Correios recebe prêmio pelo relacionamento com a imprensa

Pelo quarto ano consecutivo, os Correios foram vencedores do prêmio “Empresas que Melhor se Comunicam com Jornalistas”, promovido pela revista Negócios da Comunicação, na categoria Logística e Transporte. A solenidade de premiação aconteceu na terça-feira (29), em São Paulo (SP).

A seleção ocorreu por meio de pesquisa realizada em julho com 25 mil jornalistas em todo o Brasil, que avaliaram empresas de 32 categorias e indicaram por escrito o nome das três vencedoras de cada setor. Os entrevistados avaliaram a qualidade do relacionamento que as companhias mantêm com os jornalistas e o mercado, com ênfase no nível de tratamento conferido aos profissionais da imprensa em relação ao acesso, disponibilização e facilidade de apuração de informações empresariais, setoriais e gerais.

Como empresa pública e agente do governo federal, os Correios prezam pela transparência e a mantêm como diretriz em seu relacionamento cotidiano com os veículos de imprensa de todo o Brasil.

“É um prêmio de extrema importância para a imagem institucional e que também valoriza o trabalho da área de comunicação da empresa e dos profissionais que nela atuam. A população brasileira confia nos Correios e isso é mais um fator que aproxima a empresa dos jornalistas, facilitando esse relacionamento”, disse o diretor regional de São Paulo Metropolitana, Wilson Abadio de Oliveira, que recebeu a premiação ao lado da assessora de Comunicação de São Paulo, Sandra Regina Teixeira Fiordoliva, e da jornalista e chefe da seção de Comunicação Interna e Imprensa, Silvana Guimarães Mattos Espíndola.


Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.