Nova proposta de mediação é apresentada no TST

Em reunião de mediação ocorrida na tarde de ontem, dia 3, o ministro vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Emmanoel Pereira, fez uma proposta para que os empregados dos Correios que aderiram à paralisação voltem ao trabalho.

A proposta contempla os seguintes pontos:

– Férias: Parcelamento dos pagamentos acima de R$ 3,5 mil, com a revogação da suspensão nos meses de maio a dezembro de 2017. O parcelamento será apenas do que exceder a RS 3,5 mil, dividido em 5 vezes;

– Plano de Saúde: Enquanto houver mediação no TST, a empresa não judicializa o assunto;

– Dias de Greve: O TST propôs que haja o desconto de dois dias e compensação dos demais. Hoje será realizada uma reunião, às 9h30, para discutir o assunto, sendo que a empresa é favorável ao desconto total dos dias de paralisação.

A empresa confia no bom senso de seus empregados para encerrar a paralisação parcial, de forma a não prejudicar, ainda mais, sua sustentabilidade e a qualidade dos serviços prestados à população.

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

9 respostas a Nova proposta de mediação é apresentada no TST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *