Redação em braille é destaque no Concurso de Cartas

O Concurso Internacional de Redação de Cartas foi vencido na etapa estadual em Goiás pela estudante Emilly Oliveira Rodrigues, de apenas 11 anos de idade, do Colégio Metropolitano de Goiânia. Mas a segunda colocada, a aluna Maria Vitória Gomes da Silva, 15, também ganhou destaque por sua história de superação: estudante de escola pública, Maria Vitória é cega e escreveu sua carta em braille. Ela cursa o 9º ano no Colégio Estadual Jalles Machado, em Goianésia, a 175 km de Goiânia. O aluno Gilberto Gonçalves Gomes Filho, da mesma escola, ficou em terceiro lugar.

Vítima de um glaucoma, Maria Vitória é deficiente visual desde que nasceu. Após escrever sua carta em braille, a jovem ditou, ela própria, o texto para transcrição, já que o regulamento exigia que a redação fosse manuscrita. A carta original foi enviada pela direção da escola à comissão julgadora do concurso. “Eu fiquei muito feliz em saber que o meu texto em braille foi aceito, porque eu vi ali uma preocupação do concurso em que todas as pessoas, mesmo com deficiência, pudessem escrever”, declarou a aluna que apresentou propostas para a erradicação da pobreza.

A adolescente explicou que decidiu participar por se interessar pelo tema: “imagine que você é um assessor (a) do secretário-geral da ONU – qual o problema mundial que você o ajudaria a resolver em primeiro lugar e de que forma você o aconselharia para isso?”. “A proposta deste ano foi muito interessante, pois me fez refletir bastante sobre determinados problemas mundiais. Percebi ali, também, uma forma de me tornar uma pessoa melhor ao me passar por uma personagem que vive uma realidade totalmente diferente da minha”, contou.

Colega de escola de Maria Vitória, o terceiro colocado Gilberto Gonçalves Gomes Filho já conquistou também diversas premiações importantes em Matemática, colecionando medalhas de bronze, prata e 2 de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), Menção Honrosa na Olimpíada de Matemática do Estado de Goiás (OMEG), medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Informática (OBI).

O Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado há 46 anos, é aberto a estudantes de até 15 anos, de escolas públicas e particulares. O concurso é realizado no Brasil pelos Correios e coordenado em todo o mundo pela União Postal Universal (UPU), entidade que reúne 191 países.


Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Uma resposta a Redação em braille é destaque no Concurso de Cartas

  1. Roberto Brito disse:

    Bacana!!!
    Motivo muito nossa FORÇA DE VENDAS à divulgarem este Evento, considero um SUPER-EVENTO. Todos os anos aguardo a divulgação do calendário e encaminho para nossas Agências.
    Em 2017, mais uma vez, aluna da nossa Região foi contemplada com o 1º lugar.
    Agente colabora com a inserção de Pessoas e também receita para Empresa, a Direção do Colégio XV de Novembro Garanhuns-PE já confirmou que irá adquirir SELOS PERSONALIZADOS para marcar este acontecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *