Projeto Social dos Correios transforma vida de estudantes e revela talentos do squash

Se você perguntar a algum brasileiro o que é squash, pode ser que ele não conheça a modalidade. Ainda. Se depender dos Correios, Patrocinador Oficial do Squash do Brasil, o esporte, baseado nos princípios do tênis e que já foi considerado o mais saudável do mundo pela Revista Forbes, será popular em breve.

Praticado em uma quadra ou campo fechado por quatro paredes onde, obrigatoriamente, uma deve ser de vidro, o desporto, disputado em quase 200 países, já é sensação no Centro de Ensino Polivalente, em Brasília.

A modalidade foi apresentada aos estudantes, em 2018, por meio do Squash que Transforma. O projeto social, parceria entre os Correios e a Confederação Brasileira de Squash (CBS), busca transformar a vida de alunos de escolas públicas, proporcionando enriquecimento acadêmico, saúde, bem-estar, responsabilidade social e liderança por meio do esporte, com profissionais capacitados para diferentes atividades.

Atualmente cerca de 20 crianças participam do projeto. Uma van pega os jovens na escola e leva ao Capital Squash Center, onde eles praticam aulas do esporte e contam com aulas de inglês, auxílio na lição de casa e monitoria acadêmica individualizada. Depois das atividades, eles tomam banho, almoçam e retornam ao colégio. A iniciativa oferece ainda a participação em clínicas e competições da modalidade e promove o serviço comunitário: os jovens devem ser voluntários na comunidade por no mínimo 15 horas ao ano.

De acordo com o diretor executivo da CBS, Walter Meyer Karl, a iniciativa é inspirada no Squash Urbano, projeto que alia os pilares acadêmico, esportivo e comunitário para o desenvolvimento dos jovens e é bem-sucedido em vários países como EUA, Colômbia, Índia e África do Sul.

“O squash completa o ciclo de que as crianças e jovens precisam. E tem a parte pedagógica, eles também têm que estudar. É um exemplo de projeto a ser seguido no Brasil inteiro e replicado, porque é um modelo que dá certo e o resultado vem muito rápido. A estudante Ana Clara Ferreira, por exemplo, foi campeã da categoria sub 13 e vice-campeã na categoria sub 15, da terceira etapa do Circuito Correios de Squash Juvenil, apenas três meses depois de conhecer a modalidade. Então as crianças conseguem se divertir, estudar e, quem sabe, se fizermos o projeto em massa, há a possibilidade de ter um atleta que sobressaia e vire um atleta profissional, mas o foco do projeto é a valorização, é qualidade de vida dos jovens”, conta.

Se depender dos jovens do Squash que Transforma, a iniciativa está mais que aprovada. A estudante Maria Júlia, de 12 anos, além de conhecer o esporte, viu na prática outras oportunidades.

“A gente fez várias amizades que vai levar para a vida toda e ainda tem o tempo de estudo, que me ajuda muito, estou muito feliz. Dependendo de até onde o projeto vai, quero estar sempre com eles, acho incrível. Aqui tem tudo o que a gente precisa. Não tem motivo nenhum para não vir. Achei o esporte legal, uma dinâmica interessante, porque as regras não são complicadas. É empolgante. O melhor é estar em quadra jogando e, principalmente, a oportunidade de conhecer profissionais do squash, como o atual campeão brasileiro, Diego Gobbi. É emocionante ver que começaram da mesma forma que estamos começando”, conta a estudante.

Squash – O nome do esporte refere-se som emitido quando a bola do jogo é esmagada – squash, em inglês – pela raquete contra a parede. As partidas podem ser jogadas com dois jogadores (um contra o outro), ou em quatro jogadores (duas duplas). Cada jogador deve portar uma raquete e é utilizada apenas uma bola preta de borracha para cada partida. A origem da modalidade conta com duas principais versões: a primeira remonta à França do século XVI e teria sido praticada em mosteiros e outros locais do mesmo tipo; a segunda atribui o surgimento do esporte à Inglaterra do século XIX, quando presos adaptaram o tênis às condições de ambiente ali existentes.

Assista a matéria do Bom Dia DF sobre o projeto: https://globoplay.globo.com/v/7305422/

Quer conhecer mais o esporte ou começar a praticar a modalidade? Acompanhe a Confederação Brasileira de Squash e o Novo Squash Brasil.

 

 

 

 


Esta entrada foi publicada em Patrocínios, Responsabilidade Socioambiental e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.