Crítica social e arte reunidas no Espaço Cultural Correios Niterói

Questões atuais como política, religião e economia, bem como reflexões emblemáticas sobre a criação do homem, integram a exposição “Taipa de Linhas – Quem está por trás da pobreza mundial”, em cartaz no Espaço Cultural Correios Niterói.

A mostra apresenta 28 obras de grandes dimensões, muitas delas abstratas, do artista pesquisador da natureza e dos comportamentos sócio-político-religiosos, Antonio Brasil. Entre elas, destaque para “Quem está por trás da pobreza mundial” e “DNA da humanidade”, onde o artista incentiva o público a buscar entender o significado de grandes temas, envolvendo o homem e a energia em torno do universo.

Já a obra que dá nome a exposição -“Taipa de Linhas – Quem está por trás da pobreza mundial”- possui fundo escuro e foi propositadamente rasgada e depois costurada, tendo as linhas de sua costura aparentes, ressaltando o imensurável significado das verdades que endossam o seu título. Na tela de grande proporção, o império religioso, representado por uma mulher bonita e sedutora conhecida como a meretriz do apocalipse, “é a instituição que impede o uso da engenharia genética e das células tronco embrionárias decorrentes do avanço da ciência”, comenta o artista.

Uma outra obra destacada na mostra é “Costureiros angélicos”, que apresenta dois anjos costurando roupas de pele para o casal Adão e Eva depois de serem expulsos do Jardim do Éden, evidenciando um grande ato de amor incondicional.

A exposição “Taipa de Linhas – Quem está por trás da pobreza mundial” pode ser conferida gratuitamente até 14 de janeiro de 2017, de segunda-feira a sábado, das 11h às 18h. O Palácio dos Correios está localizado na Av. Visconde do Rio Branco, 481 – Centro – Niterói.


Esta entrada foi publicada em Agenda cultural e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.