Esclarecimento sobre matéria da Isto É Dinheiro

A respeito de matéria publicada pela Isto É Dinheiro em seu site na sexta-feira (17), os Correios esclarecem que não existe uso político da empresa em benefício de qualquer candidato, nem aparelhamento da estatal. As malas diretas enviadas em Santa Catarina foram devidamente pagas, com recursos particulares, e entregues no prazo usual para esse tipo de serviço.

Todos os diretores regionais dos Correios são funcionários de carreira da empresa, muitos deles com mais de 30 anos de serviço. Diferentemente do que afirma a Isto É Dinheiro, os chefes de departamento dos Correios também são funcionários efetivos de longa data e carreira.

A alteração no regulamento realizada em 2011 permitiu aos Correios receber servidores concursados, cedidos pela administração pública. A alteração equiparou os Correios a outros órgãos da administração pública, onde a cessão de funcionários é normal. Os Correios cedem hoje 360 empregados para outros órgãos e possuem apenas 21 servidores públicos cedidos de outros órgãos em seu quadro.

Também não procedem as informações prestadas pelo representante da ONG Contas Abertas a respeito de falta de transparência na estatal. Os Correios seguem fielmente a Lei de Acesso à Informação, com disponibilização de dados sobre servidores e investimentos em seu site. Além disso, todos os pedidos feitos pela ONG Contas Abertas no Serviço de Informação ao Cidadão dos Correios foram plenamente respondidos.

Os fatos de 2005 citados na matéria foram objeto de apuração interna que resultou em mais de 30 demissões por justa causa.

Publicado em Sem categoria | Com a tag | Deixar um comentário

Festival reúne apresentações de dança, debates e oficinas no Recife

Uma mistura de ritmos e palcos compõe o 19º Festival Internacional de Dança do Recife (PE), que teve início na quinta-feira (16) e segue até o dia 26 de outubro na capital pernambucana. Com uma proposta inovadora, a iniciativa contará apresentações de balé clássico, neoclássico, contemporâneo, popular e hip hop em teatros, equipamentos culturais e espaços públicos.

Além de números artísticos – as montagens irão ocupar o Teatro de Santa Isabel, Teatro Apolo, Teatro Hermilo Borba Filho, Teatro Barreto Júnior e Teatro Luiz Mendonça –, o festival oferecerá, gratuitamente, debates no Paço do Frevo e seminários, oficinas e apresentações no Centro Cultural Correios, a serem ministrados por profissionais de renome na dança local e nacional.

A programação contempla ainda o espetáculo “De Solos e Coletivos”, projeto dos grupos baianos Núcleo Vagapara e Quitanda, em parceria com o Festival Internacional de Dança. As apresentações são: Nó; Baobá; Canto…OIU!; Cotoco; As Borboletas, Serenatas e Imbox, que acontecerão no Centro Cultural Correios nos dias 23, 24 e 25, respectivamente, a partir das 19 horas.

As oficinas, seminários e apresentações do 19º Festival Internacional de Dança do Recife têm entrada gratuita. O Centro Cultural dos Correios está localizado na Av. Marques de Olinda, 262  Bairro do Recife.

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , | Deixar um comentário

Correios entre as 10 melhores empresas de logística do Brasil

Os Correios foram premiados como um dos 10 melhores prestadores de serviços logísticos do Brasil no 14º Prêmio ILOS, realizado na última quarta-feira (15). A premiação, realizada pelo Instituto de Logística e Supply Chain (ILOS), aconteceu durante o XX Fórum Internacional de Supply Chain & Expo Logística – 2014, no Rio de Janeiro.

A premiação anual se baseia em uma pesquisa realizada pelo ILOS junto a executivos de logística das maiores indústrias do País. Os entrevistados podiam citar livremente duas empresas que consideram os melhores prestadores de serviços logísticos. No total, quase 300 empresas foram citadas na pesquisa.

O mercado de logística no Brasil é de livre concorrência e os Correios competem com centenas de empresas, inclusive gigantes multinacionais. O planejamento estratégico da empresa prevê ampliação significativa de atuação nesse ramo nos próximos anos.

Publicado em Negócios e Mercado, Sem categoria | Com a tag , | Deixar um comentário

Banco de sugestões de clientes dos Correios é finalista em concurso

O Banco de Sugestões dos Correios, sistema criado para organizar e internalizar as sugestões de clientes sobre produtos, serviços e processos da empresa, é uma das iniciativas finalistas do II Concurso de Boas Práticas da Controladoria-Geral da União (CGU) na categoria “Aprimoramento das atividades de ouvidoria”. Na primeira edição do concurso, em 2013, os Correios tiveram uma prática premiada pela CGU.

Desde que o banco foi criado, em 2013, foram cadastradas mais de 1.500 sugestões. A maioria delas está relacionada à necessidade de criação de um sistema que possibilite a interatividade do cliente com os Correios para o serviço de encomendas — segmento de mercado de livre concorrência no Brasil. A iniciativa já vinha sendo desenvolvida, por meio do projeto Interatividade Postal, e o grande número de sugestões comprova que a empresa está atenta às necessidades dos clientes. Quando implantado, o sistema permitirá ao consumidor receber mensagem via celular para acompanhamento de suas encomendas e interagir com os Correios para agendar a entrega ou alterar o endereço.

Os Correios ainda se destacaram na 19ª edição do Concurso Inovação na Gestão Pública, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), que premiará até 10 das melhores inovações incorporadas aos processos de gestão das instituições governamentais. A empresa tem 10 projetos selecionados para a fase seguinte, dentre eles o serviço de Logística Reversa em Agência dos Correios, também do segmento de mercado concorrencial.

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , | Deixar um comentário

Destaque para a liderança dos Correios no comércio eletrônico

A liderança dos Correios na logística do comércio eletrônico brasileiro foi destaque no Especial Varejo Digital, publicado pelo jornal Brasil Econômico nesta segunda-feira (13). Mesmo se tratando de um setor concorrencial, no último ano, a empresa pública foi responsável por mais de 40% das entregas do e-commerce no Brasil, o que representa mais de 56 milhões de encomendas vendidas pela internet.

Na entrevista concedida ao jornal, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, enfatiza estes resultados, bem como as ações pioneiras da empresa no segmento de encomendas – entre elas a criação da encomenda econômica PAC e do e-Sedex na primeira década do século. O dirigente também detalha os investimentos em serviços de hospedagem de lojas eletrônicas e de logística reversa pós-consumo –, ressaltando a intenção dos Correios de seguirem na liderança do mercado.

“Para as micro e pequenas empresas, nosso apoio no comércio eletrônico representa a oportunidade de ter à mão uma solução completa, nacional e internacional, expressa e econômica, para o envio e logística reversa dos seus produtos. Agora, também pretendemos estender esse leque para companhias de maior porte”, assinala o presidente, que pontua na entrevista outros planos da empresa para o setor, como a implantação do serviço de encomenda pré-paga via internet e a Interatividade Postal — em que o cliente vai receber SMS para acompanhamento de suas encomendas e poderá interagir com os Correios para agendar a entrega ou alterar o endereço.

Leia aqui e leia a matéria completa do jornal Brasil Econômico.

Publicado em Mudanças e inovações | Deixar um comentário

Esclarecimentos sobre a nota pública da ADCAP

As informações divulgadas na nota pública da ADCAP, no dia 3 de outubro, não procedem. Seguem esclarecimentos dos Correios a cada ponto enumerado na nota:

a)   Não existe aparelhamento político na empresa. As designações para funções técnicas e gerenciais ocorrem conforme critérios previstos nos normativos internos e atendem requisitos de educação formal, experiência, desempenho e análise de perfil.

A principal mudança nos normativos em 2011 foi a inclusão de critérios também para a nomeação de membros da Diretoria-Executiva empresa, o que antes não existia. Agora, para designação, é preciso ter reputação ilibada e formação em nível superior em instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação ou ter exercido, comprovadamente, função compatível.

Sobre pessoas estranhas ao quadro de pessoal da empresa, informamos que se tratam de servidores concursados, cedidos pela administração pública. A alteração equiparou os Correios a outros órgãos da administração pública, onde a cessão de funcionários é normal. Hoje os Correios, como outros órgãos da administração direta e indireta, podem receber trabalhadores cedidos, da mesma forma que cedem empregados para trabalhar em outros órgãos. Os Correios cedem hoje 360 empregados para outros órgãos e possuem 21 servidores públicos cedidos de outros órgãos em seu quadro.

b)   Todos os Diretores Regionais dos Correios são empregados de carreira da empresa e as designações ocorreram conforme critérios previstos nos normativos internos, atendendo requisitos de educação formal, experiência, desempenho e análise de perfil. Filiação partidária não é um critério para designação — essa informação sequer consta da ficha funcional dos empregados.

c)   As designações para funções técnicas e gerenciais ocorrem conforme critérios previstos nos normativos internos e atendem requisitos de educação formal, experiência, desempenho e análise de perfil.

d)   As designações para funções técnicas e gerenciais ocorrem conforme critérios previstos nos normativos internos e atendem requisitos de educação formal, experiência, desempenho e análise de perfil.

Sobre as condições de trabalho dos carteiros, esclarecemos nos últimos três anos o investimento total na infraestrutura foi superior a R$ 1,18 bilhão (compra de novos veículos e equipamentos e reforma de unidades, principalmente). Nesse período também foram contratados mais de 20 mil trabalhadores.

Sobre a remuneração dos carteiros, esclarecemos que pela primeira vez em muitos anos a empresa conseguiu, em 2014, firmar um acordo coletivo de trabalho com as representações sindicais e que o aumento para carteiros, em forma de gratificação de incentivo à produtividade, chegou a até 18%, ou seja, aproximadamente 11% acima da inflação do período negociado.

e)   Não existe aparelhamento no fundo de pensão. A indicação de membros para a diretoria do Postalis é prerrogativa dos Correios como patrocinador, prevista nos normativos. Todos os indicados cumprem os requisitos exigidos pela legislação e pelo estatuto do Postalis.

Em 2013 os Correios indicaram um novo diretor para a área de investimentos do fundo e a diretoria da estatal tem realizado reuniões periódicas com a diretoria do Postalis, para acompanhar o plano de ação de reversão de déficit. Ressaltamos que as aplicações que estavam em desacordo com a regulamentação do setor foram realizadas há mais de três anos e os procedimentos legais e regulamentares foram tomados. Todos os investimentos feitos pela atual diretoria do Postalis vêm obtendo retorno acima da meta atuarial.

f)    Ressaltamos que as aplicações que estavam em desacordo com a regulamentação do setor foram realizadas há mais de três anos e os procedimentos legais e regulamentares foram tomados. Todos os investimentos feitos pela atual diretoria do Postalis vêm obtendo retorno acima da meta atuarial.

Não houve redução de salários e benefícios de 500 mil pessoas. A contribuição para equilíbrio do défict é rateada mensalmente entre a empresa e por cerca de 80 mil participantes do plano BD já saldado. Para cada um deles, o valor equivale a 3,94% sobre aposentadoria, pensão ou benefício saldado a que fará jus quando se aposentar. Ressaltamos que essa contribuição não é descontada dos outros 45 mil trabalhadores dos Correios, pois são vinculados a outro plano, o PostalPrev.

As autuações efetuadas pela Previc não tratavam de prejuízos ao fundo e sim de desenquadramentos dos investimentos em relação aos limites legais.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Diversificação é destacada pela UPU no Dia Mundial dos Correios

A oferta de serviços inovadores e capazes de atender às demandas de comunicação moderna foi o destaque da mensagem do diretor-geral da União Postal Universal, Bishar A. Hussein, sobre o Dia Mundial dos Correios, comemorado nesta quinta-feira (9) — a data marca a criação da UPU, entidade que reúne correios de 192 países com a missão de integrar mundialmente os serviços postais e facilitar a comunicação entre os países associados.

Hussein lembrou que os operadores postais estão na vanguarda da onda de globalização iniciada com a internet e o comércio eletrônico. “Os operadores postais estão aumentando a prestação de serviços mais inovadores para atender às novas necessidades de comunicação dos clientes, à medida em que a internet e o comércio eletrônico inauguram uma nova onda de globalização”, afirmou.

No Brasil, este caminho é seguido pelos Correios, que estão diversificando seus serviços para melhor atender às necessidades atuais da sociedade e também rentabilizar a rede já implantada em todos os municípios do País — esta é uma forma de garantir a sustentabilidade da empresa frente à tendência de redução de mensagens físicas.

Atualmente, os Correios já estão desenvolvendo parcerias para oferta de serviços de telefonia móvel celular (MVNO) e de serviços postais eletrônicos. Também trabalham na ampliação dos serviços financeiros oferecidos no Banco Postal, em parceria com o Banco do Brasil, e investem em uma atuação mais forte no segmento de logística integrada.

As medidas para assegurar a sustentabilidade da empresa visam preservar o papel principal dos Correios, de levar os serviços postais a todos os brasileiros, cumprindo as metas de universalização. Hoje a empresa mantém atendimento em todos os 5.570 municípios do Brasil e atende 83% da população com distribuição postal externa.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Esclarecimento sobre matéria do jornal O Estado de S. Paulo

Com relação à matéria divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira (8), os Correios esclarecem, novamente, que não existe uso político da empresa para beneficiar qualquer candidato nas eleições.

Reafirmamos, mais uma vez, que todas as ações da empresa durante o processo eleitoral restringem-se à prestação de serviços, sempre mediante pagamento.

A empresa já esclareceu ao jornal, diversas vezes, que a postagem sem chancela ou com erro na chancela é permitida pelos normativos internos e que o processo de recebimento, encaminhamento e entrega é controlado. Esse tipo de postagem foi realizada por pelo menos 17 partidos nas eleições deste ano. Os Correios comprovaram que houve pagamento pelo serviço, inclusive disponibilizando os recibos, e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou suspensão de veiculação do vídeo que levanta faltas suspeitas sobre a entrega de material eleitoral.

O serviço prestado aos candidatos foi realizado dentro do cronograma previsto e amplamente divulgado. A respeito da entrega em Minas Gerais, em entrevista coletiva no dia 2 de outubro, a Diretoria Executiva dos Correios informou que dos 32 milhões de itens postados nessa modalidade, 13 milhões foram do PSDB e foram registradas apenas 23 reclamações, todas devidamente verificadas e solucionadas.

A empresa também já esclareceu ao Estadão que não houve ilegalidade na participação de representantes dos Correios em evento partidário em Minas Gerais, já que tal evento ocorreu no período noturno, fora dos Correios e não utilizou qualquer recurso da instituição. Em vídeo disponível na internet é possível ver que em seu pronunciamento no evento, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, ressalta aos participantes que as atividades não relacionadas à empresa devem ser desenvolvidas fora do horário de trabalho.

Publicado em Correios na midia | Deixar um comentário

Urnas eletrônicas foram entregues pelos Correios em 13 estados brasileiros

Os Correios foram os responsáveis pela operação logística de entrega e coleta de cerca de 102 mil urnas eletrônicas no primeiro turno das eleições de 2014 em todo Brasil. A operação logística envolveu 11 mil carteiros e foi realizada nos Estados de Alagoas, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, São Paulo e Sergipe.

O trabalho dos Correios consistiu em transportar as urnas da sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) até o local de votação e realizar o caminho inverso ao término do pleito. Além disso, nos Estados de Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais e Piauí, os Correios ainda disponibilizaram, por meio de Vale Postal Eletrônico, o pagamento do benefício alimentação para os mesários. Houve, também, em diversos Estados, o transporte de material de apoio e a convocação dos mesários. Para o segundo turno, que será realizado no dia 26 de outubro, os Correios irão repetir a operação de entrega e coleta das urnas.

Este é mais um exemplo de prestação de serviço relacionado às eleições, assim como a disponibilização de soluções de comunicação para candidatos e partidos políticos.

Os Correios atuam na logística de distribuição das urnas eletrônicas desde 1998. O mercado de logística no Brasil é de livre concorrência e os Correios competem com centenas de empresas, inclusive gigantes multinacionais. A empresa pretende, nos próximos anos, ampliar significativamente sua atuação nesse ramo.

Publicado em Negócios e Mercado | Deixar um comentário

Correios esclarece sobre atuação da empresa no processo eleitoral

O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, juntamente com os demais membros da Diretoria Executiva da empresa, concedeu entrevista em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (2), em Brasília, para esclarecer sobre a atuação dos Correios no processo eleitoral.

O foco da coletiva foi o serviço de Mala Direta Postal para campanhas eleitorais. O presidente destacou que em todo o Brasil foram postados 141 milhões de itens desse tipo, pelos mais diversos partidos e candidatos.

Apresentando números e documentos, o presidente dos Correios rechaçou as acusações de que a empresa teria falhado na entrega de material de campanha do PSDB em Minas Gerais. Lembrou que, em Minas, dos 32 milhões de itens postados nessa modalidade, 13 milhões foram do PSDB e que foram registradas apenas 23 reclamações, todas devidamente verificadas e solucionadas.

Pinheiro também deixou claros os rígidos mecanismos de fluxo e controle do material e destacou que no momento restavam apenas cerca de 1 milhão de itens, de vários partidos, para entrega no Estado, que serão entregues na sexta-feira (3).

O dirigente dos Correios ainda reafirmou que não existe nenhuma irregularidade na prestação de serviço de entrega de material eleitoral do PT, exibida em vídeo divulgado hoje nas redes sociais. O presidente da empresa destacou que o serviço foi devidamente pago e que os comprovantes estão disponíveis há quase duas semanas no Blog dos Correios: arquivo 1 e arquivo 2.

Pinheiro apresentou levantamento parcial que comprova que esse mesmo serviço vem sendo utilizado por pelo menos 17 partidos: DEM, PDT, PHS, PMDB, PP, PPS, PR, PSB, PSC, PSD, PSDB, PSL, PT, PT do B, PTB, PTN e PV.

A respeito de sua participação em evento em Belo Horizonte, o presidente dos Correios reforçou que ocorreu em horário fora do expediente de trabalho e fora dos Correios, sem uso de qualquer recurso da instituição. “Tenho tranquilidade e certeza absoluta de que não houve prática de crime eleitoral, da parte dos Correios, da minha parte, da parte da nossa direção. A credibilidade dos Correios não será afetada por acusações descabidas e injustas”, afirmou.

Confira a íntegra da entrevista coletiva:

Publicado em Correios na midia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário