Estrada de Ferro da Serra do Mar Paranaense é homenageada em selos especiais

A Estrada de Ferro da Serra do Mar Paranaense, um dos símbolos do turismo no Estado, foi homenageada em selos pelos Correios. O lançamento da emissão especial ocorreu nesta terça-feira (26), na Estação Ferroviária de Curitiba, com as peças filatélicas obliteradas pelo presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, e pelos presidente e diretor comercial da Serra Verde Express – concessionária que administra o transporte de passageiros nesse trecho ferroviário –, Adonai Aires de Arruda e Adonai Aires de Arruda Filho, respectivamente. O ato de obliteração foi conduzido pelo gerente da Macrorregião Comercial de Encomendas dos Correios, Carlos Henrique Richter.

Durante o lançamento, o presidente da Serra Verde Express, Adonai Aires de Arruda, destacou as semelhanças da ferrovia com o serviço postal. “Se buscarmos no passado, podemos entender o entrelaçamento das ferrovias com os Correios: elas foram o primeiro meio de comunicação em massa”, disse. Ele ressaltou ainda o orgulho de ter uma foto produzida por seu filho, Adonai Aires de Arruda Filho, estampando um dos selos – as outras três imagens são de Carlos Renato Fernandes, conhecido como “Tarzan” e homenageado no evento.

Inaugurada em 2 de fevereiro de 1885, a ferrovia Curitiba-Paranaguá é um extraordinário feito da engenharia do século 19 no Brasil. Atualmente é um dos mais interessantes passeios turísticos do Paraná, com trajeto que passa por reservas ecológicas da Serra do Mar, cachoeiras e antigas estações. A ferrovia começou a ser construída em 1880 e visava ligar o litoral do Paraná a Curitiba, buscando o desenvolvimento da região e conectando o Porto de Paranaguá ao sul do Brasil. Foi uma das mais ousadas obras da época e um imenso desafio de engenharia: a execução do projeto contou com mais de 9 mil homens e totaliza 110 quilômetros de extensão, 14 túneis, 30 pontes e muitos viadutos.

Sobre os selos – A emissão especial Estrada de Ferro da Serra do Mar Paranaense é composta por quatro selos que apresentam pontos percorridos na ferrovia Paranaguá-Curitiba. As técnicas usadas para a arte foram fotografia e computação gráfica. A tiragem é de 720 mil selos (180 mil de cada imagem), que podem ser adquiridos nas agências dos Correios, na loja virtual e na Central de Vendas a Distância (centralvendas@correios.com.br). O selo tem valor facial de R$ 1,70, que representa o 1º porte carta comercial.


Esta entrada foi publicada em Filatelia e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.