Biblioteca Postal é homenageada em selo dos Correios

 

Nesta sexta-feira (4), os Correios lançam selo comemorativo em homenagem aos 130 anos da Biblioteca Postal. A solenidade será realizada às 15h, no auditório do Museu Correios, em Brasília, e incluirá a abertura da exposição “Biblioteca Postal: documentos e memórias”, aberta ao público de 7 a 11 de maio.

A partir das 15h30, será realizada a palestra “Relacionamento das três ciências: biblioteconomia, museologia e arquivologia”, com Dulce Maria Baptista, professora da Universidade de Brasília. Em seguida, Suelen Vaz, bibliotecária do Instituto Brasileiro de Museus, falará sobre mapeamento de bibliotecas em museus e Camila de Sena, bibliotecária dos Correios, sobre a memória da empresa. Ao final, será realizada visita guiada nas dependências do museu.

A Biblioteca Postal – Vinculada ao Museu Correios, foi inaugurada no Rio de Janeiro em 1888 e está sediada em Brasília desde 1980. Seu acervo é composto por documentos bibliográficos, com obras raras como a Coleção das Decisões do Império do Brasil, periódicos da União Postal Universal, Revista Telegráfica Brasileira e boletins de filatelia, bem como materiais especiais produzidos pelos Correios que estão disponíveis para empréstimo local.

Em 2017, a implantação de um sistema de busca informatizado unificou o acesso do público aos acervos da Biblioteca Postal e demais bibliotecas da empresa que estão localizadas no Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e em Brasília, na Universidade Correios. Juntos formam a rede Saber+ com um universo de 60 mil exemplares bibliográficos disponíveis para pesquisa on-line (https://apps.correios.com.br/biblioteca).

Sobre o selo – Na imagem, em primeiro plano, há um livro aberto de onde emergem alguns itens utilizados nas operações realizadas pelos Correios, como caixas de correspondências residenciais, caixas de coleta antigas e atuais e cartas com dados do remetente e do destinatário. A ilustração foi matizada em amarelo ouro-laranja, um dos tons da paleta de cores de identidade dos Correios.

Ao fundo, uma estante com livros remete ao acervo da história e dos registros de operações realizadas pelos Correios, desde a sua fundação, ainda no tempo do Império, até os dias de hoje.

Com valor facial de R$ 1,55, o selo pode ser adquirido em todas as agências dos Correios e também na loja virtual.

 


Esta entrada foi publicada em Filatelia e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.