Revezamento da Tocha Paralímpica conta com logística dos Correios

Começa nesta quinta-feira (1º) e segue até o dia 7 de setembro o revezamento da Tocha Paralímpica, que antes de chegar ao Rio de Janeiro passará por Brasília (DF), Belém (PA), Natal (RN), São Paulo (SP) e Joinville (SC) – municípios que representarão as cinco regiões do País. Responsáveis pela operação logística dos Jogos Rio 2016, os Correios atuaram no encaminhamento de todas as tochas e uniformes que serão utilizados pelos 745 condutores destas cidades, que percorrerão um total de 250km.

Além da logística do tour da Chama Olímpica, a estatal será representada no revezamento por 20 empregados. Para fazer parte de um dos momentos mais simbólicos dos Jogos, os trabalhadores da empresa interessados em participar passaram por critérios de seleção, tais como desenvolver práticas esportivas ou ter participado, como atleta, de jogos oficiais para pessoas com deficiência em âmbito nacional ou internacional.

Simbolismo – Na terça-feira (6), o revezamento chegará ao Rio de Janeiro, onde as chamas das cinco cidades se unirão à que foi acesa em Stoke Mandeville – cidade inglesa onde nasceu o movimento Paralímpico. O “encontro” ocorrerá no Museu do Amanhã, onde será formado o fogo que iluminará o Maracanã na cerimônia de abertura, no dia 7 de setembro. Assim como ocorreu nos Jogos Olímpicos, também haverá uma chama acesa na região da Candelária, região central do Rio.

Além de representar as cinco regiões do Brasil, a chama acesa em cada cidade representará um valor dos Jogos Paralímpicos: Brasília – igualdade; Belém – determinação; Natal – inspiração; São Paulo – transformação e Joinville – coragem. O valor para o Rio de Janeiro é paixão.


Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.