Correios lança o décimo selo da série Signos do Zodíaco

Neste domingo (22), os Correios lançam o décimo selo da Série Especial Signos do Zodíaco: Capricórnio.

O símbolo do signo Capricórnio faz referência a um animal misto. A representação da cabeça do bode junto com a cauda do peixe faz menção à terra, que molda a matéria, e a água, que faz todas limpezas necessárias. Essa figura mitológica se relaciona com as ambivalências do signo, que constrói seu caminho a partir do equilíbrio e da tensão dos opostos.

Unindo todas as suas qualidades, pode alcançar qualquer um dos seus objetivos, da profundeza dos oceanos ao topo das montanhas. Todo limite pode ser superado com dedicação e trabalho árduo.

Segundo o autor do edital do selo de Capricórnio, o astrólogo Oscar Quiroga, “de uma forma ou de outra é no signo de Capricórnio que se sintetiza a complexidade do caminho humano, feito de ambição de conquista e da solidão que resulta das conquistas distanciarem as pessoas umas das outras, em vez de as unir e aproximar.”

A astróloga Bárbara Abramo destaca que Capricórnio é um signo que estará muito em evidência em 2020 porque ele será preenchido por três planetas de alcance social: Júpiter, Saturno e Plutão. “As características construtoras e realistas e até mesmo mais nacionais do signo ficarão em evidência.” Essa junção de planetas fala também da necessidade de se voltar para os valores essenciais e para a natureza, diz a astróloga. Confira o vídeo de lançamento do selo no perfil dos Correios, no Instagram.

A emissão – O selo foi ilustrado com elementos que simbolizam o signo de Capricórnio. No canto inferior esquerdo está seu ícone, que simboliza Enqui, divindade da mitologia suméria, que era metade cabra, metade peixe. Acima, uma faixa marrom que representa o elemento “terra” – um dos regentes da natureza que caracterizam a personalidade dos nascidos nesse signo –, o nome e o período governado por Capricórnio (22 de dezembro e 19 de janeiro), a ilustração de uma cabra com rabo de peixe e, na parte lateral direita, a representação de sua constelação.

A arte é de Adriana Shibata, que usou a técnica de computação gráfica. A tiragem é de 240 mil selos, com valor de R$1,30 cada selo. As peças estarão disponíveis nas agências de todo o país e também na loja virtual.

Publicado em Filatelia, Lançamentos Filatélicos, Programação Filatélica 2019 | Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *