Cronologia

Século XIX

 

Ano
Marco
06/05/1840 Lançamento do primeiro selo postal do mundo: o Penny Black, na Inglaterra.
01/08/1843 Lançamento do primeiro selo postal do Brasil: o Olho-de-Boi.
1852 Primeiro selo circular é lançado na Itália.
1853 O primeiro selo triangular é emitido no Cabo da Boa Esperança
em 1853.
1856 Colômbia lança aquele que até hoje é o menor selo do mundo, medindo 8 x 9,5 mm.
1860 Suíça lança o primeiro cartão-postal.
1862 Lançado em Liverpool, Inglaterra, o primeiro jornal filatélico “The Monthly Advertiser”.
1863 Emitido na França um selo trazendo a efígie coroada de louros de Napoleão III, que para muitos é considerado o primeiro selo comemorativo do mundo.
1865 Colômbia emite o primeiro selo com formato de estrela.
1871 Lançado no Peru uma emissão trazendo uma locomotiva como tema e usado para os serviços postais da recém-inaugurada estrada de ferro entre Lima-Callao-Chorilos é considerado por alguns estudiosos o verdadeiro pai de todos os selos comemorativos.
1875 Criada a União Geral dos Correios, que passa a se chamar União Postal Universal (UPU).
15/01/1882 Lançada por Luiz Levy, em São Paulo, “O Brazil Philatélico”, a primeira publicação filatélica brasileira.
04/02/1886 Fundada no Rio de Janeiro, por Fried Pordo, a primeira entidade filatélica brasileira, uma filial da Sociedade Filatélica Bávara.
24/06/1887 Fundada a Sociedade Philatélica Porto-Alegrense, que lançou a revista “O Phillatelista”.
1888 A Austrália emitiu um selo alusivo ao Centenário da Colônia de Nova Gales do Sul, considerado o primeiro selo apresentar grafado qual evento comemorado.
1891 Lançado na Romênia uma série de selos postais inquestionavelmente comemorativa, celebrando os 25 anos do reinando de Carlos I.
1892 Realizada em Paris a primeira Exposição Filatélica.
1894 Primeiro selo em formato de diamante é lançado na Somália.
01/01/1900 É lançada a primeira série comemorativa do Brasil homenageando o quarto centenário do descobrimento. Era composta de quatro selos.

————————————————————————————————————————————-

Século XX

 

Ano
Marco
15/11/1906 Afonso Pena é o primeiro presidente da República a figurar
em um selo postal. O primeiro presidente da República, Deodoro da Fonseca, só seria homenageado no ano de 1959, na série de emissões que comemorou o Cinqüentenário da República
18/06/1926 Fundada a Federação Internacional de Filatelia – FIP, com sede em Genebra, Suíça.
30/08/1938 Realizada no Rio de Janeiro a BRAPEX, primeira exposição filatélica de dimensão nacional.
22/10/1938 Emissão do primeiro Bloco Postal Brasileiro, com 10 selos no valor de 400 réis mostrando a efígie de Rowland Hill (lançamento comemorativo da 1ª Exposição Filatélica Nacional – BRAPEX, ocorrida no Rio de Janeiro).
1946 Em virtude de sua hiperinflação a Hungria emite selo com o maior número já impresso. Seu valor nominal era de 500.000.000.000.000 pengos.
15/11/1947 A emissão da Semana da Asa é o primeiro selo triangular do Brasil.
1956 Itália emite o primeiro selo postal 3-D.
03 a 11/12/1966 Realizada no Rio de Janeiro a primeira LUBRAPEX – Exposição Filatélica Luso-Brasileira.
25/09/1869 Lançado na Áustria o primeiro bilhete-postal.
1972 O maior selo emitido até hoje é lançado em Fujeira (atualmente um dos Emirados Árabes Unidos), medindo 81 x 147 mm.
1973 O Butão emite o primeiro selo aromatizado do mundo, com perfume de rosas.
07/08/1974 O Brasil lança o primeiro selo postal do mundo com inscrições em braile, emitido com o bloco em homenagem à 5ª Assembléia Geral do Conselho Mundial Para o Bem-Estar dos Cegos.
1975 Realizada em Bruxelas, na Bélgica, a THEMABELGA, primeira exposição internacional reconhecida pela Federação Internacional de Filatelia – FIP.
17/12/1976 Fundação da FEBRAF – Federação Brasileira de Filatelia.
1977 Realizada na cidade do Porto, em Portugal, a PORTUCALE 77, segunda exposição temática internacional reconhecida pela Federação Internacional de Filatelia – FIP.
15 a 23/09/1979 Realizada no Rio de Janeiro (RJ), a primeira BRASILIANA, nome escolhido para identificar as Exposições Internacionais de Filatelia a serem realizadas no Brasil, sob patrocínio da Federação Internacional de Filatelia – FIP. Foi considerada a terceira exposição Mundial de Temática e primeira Interamericana Clássica.
01/06/1988 Os Correios colocaram em circulação, uma nova modalidade postal, chamada de Comprovante de Franqueamento (CF), especialmente destinada a portear cartas da primeira escala de peso.
14/10/1989 Lançado o bloco da 20ª Bienal Internacional de São Paulo. É a segunda emissão postal do mundo com imagens tridimensionais (holografia).
1997 O Reino Unido introduz os selos do tipo auto-adesivos.
01/08/1999 A quadra de selos “Parques Nacionais – Prevenção a Incêndios Florestais”, com cheiro de madeira queimada, é a segunda emissão com aroma do mundo e a primeira em papel reciclado.
11/04/2000 Lançamento do primeiro modelo de selo personalizado brasileiro, comemorativo dos 500 Anos do Descobrimento do Brasil.
09/10/2000 Data em que se comemorava o Dia Mundial dos Correios, foi lançada simultaneamente em Brasília e em Quanzhou (Província de Fujian, China) a primeira emissão conjunta de selos do Brasil com outro país, uma parceria entre o Brasil e a China, que constava de dois exemplares, “Máscara do Carnaval Brasileiro” e “Bonecos de Marionetes da China”.

————————————————————————————————————————————-

Século XXI

 

Ano
Marco
2001 A Suíça lança o primeiro selo com cheiro de chocolate,
homenageando seus tradicionais fabricantes.
2002 A emissão conjunta “Campeões do Mundo de Futebol no
Século XX”, é o primeiro selo redondo emitido no Brasil.
28/09/2007 Portugal lança o primeiro selo postal de cortiça do mundo.
01/09/2010 Lançado no Brasil selo postal produzido em tecido sintético,
o primeiro das Américas.


————————————————————————————————————————————-

  1. oseas florentino disse:

    Gostaria de saber com e o desenho ou formato da filigrana invisível costado em alguns selos do brasil no catalogo rhm e de ate alguns valores elevados como e esse desenho ou como identificar?
    grato
    att oseas florentino

    • Ivana Garcia disse:

      Prezado Oseas,
      Para verificar a filigrana de um selo, você deve pingar algumas gotas de benzina retificada sobre ele dentro de um ‘filigranoscópio’, que nada mais é do que uma pequena bandeja preta (tem que ser nesta cor para que a filigrana possa ser identificada facilmente), onde o selo é colocado com a face virada para baixo. Depois disso, pinga-se a benzina retificada e a filigrana aparece com facilidade. Você pode ir testando com alguns selos para adquirir prática em identificar as filigranas. Se tiver interesse em comprar o “filigranoscópio” acesse o link > http://www.shopplace.com.br/BRpt-b2c/cliente/pub/ConsultaProdutoForm?empresa=olhodeboi&ProdutoID=1075 ou encontre o produto na internet em lojas de comerciantes filatélicos.
      Esperamos ter ajudado.
      Atte,
      Blog da Filatelia

  2. ivan bertoldi disse:

    Onde são fabricados os selos no Brasil?

    • Ivana Garcia disse:

      Prezado Ivan,
      Conforme consta nos editais dos selos, informamos que os mesmos são produzidos pela Casa da Moeda do Brasil.
      Atte,
      Blog da Filatelia

  3. Achei bem legal, as informações do selos do mundo todo.

  4. Luiz Fernando de Carvalho disse:

    Gostaria de Saber quando começou a ser vendido pelos Correios as Coleções Anuais de Selos. Tenho todas de 2014 (ultimo ano de lançamento pela EBCT) até 1989 que trata-se de uma coleção em capa dura dos correios e não uma com capa e envelope como a de 1990 em diante. Se bem que tenho em capa dura também a de 1996 porque não consegui a com capa e envelope personalizado (na verdade até consegui mais o preço pedido era proibitivo, mais de 1 mil reais, até hj não entendo esse valor exorbitante para as coleções de 1996, 1997 e 2000. Aguardo uma resposta. Obrigado Luiz Fernando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *