CorreiosLog oferece terceirização da operação a pequenas e médias lojas virtuais

Quem trabalha com e-commerce já está acostumado a terceirizar parte da logística: raramente é o próprio lojista quem vai entregar um pedido ao cliente. Na maioria dos casos, a loja virtual contrata transportadoras, como os Correios, para a distribuição dos produtos vendidos. Da mesma forma, uma loja virtual de qualquer tamanho pode também terceirizar o chamado efulfillment, que é todo o processo envolvido no atendimento do pedido do cliente: armazenagem dos produtos, gestão do estoque e dos pedidos recebidos no site, retirada do produto do estoque, embalagem, conferência e expedição.

A principal vantagem em deixar todas essas atividades por conta de um operador logístico é a redução de custos, pois, como o operador atende a diversos outros clientes, consegue ganhos em escala. Assim, a loja virtual transforma custos fixos, como aluguel de espaço ou pagamento de funcionários, em custos variáveis, ou seja, só arca com os custos proporcionais à quantidade de pedidos vendidos no site. Além disso, o lojista passa a ter mais tempo para realizar atividades estratégicas, como negociação de compra com fornecedores e atendimento ao cliente, por exemplo.

Os Correios oferecem às pequenas e médias lojas virtuais o serviço CorreiosLog, que proporciona até 47% de redução dos custos logísticos totais (armazenagem, preparação e distribuição), fornece embalagem, permite acesso a um dos melhores sistemas de gestão de estoque do mercado, tem isenção de cota mínima, acesso a preços mais baratos dos serviços de PAC e SEDEX, entre outros benefícios.

Conheça mais sobre o CorreiosLog no vídeo abaixo:


Esta entrada foi publicada em Institucional, Negócios e Mercado e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *