Correios economiza mais de 833 milhões de litros de água em três anos de coleta seletiva

Como parte das ações de responsabilidade socioambiental dos Correios, no período de 2013 a 2015, foram economizados mais de 833 milhões de litros de água, por meio da Coleta Seletiva Solidária da empresa -volume suficiente para suprir a necessidade para higiene e consumo anual de 5.700 pessoas.

Além do uso racional do recurso natural, a Coleta Solidária atendeu, nesses três anos, cerca de 60 cooperativas ou associações, gerando renda e cidadania para mais de duas mil famílias em todo o País.

A redução do consumo de água, energia e papel é um dos impactos ambientais considerados significativos e contemplados no Sistema de Gestão Ambiental dos Correios (SGAC), lançado em 2013.

Legislação –  Por meio da implantação do SGAC, a empresa cumpre a legislação brasileira e se adequa a documentos governamentais, como a Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) do Ministério do Meio Ambiente, além de acordos e normas internacionais, como a ISO 14.001.

A Lei 9.433, chamada Lei das Águas, determinou a participação dos poderes públicos, dos consumidores e das comunidades na gestão das águas. Com isso, a conservação de rios, nascentes, córregos e bacias hidrográficas passa a ser uma responsabilidade legal de todos.

Preservação – Desde 1993, o Dia Mundial da Água é comemorado em 22 de março. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de  alertar  a população internacional sobre a importância da preservação da água para a sobrevivência de todos os ecossistemas do planeta.

No mesmo ano, a ONU lançou a Declaração Universal dos Direitos da Água, que destaca, dentre outros pontos, que a água faz parte do patrimônio do planeta; que o equilíbrio e o futuro dependem da preservação da água e de seus ciclos; que a água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada.

 


Esta entrada foi publicada em Institucional. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

3 respostas a Correios economiza mais de 833 milhões de litros de água em três anos de coleta seletiva

  1. Leandro disse:

    Os prédios dos CORREIOS tem grande potencial de utilizar agua da chuva em atividades como desgarga no vaso sanitário , jardim etc. Tais atividades podem trazer grande economia para empresa além de ser uma iniciativa sustentável que destacaria a empresa em mais uma atividade de respeito aos recursos naturais.

  2. Fernanda disse:

    Não é o que acontece em Itabira/MG. O CDD da cidade todos os dias gasta uma enorme quantidade de água, “lavando seus pisos” e encharcando a rua. A empresa sabe que a água está em falta e ainda desperdiça. Os Correios envergonham a população brasileira.

  3. Correios disse:

    Fernanda,
    A unidade de Itabira/MG está situada em uma das principais praças da cidade, que possui grande movimento noturno e, por essa razão, a varrição não é suficiente para eliminar o mal cheiro deixado por transeuntes (como o odor de urina, por exemplo). É utilizada apenas a água necessária para a limpeza da unidade, mas, como não há bueiros na rua, o represamento da água leva ao empoçamento, causando alguns transtornos a pedestres e dando a falsa impressão de desperdício. Vale ressaltar que os órgãos de controle da cidade fiscalizam esta situação e que é utilizada a menor quantidade possível de água, bem como a limpeza não é feita todos os dias.