Trabalhadores dos Correios encerram greve em Goiás

Nesta quinta-feira (27), os trabalhadores dos Correios de Goiás que haviam aderido à paralisação parcial decidiram, em assembleia, encerrar a greve e retornar às atividades. Cerca de 100 trabalhadores haviam aderido à paralisação no Estado, a maioria carteiros.

Contabilizando o retorno das atividades em Goiás, 96% do efetivo dos Correios no Brasil não participa da paralisação — o equivalente a 120.472 trabalhadores. Todas as agências estão abertas e todos os serviços, inclusive o SEDEX, estão disponíveis — com exceção dos serviços de entrega com hora marcada em apenas algumas localidades. No decorrer desta semana, cerca de 300 trabalhadores de outros Estados já haviam retornado às suas atividades normais.

Nos 13 Estados em que há paralisação deflagrada, o movimento está concentrado na área de distribuição — do total de 21.956 carteiros previstos para trabalhar hoje nesses Estados, estão paralisados 4.394 (20%). Foram registradas 64 unidades em que a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) não cumpriu a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de manter efetivo mínimo de 40% por unidade. A multa é de R$ 50 mil por dia.

O TST irá decidir em julgamento se a paralisação é abusiva, em data a ser agendada, já que na audiência de conciliação de segunda-feira (24) não houve possibilidade de acordo — a representação dos trabalhadores recusou a proposta feita pelo Ministério Público do Trabalho.

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

43 respostas a Trabalhadores dos Correios encerram greve em Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *