Correios recebe menção honrosa no Prêmio Sesi ODS 2017 com Veículo Elétrico de Calçadão

O projeto Veículo Elétrico de Calçadão (VEC), meio de transporte movido a bateria recarregável utilizado por carteiros, conferiu aos Correios menção honrosa no II Prêmio Sesi ODS 2017. A solenidade de premiação ocorreu no campus da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, em Curitiba, nessa terça-feira (17).

Os Correios concorreram na subcategoria Poder Público Federal e das quase 300 instituições inscritas, figuraram entre as 70 finalistas.  A novidade desta edição do prêmio, que reconhece boas práticas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), foi a inclusão do Selo Sesi ODS 2017, também conquistado pelos Correios.

Segundo a representante do Comitê de Responsabilidade Socioambiental dos Correios no Paraná, Alessandra Hataqueiama Ricardo, “o selo é uma maneira de certificar os Correios como instituição engajada nas práticas sustentáveis e no atingimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”.

De pequeno porte, porém com grande capacidade de carga, fácil manejo e não poluentes, os VECs foram responsáveis por aumento da produtividade na entrega de cartas e encomendas e redução na quantidade de carbono emitida pelos Correios.

Sustentabilidade – A utilização dos VECs foi uma das ações que contribuíram para que os Correios atingissem, em 2017, a meta estabelecida pelo Programa Global de Redução de Emissão de Carbono no Setor Postal para 2025. O acordo, coordenado pela International Post Corporation (IPC), propõe que os operadores postais reduzam suas emissões em 20% até 2025 tendo como base o ano de 2013. Considerando a quantidade de gás carbônico emitida em 2016, os Correios reduziram em 24,4% o resultado de 2013, superando a meta com oito anos de antecedência.

Publicado em Responsabilidade Socioambiental | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Colecionar 2017: Correios lança loja virtual de produtos filatélicos

Os Correios lançam, nesta quinta-feira (19/10), hotsite de produtos filatélicos especialmente desenvolvido para a Colecionar 2017, exposição inédita de diversas classes de colecionismo, como selos – com mais de 2 mil painéis de 55 países – cédulas, moedas, carros antigos, orquídeas e artesanato, que acontecerá de 24 a 29 de outubro, em Brasília.

Com layout moderno e navegabilidade simplificada, o hotsite (acesse aqui) pode ser facilmente acessado em tablets e smartphones. O visitante poderá conferir todo o conteúdo disponibilizado e receberá atualizações constantes até o final do evento, além de encontrar os produtos filatélicos disponíveis para envio nacional e internacional.

Colecionar 2017 – Patrocinada pelos Correios, a Colecionar 2017, além de apresentar as exposições filatélicas internacional e nacional, BRAPEX e Brasília 2017, também contará com palestras e oficinas técnicas, shows com músicos do Distrito Federal, e a participação de correios de outros países, embaixadas e artistas do cenário cultural de Brasília. Durante o evento, os visitantes ainda poderão adquirir selos personalizados, com suas próprias fotos ou imagens.

Durante a exposição, também será apresentada a Postal Parade, ação cultural idealizada pelos Correios, que convidou artistas de Brasília para customizarem caixas de correio. A ideia do projeto é dar novo significado aos tradicionais repositórios de remessas postais e transformá-los em arte.

A Colecionar 2017 será realizada de 24 a 29 de outubro no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, das 10h às 22h, com entrada franca.

 

 

Publicado em Agenda cultural | Com a tag , | Deixar um comentário

Correios do Brasil e de Portugal assinam acordos para potencializar negócios entre os países

Os Correios de Portugal (CTT) e do Brasil (ECT) assinaram, nessa segunda-feira (16), dois acordos que vão melhorar a eficiência e a competitividade de serviços da empresa voltados para o comércio eletrônico. De acordo com os termos acordados, as empresas irão reduzir conjuntamente as condições de remuneração que praticam entre si para viabilizar o lançamento de ofertas de correio expresso premium mais competitivas para o e-commerce.

Em nível logístico, os acordos introduzem níveis de informação de melhor qualidade nos fluxos de tráfego entre os dois países, o que permite reforçar a prestação de informação de rastreamento e a previsão de entrega. Para o presidente dos Correios, Guilherme Campos, o objetivo dos acordos é melhorar a experiência de quem compra e vende online.

“O comércio eletrônico aproximou os países do mundo todo e é nosso papel fomentar essa aproximação, proporcionando mais segurança e comodidade para quem compra pela internet em sites de outros países. O acordo assinado com o CTT é estratégico na otimização desse processo”, pontuou.

Os ganhos serão sentidos nos serviços EMS (serviço correspondente ao SEDEX) e Prime Express (serviço correspondente ao PAC), que já demonstram o crescente nível de exigência dos clientes de e-commerce, principalmente, em relação ao cumprimento de prazos e à prestação de informação aos destinatários, em tempo real, sobre o estado dos objetos.

Segundo o presidente executivo dos CTT, Francisco de Lacerda, o comércio eletrônico é um dos eixos estratégicos de desenvolvimento da empresa. “Os acordos agora assinados com o Brasil são uma das chaves para o desenvolvimento das trocas neste corredor atlântico, aproveitando a crescente digitalização da economia e a ligação tradicionalmente relevante entre as comunidades de ambos os países”, ressaltou.

Publicado em Institucional | Com a tag , , | Deixar um comentário

Para além do hobby, colecionismo desperta fascínio em todas as idades

De origem milenar, o ato de colecionar continua a atrair pessoas de todos os gostos e idades pelo mundo. A internet facilitou a disseminação e a troca de informações entre colecionadores, que se reúnem em encontros organizados regularmente e já dispõem de sites especializados, muitos, com amplo espaço de vendas.

Quem passa pelas redondezas do edifício Rádio Center, em Brasília, não imagina que nas calmas tardes de sábado uma inusitada reunião anima o primeiro andar do prédio. É o encontro da Associação Filatélica e Numismática de Brasília (AFNB), uma associação de multicolecionismo que funciona há 22 anos.

“Temos aqui colecionadores de muitos itens diferentes, de cédulas e moedas, na numismática, aos selos, na filatelia. Temos, por exemplo, uma raridade, em termos de Brasil, que é um colecionador de dedais, que tem mais de mil itens do mundo inteiro”, explica o presidente da AFNB, Eliney Faulstich.

E se engana quem pensa que os objetos se restringem a antiguidades e são colecionados exclusivamente por adultos. “Nossa associação conta com 750 associados pelo Brasil e pelo mundo, só em Brasília são cerca de 150 pessoas. As idades variam entre 8 e 80 anos”, completa Eliney, que espera que crianças e jovens resgatem o hábito de colecionar.

“Muitos ainda não tem a chance de conhecer a importância que é, por exemplo, a filatelia e a numismática para o registro da nossa história. As nossas cédulas trazem os vultos ilustres de outras épocas, mostram o que já tivemos de dinheiro”, reforça.

Além do hobby

Mais do que entreter, o colecionismo desenvolve o aprendizado, sendo uma atividade cultural por excelência. É o que afirma o presidente da Associação Brasileira de Filatelia Temática (Abrafite), Geraldo de Andrade Ribeiro. “Em diversas etapas do desenvolvimento humano, pessoas, em diferentes locais, se preocuparam em guardar e armazenar objetos, de modo a preservá-los. Se isto não tivesse ocorrido, não teríamos, hoje, o conhecimento que temos de nosso passado” ressalta.

Considerada uma ciência auxiliar da História, pelo Congresso Internacional de Filatelia de Barcelona (Espanha – 1960), a filatelia foi incluída em vários países como parte dos currículos escolares. Para Ribeiro, a atividade pode se tornar uma forte aliada ao ensino. “Ao manipular os selos, ao fixá-lo no álbum e verificá-lo no catálogo, a criança vê e revê, diversas vezes, a mesma imagem. Com isso, além da memorização da imagem, tem a atenção desperta para a importância do fato que veio a merecer a emissão de um selo e, pode fazer a sua correlação com os fatos ligados ao tema ilustrado”, destaca.

Seja para a retenção de conhecimento ou por simples higiene mental, os retornos do hábito saudável de colecionar são sempre positivos. “O fascínio da pesquisa, da descoberta, é algo inerente ao ser humano e o colecionismo é um dos campos que proporciona as melhores oportunidades neste sentido”, ressalta Ribeiro.

Sob a ótica da psicologia, as motivações que levam pessoas a colecionar objetos são as mais variadas e revelam traços de personalidade. “A pessoa não é somente o que se vê nela, mas também o que se vê nas coisas que possui.  A identidade do colecionador se estende na sua coleção e revelam projeções de busca de poder, conhecimento, lembranças da infância, prestígio e controle”, afirma a psicanalista, Fátima Tavares Tiezzi, em entrevista ao site Hardecor.

Colecionismo como vocação

Às vezes o colecionador é tão apaixonado, que só um clube filatélico não dá conta do recado. É o caso do empregado aposentado dos Correios, Paulo Agnor Fiúza. Fundador do Clube Filatélico do Piauí, a mania de colecionar, então um hobby, passou a ser ocupação em tempo integral, e o sobrado de 100 m² em que mora tornou-se ambiente de trabalho.

“A coleção de selos depende de vocação e de oportunidade. Desde a infância, gostava de colecionar qualquer coisa que aparecesse na minha frente, desde tampinhas de garrafa a cartões postais, e assim por diante. Essa era a minha vocação, digamos assim”, declara o aposentado.

Fundado em 2004, o Museu Coleções Fiúza conta com um acervo de 105 mil selos e, desde 2011, figura no Guia dos Museus Brasileiros, do Ministério da Cultura, além de estar incluído no Sistema Estadual de Museus do Piauí.

O orgulho de Fiúza, no entanto, está mesmo nos selos com maior valor afetivo: o Olho-de-Boi, com as peças de 30, 60 e 90 Réis, ao lado do primeiro selo adquirido, em setembro de 1960, e lançado em homenagem ao aniversário do presidente Juscelino Kubitschek.

Para mais informações sobre o universo da filatelia, acesse http://blog.correios.com.br/filatelia/

A grande exposição de coleções

Para a satisfação de filatelistas e colecionadores do Brasil e do mundo, Brasília recebe, entre 24 e 29 de outubro, a Colecionar 2017, exposição inédita de diversas classes de colecionismo, como selos – com mais de 2 mil painéis de 55 países – cédulas, moedas, carros antigos, orquídeas e objetos de artesanato. Totalmente gratuito, o evento também contará com ampla programação cultural, incluindo apresentações de música, dança, vídeos e oficinas.

“Além de 500 expositores internacionais, faremos uma exposição nacional, abrangendo os nossos 27 estados, com 86 expositores brasileiros. Também serão realizadas palestras técnicas para as pessoas conhecerem mais sobre o universo da filatelia”, revela o vice-presidente da FIP (Federação Internacional de Filatelia) e realizador do evento, Reinaldo Macedo.

Mundialmente reconhecida como um importante segmento cultural, a filatelia faz parte da essência postal dos Correios. Como não poderia ser diferente, os Correios terão participarão especial na Colecionar 2017. Além de ser uma das patrocinadoras do evento, a empresa trará ao público raridades filatélicas de seu acervo, além de contar com duas agências próprias instaladas no evento.

A empresa também irá expor o resultado da Postal Parade, ação cultural idealizada pela empresa que convidou artistas de Brasília para customizarem caixas de correio. A ideia do projeto é dar novo significado aos tradicionais repositórios de remessas postais e transformá-los em arte.

Confira todos os detalhes no site www.colecionar2017.com.br.

 

 

Publicado em Agenda cultural | Com a tag , | 3 comentários

Carta de estudante brasileira recebe menção honrosa em concurso internacional

A carta escrita pela estudante de 14 anos, Sabrina Brito, da Paraíba, recebeu menção honrosa na etapa mundial do Concurso Internacional de Redação de Cartas 2017, promovido pela União Postal Universal. A aluna, vencedora da etapa nacional do concurso, coordenada pelos Correios, e sua redação representaram o Brasil na última etapa, realizada em Berna, na Suíça.

O tema deste ano foi “Imagine que você é um(a) assessor(a) do novo Secretário Geral da ONU – Qual é o problema mundial que você o ajudaria a resolver em primeiro lugar e de que forma você o aconselharia para isso?”.Em seu texto, Sabrina apontou a educação como problema a ser priorizado pela Organização das Nações Unidas, com exemplos como o vencedora do Prêmio Nobel da Paz em 2014, Malala, citada no trecho “nós ainda somos o mundo de uma jovem paquistanesa baleada na cabeça simplesmente por exigir educação”.

Esta é a quarta vez na história do concurso, realizado desde 1972, que o Brasil recebe esse reconhecimento na fase mundial. Em 2017, concorreram 1,2 milhões de alunos em todo o mundo, o que reforça a posição do país no cenário internacional – o Brasil já foi o primeiro colocado em três edições e ocupa o segundo lugar em número de vitórias, atrás apenas da China, que tem cinco medalhas de ouro.

O primeiro lugar na etapa internacional ficou com a República Togolesa, seguido da Indonésia e do Peru. Participaram da Comissão Julgadora Nacional representantes dos Correios, Universidade de Brasília, Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Unesco no Brasil e Ministério da Educação.                             

Publicado em Institucional | 1 comentário

São Paulo é campeão geral do 49º Troféu Chico Piscina

A Federação Aquática Paulista foi a vencedora do Torneio Interfederativo Infanto-Juvenil de natação, internacionalmente conhecido como Troféu Chico Piscina. Considerada celeiro de grandes campeões brasileiros, a competição foi realizada entre os dias 12 e 14 de outubro, na  Associação Esportiva Mocoquense, em Mococa, no interior de São Paulo. Mais de 300 atletas de 14 federações diferentes, além de quatro países da América do Sul, participaram do evento.

Em segundo lugar no torneio, ficou a Federação Aquática do Rio de Janeiro, com 283 pontos, e, em terceiro, a seleção argentina com 248 pontos. O presidente dos Correios, Guilherme Campos, esteve em Mococa para acompanhar a última etapa do torneio. Para o dirigente, apoiar a renovação da natação brasileira é motivo de orgulho para a empresa, que patrocina os desportos aquáticos desde 1991.

“Passamos por momentos de dificuldade nos Correios, mas não deixamos de participar desse processo de revelação de novos cidadãos que o esporte forma. Os Correios estão sempre juntos com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Esperamos que tudo melhore e que possamos fazer um bom papel nas Olimpíadas”, ressaltou.

Segundo o diretor-geral de esportes da CBDA, Renato Cordani, o Troféu Chico Piscina mostrou que a natação do Brasil poderá contar com ainda mais nomes de peso daqui alguns anos. “Foi uma competição maravilhosa, principalmente porque vemos o esporte em sua essência. Em paralelo a isso, vemos uma disputa muito grande por medalhas, vários recordes quebrados e uma competição de alto nível”, afirmou.

Copa do Mundo de Maratona Aquática – Quatro brasileiros conquistaram medalhas neste domingo (15), na etapa chinesa da Copa do Mundo de Maratona Aquática. Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo, Viviane Jungblut e Fernando Ponte conquistaram o pódio. Na prova de 10km feminino, Ana Marcela Cunha foi mais uma vez brilhante e conquistou a medalha de ouro. Na mesma prova, a gaúcha Viviane Jungblut, que disputou a prova pela primeira vez, também se destacou e saiu com a medalha de bronze. A italiana Adriana Bridi ficou com a prata. Saiba mais no site da CBDA.

 

Publicado em Patrocínios | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Selo celebra os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida

Para marcar as comemorações dos três séculos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, os Correios lançaram, nessa quinta-feira (12), o selo comemorativo “Aparecida, 300 anos de Fé e Devoção”. A cerimônia de lançamento ocorreu durante missa campal realizada na cidade de Aparecida, no interior de São Paulo, aberta com uma mensagem em vídeo enviada pelo papa Francisco para os mais de 200 mil fiéis presentes.

A emissão filatélica registra o encontro da imagem da padroeira do Brasil por três pescadores no Rio Paraíba do Sul, em 1717, e passará a compor o acervo do Museu dos Correios, em Brasília, servindo como fonte de registro e pesquisa. Representando os Correios, o carteiro Marcos Luiz do Nascimento, obliterou o selo, ao lado do presidente da empresa, Guilherme Campos.

Em discuso, o dirigente comparou o alcance da Igreja Católica à capilaridade dos Correios, que estão presentes em todos os municípios do país. “É um prazer e uma honra muito grande representar, ao lado do Marcos Luiz, os 108 mil empregados dos Correios na celebração desse marco tão importante da fé católica”, ressaltou Campos.

Também participaram da solenidade o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e autoridades eclesiásticas.

O selo – Com tiragem de 120 mil unidades, o bloco apresenta um único selo em que se destaca, em primeiro plano, a imagem de Nossa Senhora Aparecida, e, ao fundo, uma simulação gráfica de aquarela, tendo como base o elemento água, em referência ao local onde foi resgatada a pequena escultura. A emissão foi criada pela artista Pamela Prudente, com técnicas de fotografia e computação gráfica, e estará à venda, nas principais agências postais e loja virtual Correios Online.

 

Assista ao vídeo da cerimônia:

Publicado em Institucional | 2 comentários

Correios e FNDE renovam parceria de megaoperação para entrega de livros didáticos

Os Correios e o Fundo Nacional de Desenvolvimento e Educação (FNDE) renovaram, na última sexta-feira (6), a parceria para continuidade da maior operação logística de livros didáticos do mundo. Por meio do Programa Nacional do Livro Didático, o governo federal provê as escolas de educação básica pública com obras pedagógicas e literárias, além de outros materiais educativos, de forma sistemática, regular e gratuita.

Pelo novo contrato comercial, os Correios entregarão cerca de 150 milhões de livros didáticos para mais de 30 milhões de alunos, atendendo a 125 mil escolas públicas em mais de 5.500 municípios.  A megaoperação logística, realizada há 23 anos, envolve diretamente 11 mil colaboradores e movimenta 90 mil toneladas de livros em 27 centros de logística integrada.

A frota de 8 mil caminhões e meios de transporte alternativos garantem a entrega em localidades de difícil acesso. Um exemplo é o município de Cotijuba, no sul do Pará, aonde os livros são levados por caminhões nas rodovias federais, passam para veículos menores em estradas estaduais e vicinais, até chegar à beira do rio Araguaia, conduzidos por barco.

Além de reduzir custos, o trabalho dos Correios garante a qualidade e a entrega pontual dos livros antes do início do ano letivo. “Somos a maior empresa logística da América Latina e só quem entende de Brasil tem capacidade de assumir uma operação tão importante como essa. Temos a honra e o orgulho de contribuir para o acesso ao conhecimento a todos os estudantes, onde quer que estejam”, afirma José Furian Filho, vice-presidente de Negócios Públicos dos Correios.

Reconhecimento – Pelo desempenho apresentado nessa megaoperação, os Correios já foram premiados pelo World Mail Awards, uma espécie de “Oscar do setor postal” na categoria Terceirização em Logística, como um dos melhores do mundo, além de ser premiado também pela Associação Brasileira de Movimentação Logística (ABML) e pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP).

Publicado em Institucional | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Torneio Troféu Chico Piscina desembarca em Mococa

A cidade de Mococa, no interior de São Paulo (SP), recebe de 12 a 14 de outubro o 49º Campeonato Brasileiro Interfederativo de Natação. Internacionalmente conhecido como Troféu Chico Piscina, o torneio reúne os melhores atletas das categorias infantil e juvenil do Brasil. A competição é organizada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e conta com apoio dos Correios, do governo do estado de São Paulo, da Federação Aquática Paulista e do Clube Mocoquense.

Ao todo, participarão da competição 349 atletas de 14 estados brasileiros e mais cinco países. De acordo com o gerente-geral de esportes da CBDA, Ricardo Prado, o torneio se tornou um celeiro de grandes campeões brasileiros. “Além de testar os melhores atletas das categorias infantil e juvenil, o torneio os coloca em um clima de competição internacional. Isso é muito importante para o futuro do esporte”, ressaltou.

Das 48 edições do Troféu Chico Piscina, Rio de Janeiro e São Paulo conquistaram o título de campeão-geral em 24 edições. Os paulistas sagraram-se campeões em 23 vezes, enquanto os cariocas ganharam três. Neste ano, a competição será dividida entre eliminatórias no período da manhã e finais no fim da tarde. Para conferir os resultados e desempenho dos atletas, acesse o site e as redes sociais da CBDA.

Publicado em Patrocínios | Com a tag , , , | 1 comentário

Correios apoia campanha Outubro Rosa

Por mais um ano, os Correios participam da campanha mundial Outubro Rosa, que nesta edição no Brasil tem como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”.  Alinhada a recomendações do Ministério da Saúde, a iniciativa tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, além de desmistificar conceitos em relação à doença.

Neste sentido, ao longo do mês os Correios realizarão, em todo o Brasil, ações de apoio à campanha, estimulando a postura de atenção das mulheres sobre a necessidade de investigação de alterações suspeitas. No Rio de Janeiro, as duas unidades culturais dos Correios, o Centro Cultural Correios (CCC) e o Espaço Cultural Correios Niterói (ECC), ficarão iluminados de rosa como forma de engajamento ao movimento.

Além disso, no CCC do RJ, será exibida a mostra de fotografias “Movendo o corpo, Fotografando o alma”, que retrata o exemplo de superação de mulheres que tiveram a doença  e, por meio do esporte, conseguiram vencer o processo de tratamento.  Também haverá apresentação do grupo Varal de Marias, um recital do trio As cigarras com poesia, músicas e depoimentos romanceados de mulheres que tiveram a doença.

Conscientização – Criada nos Estados Unidos na década de 1990, a campanha Outubro Rosa visa estimular, anualmente, a participação da sociedade no controle do câncer de mama. No Brasil, a primeira iniciativa partiu de um grupo de mulheres, em 2002, e foi marcada pela iluminação rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo — em 2 de outubro, o monumento ficou iluminado com a cor da campanha.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são: caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço e saída espontânea de líquido dos mamilos. Para mais informações, acesse o portal do Inca.

Publicado em Institucional | Com a tag , , , , | 1 comentário