, quatro categorias especiais (Instituições, Profissões, ONGs) e seis grupos de personalidades brasileiras (apresentador, ator, cantor, publicitário, executivo e esportista).

“Temos buscado cumprir com eficiência cada vez maior a nossa missão constitucional de interligar diariamente todos os pontos do Brasil e, para isso, realizamos cerca de R$ 2 bilhões em investimentos desde 2011 e aumentamos o efetivo em mais de 13 mil pessoas, como parte do processo de revitalização dos Correios. O reconhecimento da sociedade brasileira à dedicação dos nossos 120 mil trabalhadores é o maior prêmio que nós, como empresa pública dedicada a servir, podemos almejar”, afirmou o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira.

Publicado em Institucional | Com a tag , , | Deixar um comentário

Esclarecimento sobre matéria do jornal O Globo

Com relação à matéria divulgada nesta quarta-feira (26) pelo jornal O Globo, esclarecemos que os Correios trabalham para a constante melhoria dos serviços prestados: desde 2011, investiram cerca de R$ 2 bilhões em infraestrutura (unidades, veículos, sistemas etc), sendo mais de R$ 250 milhões somente no primeiro semestre de 2015, além de terem criado mais de 13 mil novas vagas efetivas.

As áreas de risco são estabelecidas temporariamente para garantir a segurança dos trabalhadores, dos clientes e das encomendas postais enquanto perdurar o risco de assaltos no local. A classificação é baseada em levantamentos realizados pelo setor de monitoramento e segurança dos Correios, com base no número de ocorrências da área. A entrega de correspondências nesses locais é feita normalmente; para entrega de encomendas é adotado um modelo temporário e diferenciado, a fim de evitar que sejam roubadas.

A fim de informar corretamente a sociedade, os Correios tornam públicas as perguntas do jornal e as respostas fornecidas pela assessoria de imprensa.

1 – Neste ano já foram 301 reclamações ao sistema interno de Defesa do Consumidor do Globo. Que medidas a companhia está promovendo para melhorar a entrega de encomendas e correspondência?

Esclarecemos que o número de reclamações constantes no sistema interno de Defesa do Consumidor equivale a 0,0000075% das cartas e encomendas entregues pelos Correios em todo o Brasil no primeiro semestre de 2015 — ou seja, atestam a eficiência da estatal.

Mesmo assim, os Correios trabalham para a constante melhoria do serviço: desde 2011, investiram cerca de R$ 2 bilhões em infraestrutura (unidades, veículos, sistemas etc), sendo mais de R$ 250 milhões somente no primeiro semestre de 2015, além de terem criado mais de 13 mil novas vagas efetivas.

2 – De acordo com uma advogada do Idec ouvida pelo Globo, os Correios não divulgam para o cliente na hora de contratar os Correios, que ele se encontra em uma área considerada de risco pelos Correios e que deverá se encaminhar até o centro de distribuição dos Correios para retirar a encomenda. Precisamos saber se, na opinião dos Correios, esta informação procede.

O remetente (que é quem paga pelos serviços dos Correios) sempre é informado.

O cliente sem contrato é informado no ato da postagem se a área é considerada de risco. Esta informação consta inclusive do recibo da postagem. Da mesma forma, ao realizar a simulação de envio no site dos Correios, o cliente é informado sobre a área considerada de risco.

O cliente com contrato (caso dos sites que vendem pela internet) tem acesso à lista de áreas consideradas de risco no próprio site dos Correios.

3 – Queremos também uma lista das áreas consideradas de risco pelos Correios do Rio de Janeiro.

Como outras empresas que atuam nesse segmento concorrencial de entrega de encomendas, os Correios não divulgam detalhes a respeito dos locais onde implantam essas medidas, por questão de segurança.

4 – A leitora Aline Bastos reclama que o presente de aniversário de sua filha de 12 anos nunca foi entregue. O produto estava previsto para ser entregue em 17 de julho deste ano, mas nunca chegou até a residência dela, na Cidade de Deus. Ela precisou ir ao Centro de distribuição em Pechincha para pegar. Por ter já pego a correspondência, ela não guardou o número do pacote. O que preciso é de um posicionamento dos Correios e também de saber se a Cidade de Deus está na lista de “áreas de risco” dos Correios.

A área citada está sendo inserida como considerada de risco no sistema dos Correios.

Essas áreas são estabelecidas temporariamente para garantir a segurança dos trabalhadores, dos clientes e das encomendas postais enquanto perdurar o risco de assaltos. A classificação é baseada em levantamentos realizados pelo setor de monitoramento e segurança dos Correios, baseado no número de ocorrências da área. A entrega de correspondências nesses locais é feita normalmente; para entrega de encomendas é adotado um modelo temporário e diferenciado, para evitar que sejam roubadas.

5 – O leitor Antonio Jacques reclama que um pacote que deveria ser destinado a ele (RF310296087SG) nunca chegou. Ele reclama da demora de mais de 200 dias e da falta de informação a respeito da situação. De acordo com ele, a não-entrega causou problemas para ele no trabalho, já que o objeto encomendado era vital para o conserto de um aparelho para um cliente seu.

O objeto foi extraviado. Essas informações foram prestadas ao leitor em 10/8/2015, bem como as orientações sobre como proceder. Ressaltamos que se trata de caso que não reflete a qualidade operacional dos Correios: o padrão de qualidade de entrega de cartas e encomendas internacionais têm sido superior a 99% nos últimos seis anos.

6 – Temos também o caso do leitor Adriano Lopes. De acordo com ele, era para a empresa ter entregado um produto no dia 12 de agosto, que até agora não chegou (DM757210986BR). Segundo ele, a empresa sequer tentou entregar o produto e simplesmente pediu para que ele pegasse o material em um centro de distribuição em Colubandê, distante de sua residência. Ele reclama que o pacote poderia ter sido enviado para o centro em Zé Garoto, também em São Gonçalo, próximo a sua casa. Gostaríamos de entender porque ele foi para Colubandê e porque também não foi entregue em casa.

A empresa está verificando a possibilidade de alterar o local de entrega para uma unidade mais próxima da residência do cliente.

A área citada está sendo inserida como considerada de risco no sistema dos Correios. Essas áreas são estabelecidas temporariamente para garantir a segurança dos trabalhadores, dos clientes e das encomendas postais enquanto perdurar o risco de assaltos. A classificação é baseada em levantamentos realizados pelo setor de monitoramento e segurança dos Correios, baseado no número de ocorrências da área. A entrega de correspondências nesses locais é feita normalmente; para entrega de encomendas é adotado um modelo temporário e diferenciado, para evitar que sejam roubadas.

Publicado em Correios na midia | Com a tag | Deixar um comentário

Correios e Visa assinam acordo para alavancar comércio eletrônico internacional

Na segunda-feira (24), Correios e Visa assinaram memorando de entendimento com o objetivo de alavancar o  comércio eletrônico entre o  Brasil e outros países. O acordo foi assinado em São Paulo (SP) pelo vice-presidente de Logística dos Correios, José Furian Filho, e o presidente da VISA no Brasil, Ruben Osta. Também participaram do evento, por parte da Visa, o diretor de Produtos, Marcelo Sarralha; o vice-presidente de Produtos, Percival Jatobá; e a gerente de Produtos, Beatriz Montiani Carvalho.

A parceria tem como foco incrementar tanto a importação como exportação por meio do desenvolvimento de comunicações, visando educar consumidores para a realização correta dessas operações, além de auxiliar exportadores e importadores com informações que facilitem as transações comerciais internacionais.  Outra finalidade é o desenvolvimento de ferramentas, sites, textos, materiais educacionais para auxiliar a realização de  referidas operações. “Desde os primeiros encontros com os Correios, percebemos uma sinergia, pois estávamos falando a mesma língua, ou seja, buscando encontrar formas de informar melhor o consumidor brasileiro para compras e vendas no exterior”, disse Sarralha.

Como primeira ação da parceria, será lançada, até o final deste mês, uma calculadora de impostos, que indicará uma estimativa dos impostos devidos, dos preços de distribuição e dos prazos inerentes à importação de uma remessa postal internacional. A calculadora poderá ser acessada tanto no site www.comprandofora.com.br como na página dos Correios (www.correios.com.br). A Visa desenvolverá a interface gráfica, enquanto os Correios fornecerão os dados por intermédio de webservice que serão apresentados aos usuários. “O consumidor brasileiro precisa entender que quando ele faz uma compra em um site internacional, ele está fazendo uma importação e, portanto, estará sujeito a cobrança de tributos, que são incidentes sobre o valor do produto e mais seguro e o frete”, afirmou Furian.

A calculadora facilitará o entendimento do importador brasileiro quanto aos elementos integrantes em uma operação de importação como imposto, preço do frete e prazo, de acordo com as especificidades do país de origem, produto e seu respectivo valor e, ainda, os prazos para entrega a depender da modalidade de frete escolhido – EMS, Colis ou Petit Paquet.

Publicado em Negócios e Mercado | Com a tag | Deixar um comentário

Esclarecimento sobre matéria do site da Época

Com relação à matéria divulgada na segunda-feira (24), no site da Época, os Correios esclarecem que os fatos citados referem-se a um relatório preliminar a respeito da atual gestão do Postalis — fundo de pensão dos trabalhadores da estatal, produzido pela auditoria dos Correios por solicitação do Conselho de Administração da estatal, em agosto de 2014, com o objetivo de identificar as causas das perdas ocorridas em 2013 e 2014 em decorrência de aplicações financeiras do instituto.

Ao se basear em documento preliminar para compor a matéria, a Época não teve acesso às manifestações do Postalis que já foram apresentadas para esclarecer os pontos levantados pela auditoria e constarão do relatório final. Além disso, o instituto ainda pode apresentar outros esclarecimentos e documentos solicitados pela auditoria.

Em nenhum momento o relatório preliminar da auditoria dos Correios diz que a gestão do Postalis “omite documentos e facilita fraudes”, nem aponta que “a bagunça administrativa provocou prejuízo de R$ 2,6 bilhões” nas contas do fundo. O documento aponta como principais causas das perdas: a conjuntura (desempenho da economia) e erros, que passaram a ser evitados na atual gestão do fundo com a melhoria dos mecanismos de governança do Postalis. A única situação de fraude identificada pela auditoria teve o devido esclarecimento por parte do Postalis: trata-se de investimentos realizados à revelia do instituto e o fundo já ingressou com ações judiciais para reaver os valores.

Entre as manifestações feitas pelo Postalis à auditoria restou esclarecido que a atual gestão do instituto estabeleceu uma relação de documentos imprescindíveis para o processo decisório dos investimentos, entre os quais: análise de investimento; análise de risco; opinião legal; relatório de rating e documentos da emissão. A diretoria do Postalis também informou ter tomado providências quanto aos riscos de investimentos registrados em atas de reuniões, entre elas a adoção de um plano de enquadramento. O Postalis ainda esclareceu à auditoria dos Correios que, assim que foi verificada a situação de investimentos em fundos deficitários, determinou-se a realização de estudos para providências, o que acarretou no resgate dos valores.

Cabe ressaltar que paralelamente ao relatório preliminar da auditoria dos Correios, a Previc também conduziu seu próprio relatório, que resultou em 23 autos de infração.

Por fim, esclarecemos que pela primeira vez em muitos anos a gestão do Postalis vem obtendo a redução dos pontos levantados pela auditoria dos Correios. Em 2015 já houve redução dos 440 pontos levantados pela auditoria em dezembro de 2014 — o número atual é 395, ou seja, 45 pontos a menos, o que denota a melhoria na governança do Postalis. Além disso, ressaltamos que o déficit técnico existente hoje no Postalis resulta também de outras questões além do resultado dos investimentos, entre elas as atuariais (aumento da longevidade dos participantes, questões de constituição dos planos etc), mas que não foram objeto de análise da auditoria no relatório preliminar nem configuram qualquer irregularidade.

Publicado em Correios na midia, Institucional | Com a tag , | Deixar um comentário