Exposição fotográfica valoriza produção artesanal de queijo nos Campos de Cima da Serra

Está em cartaz no Espaço Cultural Correios Porto Alegre uma exposição fotográfica que faz parte do projeto “Queijo Artesanal Serrano – Identidade Cultural nos Campos de Cima da Serra”. A mostra é composta por 45 painéis com fotografias que buscam resgatar a história da produção artesanal de queijo, realizada há mais de 200 anos na região dos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul.

A tradição da mão de obra familiar, que utiliza apenas leite cru, coalho e sal para a fabricação do queijo foi passada de geração em geração e agora foi registrada pelos veterinários Saionara Araujo Wagner e João Carlos Santos da Luz e pelo zootecnista Jaime Eduardo Ries em livro que também faz parte do projeto. As imagens do livro, expostas no espaço, são do fotógrafo Fernando Kluwe Dias. O projeto ainda contou com o trabalho do jornalista Ricardo Bueno, da editora Alma da Palavra.

Além das fotografias, material multimídia, vídeos e reportagens sobre a produção do queijo também fazem parte da exposição. O material resgata as origens de um produto que carrega a história da colonização açoriana e dos primórdios da ocupação do território gaúcho. Atualmente, cerca de três mil produtores fabricam o queijo artesanal serrano em municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A mostra poderá ser visitada pelo público até o dia 25 de agosto, de terça a sábado, das 10h às 18h. A entrada é gratuita. O Espaço Cultural Correios está localizado no térreo do prédio histórico da empresa na Praça da Alfândega (centro histórico de Porto Alegre), com acesso pela lateral, na Avenida Sepúlveda.


Esta entrada foi publicada em Agenda cultural e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.