DIA DAS CRIANÇAS|
Lê Pra Mim: projeto dos Correios aproxima crianças dos livros

Acreditamos no poder da educação para transformar o futuro das novas gerações. Há quase 30 anos, realizamos a entrega de mais de 100 milhões de livros do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD). Além disso, incentivamos, há mais de 50 anos, a alfabetização, por meio do Concurso Internacional de Redação de Cartas, e, há mais de 10 anos, promovemos a leitura por meio do Projeto “Lê Pra Mim?”, que já passou por várias cidades do país e passou, esta semana, pelo Museu Correios, em Brasília/DF.

O ator Paulo Betti participou de uma das edições do “Lê Pra Mim?”. Foto: Divulgação/Correios

A iniciativa realiza encontros literários com a participação de artistas e personalidades reconhecidas, que fazem leituras de livros infantis brasileiros para crianças entre 3 e 10 anos de idade. A ação também é um projeto de inclusão social, sempre trazendo crianças de escolas públicas, que levam para casa um livro infantil de qualidade e de editoras renomadas. 

Continue lendoDIA DAS CRIANÇAS|
Lê Pra Mim: projeto dos Correios aproxima crianças dos livros”

DE BRASIL A GENTE ENTENDE
Caixa postal comunitária leva cidadania a comunidades isoladas

Priscila Cardoso
priscilac@correios.com.br


São Luís (MA) – Quando uma comunidade surge, a falta de ordenamento urbano gera uma série de problemas aos moradores desses locais: como, por exemplo, a falta de um endereço oficial.

Além de inviabilizar o recebimento de correspondências, a falta de um endereço com CEP impossibilita a realização de cadastros, matrículas em escolas e acesso a serviços públicos que exijam comprovante de residência. Ou seja, inviabiliza o pleno exercício da cidadania dessa população.

Para solucionar esse problema, os Correios oferecem o serviço de Caixas Postais Comunitárias. Além de oferecer mais qualidade na entrega de correspondências, as caixas postais comunitárias garantem ao cidadão um endereço postal seguro e confiável.

Continue lendoDE BRASIL A GENTE ENTENDE
Caixa postal comunitária leva cidadania a comunidades isoladas”