Exposição relativiza fé no valor da arte

Um sistema alternativo de mensuração, acumulação e transferência de valor que desafia as convenções do sistema dominante do mercado de
arte. Este é o enfoque da mostra “Arte Capital”, do artista plástico ítalo-brasileiro Lucio Salvatore, em cartaz no Centro Cultural Correios Rio de Janeiro.

Entre instalações, colagens, objetos e performances, a exposição questiona as lógicas do comércio e do capital financeiro, grande motor da evolução do universo da arte nos últimos 30 anos.

Em algumas obras, Lucio Salvatore reinventa a dinâmica do capital usando etiquetas de preços, formas novas de contratos, documentos de leilões de arte e até centavos – todos os elementos transformados na poética do artista, que redefine as regras do jogo e relativiza a fé no valor da arte.

Na entrada da mostra, a obra “Os meios determinam o caminho” leva o visitante a uma experiência de caminhar sobre um tapete de dólares, enquanto uma única moeda de um centavo integra a instalação “Para um Centavo”, em uma sala de 147m2. Já “Babel”, por sua vez, é um convite à performance de empilhar moedas até o máximo de acumulação, até a construção cair.

“Arte Capital” pode ser visitada gratuitamente até 12 de março de 2017, de terça-feira a domingo, das 12h às 19h. O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro está localizado na Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, Rio de Janeiro.


Esta entrada foi publicada em Agenda cultural e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *