Correios participa da campanha Outubro Rosa

 

A partir desta segunda-feira (3), os Correios participam da campanha Outubro Rosa, que nesta edição tem como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”. O objetivo da iniciativa é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama, além de desmistificar conceitos em relação à doença.

Neste sentido, ao longo do mês os Correios realizarão, em todo o Brasil, ações de apoio à campanha, estimulando a postura de atenção das mulheres em relação à doença e à necessidade de investigação oportuna de alterações suspeitas. Também serão disseminadas informações sobre as recomendações nacionais para o rastreamento, reforçando os benefícios da mamografia de rotina.

Conscientização – Criada nos Estados Unidos na década de 1990, a campanha Outubro Rosa visa estimular a participação da sociedade no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o intuito de fomentar discussões sobre a doença e promover a conscientização quanto a importância de sua detecção precoce.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são: caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço e saída espontânea de líquido dos mamilos.

Ao identificarem alterações persistentes nas mamas, as mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica. No entanto, vale ressaltar que tais alterações podem não ser câncer de mama. Mais informações em: http://www.inca.gov.br/outubro-rosa.


Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.