Encontro da AFNB reúne colecionadores do país

 

Mais de quarenta colecionadores e comerciantes de selos, cédulas, moedas, cartões-postais, entre outros objetos, participaram do 8º Encontro Nacional de Multicolecionismo, realizado pela Associação Filatélica e Numismática de Brasília (AFNB), no Hotel Mercure, até domingo (15/11), na capital federal.

 

Os participantes do evento vieram de vários estados do país, como Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraíba, São Paulo, Goiás e Paraná, entre outros, para apresentar e comercializar seus produtos. Para Cleber José Coimbra, tesoureiro da AFNB, colecionador de moedas há mais de 50 anos, o evento é importante porque mantem acesa a chama do ideal que congrega todos os amantes do colecionismo. “Esses encontros nos enchem de ânimo, pois a frequência de visitantes é muito boa e os resultados são sempre muito promissores. Além disso, conseguimos reunir aqui os maiores colecionadores do país”, avalia.

 

Para os filatelistas, a mostra também é bastante interessante, motivadora e enriquecedora à medida em que aproxima os colecionadores e apresenta ao público uma gama de múltiplos conhecimentos. É o que pensa André Soffer, filatelista de São Paulo, que começou sua coleção de selos aos 10 anos, e que hoje, aos 60, continua reverenciando o selo postal como fonte de cultura. “Não existe no mundo uma fonte tão rica de informação como o selo. Por meio dele, aprendemos muito sobre Ciência, Artes, História, Biologia e tantos outros temas”, disse orgulhoso o filatelista.

 

Também não é para menos. Soffer possui uma coleção de milhares de selos do Brasil e do Exterior com os mais diversos conteúdos. O 8º Encontro de Multicolecionismo da AFNB tem sempre uma boa estimativa de público. No ano passado, mais de 1,2 mil pessoas prestigiaram o evento. Neste ano, nos dois primeiros dias do encontro, cerca de 400 pessoas já haviam visitado a mostra.

Publicado em Programação Filatélica 2019 | Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *