Como colecionar

Diversas são as maneiras de se iniciar uma coleção. Uns iniciam com selos retirados das correspondências da família ou recebidos como herança de algum parente filatelista que deixou uma coleção. Outros começam comprando os selos nas Agências dos Correios ou em casas comerciais especializadas.

Na hora de decidir como você vai montar sua coleção de selos, é preciso criatividade para pensar como ela será desenvolvida. Você pode escolher o tema que mais gostar: esportes, artes, cidadania, ecologia, personalidades, meios de transporte, aviação, fatos históricos, educação, entre outros, e ilustrar a coleção com selos do Brasil e de outros países.

Para ser um bom colecionador, é fundamental que você conheça, também, um pouco da história das comunicações e do selo postal. Assim, na hora de conversar com seus novos amigos, você não ficará de fora e entenderá tudo o que é comum ao bate-papo de um grupo de amigos do selo.

Dicas:
Existem algumas dicas que são importantes pra quem coleciona selos:

1.
Não pegue os selos com as mãos. Use sempre uma pinça. Guarde-os com todo cuidado, pois são peças valiosas para sua coleção.
2.
Nunca arranque um selo usado do envelope. Encha uma vasilha com água até a metade e coloque os pedaços de envelope com selos de cabeça para baixo. Em alguns minutos, os selos começarão a desgrudar dos envelopes. Vá retirando-os com a pinça, um a um, e colocando-os com a face virada para baixo, em cima de uma folha de jornal, para que sequem.
3.
Depois de secos, pegue um a um e verifique se os picotes estão perfeitos. Os selos não podem estar rasgados ou cortados, nem raspados no verso.Separe os estragados daqueles que estão em perfeito estado.
4.
Se o selo for auto-adesivo, ele deve ser recortado do envelope com uma margem de segurança, para não correr o risco de estragar.
5.
Ao destacar um selo, cuidado para não estragar os picotes.
6.
Para guardá-los, adquira um álbum próprio, chamado de classificador, numa loja de comércio filatélico.
7.
Não cole os selos em cadernos ou em outro material. Adquira os suportes adequados (hawid) nas lojas de comerciantes filatélicos.
8.
Procure saber como outros colecionadores cuidam de suas coleções e como fazem para obter ou comprar selos diferentes, às vezes raros.Associe-se a um clube filatélico, para manter contato com outros colecionadores. Veja a relação de clubes em: Clubes Filatélicos.
  1. Possuo 900 selos de diversos países, de diversos períodos. Tendo ainda 70 selos brasileiros, pretendo vende-los, interessados entrar em contato marcio.paula@hotmail.com

    • Ivana Garcia disse:

      Prezado Márcio,
      Os Correios não compram e não avaliam selos antigos ou coleções. Você deverá levar seu acervo para verificação e análise de comerciantes filatélicos que poderão avaliar o conteúdo e, eventualmente, até adquirir algumas peças. Outra forma é levar sua coleção para um clube filatélico, onde experts apreciarão e qualificarão seus selos. Outra dica é procurar comerciantes filatélicos na internet. Os membros de Clubes, ou Associações Filatélicas poderão auxiliá-lo na busca. Você também pode acessar o site http://www.abcf.net.br e encontrar comerciantes filatélicos que serão capazes de avaliar sua coleção e até fazer algumas trocas.
      Atte,
      Blog da Filatelia

  2. Boa Noite!
    Já faz um bom tempo que parei de colecionar, mas ainda possuo meus álbuns. Gostaria de saber se ainda existe a Central Filatélica que vendia os lançamentos por encomenda. Lembro que ficava em Brasília e Rio de Janeiro.
    Estou a voltar a colecionar.
    Obrigado.

    • Ivana Garcia disse:

      Prezado Ricardo!
      Não há mais Central Filatélica em Brasília, existe a Agência Filatélica de Brasília, que fica no térreo do Edifício-Sede dos Correios, no SBN. Há ainda a loja virtual dos Correios: http://www.correios.com.br/correiosonline e também a Agência Central de Vendas a Distância (ACVD), que fica no Rio de Janeiro, cujo contato pode ser feito pelo telefones: (21) 2503-8095/8096 ou pelo e-mail: centralvendas@correios.com.br. Para pagamento, envie cheque bancário ou vale postal, em nome da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, ou autorize débito em cartão de crédito American Express, Visa ou Mastercard. Nesses locais de venda você poderá adquirir os selos que desejar.
      Atte,
      Blog da Filatelia

  3. Róbson José Moreira Abrantes disse:

    Sou “ajuntador” de selos desde a adolescência. (Há muito tempo.) Tenho motivado outras pessoas a serem colecionadores, dada a importância cultural do selo, seja pela arte, pela história, pelas campanhas diversas, pela divulgação da flora e da fauna, pelo conhecimento de selos internacionais, patriotismo das bandeiras, selos comemorativos, arte da música, arte da cerâmica, arte da pintura, arte da dança, arte escultura, valorização do esporte, homenagens prestadas, divulgação de lugares, divulgação turística, valorização de profissões, selos religiosos, fruticultura, etc. é riquíssima a cultura filatélica. Vale a pena admirar uma coleção. Cada selo conta a sua história. Além de tudo isto ainda tem a beleza de cada selo em si.

    • Ivana Garcia disse:

      Prezado Robson,
      Ficamos felizes em saber que você aprecia os selos e que valoriza o inestimável significado dessas peças filatélicas, tão importantes para a história de um país e de seu povo. Realmente, selo é conhecimento, cultura, educação e lazer. Aprendemos muito com eles. É por isso que a Filatelia dos Correios, mesmo com as adversidades, continua comprometida em produzir belos selos, cujo tema possa contribuir e enriquecer o conhecimento de seus apreciadores. Gratos por acessar nossa página!
      Atte,
      Blog da Filatelia

  4. Bruno Pereira disse:

    Possuo uma coleção gigantesca com milhares de selos de diversos países, França, Alemanha, Portugal, Espanha, Brasil, Chile, Argentina, Uruguai, Cuba, Estados Unidos, Canada, União Soviética entre outros. São selos bastante antigos, como das décadas de 30 e 40 e até antes, também tem selos mais novos das décadas de 70,80,90. Estou vendendo os selos e/ou coleção.
    Quem tiver interesse favor entrar em contato no e-mail: brunopereira.souza86@gmail.com

  5. Lucas Silva Costa' disse:

    Olá, boa noite!
    Gostaria de saber aonde encontro álbuns de selos para venda. Tenho uma porção de selos desorganizados por escassez de álbum.
    Obrigado!

  6. Bianca Rodrigues de Sousa disse:

    Solicito a gentileza de atualizar meu endereço para:
    Bianca Rodrigues de Sousa
    Rua Ozônia Rodrigues de Oliveira, 71 A – Vila La Brunetti
    Itapetininga/SP – CEP 18205-762

    Sou cadastrada como filatelista no endereço abaixo:
    Bianca Rodrigues de Sousa
    Rua Pedro nunes de Mello, 300 – fundos
    Itapetininga/SP
    18213-010

    • Ivana Garcia disse:

      Prezada Bianca,
      Informamos que seu endereço foi atualizado com sucesso em nosso mailing. Porém, esclarecemos que a Revista Cofi não está sendo mais postada via Correios porque sua impressão foi suspensa temporariamente, em virtude de medidas de contenção de gastos adotadas pela empresa. Estamos produzindo uma versão da revista em formato digital, que em breve será disponibilizada em um de nossos canais online.
      Atte,
      Blog da Filatelia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *