Modernização é tema de programa da BandNews

O processo de modernização dos Correios será o destaque do programa Giro Business, do canal a cabo BandNews, de 7 a 11 de abril. A emissora transmitirá, a cada dia da próxima semana, um bloco da entrevista realizada com o dirigente da estatal, Wagner Pinheiro de Oliveira, que também abordará assuntos como os novos serviços, logística e atuação da empresa no apoio ao esporte nacional.

Os horários de exibição e reprise são: segunda – 8h42 | 9h42 | 10h42 | 17h42 | 18h42 | 19h42 | 23h42 | 0h42 | 1h42 | 2h42; terça a sexta – 8h42 | 9h42 | 10h42 | 18h42 | 19h42 | 22h42 | 23h42 | 0h42 | 1h42 | 2h42.

Sobre o programa – O Giro Business possui um foco diferenciado, sendo responsável por levar ao ar entrevistas com os principais executivos do País, nos mais diversos segmentos da economia. Apresentado pelo empresário do setor de Comunicação Sergio Waib, o programa também pode ser conferido no site www.sergiowaib.com.br


Esta entrada foi publicada em Correios na midia e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

10 respostas a Modernização é tema de programa da BandNews

  1. cleverson disse:

    Assisti a entrevista e o presidente disse que o lucro da empresa foi de 16,5 bilhões, mas em uma matéria aqui no blog vocês divulgaram que o lucro foi de 350 milhões. E ai, quem está falando a verdade ?

  2. Correios disse:

    Cleverson,

    A informação foi dada pelo apresentador Sergio Waib e refere-se ao faturamento dos Correios, em torno de R$ 16 bilhões, não ao lucro líquido.

  3. kellio marcelus de assis disse:

    qual a projeção dos correios virar banco ? a longo, médiio ou curto prazo ? por que não chegou aqui pra nós do nordeste nada em relação a pl deste ano ?
    qua a média uma vez que o lugro foi muito menor que o ano passado ?
    acho particularmente questionavel a diferença entre o faturamento e o lucro ? não é discrepante a diferença?

  4. DANIEL disse:

    De quanto será a nossa PL então ?

  5. Correios disse:

    Daniel,

    Após aprovação em REDIR, Conselho de Adminsitração e DEST, a ECT irá oficializar a proposta junto aos representantes dos trabalhadores, para que apresentem aos empregados em suas respectivas assembleias. Havendo recusa por parte dos empregados, não há acordo e conforme orientação governamental, não há pagamento de PLR, devendo ser paga, somente, se houver acordo entre as partes.

  6. MARCO ANTONIO disse:

    Tem alguma previsão da assembleia para aprovação?

  7. Correios disse:

    Kellio,

    A respeito da parceria entre Correios e Banco do Brasil, informamos que a conclusão dos estudos está prevista para o segundo semestre de 2014. O projeto também depende de autorização de órgãos externos. A diferença entre faturamento e lucro deve-se ao aumento das despesas com pessoal, devido às contratações realizadas — medida de revitalização dos Correios para prestar serviços mais eficientes à população e enfrentar o mercado concorrencial — além da redução da rentabilidade das aplicações financeiras feitas pela empresa. A respeito da PLR, informamos que eventuais divulgações sobre o tema serão realizadas na seção Negociação Permanente.

  8. Correios disse:

    Marco Antonio,

    A empresa já oficializou a proposta de PLR/2013/2014. Porém, aguarda realização de assembleias nos sindicatos.

    Vale lembrar que cada sindicato possui seu próprio calendário.

  9. Realista disse:

    O que seria “além da redução da rentabilidade das aplicações financeiras feitas pela empresa”. Acaso, algum investimento em alguma empresa que quebrou? Banco Santos? Banco Rural?

  10. Correios disse:

    Realista,

    Neste contexto, o presidente quis dizer que o lucro líquido apresentou uma redução quando comparado com o ano anterior e faturamento devido, além da despesa com contratação de empregados, à redução nos rendimentos das aplicações financeiras durante o ano de 2013.