Selo e carimbo comemoram 50 anos do Serpro

 

Em comemoração aos 50 anos do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), os Correios lançaram na tarde de quinta-feira (3) selo e carimbo personalizados alusivos à data. O evento de lançamento foi realizado na sede do Serpro, em Brasília (DF), com a presença do presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira; do diretor-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, e do Secretário da Receita Federal do Brasil, Carlos Alberto de Freitas Barreto, além de representantes do Ministério do Planejamento, da Escola de Administração Fazendária (ESAF), do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST), da Fazenda Nacional e da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI).

O presidente dos Correios lembrou a importância de instituições como o Serpro para o desenvolvimento do Brasil. “Há coisas que só uma empresa pública, que não é orientada exclusivamente pelo lucro, pode fazer”, disse. Pinheiro reafirmou a intenção de aprofundar as parcerias entre os órgãos e destacou que o selo lançado divulga a existência de uma empresa pública brasileira com 50 anos de eficiência na área de processamento de dados.

O diretor-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, salientou a responsabilidade da empresa no cotidiano da administração pública. “Temos orgulho de participar de um processo que não só moderniza o atendimento ao cidadão, mas que contribui ainda mais para alicerçar a democracia”, enfatizou. Setores como arrecadação, despesas da União, repasse de recursos, segurança pública, infovias, exportação e importação beneficiam-se da atuação do Serpro.


Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.