Linhas e tecidos recriam obras pós-impressionistas em mostra do Espaço Cultural Correios Juiz de Fora

No mundo atual, onde tudo é “remix”, o que difere um original de uma cópia? Esse questionamento é o mote da exposição “O Segundo Original: influências do pós-impressionismo”, em cartaz no Espaço Cultural Correios, em Juiz de Fora (MG) até 22 de setembro. A partir da releitura de quadros do final do século XIX, a artista plástica Venina Sparano desloca a pintura para a arte têxtil.

No lugar das tintas, Venina utiliza como matéria-prima apenas tecidos, linhas e bordados feitos à mão. Os tecidos recompostos, por vezes vindos de roupas carregadas de memórias, contam histórias que trazem um sentido simbólico ao novo contexto em 16 telas.

Dentre as obras escolhidas, estão conhecidos quadros de Gauguin, Matisse, Van Gogh e Toulouse-Lautrec. “Vários dos artistas que recriei tiveram alguma ligação com a arte de tecelagem ou com o mundo dos tecidos”, conta a artista, que é arquiteta pela UFRJ e já atuou como figurinista da TV Globo.

Os quadros de Venina também trazem influências do pintor mexicano Diego Rivera, da brasileira Anita Malfatti e do cubismo retratado nas telas de Pablo Picasso. Para a curadora, Jeanne Duarte, o trabalho de Venina é uma tradução visual do mundo contemporâneo.

“Como podemos chamar de cópia, ou arte menor, os filmes de Kurosawa inspirados em Shakespeare? O trabalho da Venina é um encontro entre a arte do passado e a de hoje. Uma obra aberta, remixada, constituída de fragmentos, memórias, ideias – e de tecidos”, afirma Jeanne.


Esta entrada foi publicada em Agenda cultural e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Uma resposta a Linhas e tecidos recriam obras pós-impressionistas em mostra do Espaço Cultural Correios Juiz de Fora

  1. Vimeo disse:

    Nossa que obra mais linda, eu amo ver obras feitas de forma totalmente diferentes das convencionais. Mais sempre mantendo a essencia da beleza, e não essas porcarias que estão fazendo hoje em dia.