Esclarecimento sobre matéria do Bom Dia Brasil

Em relação à matéria exibida nesta terça-feira (8) no Bom Dia Brasil, da Rede Globo, os Correios esclarecem que realizam acompanhamento estatístico de incidências de extravios e roubos de objetos postais, dentre eles, as correspondências bancárias. O acompanhamento é feito nas principais unidades por meio de sistema de circuito fechado de TV e nas demais, com supervisão. Todas as unidades seguem política de controle de acesso que limita a circulação de pessoas estranhas.

A empresa também mantém parceria com a Polícia Federal e outros órgãos de segurança para prevenir crimes e fraudes. No Rio de Janeiro, a Polícia Federal trabalha inclusive dentro das dependências da sede da empresa, mantendo o Núcleo de Repressão a Crimes Postais. A estatal também criou um setor específico para monitoramento de riscos e planejamento de estratégias de segurança, em Brasília, que possui representação em todos os Estados e orienta ações para aprimorar a atuação nessa área.

Os Correios não foram notificados a respeito de qualquer investigação da Polícia Civil e estão à disposição para colaborar.


Esta entrada foi publicada em Correios na midia e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Uma resposta a Esclarecimento sobre matéria do Bom Dia Brasil

  1. Mauro Cas disse:

    Desde que optou por terceirizar serviços das áreas meio e fim dos processos através da contratação de MOTs (mão-de-obra-temporária) deixando de realizar concursos para repor o efetivo necessário a ECT tem colocado em risco tanto a segurança da empresa como de seus próprios funcionários. Ao colocarem as empresas terceirizadas dentro dos Centros de Tratamento de Cargas e Encomendas facilitou o acesso a informações restritas o que possibilitou ao crime organizado ou não; terem acesso a informações sobre o destino e o tipo de carga transportado por seus funcionários colocando tanto as encomendas/corespondencias e até mesmo a integridade dos trabalhadores em risco. Nos últimos anos o descaso da ECT com a segurança só é superado pela ganancia de seus gestores através da corrente petista CNB (construindo um novo Brasil??????) e da Articulação Sindical indicarem pessoas totalmente incompetentes para gerirem a empresa.