Presidente dos Correios recebe representações dos trabalhadores

Foi realizado na sexta-feira (17) um encontro entre o presidente dos Correios, Guilherme Campos, com as entidades representativas dos empregados: Findect, Fentect, Adcap, Faaco, AAC, Abraco, Maria Maria, Apect, Anatect e Arco, além de 31 sindicatos. O objetivo foi estabelecer a primeira etapa de diálogo com os trabalhadores de base para recuperar os Correios. A reunião também contou com a presença de membros da Diretoria-Executiva e do corpo técnico da empresa.

Campos abriu a reunião dizendo que conta com o empenho de todos para superar a situação que a empresa passa. “Eu coloco esse primeiro encontro como o mais importante dessa gestão que se inicia. Se não houver comprometimento e o compromisso conjunto de todos em prol da empresa, infelizmente, a situação vai se agravar. Vai depender de muito trabalho, de todos, sem exceção”.

Além de tratar de questões como Banco Postal e nova estrutura, o presidente dos Correios listou alguns assuntos que merecem destaque: “Trazendo às claras a situação que os Correios se encontram, temos a questão da qualidade e dos recursos da empresa, que são grandes desafios a serem enfrentados no curto prazo. Haverá ainda uma discussão de data-base, que é agora em agosto”.

Entretanto, ponderou que este encontro ainda não é para falar sobre o Acordo Coletivo de Trabalho. “Hoje é uma primeira apresentação, para ouvir as considerações, pontuar os problemas e receber as contribuições, de forma que possamos caminhar no rumo para a recuperação da empresa”, ressaltou.

Cada representação teve dez minutos para expor suas sugestões e críticas. Todas as questões serão compiladas e analisadas pela empresa.

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

21 respostas a Presidente dos Correios recebe representações dos trabalhadores

  1. antonio jabuca city disse:

    como fica a situação financeira dos correios, privatização, mandar embora ou forçar saida dos aposentados????? que valorização da experiencia a empresa da??????

    • car disse:

      forçar os mais antigo a pedir demissão já esta sendo feito a muito tempo. o problema e que estão substituído gente da mais alta competência,
      por chefia sem nenhum conhecimento, que só estão defendendo o aumento de seus próprios salários.

  2. TITANICorreios disse:

    Nós, da base, sempre cumprimos nosso papel. Esta crise veio porquê a alta administração não fez a sua parte…
    Agora querem que todos paguemos por isso?

  3. Jura disse:

    o Primeiro passo é os Aposentados pode crer.

  4. tarcisio lapa disse:

    uma boa eliminar este mal chamado de Banco Postal, a gente morre de atender e não tem retorno financeiro.pior é quando explodem o BB e todo mundo corre pra nos como se fossemos bancarios na maioria das vezes é só um funcionário pra atender 10, 15 ,20 mil pessoas.

  5. ATENDENTE 2020 disse:

    Se todos fizerem a sua parte. Eu acredito que sairemos dessa, afinal esse e nosso ganha pão.

  6. ze ruela disse:

    Representações dos trabalhadores?
    kkkkkk

  7. Jura disse:

    Acho que agora tá chegando ao fim vamos ter que pagar o ROMBO que fizeram no Postalis, começa agora em Junho a Facada.

  8. revoltado disse:

    A EMPRESA NUNCA DEU PREJUISO O PREJUISO VEM DOS REPASSES QUE SAO FEITOS A UNIAO
    PARA COBRIR OUTROS ENTAO O PRINCIPAL CULPADO PELA SITUAÇAO DA EMPRESA É O GOVERNO?ENTAO ELE QUE TEM QUE REPOR O DINHEIRO QUE USOU?

  9. VICENTE disse:

    Como uma empresa, que não paga nenhum tipo de tributo, e que explora um monopólio que é líder em diversos segmentos, além de trabalhar para o maior banco da América Latina, dá “prejuízos”? MUITO ESTRANHO…….

  10. FLAVIO disse:

    ECT quando terá outro PDIA

  11. CARLOS RENATO LOPES disse:

    A ECT PRECISA, COM URGÊNCIA, SER PRIVATIZADA ! SÃO SERVIÇOS CAROS E INEFICIENTES !

  12. atendente disse:

    Nesta terça feira ao ler o Primeira hora, falando dos aposentados, me recordei que mais cedo no Jornal Hora Um, havia uma noticia em primeira pagina no Estado de São Paulo, onde informava sobre o cabide de empregos nos Correios. Como pode um ex Deputado(de Campinas), ex presidente da associação comercial(tambem de Campinas) estar presidindo uma empresa como os Correios. Absurdo ouvir que um funcionario que tanto vestiu a camisa da empresa, e muitos ainda o fazem, são obrigados a ouvir comentarios tão sem sentido. Triste de ver, a empresa e mais forte que isso.

  13. MARCIA HELENA MARTINS LEALDINO disse:

    O QUE ESPERAR DEPOIS DA ENTREVISTA DO NOVO PRESIDENTE DA EMPRESA À CBN? QUE TODOS OS EMPREGADOS PROCUREM O ÁUDIO DESSA ENTREVISTA DO DIA 04/07/2016.
    APENAS UMA PALAVRA PARA DEFINIR:
    -VERGONHA!!

  14. Fernando disse:

    Os sindicatos já apresentaram a proposta dos trabalhadores para a empresa?

  15. ze ruela disse:

    Sindicatos PELEGOOOOS

  16. Mauricio disse:

    Privatizar não é a solução!
    * E sim fiscalizar setores críticos com alto índice de assaltos e atrasos.
    * Aplicar parte dos lucros em melhorias em setores de alta demanda em auxílio ao trabalhador.
    * Otimizar setores com altos salários e pouca produtividade.
    * Reduzir o índice de indenizações e transformar este gasto em incentivo a unidades e aos trabalhadores de base.
    * Valorizar a meritocracia, conhecimentos e habilidades para resolução de problemas em cada departamentos.
    * Mostrar ao Brasil e ao Mundo a Capacidade de Gerir, Produzir com eficiência e atendendo toda à demanda.
    * Valorizar ideias e recursos ecológicos.

  17. dede disse:

    qual o salario do presidente e dos vice presidentesde

  18. dede disse:

    o que andam dizendo que o novo presidente ao assumir o cargo dobrou seu salario e dos vice presidentes

  19. FRANELIO CARVALHO disse:

    Seria interessante que nesse momento de dificuldade que a empresa passa cortar os patrocinios, já que não tem dinheiro suficiente para pagar os reajuste dos empregados, pra quer jogar esses custo no suor dos funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *