Fique Sabendo…

O começo dos Correios – parte IX

Em 1835, foi instituído, por meio de decreto, o quadro de Carteiros dos Correios da Coroa, que seriam os responsáveis pela entrega de toda a correspondência que circulava à época. Tal regulamentação foi decisiva para o desenvolvimento da sociedade, uma vez que apenas casas comerciais e clientes que tinham contratos especiais com a administração dos Correios tinham direito a receber as cartas em casa. Os demais tinham que procurar as correspondências na agência do Correio-Geral.

Nesse período, os carteiros passaram a usar identificação, uma chapa de metal amarelo, com as armas imperiais e uma legenda, indicando a administração a que pertenciam, e passaram a receber o pagamento em diária. Essas regras foram instituídas pelo Decreto 303, que determinava também o número de empregados nas administrações de Correios, na Corte e nas Províncias.

Já em 1841, época do Segundo Reinado, a administração dos Correios determinava que a data de expedição fosse marcada em todas as cartas. Os carimbos indicadores das datas começaram a ser utilizados primeiramente por São Paulo, que contava com 62 agências; pelo Rio de Janeiro, com 39; e por Minas Gerais, com 35.


Esta entrada foi publicada em Fique Sabendo. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

2 respostas a Fique Sabendo…

  1. rubens marques disse:

    Olá,gostária de saber se existe algun livro com fotos ântigas e relatos contando a história dos correios,pois gostária de comprar,sou funcionário e queria ter essa recordação.

  2. Correios disse:

    Rubens Marques,

    As livrarias possuem vários títulos referentes a história dos Correios. O acervo do Centro de Documentação do Museu Nacional dos Correios também pode ser consultado. Entrar em contato pelo e-mail: museu@correios.com.br