Ciclo-MPE 2018 ajuda a formar novos empreendedores

Candidatos a empreendedores virtuais de micro e pequenas empresas (MPE), ávidos por navegar com seus produtos pelos mares da internet, presenciaram em Brasília, na última semana, o primeiro da série de encontros do Ciclo-MPE.net 2018. A 15ª edição do evento (12ª com o patrocínio dos Correios) realizado pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), e que já capacitou 70 mil pessoas, manteve como característica fornecer conhecimentos básicos para todos que querem alcançar um novo porto em cada casa e ter uma quantidade ilimitada de portos para alcançar.

Na edição de Brasília, os participantes assistiram a seminários, participaram de uma oficina sobre o passo a passo para a criação de uma loja virtual e depois fizeram uma visita ao armazém dos Correios no Distrito Federal.

Com vontade de melhorar as vendas do seu negócio de bolo no copo, a estudante de mestrado Melissa Santos, de 30 anos, usa o Facebook e o Instagram para divulgá-los. Mas acredita que pode fazer mais. Avisada sobre o evento pela mãe, Lídia, as duas assistiram juntas às palestras em Brasília. “Vejo aqui uma oportunidade de expandir meu negócio por meio do marketing e de viver dele. Hoje, para eu divulgar o negócio sozinha é muito difícil. Mas com a ajuda da internet, o alcance será muito maior”.

Resultados e oportunidades

Com expectativa de crescimento de 12% em 2018, o e-commerce nacional se destaca como um dos setores que se manteve em expansão, mesmo durante a crise, e um dos com maior taxa de crescimento do mundo.

Segundo o secretário-executivo da camara-e.net e coordenador do Ciclo MPE, Fernando Ricci, em média 22% daqueles que participam do primeiro dia do evento e totalidade dos que participam do segundo dia abrem uma loja virtual. São quase 400 lojas virtuais abertas por ano, em todo o país, em consequência do evento. “Em um país com tantos desempregados, essa é uma grande contribuição e oportunidade”.

Nos Correios, o segmento MPE registrou uma evolução na receita na ordem de 17,34% em 2017. Atualmente, os Correios têm cerca de 62 mil empresas classificadas como MPE na sua base de clientes.

Para ajudar os clientes a focarem em seus negócios, os Correios oferecem ferramentas que facilitam a vida dos lojistas virtuais e dos clientes, como o Web Service, o LOG +, o CEP, o Clique e Retire, a Logística Reversa e o rastreamento. Outro exemplo é o sistema WMS, que recebe a nota fiscal junto com a encomenda e depois do pedido processado e embalado, emite o rótulo de postagem e a Nota Fiscal Eletrônica.

Para mais informações sobre os locais e datas dos próximos encontros, acesse o site do Ciclo-MPE.net 2018.


Esta entrada foi publicada em Negócios e Mercado e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.