Serviço Exporta fácil, dos Correios, é transformado em projeto mundial pela UPU

O serviço Exporta Fácil, criado no Brasil há 15 anos pelos Correios, será levado a diversos outros países pela União Postal Universal (UPU), organização internacional que reúne os players do setor postal. A solução permite a micro, pequenas e médias empresas (MPEs) expandirem sua base de clientes internacionalmente por meio de uma exportação simplificada e com preços reduzidos. Com base no sucesso da experiência brasileira, a UPU, em parceria com o Governo Brasileiro, lançou o Easy Export Programme, que irá ajudar governos de diversos países na criação de sistemas que facilitem a exportação para as MPEs locais. O programa baseia-se em três pilares: baixos custos de exportação, simplicidade e cobertura nacional.

A primeira nação a participar do projeto da UPU será a Tunísia, que possui cerca de 600 mil empresas, das quais, 98% possui menos de 10 empregados. A expectativa é lançar a solução Easy Export até o final do ano. O serviço deverá ser customizado em cada localidade para se adequar às diferentes realidades e recursos disponíveis. Para isso, a UPU fornecerá assistência técnica e profissional na implantação da metodologia que foi criada em conjunto com o Brasil por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

“Para nós, é um orgulho dar origem a uma iniciativa tão importante. O mundo está cada vez mais globalizado e é um absurdo que as micro e pequenas empresas não consigam aproveitar os benefícios desse encurtamento de distâncias que a tecnologia nos proporciona. Há 15 anos, os Correios, em parceria com outras instituições públicas brasileiras, apoiam as MPEs que desejam exportar, levando desenvolvimento a todos os cantos do País. Os resultados do Exporta Fácil são incríveis”, destaca o presidente dos Correios, Guilherme Campos, referindo-se aos números obtidos pelo projeto no Brasil.  Antes dele, vender para fora do Brasil representava 16% do valor da mercadoria exportada. Hoje, esse custo é de 1%. Além disso, as exportações cresceram de 12 mil dólares no primeiro ano do projeto para 230 mil dólares em 2016.

O projeto foi tema de matéria na revista Union Postale, publicada pela UPU. O conteúdo na íntegra pode ser conferido no site.


Esta entrada foi publicada em Institucional e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

2 respostas a Serviço Exporta fácil, dos Correios, é transformado em projeto mundial pela UPU

  1. Odacir Marcos Bernardi disse:

    Só falta melhorar o processo de postagem, a dificuldade relativa aos códigos e língua. Deveria se chamar ”Exporta Difícil”!

  2. Luiz Adriano Marcoski disse:

    Comprei um produto da China, foi encaminhado dia 06/09, acusado o recebimento no Brasil em 03/10, liberado sem imposto dia 10/10, aí é que vem a indignação, estou a pouco mais de 200 km onde se encontra o objeto e o prazo para entrega é 40 dias. Em 40 dias dá para fazer um cruzeiro pelo mundo. Nossos serviços estão cada vez mais “chulo”, uma logística “burra”, no Brasil, parece que quanto mais se estuda mais burro a pessoa fica.