Correios cresce 16,4% no segmento de encomendas

Desde que foi lançada, há cinco meses, a Política Comercial dos Correios vem apresentando resultados positivos, principalmente no tráfego de encomendas, que cresceu 16,4% em relação ao mesmo período no ano anterior. O aumento da receita de encomendas no período também foi expressivo: 16,3%, superior aos índices de crescimento do mercado e do próprio e-commerce.

Entre as principais vantagens da nova política estão: condições diferenciadas na prestação dos serviços; consultoria nos aspectos comerciais, operacionais e tecnológicos e resposta mais assertiva às demandas dos clientes finais. Além disso, foi lançado recentemente um pacote de serviços de encomendas específico para startups atuarem como marketplaces (sites onde várias empresas ou pessoas vendem seus produtos) tendo os Correios como parceiro logístico.

Também foram feitas revisões nos preços de encomendas PAC e SEDEX em trechos que apresentaram alta competitividade e grande potencial de mercado, nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Para o chefe do Departamento de Encomendas e E-Commerce, Lemuel Costa e Silva, “os números demonstram a assertividade da Política Comercial dos Correios, que busca aprimorar cada vez mais o relacionamento com os clientes e gerar melhores resultados para os Correios, numa perspectiva de melhoria constante”.


Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

7 respostas a Correios cresce 16,4% no segmento de encomendas

  1. odacir disse:

    E a previsão de déficit a empresa, certamente já foi revisto?!?!?!?!

  2. Michel Wilhelm disse:

    Quanto a encomendas internacionais tem melhorado, porém, acredito que seria uma boa atualizar o progresso do pacote também.
    Hoje apenas sabemos que foi liberado e em 40 dias será entregue e somente temos um novo update quando “Objeto saiu para entrega”

  3. Elisa rezende quinlan disse:

    O correto nao e alavancar o trafico fe encomendas e sim entregar emcom pontualidade as ja existentes.
    Pronto falei

  4. Rafael disse:

    Deveria melhorar o sistema de entregas para cidades de interior, uma vergonha.

  5. Victor Matoso disse:

    Cresceu por que se trata de um monopólio concorrentes, logo não tem concorrentes mas o serviço é um LIXO, quando for privatizado (o que não demora muito) o serviço melhora e a empresa começa a “entregar” trabalho ao invés de marketing.

  6. "joe ramone" disse:

    … é só marketing e bla bla bla.

    Os prazos de entrega continuam dilatadíssimos, as tarifas nas alturas, de três objetos enviados quatro chegam apos o prazo previsto, 99% dos usuários reclamam do péssimo serviço prestado pelos correios…..

    … é só marketing e bla bla bla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *