Correios comemora abertura da 100ª agência franqueada no novo modelo

Os Correios inauguraram recentemente a sua centésima agência franqueada no novo modelo. A agência foi selecionada por meio do processo licitatório iniciado pela empresa em 2009. Por determinação legal e do governo federal, os Correios têm prazo até setembro deste ano para contratar, por meio de licitação, sua rede de agências franqueadas, que hoje totaliza mais de 1,3 mil unidades.

Proprietários de outras 237 unidades já licitadas também estão preparando suas lojas para começar a operar nos próximos meses. Em 2011, os Correios lançaram um novo edital de licitação que deverá resultar na instalação de mais 818 agências franqueadas.

Das agências franqueadas que foram abertas, a maior parte vai atender a população do interior de São Paulo (42) e de Minas Gerais (29). As demais estão distribuídas em municípios da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e região metropolitana de São Paulo.

“O sucesso alcançado até agora reflete a transparência e a seriedade do trabalho conduzido pelos Correios nesse novo modelo de franquia”, diz a vice-presidente de Rede e Relacionamento com os Clientes, Glória Guimarães. 


Esta entrada foi publicada em Negócios e Mercado e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

11 respostas a Correios comemora abertura da 100ª agência franqueada no novo modelo

  1. odacir marcos bernardi disse:

    SE EM TRES ANOS FORAM LICITADAS 337 AGÊNCIAS O QUE FAZ PENSAR QUE, EM POUCOS MESES SERÃO LICITADAS MAIS DE 800?

  2. ANDERSON SILVA disse:

    Dão o dinheiro que deveria ser nosso para empresários particulares,e ainda comemora isso,ridiculo esse modelo de gestão,ACF é um cancer dentro da ECT que corrói aos poucos.

  3. raimundo nonato disse:

    Será que os trabalhadores destas agências teram os mesmos salários dos demais trabalhadores , sabemos que a constituição rege trabalho igual
    salários iguais?

  4. Independiente disse:

    Estavamos passando da hora de padronizarmos nossas Agencias. De um lado, novas agencias proprias sendo inauguradas e outras reformadas; de outro, franquias de Correios que mais pareciam, me desculpem o sentido da palavras, um “boteco” da esquina.

    Se querem trabalhar para a ECT, que tenham o mínimo de qualidade.

  5. Correios disse:

    Anderson,

    A adoção do sistema de franquia permitiu uma rápida ampliação da rede de atendimento dos Correios, o que possibilitou uma considerável melhoria na prestação dos serviços postais. A contratação de Agências de Correios Franqueadas está ocorrendo por meio de certame público e atende a uma séria de normas e leis. O modelo de franquia postal dos Correios já conta com 20 anos de experiência, sendo criado a partir de referências de mercado e adaptado de acordo com a realidade e dos serviços prestados à população. Foi definido e discutido com a sociedade por meio de audiência pública e aprovado pelos órgãos de controle. Assim como em qualquer formato de franquia, o proprietário é remunerado pelos serviços prestados.

  6. licitação disse:

    Essa licitação de 2011 (que na verdade está parecendo que vai ser em 2111) está um absurdo de ridícula. Por várias vezes já foram canceladas e remarcadas pois está havendo uma briga de liminares. Eu, por exemplo, tinha interesse em participar. Já estou no prejuízo desde então com um imóvel parado no aguardo dessa definição. Resultado: desisti !!! E claro que como empreendedor (e trabalhador), queria esse negócio…mas também para poder disponibilizar um serviço, atendimento e estrutura dignos aos clientes (e nisso estou incluso). Diferentemente do que normalmente vemos nas agências “oficiais”. Desculpem, mas na minha opinião, assim como em tantos outros segmentos, a abertura de um modelo do tipo franquia vai nos trazer mais pontos positivos do que negativos. E quem olhar com calma os editais, ou consultar com atuais operadores de agências, vai ver que as margens de lucro delas é tabelada e baixa. Só quem tem uma boa gestão, e diferenciação, consegue fazer valer a pena esse investimento (alto, por sinal).

  7. Marcio disse:

    Parabéns Correios, criticar é fácil, mas sabemos dos esforços dos funcionários dos Correios, chega de mamata, licitação já e novo modelo.

  8. Sergio Candido de Lima disse:

    Tenho muito interesse em abrir uma franquia dos correios, gostaria de entrar em contato para saber os passos a seguir.
    Quando vai abrir a licitação ?

  9. Sergio Candido de Lima disse:

    Sou de Rio Claro S/P tenho muito interesse em abrir uma franquia dos correios, gostaria de entrar em contato para saber os passos a seguir.
    Quando vai abrir a licitação para Rio Claro e Araras ?

  10. Correios disse:

    Sergio,

    Informamos que para a operacionalização de agência de Correios franqueada é necessário que a pessoa jurídica participe de processo de licitação pública na modalidade concorrência, conforme previsto no Decreto 6.639/2008:

    “Art. 5o A operação da AGF se dará, exclusivamente, mediante a celebração de contrato de franquia, firmado entre a ECT e a pessoa jurídica selecionada em procedimento licitatório, na modalidade concorrência, utilizando o critério de julgamento previsto no inciso IV do caput do art. 15 da Lei no 8.987, de 13 de fevereiro de 1995”.

    Esclarecemos que não houve realização em 2015 de processo licitatório para contratação da instalação e operação de agências de correios franqueadas por pessoas jurídicas de direito privado, sob o regime de franquia postal.

    Informamos, ainda, que a proposta de nova licitação encontra-se em estudo interno na organização e tão logo seja definido o novo edital a divulgação ocorrerá pela imprensa nacional e site dos Correios.

  11. Correios disse:

    Sergio,

    Informamos que para a operacionalização de agência de Correios franqueada é necessário que a pessoa jurídica participe de processo de licitação pública na modalidade concorrência, conforme previsto no Decreto 6.639/2008:

    “Art. 5o A operação da AGF se dará, exclusivamente, mediante a celebração de contrato de franquia, firmado entre a ECT e a pessoa jurídica selecionada em procedimento licitatório, na modalidade concorrência, utilizando o critério de julgamento previsto no inciso IV do caput do art. 15 da Lei no 8.987, de 13 de fevereiro de 1995”.

    Esclarecemos que não houve realização em 2015 de processo licitatório para contratação da instalação e operação de agências de correios franqueadas por pessoas jurídicas de direito privado, sob o regime de franquia postal.

    Informamos, ainda, que a proposta de nova licitação encontra-se em estudo interno na organização e tão logo seja definido o novo edital a divulgação ocorrerá pela imprensa nacional e site dos Correios.