Correios e empresas de plataforma fortalecem parceria para logística integrada

EM FOCO | Nesta quarta-feira (19) representantes dos Correios, de empresas de plataforma e de ERP estiveram reunidos na Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). Na pauta, o e-fulfillment – novo serviço de logística da estatal voltado ao comércio eletrônico –, que está se integrando a essas plataformas e deve aprimorar os processos das lojas virtuais, oferecendo serviços cada vez mais eficientes para as micros e pequenas empresas. Foto: Ascom/camara e.net

EM FOCO | Nesta quarta-feira (19) representantes dos Correios, de empresas de plataforma e de ERP estiveram reunidos na Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). Na pauta, o e-fulfillment – novo serviço de logística da estatal voltado ao comércio eletrônico –, que está se integrando a essas plataformas e deve aprimorar os processos das lojas virtuais, oferecendo serviços cada vez mais eficientes para as micros e pequenas empresas. Foto: Ascom/camara e.net

 


Esta entrada foi publicada em Em Foco e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

37 respostas a Correios e empresas de plataforma fortalecem parceria para logística integrada

  1. JURA disse:

    Incrementar serviços é muito bom, melhorar receitas maravilhoso para empresa e todos nós, e agora qual será o projeto de contratação de pessoal, não adianta contratar novos serviços se não tiver qualidade na entrega, precisa rever este conceito.

  2. MARIA CRISTINA BORGES DE OLIVEIRA disse:

    Excelentes ações! Os Correios vanguardistas no mundo estão investindo para atender o boom do e-commerce e estão criando customizações para apoiarem as micro, pequenas e médias empresas também!

  3. Eric Carvalho disse:

    Indicadores de rentabilidade

    Tem como objetivo a análise do desenvolvimento econômico, tem como principais usuários investidores e gestores, utilizamos dre para evidenciamento desse desempenho.

    _ ROI
    -GIRO DO ATIVO
    -DECOMPOSIÇÃO DO ROI
    RETORNO SOBRE PÇ
    ALAVANCAGEM FINANCEIRA
    EBITDA
    EVA

    ROI: RETORNO SOB INVESTIMENTO, POR MEIO DELE É POSSÍVEL SABER QUANTO DINHEIRO UMA EMPRESA ESTÁ GANHANDO OU PERDENDO EM CADA INVESTIMENTO REALIZADO.

    -ROI representa o lucro ou prejuízo obtido depois de um determinado investimento.
    Fórmula de cálculo do ROI é muito simples:
    ROI = ((Receita – Custos) / Custos) * 100

    Ou seja, basta calcular a Receita Líquida que o investimento irá gerar para a empresa durante todo o tempo que estará operante, subtraindo os seus custos de aquisição e depois dividir isto tudo pelos próprios custos de aquisição do investimento.
    Por exemplo, imagine que sua empresa esteja planejando adquirir uma nova máquina no valor de R$ 100.000. Esta máquina terá uma vida útil de 10 anos (leia aqui sobre depreciação, amortização e exaustão) gerando mensalmente um aumento de R$ 2.500 na Margem de Contribuição da empresa (já subtraídos os custos de produção e comercialização). Logo em 10 anos a máquina irá gerar R$ 300.000 adicionais para a empresa. Subtraindo os custos de aquisição do equipamento, teremos um Retorno sobre o Investimento de 200%.
    IMPORTANTE: na fórmula de cálculo do ROI devem ser consideradas apenas as receitas e custos adicionais gerados pelo investimento e não as receitas e custos totais da empresa.
    ROA (Retorno sobre o Ativo)
    Conhecido por ser um indicador que apresenta como a empresa é rentável em relação ao seu total de ativos, o ROA fornece uma visão de quão eficiente é a gestão da empresa na utilização de seus ativos para gerar ganhos.
    Utiliza-se o cálculo do Retorno sobre Ativos para analisar a capacidade que uma empresa tem de gerar lucros a partir de seus ativos. Em outras palavras, o ROA informa que ganhos foram gerados a partir do capital investido em ativos.

    Importância do Retorno sobre o Ativo

    Saber sobre o ROA é essencial para itens como:
    o Ter conhecimento de como a margem de lucro aumenta ou se deteriora;
    o Medir a eficiência dos ativos permanentes em produzir vendas;
    o Avaliar a gestão do capital de giro;
    o Estabelecer medidas para controlar custos e despesas em função do volume de vendas.

    ROA é também um indicador importantíssimo para medir a eficácia da alocação de ativos na empresa. Você vai concordar que para tomar decisões sobre investimentos é necessário considerar e avaliar todos os custos e benefícios associados. Com investimentos mais promissores, a base de ativos será usada de maneira muito mais efetiva, logo, o ROA será maior.

    Como calcular o Retorno sobre o Ativo?
    O cálculo de ROA é direto e seus componentes são facilmente localizados nas demonstrações financeiras da empresa. Para entender melhor, sua fórmula é:

    Retorno sobre o Ativo = Lucro Operacional / Ativo Total Médio

    Para encontrar o Lucro Operacional, é necessário verificar o Demonstrativo do Resultado de Exercício (DRE). Para isso, deve-se primeiramente encontrar o Resultado Antes dos Resultados Financeiros e dos Tributos. Logo em seguida, subtrai-se este valor do Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro. Já o valor do Ativo Total Médio é encontrado no Balanço Patrimonial. O resultado do cálculo é dado em porcentagem.
    Como você deve imaginar, o ROA varia substancialmente em diferentes empresas (veremos sobre isso no tópico abaixo). Por esse motivo, é recomendado que o Retorno sobre o Ativo seja comparado com os valores anteriores da empresa ou com o retorno de uma empresa similar.
    As regras que se aplicam para todos os casos são:
    o Quanto maior for o ROA, mais a empresa está ganhando em seus ativos.
    o Um baixo Retorno sobre o Ativo em comparação com a média do setor é sinal de que os ativos da empresa estão sendo utilizados de maneira ineficiente.
    o ROA está longe de ser a ferramenta ideal de avaliação de investimentos. Isso se explica porque, uma vez que os ativos em questão são aqueles avaliados no balanço (em outras palavras, ativos fixos e não ativos intangíveis, como pessoas ou ideias), o ROA nem sempre é útil para comparar uma empresa em relação a outra.

    Qual a diferença entre ROA e ROI?

    Você vai responder: “elementar, meu caro Watson, ROI é Retorno sobre o Investimento enquanto ROA é Retorno sobre o Ativo”. Bom, mas essa pergunta não estaria neste artigo se não fosse importante, certo?
    Você já sabe que cada um dos indicadores oferece uma perspectiva diferente, por isso, para utilizá-los como ferramenta de comparação entre duas empresas, é necessário ter certeza de que as organizações envolvidas estejam fazendo uso das mesmas definições para as variáveis em suas fórmulas.
    A principal diferença entre Retorno sobre o Ativo e Retorno sobre o Investimento é que o ROA indica quão capaz e eficiente a empresa é para gerar renda com seus ativos. Por outro lado, o ROI mede a rentabilidade em termos de investimento. Em sua essência, o ROI mede os efeitos benéficos que os investimentos tiveram em sua empresa durante um período definido.
    Em termos de aplicação, dizemos que o Return on Assets é o mais indicado se o objetivo for comparar o quão bem diferentes empresas de uma mesma indústria geram lucros com os ativos que possuem. Lembre-se que quanto maior for a semelhança das empresas em porte e escopo, mais precisa será a comparação. Já o Return on Investments é mais indicado para comparar empresas que recebem fundos de investidores. Um exemplo disso é utilizar o ROI para comparar empresas de capital aberto em diferentes indústrias, caso seu objetivo como profissional da área de planejamento e controladoria seja o de determinar onde seu investimento financeiro pode gerar mais lucros.
    Como você deve ter percebido, apesar de haver uma diferença entre ROA e ROI, ambos têm grande utilidade, no entanto, observe que os dois são fortemente afetados pelo tamanho da base de ativos/investimentos, sendo assim, se a base de ativos/investimento for maior, o ROA ou ROI resultante será menor.

    E qual a diferença entre ROA e ROE?
    ROE significa Return on Equity, ou Retorno sobre o Patrimônio Líquido. Ele nos mostra com que eficácia uma organização aproveita sua base de capital. O ROE representa uma das informações mais importantes (ou pelo menos deveria ser) para os donos do negócio, pois, como o próprio nome diz, indica o quanto que a empresa gera de retorno para cada centavo que o acionista aplica na organização.

    ma das principais diferenças entre ROA e ROE está na dívida. O patrimônio líquido e os ativos totais da empresa serão os mesmos se a organização não tiver dívidas. Do contrário, ou seja, caso a empresa faça um empréstimo, o ROE se tornará maior que o ROA.
    Para tirar conclusões sobre a saúde financeira e o desempenho de uma empresa, é essencial analisar tanto o ROE quanto o ROA. Com um ROA alto e uma dívida gerenciável, se o ROE também é alto, significa que a empresa está gerando bons ganhos com o dinheiro em caixa. Mas se o ROA é baixo e a empresa possui uma grande dívida, um ROE elevado pode dar um panorama errado da empresa.
    Quando o assunto é taxas de crescimento, o valor do Retorno sobre Ativos é utilizado para determinar a taxa de crescimento interna de uma empresa. Esta nada mais é do que a taxa de crescimento máxima que uma empresa pode alcançar sem recorrer ao financiamento externo. Já o valor do Retorno sobre o Patrimônio é usado para determinar qual é a taxa de crescimento sustentável de uma empresa. Trocando em miúdos, a taxa de crescimento máximo alcançada por uma organização sem emitir novas ações ou alterar sua relação dívida/capital próprio.
    Para saber mais sobre ROE, recomendamos o artigo Análise de ROE (Return on Equity): sua empresa rentabiliza acima do Custo de Oportunidade?
    Por fim: aplicando o ROA
    Acredito que você já deva ter entendido a aplicação do ROA, mas para ter certeza disso, observe algumas situações:
    o O ROA é utilizado para medir o lucro contra os ativos que uma empresa usa para gerar receita. Sendo assim, profissionais da área financeira o utilizam para avaliar se a receita gerada pela organização é suficiente para manter seus ativos. Em caso negativo, faz-se necessário avaliar os ativos em si (se estão funcionando corretamente, por exemplo) e até as próprias operações da empresa (estão sendo gerenciadas de maneira a gerar lucro?). Lembre-se que quanto mais ativos uma empresa possui, mais dinheiro ela precisa para continuar gerando receita.
    o O rácio Retorno sobre o Ativo é também útil para investidores avaliarem a força financeira e a eficiência de uma empresa em utilizar os recursos.
    o Outra situação que não podemos deixar de fora é que o ROA é igualmente importante para que controllers consigam medir o desempenho dos ativos em relação aos objetivos do negócio ou à concorrência.

    Concluindo
    O ROA (Retorno sobre o Ativo) é um índice de rentabilidade. Trata-se de um indicador que apresenta como uma empresa é rentável em relação ao seu total de ativos. Conhecido em inglês como Return on Assets, ele fornece uma visão de quão eficiente a gestão da empresa é na utilização de seus ativos para gerar ganhos.
    O Retorno sobre o Ativo pode ser um indicador útil para comparar o desempenho da empresa de um ano para o outro. Pode também ser utilizado para comparar o desempenho de duas empresas diferentes, mas, como vimos, nesse caso se faz necessária uma compreensão mais aprofundada do tipo do negócio, já que algumas indústrias e empresas requerem maiores quantidades de ativos fixos para produzir bens e serviços para venda.

    Análise de ROE (Return on Equity): sua empresa rentabiliza acima do Custo de Oportunidade?
    o momento em que pensamos aplicar nosso dinheiro para abrir um novo negócio, ou até mesmo nos tornarmos sócios de uma companhia, sendo ela de capital aberto ou não, jamais podemos nos esquecer de considerar em nossa análise o Custo de Oportunidade.
    Mas afinal, você sabe o que realmente é este Custo de Oportunidade e de que forma calcula-lo? Indo além, você já parou para pensar por quê analisar o Custo de Oportunidade ao tomar decisões sobre investimentos pode ser decisivo para sua empresa?
    Independente de suas respostas para as questões acima, fique tranquilo. Preparamos um artigo top com boa parte das respostas mais importantes e todos os direcionamentos que você precisa para buscar as respostas que faltarem. Confira!
    Entendendo o Custo de Oportunidade
    Este é um termo muito usado quando falamos em tomada de decisões, principalmente as decisões tomadas com base em informações financeiras.
    Para toda decisão que tomamos, automaticamente renunciamos todos os outros caminhos possíveis (agora faz mais sentido a imagem de capa deste post, com as três portas, não é mesmo?).
    Por exemplo, trocar de carro ao invés de poupar o dinheiro para a reforma da casa; cursar uma graduação ao invés de dedicar este tempo para outro projeto; ler um livro ao invés de ficar navegando em redes sociais durante o horário do almoço; e assim por diante.
    Perceba que para todas as situações podemos ter duas ou mais opções, o que diferencia uma da outra é a análise particular que fazemos com base em nossas necessidades, valores e paradigmas. Levamos em consideração sempre nossos objetivos, ganhos e perdas de cada opções, calculando assim, inconscientemente, o Custo de Oportunidade.
    Já para as decisões financeiras, principalmente as mais técnicas, como a de se tornar um acionista de uma empresa, podemos contar com alguns parâmetros que acabam dando um norte fundamentalista para apoiar nossa decisão. Entre os mais diversos instrumentos utilizados, temos os Indicadores de Desempenho e quando falamos em analisar o Custo de Oportunidade, o principal deles é o ROE (Return on Equity).
    Return on Equity (ROE)
    Você já deve ter ouvido ou lido em algum lugar este termo, que em uma tradução livre seria o mesmo que Retorno sobre o Patrimônio Líquido (RsPl).
    Este indicador é uma das informações mais importantes (ou pelo menos deveria ser) para os donos do negócio. Afinal, o ROE (Return on Equity), como o próprio nome diz, indica o quanto que a empresa gera de retorno para cada centavo que o acionista aplica na organização.
    Caso você nunca tenha ouvido falar sobre este indicador ou já leu sobre o tema e quer apenas recordar, abaixo tem um resumo do conceito:
    Retorno sobre o patrimônio líquido (RsPl) ou como é mais conhecido na linguagem do mercado, Return on Equity (ROE), é um indicador financeiro que se refere em percentual quanto uma empresa está gerando de retorno para o capital próprio investido (dinheiro do dono).
    Fórmula do ROE
    A fórmula para calcular o ROE é bastante simples. Todavia, a empresa precisa estar com a contabilidade em dia para obter as informações que o compõe:
    ROE = LL \ PL
    Exemplo 1 – Analisando a oportunidade de iniciar uma nova empresa.
    Para deixar o exemplo mais abrangente, dividimos o exemplo de análise do Custo de Oportunidade ao abrir uma nova empresa em duas situações hipotéticas.
    Primeira Situação
    Após realizar um plano de negócio, suas projeções indicam que você irá precisar de um capital inicial de R$500.000,00, e que a expectativa de resultado para os próximos 5 anos é de obter um lucro líquido anual de R$25.000,00. Aplicando a fórmula acima, chegamos facilmente à projeção de um ROE de 5% ao ano.
    Não estamos dizendo que sempre, mas normalmente a primeira conclusão que se tira desta análise é “ótimo, tive lucro então o negócio é viável!”.
    Mas é preciso muita calma nesta hora! Nós brasileiros somos muito apegados ao lucro líquido e nos esquecemos de conferir a sua consistência. É preciso analisar o investimento de forma uma pouco mais profunda. Para isto, pode ser muito útil se fazer algumas questões como:
    o Afinal, qual é o meu custo de oportunidade em relação a esse ROE?
    o Que outras opções de investimentos eu posso usar como base de comparação para saber se estou fazendo um bom negócio?
    o Um ROE de 5% a.a. é bom ou ruim?
    A resposta para todas estas questões é uma que sempre funciona no mundo das finanças, DEPENDE! Mas depende do que?
    Primeiro precisamos analisar o custo de oportunidade do país em que o negócio será aberto. No caso do nosso exemplo, Brasil.
    Estamos em um país onde a taxa básica dos juros (SELIC) é muito alta, ainda mais na atual conjuntura econômica em que estamos passando. Levando isto em consideração, o primeiro ponto que precisamos analisar em relação ao custo de oportunidade é, o quanto eu ganharia se aplicasse os mesmos R$500.000,00 em qualquer investimento atrelado a taxa SELIC, que teoricamente, seriam investimentos considerados de baixíssimo risco.
    Atualmente, descontando taxas e imposto de renda, seria um ROE próximo aos 11% ao ano.
    Perceba que o primeiro requisito, que é o de superar o custo de oportunidade do país, a empresa já não se mostrou muito atrativa, afinal, por que iriamos querer investir nesta empresa, correr grandes riscos, ter passivos trabalhistas, além de todos os problemas do dia-a-dia que um negócio próprio pode gerar, se eu consigo praticamente o dobro do retorno optando por deixar meu dinheiro aplicado a qualquer investimento atrelado a SELIC, sem correr grandes riscos, e ainda de quebra consigo ter liberdade de tempo para realizar outras atividades (o que normalmente não acontece quando se tem um negócio próprio).
    Segunda Situação
    Vamos agora supor que refizemos todo o modelo de negócio e fomos um pouco mais otimistas em nossas projeções o que resultou em um ROE anual de 20% (R$100.000,00). E agora?
    Novamente a resposta é, DEPENDE! Como citado em nosso exemplo anterior, já temos um Custo de Oportunidade de 11% (investimentos atrelados à SELIC) e o mais importante, com baixo risco. Ou seja, esta é nossa TMA (Taxa Mínima de Atratividade).
    Se pretendemos abrir um negócio próprio ou investir em alguma companhia, significa que estaremos correndo riscos maiores, então precisamos no mínimo que o retorno sobre o investimento empate com a SELIC e ainda alguns percentuais a mais. Chamamos isto de prêmio de risco.
    Mas quanto a mais que a SELIC seria interessante para aceitar a proposta? Esta resposta está na segunda parte de nossa análise, a análise do segmento.
    Análise de Segmento
    Vamos supor que a empresa do nosso exemplo é do segmento de cosméticos. Partindo do princípio que você já possui um pouco de conhecimento a respeito do segmento que ela pertence, atrelado a um bom benchmarking, seria possível estimar uma taxa de prêmio de risco.
    Por exemplo, olhando para empresas listadas na bolsa, encontramos a Natura, que além de ser do segmento de cosméticos, é uma das campeãs de ROE dentre as empresas na BOVESPA. Ela consegue, com bastante consistência, um Return on Equity acima dos 60% ao ano. É isto mesmo, você não leu errado. O Return on Equity da Natura é acima dos 60% ao ano!
    Em uma análise fria, se deixarmos de lado o market share e porte da Natura, que são enormes, praticamente estaríamos compartilhando do mesmo risco do segmento. Ou seja, se vou abrir uma empresa que está no mesmo segmento que Natura, quero um ROE pelo menos próximo ao que ela consegue com tanta consistência.
    Lógico que para um benchmarking mais completo e técnico existem outras empresas e variáveis a serem comparadas. Citamos a Natura e seu ROE, pois ela possui capital aberto o que facilita a consulta das informações para simplificar o exemplo.
    Exemplo 2 – Já possuo uma empresa em atividade
    Em nosso segundo exemplo, vamos supor já possuir um negócio em andamento, por exemplo, um supermercado.
    Chegado o final do ano e a área de planejamento e controladoria finaliza os demonstrativos constatando que o ROE foi 6% durante determinado ano. Dando uma olhada na taxa Selic do mesmo período observamos que foi de 12%, ou seja, perdemos 6% depois de muito esforço para vender, administrar e ainda correndo riscos de assaltos, incêndio no estoque, processos trabalhistas, dentre outras coisas que podem ocorrer.
    Na verdade não perdemos 6%, mas a sensação é a de perda, afinal poderíamos ter rentabilizado 12% com um esforço bem menor e correndo riscos baixíssimos, quando comparado ao de se ter um supermercado.
    Tudo bem, o objetivo agora é projetar os próximos períodos, sendo assim quais são as estratégias para que as projeções mostrem que a empresa irá começar a rentabilizar acima do Custo de Oportunidade? O cenário precisa se reverter, caso contrário uma aplicação em renda fixa se torna mais atrativa que manter o supermercado.
    No caso deste supermercado, foco central de esforço deveria ser colocado em parar por um momento e realizar um bom Planejamento Estratégico, Tático e Operacional para o próximo ano, começando por uma profunda Análise SWOT do negócio. Ao final desta etapa, a administração do supermercado deveria elaborar um Planejamento Orçamentárioalinhado aos planos estratégicos e depois acompanhado de forma bem próxima durante o ano para garantir o aumento da Rentabilidade e Lucratividade.
    Falta de ROE não quebra empresa!
    Você não encontra (ao menos eu nunca encontrei) empresas dizendo que quebraram por falta de ROE. De fato, o que pode quebrar a empresa é falta de caixa e outros problemas de gestão, mas não falta de ROE. O maior problema relacionado ao ROE é a sensação (real) de perda de quem está investindo o dinheiro.
    Uma frase que é comum escutarmos por aí e que você deve tomar muito cuidado é “não se preocupe, este ROE baixo é característico do segmento”. O que podem ser característicos de segmentos são outras margens, como o EBITDA, Margem de Contribuição, etc.
    O ROE nunca deveria ser baixo! Pode até iniciar ou estar em determinado período abaixo do Custo de Oportunidade, mas precisa existir uma estratégia que projete a superação do índice ao longo dos anos.
    Utilizamos apenas dois exemplos para melhor ilustrar esta relação, mas perceba que para qualquer tomada de decisão financeira, independentemente de sua magnitude, é muito importante estar atento a este KPI.
    As grandes questões a analisar é: quantas pessoas que estão aceitando se aventurar na economia real, abrindo empresas e gerando empregos, se dificilmente conseguem resultados acima de um custo de oportunidade tão alto como o do nosso país? E os empresários, com que frequência estão monitorando a relação entre Rentabilidade (Return on Equity) e o Custo de Oportunidade?
    Talvez este assunto não seja novidade para você, mas é bacana ter estes conceitos sempre frescos em nossas mentes para que possamos cada vez mais tomar decisões com base em fundamentos e de forma técnica.
    Indicadores ROE, ROI e ROA
    Estamos numa evolução da indústria de tecnologia a cada dia inventa-se algo diferente, para muitos empresários deve-se fazer um planejamento de cada item que se pretende lançar no mercado, usando-se três ferramentas de investimentos que servirá de suporte para medir a temperatura da empresa.

    Return On Equity (ROE); que em português significa retorno sobre o patrimônio liquido é um indicador financeiro que é expresso em percentual analisando o resultado do seu próprio recurso financeiro.

    É uma das principais ferramentas utilizada pelos acionistas nas analises fundamentalista e empreendedores para acompanhar o desenvolvimento da empresa, quanto maior o percentual do ROE, melhor a rentabilidade dos seus recursos aplicados a sua equação é da seguinte forma:

    ROE= Lucro Liquido/Patrimônio Liquido

    Return On Assets (ROA); que em português significa retorno sobre os ativos é outro indicador financeiro que demonstra a capacidade dos ativos da empresa em gerar resultados, também é expresso em porcentagem. ROA pode-se transmitir uma noção do quanto à empresa consegue fazer aquilo que ela possui, permiti fazer comparações empresas do mesmo setor a eficiência no uso do capital investido e também dá uma ideia da intensidade de capital de cada indústria, sua equação é da seguinte forma:

    ROA= Lucro Liquido /Total dos Ativos

    Return On investment (ROI); que em português significa retorno sobre o investimento é relação entre a quantidade de dinheiro ganho ou perdido como resultado do investimento. Resumidamente o ROI é utilizado para viabilizar projetos de publicidades, marketing, iniciação de uma empresa e etc.; o resultado do ROI é sempre o mesmo resultado do Roa, sua equação é:

    ROI= Lucro Liquido / Investimentos

    Segundo Gitman (2010, p.60)
    “O retorno sobre o ativo total (ROA), muitas vezes chamado de retorno sobre o Investimento (ROI), mede a eficácia geral de administração na geração de lucros a partir dos ativos disponíveis. Quanto mais elevado o retorno sobre o ativo total de uma empresa, melhor”.

    Essas três ferramentas são importante para controlar o andamento da empresa, enquanto o ROE é muito utilizado pelos donos de maneira estratégica para medir o seu retorno; ROA e ROI de maneira eficiente é utilizado pelos gestores e administradores quando apresenta um projeto de melhoria para à empresa.
    INDICADORES DE RENTABILIDADE E COMO SE CALCULA Os indicadores de rentabilidade ou índices de rentabilidade servem para medir a capacidade econômica da empresa, isto é, evidenciam o grau de êxito econômico obtido pelo capital investido da empresa. Segundo Assaf Neto (2009, p. 228), “esses indicadores têm por objetivo avaliar os resultados auferidos por uma empresa em relação a determinados parâmetros que melhor revelam suas dimensões.” O embasamento adotado para comparar o estudo dos resultados empresariais são o ativo total, o patrimônio líquido e as receitas de vendas (ASSAF NETO, 2009). Seguindo a mesma idéia, Wernke (2008), afirma: Os quocientes da “rentabilidade” objetivam demonstrar o retorno proporcionado pelos investimentos realizados na empresa. Destarte, ao avaliar a rentabilidade os investidores terão condições de decidir se vale a pena manter o empreendimento, se é interessante economicamente aplicar mais capital no negócio ou se a companhia está proporcionando retorno inferior a outras oportunidades de investimento disponíveis. Retorno Sobre o Ativo (ROA) O ROA significa a “taxa de retorno gerado pelas aplicações realizadas por uma empresa em seus ativos. Indica o retorno gerado por cada $ 1,00 investido pela empresa” (ASSAF NETO, 2008, p. 229). Logo, é calculado da seguinte forma: ROA = Lucro Operacional Ativo Total Médio O autor (2009) afirma que o lucro operacional trata-se do resultado da empresa antes das despesas financeiras, ou seja, “é o resultado gerado exclusivamente pelas decisões de ativos” (ASSAF NETO, 2009). E, continua atestiguando que por critério de decisão, o retorno sobre o ativo (ROA), pode ser “interpretado como custo financeiro máximo que uma empresa poderia incorrer em suas captações de fundos” (p. 229). Wernke (2008, p.281), define ROA como “o indicador que evidencia o retorno conseguido com o dinheiro aplicado pela empresa em ativos num determinado período.” O uso do ROA pode proporcionar alguns benefícios segundo Wernke (2008, p. 284- 285), os quais são: a identificação de como a margem do lucro aumenta ou se deteriora; a possibilidade de medir a eficiência dos ativos permanentes em produzir vendas; possibilidade de avaliar a gestão do capital de giro por intermédio de indicadores mensurados em dias; faculta o estabelecimento de medidas que aferem a habilidade do gestor para controlar custos e despesas em função do volume de vendas; propicia a comparação das medidas de eficiência citadas anteriormente e estabelece o patamar máximo de custo de captação de recursos que a empresa pode suportar. Retorno Sobre o Investimento (ROI) Para Assaf Neto (2009), o ROI “é uma alternativa ao uso do ROA para avaliar o retorno produzido pelo total dos recursos aplicados por acionistas e credores nos negócios.” De acordo com Wernke (2008), “o interesse por este indicador deve-se ao fato de que este combina fatores de lucratividade (como receitas, custos e investimentos) e os transforma em taxa percentual.” Por isso, é possível o comprá-lo com a taxa de retorno de outros investimentos, internos ou externos à companhia. O capital investido é composto pelos recursos (passivos) onerosos (dívidas da empresa que produzem juros) captados pela mesma junto a credores, e os recursos próprios aplicados por seus proprietários (acionistas), cujos valores são registrados em contas do Patrimônio Líquido (ASSAF NETO, 2009). VIII Convibra Administração – Congresso Virtual Brasileiro de Administração – http://www.convibra.com.br No que concerne ao cálculo do ROI, não há um consenso a respeito dos fatores que devem ser considerados para a determinação do ROI (WERNKE, 2008). Logo, o ROI pode ser apurado através da seguinte equação: ROI =Lucro operacional (antes do Imposto de Renda) Investimento Médio (Passivos Onerosos + PL) Onde, para encontrar o investimento médio calcula-se: Investimento = Ativo Total – Passivo de Funcionamento ou Passivo Oneroso + Patrimônio Líquido O Passivo de Funcionamento são aqueles recursos que não são efetivamente investidos na empresa como salários, encargos sociais, fornecedores, impostos, etc. Retorno Sobre o Patrimôno Líquido (ROE) Segundo Wernke (2008, p.267), “o ROE evidencia o retorno do capital próprio (PL) aplicado na empresa.” Ou seja, os acionistas são os que mais se interessam em acompanhar o desempenho desse indicador, uma vez que este se trata do retorno do investimento que foi feito, analisando se foi superior às outras alternativas ou se ultrapassou as taxas de rendimento do mercado financeiro (WERNKE,2008). Já para Assaf Neto (2009), o ROE trata-se da mensuração do retorno que a empresa tem dos recursos aplicados por seus proprietários (acionistas), ou seja, para cada $ 1,00 de recursos próprios (patrimônio líquido) investido na empresa, quanto os acionistas embolsam de retorno. Para calculá-lo usa-se a seguinte expressão: ROE = Lucro Líquido Patrimônio Líquido Médio O ROE, segundo Assaf Neto (2009), “deve ser comparado sempre com a taxa de retorno mínima exigida pelo acionista”. Por isso, para tornar-se atraente, “todo o investimento deve oferecer uma rentabilidade pelo menos igual à taxa de oportunidade” (p. 231).

  4. Eric Carvalho disse:

    Indicadores de Rentabilidade
    Quando compramos um ativo nos tornamos sócios daquela empresa. Estamos investindo nosso dinheiro no negócio, portanto é nossa obrigação conhecer a saúde financeira,/ liquidez, a estrutura de capital / endividamento e a situação econômica/ rentabilidade. Para medir o desempenho das organizações precisamos analisar esses números, isso porque investir certo é o ponto fundamental para o negócio crescer com consistência e não ser apenas mais uma empresa que alcança o sucesso, mas não consegue mantê-lo.
    Isso é análise de demonstrações financeiras onde vamos constatar a capacidade da empresa em gerar caixa, e honrar suas dívidas, assim teremos um cenário aproximado que nos fornecerá informações que serão parâmetros para investir, não investir, investir quando a situação melhorar ou sair do ativo porque o risco ultrapassa seu limite.
    Exatamente isso caro leitor, ativos/empresas são negócios, ou seja, dinâmicos, modificam sua situação financeira influenciada por diversos fatores, como já abordamos outras vezes indicadores macro.
    Antes de iniciar os conceitos, se ainda houver alguma dúvida em relação a importância destes índices lembre-se que eles tem uma enorme influência sobre a cotação/múltiplos ( tão largamente falados nos fóruns, sem muitas vezes o devido entendimento) bem como o acesso ao mercado de crédito. Se isso não for motivo suficiente então é preço rever seus conceitos sobre análise de fundamentos.
    Situações que Interferem nos Resultados
    Quando uma empresa tem um custo de perda com avarias no estoque ou na distribuição, ou quando tem uma ociosidade na produção devido a um mercado em baixa sem demanda e mesmo assim decide fabricar a capacidade efetiva aumentando estoques provocando um custo maior ainda de perda a LP (varejo e suas coleções encalhadas, pátios de montadoras lotados em 2015, etc.).
    Contrário se aplicaria a uma planta que tem demanda com alta variação, podendo assim usar produção empurrada (onde ainda não existe pedido) mantendo estoques que possam atender essa variação de demanda e assim preservar mercados (sistemistas), setor automotivo. Para entender melhor os cálculos de capacidade capacidade produtiva exemplos.

    Ou seja: muita atenção aos estoques, e qual indicador eu uso para entender essa situação, para compreender melhor a estratégia e a realidade financeira para que ela ocorra na prática?
    Ou podemos considerar que cada setor tem um tempo de ciclo específico, logo o ciclo operacional demanda mais informações para uma conclusão com margem de segurança adequada.
    Quando se fala em indústria, além da sazonalidade o impacto também se refere às demandas dos insumos principais (agro/ commodities) e ao nível de controle que a empresa tem sobre isso ( caso das indústrias que mantém um contrato fechado com o fornecedor , o que permite proteção no preço ) e na indústria o peso do insumo é um dos componentes que mais afetam o custo do produto, afetando diretamente a margem e por consequência o lucro.
    Isso quer dizer que quando se altera conjuntura de preços controlados pelo mercado por oferta e demanda o ciclo de indústrias que tem como insumo o agro ele fica mais curto e a empresa reverte mais rápido. No caso de indústria de projetos longos como a weg , já no balanço se percebe a diferença dos registros por competência e por caixa, ou seja, eu posso ter registros de competência mas que irão gerar caixa quando o projeto for finalizado , o que pode levar mais de um exercício contábil. Então como perceber essas nuances?

    Calculando os Índices
    1- Índice de Liquidez:
    Liquidez corrente: curto prazo AC e PC. Quando existe mais dinheiro em bens e direitos a curto prazo em relação as obrigações a curto prazo ( circulante no balanço patrimonial), quanto maior o índice maior a capacidade de giro
    ILC= Ativo Circulante
    Passivo Circulante
    Exemplo= 589.693,00= 1,20
    489.587,00
    Liquidez Seca – desconsiderando estoques, principalmente quando se trata de MP/insumos, quanto maior melhor.
    ILS= Ativo Circulante – Estoque
    Passivo Circulante
    2- Índices de Atividade:
    Prazo médio de estocagem: prazo médio de renovação
    IGE= Estoque x Período do CPV
    CPV
    Prazo médio de recebimento: muito importante para avaliar métodos de cobrança e estratégia logística.
    IPMR= Contas a receber
    Vendas diárias (média) /360
    Prazo médio de pagamento:
    IPMR= Contas a pagar
    Compras (médias)/360
    Giro do Ativo Total: mede eficiência da logística para gerar venda
    GAT= Vendas
    Ativo Total
    3- Índices de Endividamento:
    Índice de endividamento Geral– quanto maior o índice mais dinheiro de terceiros
    IEG= Passivo Exígivel Total
    Patrimônio Líquido
    Índice de Cobertura de Juros: quanto maior melhor a capacidade de pagamento
    ICJ= Geração de Caixa Ebitda
    Despesas Financeiras
    Endividamento Oneroso: quanto do capital esta comprometido com a dívida ( tudo que tenha custo financeiro)
    EO= dívida onerosa total
    Patrimônio Líquido
    Grau de Aplicação Financeira em relação ao PL
    GAF= Disponibilidades
    Patrimônio Liquido
    Endividamento Oneroso Líquido: usado em empresa que faz arbitragem
    EOL= dívida onerosa total – disponibilidades
    Patrimônio Líquido
    Cobertura da Dívida:
    CD= Dívida Líquida
    Geração de caixa (ebitda)

    4- Índices de Rentabilidade:
    Margem de Lucro Bruto: quanto maior melhor, é nessa busca que as empresas aumentam seus preços de venda e/ou diminuem seus custos
    MLB= Lucro bruto
    Receita de Vendas
    Margem de Lucro Operacional: Lucro descontados os custos e despesas dos produtos menos as despesas/receitas financeiras
    MLO= Lucro Operacional
    Receita de Vendas
    Margem de Lucro Líquido: preço de venda , descontados custos, despesas, juros, e considerando receita e despesa financeiras.
    MLL= Lucro Líquido
    Receita de Vendas
    Retorno sobre investimento: retorno do investimento, quanto maior melhor, indica a eficiência operacional
    ROI= Lucro Gerado pelos ativos ( operacional)
    investimento médio
    Rentabilidade do Patrimônio Líquido: retorno sobre capital investido, excelente métrica para comparação.
    ROE= Lucro Líquido
    Patrimônio Líquido Médio

    O que são índices de rentabilidade e lucratividade?

    ndices de rentabilidade e lucratividade são medidas quantitativas, de cálculo simples, que relacionam variáveis das demonstrações contábeis / financeiras das empresas – especialmente da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) e do Balanço Patrimonial –, com o propósito de facilitar uma análise gerencial acerca da capacidade da empresa de gerar retornos.
    A necessidade de utilizar indicadores de rentabilidade e indicadores de lucratividade se dá no fato de que apenas analisar o lucro líquido de uma companhia pode não refletir o total potencial econômico e financeiro da empresa.

    Índices de rentabilidade
    Os índices de rentabilidade relacionam algum lucro da DRE com alguma variável do balanço patrimonial, especificamente do ativo ou do patrimônio líquido.
    Diferença entre lucro e resultado
    Os lucros (bruto, operacional, líquido, etc), obtidos na DRE, são também chamados de “resultados”, pois tecnicamente o termo lucro ocorre apenas quando o resultado é positivo. Por outro lado, um resultado negativo indica um prejuízo.
    Cabe ressaltar, ainda, que os indicadores de rentabilidade possuem grande espaço nas análises das demonstrações contábeis, exercendo significativa influência sobre o processo de tomada de decisão gerencial dentro da empresa!
    Nos índices de rentabilidade, as principais variáveis das demonstrações contábeis utilizadas como base de comparação, são:
    • Ativo total
    • Patrimônio líquido
    • Receitas de vendas
    Já os principais resultados – entenda melhor no artigo sobre DRE – utilizados são:
    • Lucro operacional (lucro gerado pelos ativos)
    • Lucro líquido (após o IR)

  5. Eric Carvalho disse:

    Retorno operacional dos ativos (ROA)
    O ROA é o retorno dos ativos. Mede a capacidade da empresa de gerar retorno com sua atividade fim, pois trata de uma relação entre o lucro operacional e o ativo total.
    O lucro operacional pode ser entendido como o lucro gerado pelos ativos. O lucro operacional não depende da forma pela qual a empresa é financiada, pois vem antes das despesas financeiras, tendo ainda em sua composição a:
    • remuneração do capital próprio (sócios/acionistas) – lucro líquido;
    • e a remuneração do capital de terceiros (credores) – despesas financeiras.
    A fórmula do ROA – retorno operacional dos ativos – é dada por:
    ROA=Lucro OperacionalAtivo Total
    Return on investment (ROI) – Retorno sobre o investimento
    O ROI, retorno sobre o investimento, mede o poder de ganho da empresa. A fórmula do ROI é escrita da seguinte forma:
    ROI=Lucro LiquidoAtivo Total
    Return on equity (ROE) – Retorno sobre o patrimônio
    Mede o poder de ganho dos proprietários. O retorno sobre o patrimônio mede o quanto de retorno uma companhia é capaz de gerar com o dinheiro que foi aplicado pelos acionistas (shareholders). A fórmula do ROE é dada por:
    ROE=Lucro LiquidoPatrimonio Liquido
    O uso de valores médios para o cálculo dos índices de rentabilidade
    Ao invés de utilizar o ativo total, ou o patrimônio líquido do balanço patrimonial anual da companhia que está sendo analisada, alguns autores falam sobre utilizar o ativo total médio, ou o patrimônio líquido médio, ou seja, valores medidos com base nas informações dos dois últimos anos.
    Como assim? Veja um exemplo: se a intenção é calcular o ativo total médio de 2017, então é preciso utilizar os dados do balanço patrimonial do 4o. trimestre (fechamento anual), somar ao valor do ativo total do fechamento anual de 2016 e dividir por dois. O mesmo raciocínio serve para o cálculo do patrimônio líquido médio, ou qualquer outra variável do balanço patrimonial.
    Qual é a justificativa de calcular os índices de rentabilidade com valores médios? A justificativa reside no fato de que o balanço patrimonial é uma demonstração estática, que representa como que uma foto da empresa. Isso significa que o balanço patrimonial de 31/12 (fechamento anual) pode não refletir a composição do patrimônio da companhia ao longo de todo o exercício que passou. Por isso, para tornar os indicadores de rentabilidade mais próximos da realidade, é mais recomendado utilizar valores médios, sempre que possível.
    Vale ainda ressaltar que as variáveis da DRE, uma demonstração dinâmica, já contemplam o somatório do ano todo em relação às vendas, custos, despesas, tributos, etc.

    Índices de lucratividade
    Os índices de lucratividade relacionam algum lucro da DRE com a receita de venda (receita líquida da DRE). Os indicadores de lucratividade, também chamados de índices de margem, são também obtidos pela análise vertical da DRE.
    Os indicadores de lucratividade medem a eficiência da empresa em produzir lucro por meio das suas vendas.
    Uma análise gerencial dos indicadores de margem permite ao gestor ou investidor identificar um caminho para um possível problema de eficiência dentro da empresa.
    Veja um exemplo: se a margem EBTIDA tem se mantido relativamente constante ao longo dos anos, mas a margem líquida tem caído, após uma análise mais detalhada o investidor pode concluir que o problema está no alto custo financeiro, devido a uma má gestão do capital de giro que tem levado à necessidade de captação de empréstimos caros de curto prazo.

    Margem bruta (MB)
    A margem bruta é o índice de lucratividade que relaciona o lucro bruto com a receita líquida, também chamada de “vendas“.
    MB=Lucro BrutoVendas
    Margem Operacional
    A margem operacional é o índice de lucratividade que relaciona o lucro operacional com as vendas.
    MO=Lucro OperacionalVendas
    Margem EBIT
    O lucro operacional, da forma como é tratado pela legislação brasileira (Lei da SA`s), leva em conta a dedução das despesas administrativas, de vendas e financeiras (relacionadas com a atividade fim da empresa).
    O EBIT (Earnings Before Interest and Taxes, LAJIR em português), também entendido como uma forma de medir o lucro operacional, leva em conta apenas a dedução das despesas administrativas e de vendas, deixando as despesas financeiras (operacionais ou não) para deduzir na sequência da DRE.
    Neste contexto, outro índice de lucratividade é a margem EBIT, dada pela seguinte equação:
    MEBIT=EBITVendas
    Margem EBITDA
    Ainda falando sobre a eficiência operacional de uma empresa, o EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, LAJIDA, em português) é outra medida das operações (atividade fim) de uma empresa. A diferença entre o EBIT e o EBTIDA é que o EBTIDA, além de não considerar nenhum tipo de despesa financeira, desconsidera também os efeitos da depreciação e da amortização.
    A justificativa prática para utilizar a margem EBITDA nas análises gerenciais está no fato de que a depreciação e a amortização, apesar de serem contabilmente classificadas como despesas, não geram desembolso na prática. Por isso, a margem EBITDA é muito utilizada em métodos de valuation, por exemplo, para mensurar o valor de uma empresa.
    MEBITDA=EBITDAVendas
    Margem líquida
    A margem líquida é o melhor método para representar o usual termo “margem de lucro”. A margem líquida é o índice de lucratividade mais genérico de uma companhia, pois relaciona o lucro líquido com as vendas (receita líquida da DRE).
    Uma empresa que possui uma margem líquida superior aos seus concorrentes diretos é uma empresa eficiente em suas atividades operacionais e também eficiente na sua gestão financeira. Veja a fórmula da margem líquida:
    ML=Lucro LiquidoVendas
    Conclusão: índices de rentabilidade e lucratividade
    Este artigo mostrou em detalhes quais são e o que são índices de rentabilidade e lucratividade. Os índices de rentabilidade relacionam variáveis de resultado da DREcom variáveis patrimoniais do balanço patrimonial. Já os índices de lucratividade relacionam variáveis de resultado da DRE (lucros) sempre com a Receita Líquida, chamada também de “vendas”.
    Cada indicador de rentabilidade e de lucratividade possui alguma peculiaridade. Com uma análise cuidadosa de cada um deles é possível ter uma boa noção acerca da capacidade da empresa tanto em gerar retornos com sua atividade principal, quanto da sua capacidade de fazer uma boa gestão administrativa e financeira.

  6. Eric Carvalho disse:

    3.2 A INPORTÂNCIA DOS INDICADORES DE RENTABILIDADE Os indicadores de rentabilidade, na análise empresarial apresentam os aspectos econômicos das empresas, são indicadores que mostram em percentual a situação economica da empresa, mostra qual foi a rentabilidade do capital investido. Segundo Marion(2009 p. 129) A rentabilidade é medida em função do investimento. As fontes de financiamento do ativo são o capital próprio e capital de terceiros. A administração adequada do ativo proporciona maior retorno para a empresa. Os indicadores de rentabilidade mostram qual a rendimento do capital investido, para calcular a rentabilidade da empresa neste estudo de caso foram utilizados os índices de Giro do Ativo, Margem Liquida, Rentabilidade sobre o Ativo, Rentabilidade do Patrimônio Liquido, rentabilidade sobre o Investimento e Rentabilidade Geral. Para Matarazzo (2003), Os índices de rentabilidade mostram qual a rentabilidade dos capitais investidos, isto é quanto renderam os investimentos e, portanto, qual o grau de êxito econômico da empresa. 3.3 GIRO DO ATIVO Este indicador mostra quanto a empresa vendeu para cada real investido do total, ou seja, quantas vezes o ativo girou com o efeito das vendas quanto maior o giro do ativo melhor será para a empresa, pois mede o volume de vendas da empresa em relaçõa ao capital total investido. O giro do ativo serve para mostrar a eficiência com que a empresa utiliza seus ativos, com o objetivo de gerar reais de vendas. IUDÍCIBUS (1998, p.110) observa: O melhor conceito de “dimensão” poderá ser ora volume de vendas, ora valor do ativo total, ora valor do ativo operacional, ora valor do patrimônio líquido, ora valor do capital social etc. Todos têm suas vantagens e desvantagens. 3.4 RENTABILIDADE DO ATIVO Este índice mostra o desempenho da empresa de forma generalizada a rentabilidade do ativo é calculada quando se deseja ter uma idéia de lucro no total, da empresa,este indicador possibilita a identificação de quanto a empresa obteve de lucro líquido em relação ao total do ativo ou seja da aplicação de recursos. Para MATARAZZO (1995, p.185), Este quociente representa “… uma medida da capacidade da empresa em gerar lucro líquido e assim poder capitalizar-se. É ainda uma medida do desempenho comparativo da empresa ano a ano”. 3.5 RENTABILIDADE DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Por meio deste indicador é possível identificar qual foi a rentabilidade da empresa em relação ao capital próprio investido. Este índice mostra qual foi o desempenho da empresa, demonstra qual foi o retorno dos proprietários da empresa, ou seja quanto foi o retorno dos recursos totais investido. 3.6 RENTABILIDADE SOBRE O INVESTIMENTO Este indicador é considerado muito eficiente, pois relaciona os lucros com os valores investidos, a rentabilidade do investimento conta com dois elementos que são a margem de Líquida e o Giro do Ativo, a rentabilidade de uma empresa é refletida pela relação entre preço e quantidade. Conforme Padoveze (1997, p. 174), o modelo mais utilizado. Relaciona os investimentos efetuados na divisão com o lucro anual por esta mesma divisão. O ROI permite avaliar o investimento na mesma linha de avaliação que é feita pela Análise de Balanço, através dos conceitos de Rentabilidade do Ativo e Rentabilidade do Patrimônio Líquido. Corroborando essa afirmativa Iudícibus (1998, p. 111) diz, “é o mais importante quociente individual de toda a análise de balanço.”

    Capital Circulante Líquido e Capital de Giro

    Giro refere- se aos recursos correntes (curto prazo), capazes de serem convertidos em caixa; • Representa a parcela dos investimentos que circula de uma forma a outra, durante a condução das atividades normais da empresa.
    A administração do capital de giro envolve basicamente as decisões de compra e venda tomadas pela empresa, assim como suas atividades operacionais e financeiras. Envolve política de estocagem, produção, venda e recebimento de produtos.

    MAPA MENTAL

    GIRO ATIVO
    QUANTO DE INVESTIMENTO quanto de receita , rec \ inv , finalidade e mostrar o quanto de investimento retorna em receitas
    Índices de rentabilidade quanto maiores, melhores

    Margem operacional : ver qianto das receitas geram na recieta oper liquida , diferença dela com mc a margem liquida e o ll \ receitas

    Dec roi mostra que pode ser aplicado calculando o roi

    Quanto maior o giro maior a margem , relação inversa com giro

  7. Eric Carvalho disse:

    Faz parte do denominador de dois dos índices de rentabilidade
    É calculado pela média do ativo menos o passivo operacional
    INVESTIMENTO

    Setor de consumo não cíclico possui alta volatilidade desse índice
    É o mais importante de todos os índices de rentabilidade
    RETORNO SOBRE O PATRIMÔNIO LÍQUIDO

    Eleva os resultados dos proprietários
    Se consegue quando capta recursos a taxas inferiores aos resultados aplicados na entidade ALAVANCAGEM FINANCEIRA

    É um dos tipos de análise que a analista busca
    Está relacionado ao grupo dos índices de rentabilidade
    DESEMPENHO ECONÔMICO

    Índice que relaciona dois indicadores de rentabilidade
    Mostra que o ROI pode ser calculado pela Margem Operacional x Giro do Ativo DECOMPOSIÇÃO DO ROI

    Setor que apresenta o maior ROE
    Setor que vive da alavancagem
    FINANCEIRO

    O grande problema desse índice é a falta de regulamentação do cálculo
    Implica no lucro antes dos juros, impostos e depreciação/amortização/ exaustão
    EBITDA

    Índice leva em consideração o custo de oportunidade dos acionistas
    É medido pelo resultado obtido menos o custo de financiamento do capital próprio da empresa
    EVA

    Devem ser líquidas para o cálculo de um indicador de rentabilidade
    É utilizada para apuração do Lucro Operacional Líquido, sendo líquida dos impostos de renda DESPESAS FINANCEIRAS

    Índice que possui relação com o giro da empresa
    É também denominado de Índice de Produtividade
    MARGEM OPERACIONAL

    Assim como a Margem Líquida, esse índice possui relação com as receitas líquidas
    É calculado pelas receitas líquidas sobre o investimento
    GIRO DO ATIVO

  8. Eric Carvalho disse:

    EVA

    Sinaliza a capacidade da empresa de arcar com todas as suas despesas, remunerar o capital próprio e gerar resultados positivos;

    EVA mostra o desempenho da empresa, medido pelo resultado obtido menos o custo do financiamento de capital (próprio) da empresa.

    De forma geral, o EVA é representado pelo lucro líquido menos o custo de oportunidade do capital próprio.

    EVA  Sinaliza a capacidade da empresa de arcar com todas as suas despesas, remunerar o capital próprio e gerar resultados positivos;  EVA mostra o desempenho da empresa, medido pelo resultado obtido menos o custo do financiamento de capital (próprio) da empresa.  De forma geral, o EVA é representado pelo lucro líquido menos o custo de oportunidade do capital próprio.

     É importante para a análise separar as receitas e despesas financeiras e operacionais Retorno sobre o Investimento  Para cálculo do ROI, deve-se segregar as despesas financeiras e o efeito delas no IR a pagar para cálculo do lucro operacional líquido (numerador).  Investimento (denominador) • Ativo médio – passivos operacionais ou • PL + Passivo financeiro

    Giro do Ativo  Indica quanto a empresa vendeu para cada real investido. Quanto mais a empresa conseguir girar o seu ativo, melhores serão os resultados. RL \ INV

    Margem Operacional  Indica qual o percentual das vendas foi convertido em lucro. Ou seja, o percentual representado pelo lucro líquido operacional (ajustado) sobre as vendas líquidas;
    Existem diferenças significativas de margens entre setores com maior ou menor giro de produtos.

  9. Eric Carvalho disse:

    A Demonstração do Resultado do Exercício tem como objetivo principal apresentar de forma vertical resumida o resultado apurado em relação ao conjunto de operações realizadas num determinado período, normalmente, de doze meses. A DRE é uma ferramenta contábil utilizada para verificar a saúde financeira de uma empresa, ou seja, ela mostra qual lucro (ou prejuízo) a empresa terá se conseguir realizar o que está sendo planejado

    De acordo com a legislação mencionada, as empresas deverão na Demonstração do Resultado do Exercício discriminar:

    A estrutura da DRE segue o seguinte esquema:

    Na primeira linha é apresentada a Receita Bruta de Vendas e dela são deduzidas as devoluções de vendas, os abatimentos, os descontos comerciais cedidos e os impostos. A esse resultado dá-se o nome de Receita Líquida de Vendas;

    Dessa Receita Líquida, deduz-se o custo das mercadorias e dos serviços vendidos, chegando-se ao Lucro Bruto;

    Do Lucro Bruto, subtraem-se todas as despesas operacionais, financeiras, operacionais, gerais e administrativas. Inversamente, acrescentam-se aí as receitas operacionais e, então, chega-se ao Lucro (ou Prejuízo) Operacional Líquido.

    A partir desse resultado, serão acrescentados (ou dele deduzidos) os resultados não operacionais, tais como as participações de debenturistas, empregados, administradores, partes beneficiárias, etc. Chega-se então ao Lucro Líquido do Exercício (LLE), objetivo final de toda DRE.

    – a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;

    – a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;

    – as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;

    – o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;

    – o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;

    – as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;

    – o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.

    Na determinação da apuração do resultado do exercício serão computados em obediência ao princípio da competência:

    a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente de sua realização em moeda; e
    b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes a essas receitas e rendimentos.

    MODELO DA DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

    RECEITA OPERACIONAL BRUTA
    Vendas de Produtos
    Vendas de Mercadorias
    Prestação de Serviços

    (-) DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA
    Devoluções de Vendas
    Abatimentos
    Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas

    = RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

    (-) CUSTOS DAS VENDAS
    Custo dos Produtos Vendidos
    Custo das Mercadorias
    Custo dos Serviços Prestados

    = RESULTADO OPERACIONAL BRUTO

    (-) DESPESAS OPERACIONAIS
    Despesas Com Vendas
    Despesas Administrativas

    (-) DESPESAS FINANCEIRAS LÍQUIDAS
    Despesas Financeiras
    (-) Receitas Financeiras
    Variações Monetárias e Cambiais Passivas
    (-) Variações Monetárias e Cambiais Ativas

    OUTRAS RECEITAS E DESPESAS

    Resultado da Equivalência Patrimonial

    Venda de Bens e Direitos do Ativo Não Circulante

    (-) Custo da Venda de Bens e Direitos do Ativo Não Circulante

    = RESULTADO OPERACIONAL ANTES DO IMPOSTO DE RENDA E DA CONTRIBUIÇÃO SOCIAL E SOBRE O LUCRO

    (-) Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o Lucro

    = LUCRO LÍQUIDO ANTES DAS PARTICIPAÇÕES

    (-) Debêntures, Empregados, Participações de Administradores, Partes Beneficiárias, Fundos de Assistência e Previdência para Empregados

    (=) RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

  10. Eric Carvalho disse:

    DFC (Demonstração do Fluxo de Caixa)

    A sigla DFC significa Demonstração do Fluxo de Caixa e é um relatório de contabilidade que pretende mostrar as entradas e saídas de dinheiro do caixa de uma empresa e quais foram os resultados desse fluxo.

    Também conhecida como Demonstrativo do Fluxo de Caixa, a DFC ajuda a entender e analisar a capacidade de uma empresa de gerar caixa e equivalentes de caixa em um determinado período por meio dos seus pagamentos e recebimentos em dinheiro.

    Esse relatório detalha qual a origem dos recursos obtidos por uma empresa e como eles foram aplicados. Apesar de seu nome, a DFC não inclui apenas o fluxo de caixa propriamente dito. Entram na demonstração, além do caixa, todas as outras contas do grupo do disponível, como contas bancárias e aplicações de liquidez imediata.

    Para que serve a DFC?
    A elaboração da DFC é obrigatória para diversos tipos de empresas. Para as sociedades de capital aberto ou com patrimônio líquido superior a R$ 2 milhões, a obrigatoriedade foi determinada pela lei nº 11.638/2007, que entrou em vigor em 2008. Já para as Pequenas e Médias Empresas (PMEs), a determinação está na NBC TG 1000.

    A demonstração deve ser apresentada pelo menos uma vez por ano, junto aos outros relatórios contábeis presentes no balanço da empresa. Sua obrigatoriedade tem relação com o fato de que, por meio de análises e auditorias, é possível entender mais não apenas sobre a saúde financeira da empresa, mas também buscar erros e possíveis fraudes contábeis.

    No aspecto gerencial, entre as finalidades da elaboração da DFC está a de obter um controle maior sobre o planejamento financeiro da companhia.

    A DFC permite identificar os períodos de sobra e de escassez de recursos, garantindo que haja dinheiro disponível para cumprir as obrigações dentro dos prazos de vencimento e ajudando na tomada de decisões sobre investimentos.

    Estrutura da DFC
    As normas contábeis estabelecem uma estrutura comum para a elaboração de uma DFC. O objetivo da existência de um modelo é permitir a comparação entre o desempenho de diferentes empresas.

    As regras para a elaboração da DFC estão no Pronunciamento Técnico CPC 03. Essa norma elaborada pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis diz que a DFC deve ser estruturada em torno de três atividades: operacionais, de investimentos e de financiamentos.

    Atividades operacionais
    As atividades operacionais englobam todos os fluxos decorrentes da produção e da entrega de bens e serviços pela empresa, ou seja, o movimento de recursos por sua atividade principal.

    Esse grupo reúne dados tanto da DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) como do balanço patrimonial. São as transações ligadas às receitas, custos e despesas, os pagamentos a vista, as contas a receber ou a pagar de transações a prazo, o pagamento de impostos, o pagamento de fornecedores, dentre outros itens.

    Atividades de investimento
    As atividades de investimento correspondem ao uso, pela empresa, de suas sobras de caixa em aplicações que visam obter benefícios futuros.

    Fazem parte desse grupo as transações de compra e venda relacionadas com o ativo não circulante do balanço patrimonial.

    Atividades de financiamento
    As atividades de financiamento são aquelas em que a empresa toma recursos emprestados de terceiros ou de seus proprietários, devido a uma escassez de caixa. Além dos empréstimos e financiamentos propriamente ditos, também são exemplos os aumentos de capital, a emissão de novas ações e a recompra de papéis, dentre outros.

    No balanço patrimonial, fazem parte dessas atividades as contas que correspondem ao exigível a longo prazo, ao patrimônio líquido e aos financiamentos e empréstimos de curto prazo, localizados no passivo circulante.

    Resultado da DFC
    O resultado final de uma DFC é a soma dos resultados líquidos apurados para cada um dos três grupos de atividade. Esse resultado precisa conciliar também a diferença de saldos entre o início e o fim do período considerado.

    Métodos de elaboração da DFC
    Existem dois métodos para a elaboração de uma DFC. Eles diferem apenas no grupo das atividades operacionais.

    Método direito
    Quando se adota o método direto, as atividades operacionais são elaboradas usando os reais recebimentos de clientes, pagamentos de fornecedores e pagamentos de despesas. Ou seja, o método direto considera as entradas e saídas brutas de recursos.

    Método indireto
    Pelo método indireto, em vez de considerar os recebimentos e pagamentos reais, a elaboração das atividades operacionais é feita por meio do ajuste do lucro líquido e considerando as variações das contas patrimoniais relacionadas com a DRE.

  11. Eric Carvalho disse:

    DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA DA EMPRESA ALFA

    MÉTODO DIRETO

    ATIVIDADES OPERACIONAIS
    Recebimento de clientes R$ 9.500,00
    Pagamento de fornecedor R$ (5.000,00)
    Pagamento de despesas R$ (1.380,00)
    Caixa líquido atividades operacionais R$ 3.120,00
    ATIVIDADES DE INVESTIMENTO
    Aquisição de Ações (Part.Outras Cias) R$ (2.140,00)
    Aquisição de Móveis e Utensílios R$ (300,00)
    Aquisição de Terrenos R$ (1.000,00)
    Caixa líquido atividades de investimento R$ (3.440,00)

    ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO
    Aquisição empréstimos curto prazo R$ 470,00
    Aumento de capital R$ 1.500,00
    Pagamento de dividendos R$ (850,00)
    Caixa líquido atividades de financiamento R$ 1.120,00
    Variação de Caixa e Equivalentes R$ 800,00
    Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes R$ 1.500,00
    Saldo Final de Caixa e Equivalentes R$ 2.300,00
    ——————————————————————————————————
    Para se elaborar a DFC pelo método
    indireto, a diferença está nas atividades
    operacionais. Ao invés de apresentarem
    os reais recebimentos de clientes e pagamentos
    de fornecedores e despesas, serão
    elaboradas ajustando-se o lucro líquido e
    considerando as variações das contas patrimoniais
    relacionadas com a DRE. As atividades
    de investimento e de financiamento
    serão idênticas às do método direto.
    A primeira coisa a se fazer no método
    indireto é verificar o valor do lucro líquido
    na DRE, no caso, R$ 1.950,00. Nesse
    valor, é necessário fazer alguns ajustes referentes
    às contas que não afetam o caixa.
    Na DRE da empresa ALFA, a única conta
    que não afeta o caixa é a despesa com depreciação,
    no valor de R$ 120,00.
    Para eliminar o seu efeito sobre o
    lucro líquido, é preciso inverter o seu sinal
    na DFC, isto é, se na DRE a despesa com
    depreciação foi subtraída, na DFC ela será
    somada. Caso existam outras contas que
    também não afetem o caixa, é preciso que
    se faça o mesmo procedimento na DFC.
    Feitos os ajustes no lucro líquido,
    é preciso verificar as variações nas contas
    patrimoniais relacionadas com a DRE. Essas
    variações serão favoráveis (aumento)
    ou desfavoráveis (diminuição) para o caixa,
    utilizando-se conta por conta do Balanço
    Patrimonial.
    No ativo, a primeira conta é a do
    disponível e já foi utilizada para verificar a
    variação de quanto tem que dar a DFC.
    A próxima conta é duplicatas a receber
    e ela tem relacionamento com a DRE,
    pois se origina das vendas a prazo. A variação
    de X1 para X2 é um aumento de R$
    500,00, e é desfavorável para o caixa, ao
    passo que a empresa abriu mão de parte de
    suas vendas à vista para recebê-las em um
    momento futuro, e representará uma saída
    de caixa.
    Logo após, tem-se a conta dos
    estoques que também está relacionada
    com a DRE, pois se origina das compras
    de mercadorias. A variação foi positiva em
    R$ 500,00, e também é desfavorável para
    o caixa, uma vez que a empresa, para aumentar
    seus estoques, precisou tirar dinheiro
    do caixa.
    As outras contas do ativo não possuem
    relação direta com a DRE e não farão
    parte das atividades operacionais, pois já
    foram utilizadas na atividade de investimento.

    No passivo, a primeira conta é
    fornecedores que está relacionada com a
    DRE, pois é originada pela compras a prazo
    de mercadorias. Ela traz um aumento de
    X1 para X2 no valor de R$ 1.000,00, sendo
    favorável para o caixa e representará uma
    entrada na DFC, ao passo que a empresa
    está, de certa forma, postergando um pagamento.
    A próxima conta é a de empréstimos
    bancários, e essa não tem relação direta
    com a DRE, pois pertence às atividades
    de financiamento.
    Já a conta de imposto de renda a
    recolher possui relacionamento direto com
    a DRE, pois recebe os valores da provisão
    de imposto de renda. A variação de X1
    para X2 dessa conta foi um aumento de R$
    1.050,00 e também significa uma entrada
    na DFC, pois é favorável para o caixa, isto
    é, uma postergação de pagamento do seu
    imposto de renda.
    As outras duas contas do passivo
    não se referem às atividades operacionais,
    pois a conta capital social pertence às atividades
    de financiamento e a conta de lucros
    retidos já foi computada, pois é composta
    pelo lucro da DRE que já foi considerado
    na DFC.
    O resultado encontrado deve ser
    o mesmo do método direto, ou seja, R$
    3.120,00, pois se trata do mesmo caixa, da
    mesma empresa, só que elaborado de uma
    outra forma.
    Portanto, a DFC elaborada pelo
    método indireto fica representada dessa
    forma:

    DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA
    DA EMPRESA ALFA
    MÉTODO INDIRETO
    ATIVIDADES OPERACIONAIS
    Lucro Líquido R$ 1.950,00
    (+/-) Ajustes
    Depreciação R$ 120,00
    Variações nos Ativos e Passivos
    Variação em duplicatas a receber R$ (500,00)
    Variação em estoques R$ (500,00)
    Variação em fornecedores R$ 1.000,00
    Variação em imposto de renda a recolher R$ 1.050,00
    Caixa líquido atividades operacionais R$ 3.120,00
    ATIVIDADES DE INVESTIMENTO
    Aquisição de Ações (Part.Outras Cias) R$ (2.140,00)
    Aquisição de Móveis e Utensílios R$ (300,00)
    Aquisição de Terrenos R$ (1.000,00)
    Caixa líquido atividades de investimento R$ (3.440,00)
    ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO
    Aquisição empréstimos curto prazo R$ 470,00
    Aumento de capital R$ 1.500,00
    Pagamento de dividendos R$ (850,00)
    Caixa líquido atividades de financiamento R$ 1.120,00
    Variação de Caixa e Equivalentes R$ 800,00
    Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes R$ 1.500,00
    Saldo Final de Caixa e Equivalentes R$ 2.300,00

  12. Eric Carvalho disse:

    Como elaborar corretamente a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)

    Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) que vai proporcionar ao gestor uma compreensão precisa de todos esses recursos, mostrando em detalhes como eles variaram em determinado período.Como elaborar corretamente a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)
    Publicado dia 5 de dezembro de 2017
    DANIELA PEREIRA FERNANDES
    Manter a organização e o controle das contas da empresa é essencial para que ela funcione de forma saudável e esteja sempre de acordo com a lei. Nesse sentido, um dos elementos que merece bastante cuidado é a riqueza corporativa, que inclui investimentos, lucros, ações e assim por diante. E é exatamente a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) que vai proporcionar ao gestor uma compreensão precisa de todos esses recursos, mostrando em detalhes como eles variaram em determinado período.

    Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

    A DMPL é extremamente importante, pois entender como o patrimônio da empresa evolui permite acompanhar a força dela no mercado e, assim, estabelecer estratégias para impulsioná-la, considerando o contexto no qual está inserida. Isso é possível porque este relatório tem o objetivo de apresentar todas as transações que aconteceram nas contas do patrimônio líquido da empresa, que incluem o capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucro, ações em tesouraria e prejuízos acumulados.

    Para que serve a DMPL e qual é a legislação envolvida
    Um dos pontos mais importantes em relação a esse documento está no fato de que ele indica de forma clara como todas as reservas foram originadas e utilizadas, o que vai além daquelas produzidas a partir dos lucros. São as reservas relacionadas aos aspectos citados no tópico anterior e que fazem a diferença no crescimento ou redução da riqueza corporativa, de modo que analisá-las é um passo importante para uma melhor compreensão da movimentação do patrimônio para o cálculo de dividendos obrigatórios.

    A forma abrangente e detalhada com que esse documento apresenta as informações é tão importante que, inclusive, é obrigatório para empresas de capital aberto, conforme especificado pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM) na instrução nº 59/1986. E o motivo é simples: é a partir da DMPL que os investidores podem acompanhar as variações no patrimônio líquido da organização e entender por que isso aconteceu, o que, consequentemente, também proporciona mais segurança para todos os investidores da Bolsa de Valores. Paralelamente, os outros tipos de empresas estão dispensados dessa obrigação, de acordo com as especificações do segundo parágrafo do artigo 186 da Lei nº 6.404/1976.

    Um detalhe importante para os profissionais de controladoria é que a elaboração da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido dispensa a apresentação da Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados (DLPA) à parte, uma vez que a DMPL já engloba a DLPA. Isso justifica porque este relatório deve ser estruturado de forma adequada, seguindo as exigências brasileiras em relação à contabilidade.

    Como elaborar a Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
    De modo geral, a elaboração da DMPL é bem simples, consistindo basicamente na representação, de forma resumida e coordenada, do capital, da reserva de capital, das reservas de lucro, das reservas de reavaliação, das ações de tesouraria e dos lucros e prejuízos acumulados. Lembrando que essas informações são obtidas nas fichas de razão de cada uma dessas contas. Assim, a DMPL deve discriminar os seguintes pontos:

    Saldos existentes no início do período;
    Acréscimo de capital;
    Ajustes realizados em exercícios passados;
    Compensações de prejuízos;
    Destino do lucro líquido no exercício;
    Distribuição de lucros;
    Reavaliação dos ativos;
    Redução de capital;
    Resultado líquido do exercício;
    Transferências e reversões de lucros e reservas;
    Saldos no final do exercício.
    Com essas informações, pode-se fazer, então, a estrutura da DMPL. A técnica utilizada para isso corresponde à elaboração de uma tabela em que cada uma das contas que formam o patrimônio líquido da empresa é alocada em uma coluna, sendo a última delas destinada para o resultado total. Em seguida, é preciso colocar os valores nas respectivas colunas, de modo que os dados relacionados a uma mesma transação fiquem na mesma linha.

    Para englobar todos os segmentos dos recursos, o modelo de Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido é dividido em:

    Reservas de capital: saldos de dinheiro que não podem ser distribuídos entre os investidores, como lucros e dividendos. Eles são, portanto, incorporados ao capital social da empresa ou compensados como lucro acumulado, caso não haja mais saldo de reserva de lucro disponível.
    Reserva de lucro: são as reservas formadas a partir do direcionamento dado ao lucro líquido do exercício, que são determinadas tanto pela administração quanto pela assembleia de acionistas.
    Lucro ou prejuízo acumulado: esta categoria está relacionada à participação dos acionistas na empresa, referindo-se, dessa forma, ao lucro mínimo ao qual têm direito ou ao prejuízo a que podem ser submetidos. Essa informação vai variar de acordo com os resultados obtidos pela empresa.
    Passo a passo para fazer o cálculo da DMPL
    Para facilitar seu trabalho, vamos reunir as informações do tópico anterior em um passo a passo e explicar melhor cada uma delas. Confira!

    1 – Crie o modelo da DMPL: crie uma planilha com todas as informações indicadas acima distribuídas da seguinte forma nas linhas e colunas:

  13. Eric Carvalho disse:

    2 – Adicione os saldos de abertura: transcreva nas respectivas linhas do documento os saldos de cada conta na data do balanço final do exercício anterior. Em seguida, some esses valores e preencha a coluna Total com o resultado obtido.

    3 – Acrescente as variações que ocorreram nas contas: adicione ou subtraia todos os movimentos financeiros que aconteceram em cada conta no referido tempo. Cada linha da tabela representa uma dessas contas, por isso, você pode acrescentar linhas conforme for necessário.

    4 – Totalize os valores: assim como feito no segundo item, é preciso calcular o total dos valores por coluna, cujos resultados devem coincidir com os saldos do balanço (saldos em 31/12 atual), e por linha, cujos resultados devem ser colocados na coluna total.

    Descrição

    Capital Social

    Reservas de Lucros

    Reservas de Capital

    Reservas de Reavaliação

    Prejuízos

    Acumulados

    Aj. Aval. Patrimonial

    Ações em Tesouraria estão na Horizonral

    Total do PL
    ////////////////////////////////////////////////////////////
    Saldo inicial

    Aumento de Capital

    Lucro do exercício

    Destinações do Lucro estão na vertical

    Reavaliações

    Saldo final

    /////////////////////////////////////////////////////////////

  14. Eric Carvalho disse:

    dva

    • Informações extraídas da contabilidade
    • Base no princípio da competência
    • Consistente com a DRE e conciliada em registros
    auxiliares mantidos pela entidade
    • Caso a entidade elabore Demonstrações Contábeis
    Consolidadas, a Demonstração do Valor Adicionado
    deve ser elaborada com base nas demonstrações
    consolidadas, e não pelo somatório das
    Demonstrações do Valor Adicionado individuais.

    Valor adicionado representa a riqueza criada pela
    empresa, de forma geral medida pela diferença entre o
    valor das vendas e os insumos adquiridos de
    terceiros. Inclui, também, o valor adicionado recebido
    em transferência, ou seja, produzido por terceiros e
    transferido à entidade. (CPC 09)

    Evidencia a riqueza gerada pela empresa e sua
    distribuição, para:
    – Empregados
    – Governo
    – Fornecedores de Capital
    – Proprietários
    • Obrigatória para as Companhias Abertas a partir
    do exercício findo em 2008

    1) RECEITAS
    1.1) Vendas de mercadorias, produtos e serviços
    1.2) Outras Receitas
    1.3) Receitas relativas à construção de ativos próprios
    1.4) Perdas Estimadas em Crédito de Liquidação Duvidosa – reversão/(constituição)
    2) INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS (inclui impostos)
    2.1) Custos dos produtos, das mercadorias e dos serviços vendidos
    2.2) Materiais, energia, serviços de terceiros e outros
    2.3) Perda/ Recuperação de valores ativos
    3) VALOR ADICIONADO BRUTO (1 – 2)
    4) DEPRECIAÇÃO, AMORTIZAÇÃO E EXAUSTÃO
    5) VALOR ADICIONADO LÍQUIDO PRODUZIDO PELA ENTIDADE (3-4)
    6) VALOR ADICIONADO RECEBIDO EM TRANSFERÊNCIA
    6.1) Resultado de equivalência patrimonial
    6.2) Receitas financeiras
    6.3) Outros
    7) VALOR ADICIONADO TOTAL A DISTRIBUIR (5+6)
    8) DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO (Valor igual ao item 7)
    8.1) PESSOAL
    8.1.1) Remuneração direta
    8.1.2) Benefícios
    8.1.3) FGTS
    8.2) IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES
    8.2.1) Federais, Estaduais e Municipais
    8.3) REMUNERAÇÃO DO CAPITAL DE TERCEIROS
    8.3.1) Juros, aluguéis e outros
    8.4) REMUNERAÇÃO DE CAPITAIS PRÓPRIOS
    8.4.1) Juros sobre o capital próprio, Dividendos
    8.4.2) Lucros retidos / prejuízo do exercício
    D

  15. Eric Carvalho disse:

    Demonstração dos Fluxos de Caixa
    • Demonstra o efeito das transações que afetaram o
    caixa e equivalentes de caixa classificando-as em:
    – Atividades Operacionais;
    – Atividades de Investimento; e
    – Atividades de Financiamento
    • Obrigatórias para:
    – Companhias abertas
    – Companhias fechadas com Patrimônio Líquido
    superior a 2 milhões de reais na data do
    Balanço.

    • Permite aos investidores, credores e outros usuários
    avaliar:
    – A capacidade de gerar fluxos futuros de caixa;
    – A capacidade de saldar obrigações e pagar
    dividendos;
    – A flexibilidade financeira da empresa;
    – Os efeitos sobre a posição financeira da empresa,
    das transações de investimento e financiamento.

    • Definições:
    – Caixa compreende numerário em espécie e depósitos
    bancários disponíveis.
    – Equivalentes de Caixa são aplicações financeiras de
    curto prazo, de alta liquidez, que são prontamente
    conversíveis em caixa e que estão sujeitas a um
    insignificante risco de mudança de valor. Exemplos:
    poupança, CDB/RDB prefixados, títulos de alta liquidez.
    – Fluxos de Caixa são as entradas e saídas de caixa e
    equivalentes de caixa.

    • Definições:
    – Atividades Operacionais são as principais atividades
    geradoras de receita da entidade e outras atividades
    diferentes das de financiamento e investimento.
    – Atividades de Investimento são as referentes à
    aquisição e venda de ativos de longo prazo e
    investimentos não incluídos nos equivalentes de caixa.
    – Atividades de Financiamento são aquelas que resultam em mudanças no tamanho e na composição do
    capital próprio e endividamento da entidade.

    • Movimentos entre caixa e equivalentes de caixa
    – Não são atividades operacionais, de investimento ou
    financiamento.
    – Não são apresentados na DFC, pois representam
    políticas de gerenciamento da liquidez (caixa) da
    empresa.
    Ex.: A empresa retira R$ 10 milhões da sua conta
    bancária e aplica em Títulos de Curto Prazo

    Empresa Exemplo S/A
    Demonstração dos Fluxos de Caixa
    01.01.XX a 31.12.XX
    Fluxo de Caixa das Atividades Operacionais
    Entradas e saídas de caixa provenientes das operações
    Pode ser demonstrado por dois métodos: direto e indireto Fluxo de Caixa das Atividades de Investimento Entradas e saídas de caixa originadas de ativos de longo prazo e investimento Fluxo de Caixa das Atividades de Financiamento Entradas e saídas de caixa oriundas dos financiamentos
    (=) Variação Líquida de Caixa
    (+) Saldo inicial de Caixa
    (=) Saldo final de Caixa

    Ativo x0 x1 Circulante Disponível 100 120
    Duplicatas a Receber 150 200 Total 250 320 Passivo + PL x0 x1 Patrimônio Líquido
    Capital 200 240 Reservas de Lucros 50 80 Total 250 320 Demonstração do Resultado
    Receita de Serviços 1.500
    (-) Custo dos Serviços Prestados (1.470)
    (=) Lucro Líquido 30
    Demonstração dos Fluxos de Caixa
    Exemplo Entradas e Saídas de Caixa Entradas (provenientes de):
    Recebimento de Serviços 1.450
    Aumento de Capital 40 Total das Entradas 1.490 Saídas (pagamentos):
    Gastos relativos a serviços prestados 1.470 Total das Saídas 1.470 Aumento de Caixa 20 (+) Saldo Inicial 100
    (=) Saldo Final 120
    Demonstração dos Fluxos de Caixa
    Exemplo
    DFC – Método Direto
    1. Fluxos de Caixa das Atividades Operacionais
    Recebimentos de Serviços 1.450
    Gastos relativos aos serviços prestados (1.470)
    Caixa Gerado (consumido) nas Atividades Operacionais (20) 2. Fluxos de Caixa das Atividades de Investimento
    3. Fluxos de Caixa das Atividades de Financiamento Aumento de Capital 40
    Caixa Gerado (consumido) nas Atividades de Financiamento 40
    4. Aumento/diminuição de caixa e equivalentes (1+2+3) 20
    5. Caixa e Equivalentes no Início do Período 100
    6. Caixa e Equivalentes no Final do Período (4+5) 120
    Exemplo
    DFC – Método Indireto
    1. Fluxos de Caixa das Atividades Operacionais
    Lucro do Período 30 (-) Aumento de Duplicatas a Receber (50)
    Caixa Gerado (consumido) nas Atividades Operacionais (20) 2. Fluxos de Caixa das Atividades de Investimento
    3. Fluxos de Caixa das Atividades de Financiamento Aumento de Capital 40
    Caixa Gerado (consumido) nas Atividades de Financiamento 40
    4. Aumento/diminuição de caixa e equivalentes (1+2+3) 20
    5. Caixa e Equivalentes no Início do Período 100
    6. Caixa e Equivalentes no Final do Período (4+5) 120

  16. Eric Carvalho disse:

    Revisão

    Assinale a opção que contém apenas contas integrantes da Demonstração do Resultado:
    Escolha uma:
    a. Despesa com Vendas, Outras Receitas Operacionais e Duplicatas Descontadas.
    b. Receitas com Vendas, Custo da Mercadoria Vendida e Despesas Financeiras. Correto
    c. Despesas Operacionais, Despesas com Impostos e ICMS a Recolher.
    d. Receitas Financeiras, Depreciação Acumulada e Despesas Administrativas.

    A resposta correta é: Receitas com Vendas, Custo da Mercadoria Vendida e Despesas Financeiras..
    ——————————

    A movimentação ocorrida nas contas de Reservas de Lucros em um determinado período é evidenciada na seguinte demonstração contábil:
    Escolha uma:
    a. Demonstração dos Fluxos de Caixa
    b. Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido Correto
    c. Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados
    d. Balanço Patrimonial

    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido.
    ——————————-
    Em relação às informações relativas à riqueza criada e sua distribuição apresentada na Demonstração do Valor Adicionado de uma empresa industrial, assinale a opção INCORRETA.
    Escolha uma:
    a. A distribuição do valor adicionado abrange, entre outros, a remuneração direta com pessoal, benefícios, FGTS, imposto, taxas e contribuições federais, estaduais e municipais e a remuneração de capitais próprios, tais como dividendos e juros do capital próprio.
    b. O valor adicionado recebido em transferência abrange, entre outros, o resultado da equivalência patrimonial e as receitas financeiras.
    c. Os insumos adquiridos de terceiros abrangem, entre outros, os custos das matérias-primas incluídos no custo dos produtos vendidos, energia e serviços de terceiros.
    d. A remuneração de capital de terceiros abrange, entre outros, os fornecedores, as contas a pagar, os juros passivos, as provisões judiciais e as reservas patrimoniais. Correto

    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: A remuneração de capital de terceiros abrange, entre outros, os fornecedores, as contas a pagar, os juros passivos, as provisões judiciais e as reservas patrimoniais..
    —————

    Em relação ao conteúdo da Demonstração dos Fluxos de Caixa de uma Sociedade Comercial, assinale a opção CORRETA:
    Escolha uma:
    a. O pagamento de parcela de arrendamento mercantil financeiro, realizado pelo arrendatário, deve ser classificado na atividade operacional.
    b. A integralização de capital, com a entrega de um terreno, é apresentada simultaneamente como caixa consumido na atividade de investimento e caixa gerado na atividade de financiamento
    c. O lucro líquido é apresentado como componente da atividade operacional quando a Demonstração do Fluxo de Caixa é elaborada pelo método direto.
    d. Na liquidação de um empréstimo obtido, o pagamento do juros pode ser classificado como atividade operacional ou de financiamento, mas o principal da dívida deve ser classificado como atividade de financiamento. Correto

    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: Na liquidação de um empréstimo obtido, o pagamento do juros pode ser classificado como atividade operacional ou de financiamento, mas o principal da dívida deve ser classificado como atividade de financiamento..

    —————–

    A Demonstração do Valor Adicionado (DVA) tem por finalidade evidenciar a riqueza criada pela entidade e sua distribuição durante determinado período. Seus dados, em sua grande maioria, são obtidos principalmente a partir da Demonstração do Resultado. A respeito desse tema, avalie as afirmações a seguir.

    I. A DVA da empresa informa a riqueza criada pelos usuários externos em determinado período e a forma como tais riquezas foram distribuídas.

    II. O valor adicionado representa a riqueza criada pela empresa, medida, de forma geral, pela diferença entre o valor das vendas e os insumos adquiridos de terceiros, incluindo também o valor adicionado recebido em transferência, ou seja, produzido por terceiros e transferido à entidade.

    III. A receita de venda de mercadorias, de produtos e de serviços representa os valores reconhecidos na contabilidade pelo regime de competência e incluídos na demonstração do resultado do período.

    IV. A DVA apresenta a distribução da riqueza criada para os agentes que contribuíram para a sua geração, incluindo os sócios acionistas. É correto apenas o que se afirma em

    Escolha uma:
    a. II, III e IV. Correto
    b. I e III.
    c. I e II.
    d. I, III e IV.
    e. II e IV.
    Feedback
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: II, III e IV..
    ————

    De acordo com a NBC TG 03(R1) – Demonstração dos Fluxos de Caixa, assinale a opção que apresenta apenas exemplos de itens de Fluxo de Caixa das Atividades de Investimentos.

    Escolha uma:
    a. Pagamentos em caixa decorrentes de contratos mantidos para negociação imediata e os pagamentos de caixa para resgatar ações da própria entidade.
    b. Recebimentos de caixa decorrentes da emissão de debêntures e os pagamentos em caixa decorrentes de arrendamento mercantil financeiro.
    c. Pagamentos em caixa para aquisição de ativo intangível e os pagamentos em caixa a empregados pelos serviços prestados.
    d. Recebimentos de caixa decorrentes da venda de ativo imobilizado e os pagamentos por aquisição de instrumentos patrimoniais de coligada. Correto
    Feedback
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: Recebimentos de caixa decorrentes da venda de ativo imobilizado e os pagamentos por aquisição de instrumentos patrimoniais de coligada..
    ————-

    Em relação a inclusão nas Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis, aponte os itens abaixo, de acordo com a ITG 1000 – Modelo Contábil para Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, que devem, obrigatoriamente, constar nas Notas Explicativas e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

    I. Declaração explícita e não reservada em conformidade com a ITG 1000.

    II. Descrição resumida das operações da entidade e suas principais atividades.

    III. Referência às principais práticas contábeis adotadas na elaboração das demonstrações contábeis.

    IV. Descrição resumida das políticas contábeis significativas utilizadas pela entidade.

    Esta(ão) certo(s) o(s) item(ns):

    Escolha uma:
    a. I e II, apenas.
    b. III, apenas
    c. I, II, III e IV. Correto
    d. II e III, apenas
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: I, II, III e IV..
    ——————
    De acordo com a Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro, reconhecimento é o processo que consiste na incorporação ao balanço patrimonial ou à demonstração do resultado de item que se enquadre na definição de elemento e que satisfaça os seguintes critérios de reconhecimento: a) for provável que algum benefício econômico futuro associado ao item flua para a entidade ou flua da entidade; b) o item tiver custo ou valor que possa ser mensurado com confiabilidade. Com relação ao reconhecimento das despesas, de acordo com a conceituação acima, avalie as seguintes afirmações.

    I. A despesa deve ser reconhecida na demonstração do resultado nos casos em que um passivo é incorrido sem o correspondente reconhecimento de ativo, como no caso de passivo decorrente de garantia de produto.

    II. As despesas devem ser reconhecidas na demonstração do resultado quando resultarem em decréscimo nos benefícios econômicos futuros, que esteja relacionado com o decréscimo de um ativo ou o aumento de um passivo e possa ser mensurado com confiabilidade.

    III. A despesa deve ser reconhecida imediatamente na demonstração do resultado quando o gasto produzir benefícios econômicos futuros ou quando os benefícios econômicos futuros não se qualificarem, ou deixarem de se qualificar, para reconhecimento no balanço patrimonial como ativo.

    IV. As despesas devem ser reconhecidas na demonstração do resultado com base em procedimentos de alocação sistemática e racional, quando se espera que os benefícios econômicos sejam gerados ao longo de vários períodos contábeis e a associação com a correspondente receita somente possa ser feita de modo geral e indireto.

    V. As despesas devem ser reconhecidas na demonstração do resultado com base na associação entre elas e os correspondentes itens de receita. Esse processo, usualmente chamado de confrontação entre despesas e receitas (regime de competência), envolve o reconhecimento simultâneo ou combinado das receitas e despesas que resultem direta ou conjuntamente das mesmas transações ou de outros eventos.

    É correto apenas o que se afirma em:

    Escolha uma:
    a. I e III.
    b. I, II, IV e V. Correto
    c. I, II e IV.
    d. III, IV e V.
    e. II, III e V.
    Feedback
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: I, II, IV e V..
    ———

  17. Eric Carvalho disse:

    Com base na NBC TG 03 (R2) – Demonstração dos Fluxos de Caixa, na elaboração da Demonstração dos Fluxos de Caixa, classificam-se como atividade de financiamento os:

    Escolha uma:
    a. pagamentos em caixa para aquisição de instrumentos patrimoniais ou instrumentos de dívida de outras entidades e participações societárias em joint ventures.
    b. recebimentos de valores decorrentes da alienação de participações societárias
    c. recebimentos em caixa pela emissão de debêntures, empréstimos, notas promissórias, outros títulos de dívida, hipotecas e outros empréstimos de curto e longo prazos. Correto
    d. recebimentos de caixa resultantes da venda de ativo imobilizado, intangíveis e outros ativos de longo prazo.

    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: recebimentos em caixa pela emissão de debêntures, empréstimos, notas promissórias, outros títulos de dívida, hipotecas e outros empréstimos de curto e longo prazos..

    ———————-

    De acordo com a NBC TG 26 (R1) – Apresentação das Demonstrações Contábeis, são exemplos de informações apresentadas na Demonstração do Resultado Abrangente, EXCETO:

    Escolha uma:
    a. Ajustes de conversão do período
    b. Aumento de capital em dinheiro Correto
    c. Realização da reserva de reavaliação
    d. Equivalência patrimonial sobre ganhos abrangentes de coligadas
    Feedback
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: Aumento de capital em dinheiro.

    ————

    a Demonstração do Valor Adicionado, a despesa com aluguel, a energia elétrica consumida no período e o resultado positivo da equivalência patrimonial são evidenciados, respectivamente, como:

    Escolha uma:
    a. insumos adquiridos de terceiros; insumos adquiridos de terceiros e remuneração do capital próprio.
    b. insumos adquiridos de terceiros; remuneração do capital de terceiros e valor adicionado recebido em transferência. Incorreto
    c. remuneração do capital de terceiros; remuneração do capital de terceiros e remuneração do capital próprio.
    d. remuneração do capital de terceiros; insumos adquiridos de terceiros e valor adicionado recebido em transferência.
    Feedback
    Sua resposta está incorreta.
    A resposta correta é: remuneração do capital de terceiros; insumos adquiridos de terceiros e valor adicionado recebido em transferência..
    ———————
    De acordo com o que estabelece a NBC TG 26 (R3) – Apresentação das Demonstrações Contábeis, julgue as afirmações abaixo sobre Notas Explicativas como Verdadeiras (V) ou Falsas (F) e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

    I. Notas Explicativas contêm informação adicional em relação à apresentada nas demonstrações contábeis. As Notas Explicativas oferecem descrições narrativas ou segregações e aberturas de itens divulgados nessas demonstrações e informação acerca de itens que não se enquadram nos critérios de reconhecimento nas demonstrações contábeis.

    II. A entidade não pode retificar políticas contábeis inadequadas por meio da divulgação das políticas contábeis utilizadas ou por meio de Notas Explicativas ou qualquer outra divulgação explicativa.

    III A entidade cujas Demonstrações Contábeis estão, na maior parte dos requisitos, em conformidade com as normas, interpretações e comunicados técnicos do Conselho Federal de Contabilidade deve declarar de forma explícita e sem reservas essa conformidade nas Notas Explicativas. Entende-se como atendida a maior parte dos requisitos quando setenta e cinco por cento das rubricas do Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício estão de acordo com as normas, interpretações e comunicados técnicos do Conselho Federal de Contabilidade.

    A sequência CORRETA é:

    Escolha uma:
    a. V, V, F. Correto
    b. V, F, V.
    c. F, F, V.
    d. F, V, F.
    Feedback
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: V, V, F..

    ———————
    Em relação à Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

    I. A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL é uma demonstração de apresentação obrigatória pela Lei das Sociedades por Ações.

    II. A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL poderá substituir a Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados – DLPA, pois as informações apresentadas na DLPA fazem parte da DMPL.

    III. A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL evidencia quais contas sofreram alterações e os respectivos montantes, que deram origem às transformações ocorridas no Patrimônio Líquido.

    IV. A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido – DMPL deve evidenciar apenas as alterações ocorridas no Patrimônio Líquido relativas à parte dos acionistas não controladores.

    A sequência CORRETA é:

    Escolha uma:
    a. F, V, V, F. Correto
    b. V, F, V, F.
    c. V, F, F, V.
    d. F, V, F, V.
    Feedback
    Sua resposta está correta.
    A resposta correta é: F, V, V, F..
    —————

  18. ERIC CARVALHO disse:

    como explicar? A teoria da conspicuidade.
    Vida de Pobretão
    Os desabafos, histórias e sofrimentos financeiros e de vida durante minha jornada para ser milionário e sair dessa vida horrível de pobre trabalhador.

    sábado, 23 de julho de 2016
    Homens feios com mulheres bonitas: como explicar? A teoria da conspicuidade.
    1370203057591
    Você se arruma, bota gelzinho no cabelo, põe sua melhor roupa, você malha e é magro ou sarado ou fortão. Você não é gordo. Você é um cara que é um típico mediano mas querendo ascender para um nível de supra mediano.

    Mas ao sair na rua você se deparara com situações que você não entende. Se você é como eu um típico JPBF (jovem pobre beta feio) sabe que tem como característica principal a observação. E aí você sai na rua de boa e de repente se depara com situações terríveis que lhe irritam que desafiam a teoria do realismo brasileiro, ou seja, o movimenta da real ou o MGTOW (men going their own way). Como pode homens feios e mesmo gordos com garotas que você ao olhar naturalmente sente atração e de boa namoraria?

    Olha amigos se vocês também se perguntam eu também me pergunto direto. Eu gosto de me arrumar e usar gel para sair, uso roupas razoáveis e sou um cara não gordo, sou magro graças a dieta paleolítica, ganho mais de 8.000 por mês, sou branco, italiano e moro sozinho. Ora e quem disse isso basta para VENCER gordos cagalhoes ridículos? É sinistro o que eu passo ao sair nas ruas de SP. Você vê sua teoria do realismo brasileiro em que a beleza masculina é fundamental ir por água abaixo.

    Olha vou confessar que aqui em SP onde moro (capital) você vê coisa que até Deus duvida. Eu já vi caras que são as coisas mais nojentas da face da terra com garotas que eu namoraria de super de boa. Mas quando falo coisas bizarras eu falo caras que são gordos com ÓCULOS. Sim eu já vi caras desse tipo com magras, bonitas. E eu vi em regiões de SP que só vai pobre ou seja o cara além feio é pobre com uma mulher magra, jovem,sem filhos e mediana pra cima.

    Gente, vamos pensar juntos? Vamos avaliar eu contra os caras que eu vejo na rua contra mim porque isso tá me deixando doente.

    Eu – Cuzão

    Italiano – cagalhao

    + 8.000k salário – 1500k salário

    Mora sozinho – mora com papais

    Magro – Gorducho ou semi gorducho

    ________

    Infelizmente eu perco pra caras assim. Quando digo caras assim eu quero dizer caras que namoram mulheres mais magras, sem filhos mais brancas e mais bonitas que a que você pega. Hora como isso é possível? Porra. Se eu sou melhor que esses caras em todas as características que elas exigem (salário, altura, beleza, moradia) como pode eu PERDER paara caras assim.

    Vocês não estão entendendo. Sério. Vou repetir. E sei que vocês passam por isso não adianta mentir. Não mesmo. Gordo? Quatro Olho? Salário menor? Menor educação? Mais baixos? Não gente. Vamos parar com isso. Elas NÃO PODEM preferir um cara desses do que eu.

    Quando vejo um cara mais alto bonito e fortão do que eu com uma garota que eu acho “po que gata mas beleza ela está com um carasuperior” eu até me redimo e penso “ok, fazer o que, loteria genética é cruel, foda-se vadia”, mas quando um cagalhao com 2000k de salário com uma sem filhos magra bonitinho está com alguém eu fico irado. Simplesmente porque não faz sentido. E sei que você concorda.

    Mas vamos pensar o porque disso. PORQUE uma diabolher preferiria um cara inferior a nós JPBF?. Na minha visão e eu já falei várias vezes aqui e muitos já entenderam (os inteligentes) mas a maioria não, é a teoria mais obscura e sinistra porém a mais incrível que é a teoria da conspicuidade. Essa teoria vai lhe deixar mais tranquilo e também mais esperto.

    Esta teoria amigos, é a teoria que diz que a convivência é a coisa mais importante numa relação entre homem e mulher. Esta teoria não é tão simples quanto você acha que é. É uma teoria complexa que eu vou te explicar com calma. Seguinte, esta teoria diz que o segredo para as diabolheres se atraírem por você assim como o fato que diabolheres ficam com lixos inferiores a você oferecendo sexo a eles e não a você é devido o fato que a SOCIABILIDADE ou A CONVIVÊNCIA ou A PRÉ APROVAÇÃO de um grupo social determina a atração de uma diabolher para com você. Dessa forma, quanto mais você é aprovado ou conhecido dentro de um grupo social e quanto mais você convive com alguém maior a chance de você ser aprovado e mais ela vai te querer como um namorado.

    1402938445812
    O grupo social é absurdamente importante para a diabolher. Elas, evolucionariamente, ou seja, cientificamente são voltados para o social, para o grupo, para a conformidade, para a aceitação. Quanto mais aprovado por um grupo você mais ela vai lhe querer pois você é o cara que foi pré-aprovado pelo grupo social que ela convive não importa a grana que você tenha.

    Aí você pode perguntar “mas como vejo feios com gatas de outras classes sociais””?”. A teoria da conspicuidade explica isso facilmente. Pensa num funkeiro fedido cagalhao com uma loira branca linda de sobrenome ucraniano. A explicação está que o status é a forma mais forte de aprovação social que existe. A teoria é “hora se ele é aprovado socialmente pelo mundo eu posso dar pra ele”. Simples assim. A teoria da conspicuidade demonstra que quando você é aprovado pela sociedade você pega quem quiser pois para as diabolheres você está dentro do grupo da “tribo” e portanto pode impregná-la. Tudo vale para ricões, bonitões, etc.

    É por isso que solitários introvertidos reservados, bonzinhos, cavalheiros como nós JPBF somos destruidos e perdemos para gordos quatro olhos cagalhoes. Porque NÃO temos aprovação social. A aprovação social advindo a teoria da conspicuidade é simplesmente a coisa mais importante das relações homem e mulher.

    Sabe, vou confessar algo aqui pra fechar o post, e de fato, vou me esfoçar pra respoder neste post os comentário (relacionados ao post), é que o movimento da real (fórum do búfalo e mundo realista) da qual me odeiam (não sei porque, desafio a conversarem comigo), não entende que a conspicuidade é a coisa mais importante de todas junto com dinheiro para um homem ser feliz. Eles focam em teorias e academia quando o que importa é o social e o dinheiro eles me maltratam como perdedor sendo que eu mantenho um espaço para amigos fudidos tentarem vencerem na vida e de que o social é o segredo de tudo. Mas deixa eles.

    Eu quero que este post, amigos, seja uma discussão sério e importante sobre a conspicuidade. Vamos evoluir neste marco do movimento da real (MGTOW), dos marriage strikers para entender este mundo que nos cerca. Me conta como a conspicuidade explica merdões com gatas,porque você não pega ninguém ou porque você pega todas ou pegou alguém e como afeta sua vida em geral.

    Forte abraço!

  19. ERIC CARVALHO disse:

    Modo zumbi maximo23 de julho de 2016 21:34
    muito esforço lidar com civis, GPs win.

    Responder
    Respostas

    Anonimo.23 de julho de 2016 23:03
    melhor comentario do Post, o pobreta deveria bloquear todos os outros.
    de tão simples e foda que foi o seu

    Anônimo23 de julho de 2016 23:05
    Eu sou tão fissurado por GPs que quero mudar do Triângulo Mineiro pra São Paulo pra foder as melhores gps do mundo.

    Anon viciado em putas de todos os estilos e preços.

    Anônimo24 de julho de 2016 11:06
    Pobreta, pessima notícia pra quem curte ir.nos.puteiros próximos do metrô santana… estão fechando quase todos eles por questão de alvará!!

    Fiquei sabendo ontem disso, algum anon de Sp pode confirmar pra.nos?

    Anon .40

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:36
    Pobreta,

    Imagina se as mulheres soubessem que vc tem milhares de seguidores, que vc é referência para muitos, que vc é amado e odiado na blogosfera de finanças.

    Vc comeria até a Kate Midtown

    Responder
    Respostas

    Modo zumbi maximo23 de julho de 2016 23:24
    ele seria visto como machista lixo, anti mulheres, com problemas mentais e seria caçado por mulheres e homens, ser o pobreta não é legal.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:42
    Tem um cara daqui da rua que é desempregado,nao estuda, se veste de forma comum,é todo magricelo e sempre consegue descolar alguma mulher bonita. E anda com as vadias de busao. Error 404 nos realistas.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 00:37
    Por ele NÃO fazer NADA que preste, lhe sobra tempo para se DEDICAR AS VADIAS.
    Ou seja, seu IMBECIL, ERROR é o meu pau de óculos.
    Ele é apenas um beócio que dá o cuzinho e se dedica apenas a isso.
    A vidinha desse BOSTA será temporária no quesito mulheres.
    DINHEIRO É MUITO MAIS IMPORTANTE DO QUE MULHERES.
    Dinheiro = PODER.
    Mulheres serão meros acessórios perante aqueles que chegaram ao poder.
    Então pega esse seu ERROR e enfia NO MEIO DO SEU CU.

    Anônimo24 de julho de 2016 07:52
    Ao anon de 00:37

    Imundo, não adianta nada um betoso lixo ao extremo se dedicar as vadias. Mesmo se um de nós se dedicasse a pegar diabolheres, levaríamos só toco, inclusive de obesas mórbidas. Somos JPBFs.

    Esse cara deve ter uma lábia violenta ou tem um rosto bonito pra conseguir mulher bonita e ainda sair de ônibus com elas.

    Anon Advogado que pretende virar gari.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:44
    Pobreta, faça uma postagem sobre o Tinder. abs

    Responder
    Respostas

    Anônimo23 de julho de 2016 22:43
    se fuder filho, vc quer q ele fale o q? imundo

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:46
    Concordo com vc Pobreta. Tem q se destacar no círculo social que vc está, mas o problema que pra isso vc tem q ter algo de destaque. VC conseguira se destacar facilmente com seu salário, mas vc não curte gastar e sim aportar. Mas uma pessoa que nem emprego tem difcilmente vai se destacar no seu grupo. Mas uma coisa que vc tem q ter em mente é q no seu caso, vc não namora tops pq não quer, justamente pq não quer gastar. Então meu amigo vc não pode reclamar já que tem a arma só não atira pra economizar munição.

    Responder
    Respostas

    Anônimo23 de julho de 2016 22:44
    Comentário certeiro,

    O cara que pretende andar com mulher gata, tem que pagar o preço “literalmente” pra isso.

    Ou seja, tem que fazer acontecer.

    Anônimo24 de julho de 2016 01:14
    Basta ser um palhaço esbanjador tipico chimpa. Se adapte ao circulo social.

    Anônimo24 de julho de 2016 09:44
    A disciplina dos aportes vai contra a adesão ao carpe diem, que é a porta de entrada para a teoria da conpiscuidade funcionar como descrito no post.

    Não se engane pobreta, esses “bugs” só funcionam porque existe algum pai bancando, muita manginisse, imensas quantidades de dinheiro pagas para agradar a mulher. Não é a toa que esses caras constantemente promovem eventos com muita socialização, para não perderem o clique de qualquer foto que vá para o facebook ou instangram.

    Eu já entendo que a teoria do dinheiro vence tudo ainda é a melhor, pois te da esse mesmo acesso social sem ter que te prender. Por isso embora a conspicuidade seja bem interessante, não dedico muito esforço a refletir sobre ela.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:25
    Para com isso pessoal. A verdade é que é foda, você trabalhar, ir no shopping com uma vadia gostosa e ter que pagar o cinema dela. Logo penso, quanto tempo vou ter que trabalhar pra ganhar 20 reais. Ai a matrix na minha cabeça, começa me deixar doido.

    Não curto o carpem diem, eu to em um processo de abandonar 100% as civis. Curto bastante as GPs, mas ainda estou com algum bug da matrix dentro de mim.

    Value

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:47
    Morar com os pais não é tão ruim no ponto de vista das mulheres, caso a aprovação social e o dinheiro sejam de destaque.

    Meu primo tem uns 34,35 anos, mora com os pais, os pais dele tem um carro e ele tbm, popular, ele não é rico mas tenta se juntar com pessoas ricas, quer demonstrar que é algo a mais.

    Quase nunca converso com ele, mas ele faz isso ai que o pobreta disse, busca aprovação num meio social sem ter medo.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:51
    Pobreta sigo o teu blog, sou português, e estou a conquistar a independência financeira. Há posts teus que eu não concordo, mas este é dos melhores postes do teu blog, pois essa é a verdade, essa teoria é verdadeira, sou um burro alienado do forum buffalo ou um tapado é que não quer ver isso. Um homem pode ser gordo e feio, mas se for forte socialmente ele vai pegar muitas garotas de boa qualidade, eu vejo isso acontecer diariamente

    Responder
    Respostas

    Anonimo.23 de julho de 2016 23:02
    você é portugues, e escreve dessa maneira “brasileira” “mas se for”.?

    Anônimo23 de julho de 2016 23:17
    Não concorda com o que, Manuel? És um gajo mangina?

    Anônimo24 de julho de 2016 00:02
    Anon Tuga, como estão as mulheres ai em Portugal? E a empregabilidade? Recomendaria pra um brasileiro pobretão a ida em seu pais?
    Abçs

    Advogado Fracassado.24 de julho de 2016 11:12
    Anônimo23 de julho de 2016 21:51

    Quanto ganha um lixeiro ai em portugal? Muitos anons deste blog estão precisando de uma grana, ajuda ai.

    Andre navarro24 de julho de 2016 12:07
    “empregabilidade” em portugal?

    tá bem informado em…

    pais mais falido que a telerJ e telesp

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 21:58
    Essa teoria é válida sim e muito. De fácil observação em faculdades (principal ambiente que convivo) imagine uma caloura de um curso como enfermagem ou odonto ( cursos com muitas mulheres e geralmente bonitas) e um cara gordo, quatro olhos, não muito feio, porém que é veterano de medicina, isso muda tudo para elas. O status medicina muda tudo, pois com ele vem a aceitação e respeito social por cursar um dos cursos mais concorridos e nobres. Essas calouras podem ter vários outros calouros bonitos de outros cursos e sarados atrás delas, porém o fator medicina é predominante. É aquela história ele é gordo, feio, porém é bom de papo, cursa medicina, popular dentro do curso ( todos o conhecem). As calouras novinhas piram nessa tipo de cara. Um outro dia uma veterana de medicina veio dar em cima de mim (curso Engenharia Eletrônica), ela é bem feinha, uma nota 3 ou 4 de 10, parece ser legal, não é muito rica, apesar de não
    querer nada com ela toda hora eu penso, ele não é lá essas coisas, porém faz medicina, vai ser rica para um caralho e tudo. Aceitação social e papo são com certeza fatores importantes.

    Responder
    Respostas

    Anônimo23 de julho de 2016 23:08
    Discordo Anon 21>58 , eu estou cursando medicina, mas as mina ve a maneira que eu me visto, eu sou invisível , jkkkkk

    Anônimo23 de julho de 2016 23:49
    Estuda em federal?

    Se for cai dentro da estudante de medicina mesmo ela sendo feia, isso é um investimento pro futuro.

    Profeta Final24 de julho de 2016 01:03
    Ora ora, um confrade de curso.. se quiser depois que se formar pode trabalhar pra mim, relaxa que não te pagarei salário de fome.

    Anônimo24 de julho de 2016 01:18
    Burro. Pega essa feiosa que o portão para as bonitonas amigas dela de medicina estará aberto.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:04
    Olhem o Profezes pagando de patrão e até oferecendo emprego ao Anôn…..kkkkkk

    Anônimo24 de julho de 2016 10:56
    patrao kkkkk

    ai ai… que comedia, esse blog de mortos de fome, punheteiros tem até patrao.

    imagine como deve ser a emoresa deste “patrao” kkkkkk

    hilario

  20. ERIC CARVALHO disse:

    Blog Viver de Construção23 de julho de 2016 22:00
    Ola Pobretao e comunidade,

    Eu achei o texto interessante, e na indagacao inicial de seu texto sobre o tema eu ja estava preparando para responder que ver pessoas ‘inferiores’, seja por beleza, roupas, cultura, inteligencia e dinheiro principalmente, realmente se deve ao fato dos grupos sociais.

    Melhor explicando, com exemplos:

    1) Ja viu caras que curtem rap e participam de batalhas de rap? Realidade dos caras: Salario minimo, falta de conhecimento, mas sabem rimar e num grupo de pessoas que curtem rap, por serem bem vistos pelo grupo que frequentam, so pegam mulheres gatas. Aquelas mais gatas da favela mesmo, os caras pegam. Se tiver paginazinha do facebook, ate as chamadas ‘patis’ que sao as patricinhas riquinhas e gostosas podem se aproximar destes grupos, e vao facilitar para que alguem deste grupo as pegue.

    2) Caras que tem banda (rock, axe, sertanejo, etc.): Nem preciso dizer que o vocalista pega varias? So nao pega de for muito, mas muito feio, e mesmo assim pegaria medianas.

    Ha alguns anos atras, na epoca solteiro, eu pensava que bastaria ter um carro top que eu pegaria todas as mulheres (isto antes do tinder).

    Acontece que, por eu nao ter um grupo para me exibir com este carro, nao adiantava porra nenhuma, pois o maximo que eu conseguia era passar numa pracinha devagar, receber olhares e ir sozinho pra casa mesmo, pois tambem nao sabia como eu faria: Desceria do carro e ia falar o que?

    Eu acho que a teoria do Alfa, que é o cara boa pinta e com dinheiro, sempre vai liderar mesmo, podendo pegar as melhores mulheres (tambem do grupo de mulheres que buscam caras alfa) e tendo facil acesso a mulheres de outros grupos.

    Agora, pense nesta disputa: O cara alfa que tem grana disputando uma mulher de um grupo que ja esta sendo pega pelo ‘alfa do grupo’ onde ela se encontra: Ja vi casos onde este tipo de cara com carrao e grana deu em cima de mulher, e ela preferiu ficar com o pobre, salario pequeno, mas que no grupo que ela estava ele era o ‘alfa do grupo’. Socializacao.

    Penso que se voce quer ter mais acesso a mulheres gatas e tops mesmo, primeiro precisa estar num grupo, logico, algo que voce goste (grupo de igreja, grupo de baladeiros, grupo de passeios de aventura, grupo de motoqueiros, grupo de nerds, grupo de qualquer coisa, etc.)

    Estando neste grupo e exposto a mulheres que tambem fazem parte deste circulo social, ai sim a sua renda de 8K fara diferenca. Logico, nao pode ser o bonzinho, o introvertido, mas se voce tiver seu espaco no grupo, com certeza aparecera alguma mulher top que voce tera chances.

    Ja vi isto pessoalmente com caras que cresceram comigo: Todos com empregos miseraveis, mas que saìam todos os finais de semana juntos, indo para baladas, churrascos, clubes, e eles sempre estavam pegando as tops do grupo, enquanto eu, o ‘fodao’ do emprego importante, carrao, bonzinho e bom partido (so as maes achavam isto, as filhas nem ligavam), nao pegava ninguem.

    Cara, com 20 e poucos anos, com um carro top dos top na epoca de 60 e tantos mil, nao peguei porra nenhuma pelo carro que eu tinha, ou seja, nao ache que basta ter grana, comprar um carro melhor e vc se tornara um alfa …

    Ou talvez so seja ‘alfa’ com as gordinhas, maes solteiras e mulheres acima de 35 anos loucas pra casar do tinder …

    Abraco

    Responder
    Respostas

    Anônimo23 de julho de 2016 22:35
    Top dos tops nao seria um carro de 1 milhao pra cima?

    Anônimo24 de julho de 2016 02:19
    “ai sim seus 8k fara a diferença”

    ha ha ha

    pobreta tem dó de gastar 5 ou 10 reais, esses 8k nao farao diferença nenhuma, ele so vai ser zoado em qualquer grupo social pelo seu estilo de vida diferente do bostaleiro comum que gasta tudo e nao esta nem ai.

    e, carro no bostil faz diferença sim, só parar qualquer bostaleira gostosinha na rua e chamar ela de maneira extrovertida e se propor a leva la em algum lugar pra comer ou se divertir e ela topa na hora, o carro ja vai mostrar q vc nao é um duro e ela topara ir facilmente depreferencia de um pouco de bebida alcolica para ela e ela se soltara facilmente.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:07
    Anônimo24 de julho de 2016 02:19

    Eu não sei que mundo alfa alternativo você vide mas eu tenho carro e isso nunca aconteceu comigo. Continuo virgem.

    Anônimo24 de julho de 2016 14:10
    Anon das 02:19

    Só na sua mente de bosta que o mundo funciona assim! Mulher que se pega na esquina só pq se tem carro eh GP de rua, imbecil!!! Só sendo muito foda de corpo e rosto pra conseguir pegar mulher na rua desse jeito. Vc ta vendo muito vídeo idiota no YouTube. Acorda, mané!

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:03
    O problema da aprovação social é encontrar um grupo que vá lhe dar algum destaque, pega um cara que não tenha carro e possa até usar um carro popular dos pais por exemplo, por onde ele deve começar?

    Responder
    Respostas

    Anônimo23 de julho de 2016 23:48
    Entrando na universidade e tentando participar de algum círculo social. Contanto que não seja nenhum curso de humanas tá valendo…

    No trabalho também pode tentar se inserir em algum grupo, mas aí já é mais difícil pela idade e por ambições diferentes.

    Anônimo24 de julho de 2016 02:11
    o primeiro passo é nunca andar sozinho, quem anda sozinho é um esquisito do caralho. Se quer aprovaçao ande com qualquer mendigo mas nao ande sozinho.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:01
    Discordo Anon 02:11.Se andar num grupo majoritariamente formado por perdedores será visto automaticamente como perdedor pelos demais… e se andar num grupo formado por vencedores no qual você seja frequentemente desrespeitado e tratado como alívio cômico do grupo,também será igualmente desprezado.A equação é lamentavelmente bem mais complexa do que gostaríamos:a nossa sociedade como um todo- e cada comunidade em particular- sempre preza por um conjunto de características e habilidades pessoais específicas.Tudo se trata do que você tem a oferecer em troca do respeito e da admiração do grupo,isso é,lei da oferta e da procura.Possui algo que seja verdadeiramente valorizado por aquele grupo?Se não…esqueça.
    A verdade é que todos nós aqui demoramos muito a nos encontrar dentro do labirinto da existência:só após muitas derrotas e tormentos é que finalmente conseguimos mapear a trilha capaz de nos conduzir até a nossa efetiva libertação,qual seja:a IF. Chegar até ele cruzando todos os obstáculos e armadilhas no caminho não é nenhum pouco fácil,mas no final,isso não importa:afinal,é a nossa única escolha.Só com a IF teremos os recursos necessários – tempo e dinheiro- para construirmos lá na frente uma vitoria sólida e perpétua nos âmbitos financeiro,pessoal e social.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:49
    negativo chimpazé das 10:11.

    nenhum lider anda sozinho, nenhum, artitas, famosos, politicos, baladeiros, falastrões, nenhum anda sozinho nunca.

    em muitos casos o cara fodao até paga só pra ter a companhia.

    em geral eles andam com pessoas inferiores a eles ao lado provando quem é o melhor, mas sozinho jamais.

    e tem mais se andar em um grupo muito superior a vc, vc valerá menos que um mendigo a quem olha de fora.

    pode verificar o que digo.

    quem anda sozinho no bostil é taxado de esquisitao.

    Anônimo24 de julho de 2016 12:05
    O que eu creio que o anom das 10:01 quis dizer foi que o ideal é você andar em um grupo bom que te aceita e respeita. Contudo, como somos JPBF, é muito provável você virar o alívio cômico do grupo e não ser respeitado por ele, sendo que nesse caso é melhor sozinho que mal acompanhado.

    O pobreta poderia fazer um post sobre amizade entre homens, ia ser bom. Para mim em amizade vale o respeito, se perder o respeito eu chuto a amizade na hora.

    Responder

    Self-Made Man23 de julho de 2016 22:06
    Pobreta, é isso mesmo, a questão é o grupo social e a convivência. A mulher tem dois instintos fortes que tomam de conta dela dependendo do “meio”, um é o da hipergamia, de querer o macho mais destacado, caso ela tenha uma disponibilidade alta de machos, e o outro é o de “ser fecundada de qualquer jeito”, que chamarei assim por falta de outro nome. Esse último ela só entra nesse modo quando não está com um monte de machos disponíveis. O cérebro chimpa da mulher ordena ela a “pegar de qualquer jeito” o macho disponível, pois é melhor reproduzir com qualquer um do que não reproduzir de jeito nenhum.

    Sobre exemplos práticos, eu não sou pegador, sou tímido mas razoavelmente sociável. A duas últimas mulheres “tops” que peguei, ou seja, nota 8 pra cima, conheci através de um grupo de amigos. Grupo de amigos é a melhor alternativa se você não é daqueles caras estilo “PUA” capaz de chegar em qualquer mulher em toda situação que você quiser.

    Responder
    Respostas

    Anonimo.23 de julho de 2016 23:01
    “Pobreta, é isso mesmo, a questão é o grupo social e a convivência.”

    não a questão é vadia mesmo, como você explica essas turistas

    que vem para ca copular com bahianos? social?

    tem bahiano na alemanha?

    a natureza puta da mulher mesmo

    Anônimo24 de julho de 2016 01:28
    mais como é possível pegar mulher nesse nível através de grupos de amigos ? pede pro cara chamar e dar idéia na vadia ? nunca tentei isso

    Anônimo24 de julho de 2016 13:19
    Nota 8…
    Fake 5,0

  21. ERIC CARVALHO disse:

    Anônimo23 de julho de 2016 22:16
    Cara, gostei do post, mas na moral, revisa aí, pois esses erros gramaticais tiram um pouco do brilho e te fazem parecer um cara burro, coisa que você não é. Dá até a impressão que é outra pessoa escrevendo.

    Responder
    Respostas

    Anônimo23 de julho de 2016 22:50
    Porra, eu ia falar a mesma coisa.

    Anônimo23 de julho de 2016 22:55
    melhor estudar inglês otário que essa lingua lixo, que só é usada nesse muquifo

    Anonimo.23 de julho de 2016 23:00
    a vai se foder professor pasquali pobre

    Anônimo23 de julho de 2016 23:23
    ele sempre escreveu errado e sempre foi burro assim como todos nós fraquentadores deste blog. A diferença pra vc por exemplo é que ele é esforçado, por isso se destaca aqui. Mas se destacar entre nós não vale bosta nenhuma, pois não comerá ninguém do blog, a não ser que vc queira dar o rabo para o pobreta.

    CURITOLA

    Anônimo24 de julho de 2016 00:24
    O importante não são os erros gramaticais e sim a mensagem passada.

    Anônimo24 de julho de 2016 04:52
    Ele costuma escrever mt bem, devia ta meio bêbado cara.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:08
    Erro gramatical é meu piru. Anôn do cú Riscado

    Pobretão de Vida Ruim24 de julho de 2016 10:29
    Amigao é um saco escrever toda semana, escolher foto. Eu não vou ficar revisando bosta de texto nenhuma. Se preocupe com a mensagem e não com a forma. Eu tô ciente que tem erro pra caralho, eu não reviso bosta nenhuma e odeio português essa lingua nojenta.

    E não, português nao afeta meu trabalho porque eu uso apenas pra email e óbvio que não escrevo merda e errado.

    Galera mais chato quer pegar no pé numa bosta de blog de perdedores sobre “hurr durr que burro olha o português”.

    Na moral me deixa em paz.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:30
    Para manu, o pobreta é inteligente. Foda-se o português.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:22
    Vai tomar no cu comunista amante dessa língua nojenta!

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:20
    Eu tenho tanta coisa pra falar, tantos e tantos relatos que nao sei nem por onde começar. Eu vejo que maioria desses imundos sao aquele tipinho engraçadinho, que conhece todo mundo, que anda de corsa rebaixado, sabe. É um assunto que deixa o beta pensativo, com raiva e desanimado. Se o cara fosse melhor que vc ainda daria para aceitar, mas nao é isso que acontece…

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:21
    Tenho uma irmã que foi para frança , em 1999, ela e duas primas minhas, uma minha prima minha conheceu um francês aqui, que era engenheiro, o cara é feio , mais é francês, deu para o cara e arranjou namorado para outras aqui, quando o cara terminou o serviço aqui para a RENAULT, voltou para frança, e levou junto minha outra prima e minha irmão, sim família toda vadia, as duas primas hoje moram na frança e tem filhos casados com eles, minha irmã so namorou um cara do grupo viu a frança e voltou.
    os caras eram feios , porém estrangeiros, e na frança eles são normais não são ricos para o padrão de lá.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:26
    Boa noite amigos.
    Te tão complicado chega a ser simples: não adianta tu ser fodão(forte, inteligente e rico) se as pessoas não sabem. Aqueles que ostentam “status”, mesmo não o tendo, ganham aprovação não só das mulheres, mas como da sociedade(mais pessoas querem ficar a sua volta >logo você tem mais amigos > logo você parece alfa social > por aí vai). Mas por algum motivo isso não funciona com todos.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:31
    Você é um DERROTADO Pobreta, é isso que acontece com DERROTADOS.
    Por mais que tenha características que considera fundamentais, a vida te mostra que você é só um DERROTADO e pelo que já deu pra ver no seu blog NADA vai mudar seu destino de ser um ETERNO DERROTADO.
    Ah! seus textos continuam uma merda, como tu publica isso sem revisar.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:33
    Quando ele tiver 1MM, não precisar trabalhar, ter tempo para treinar na academia e ficar na praia o dia inteiro.

    Ele vai ficar rindo de vc no trabalho seu FDP.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:26
    Culkold imundo saída daqui!

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:33
    Eu não diria que quem é aceito “pega quem quer”, mas de fato aceitação é decisiva. Sem falar que quem vive em grupinhos têm mais oportunidades, tipo festas de amigos que levam mulheres e assim vão conhecendo mais gente, vão tendo contato com mais mulheres.
    Quem tem mais chances de se dar bem: o balofo “inferior” a vc que tem um amplo círculo social, tá sempre indo a festinhas, reuniões de amigos, conhecendo mais mulheres a cada dia… Ou um jpbf ” superior”que tem poucos amigos, passa a maior parte de seu tempo livre trancado em casa bebendo sozinho??? Acho que apostaria minhas fichas no gordinho.
    Eu ACHO que nosso maior problema não é sermos feios e pobres, é ser betas timidos. É claro que sendo rico beta introvertido vc pode pagar, seja gp ou uma interesseira qualquer, mas não tem recursos pra atrair uma por si só, exceto grana. Enquanto feios extrovertidos conseguem levar no papo de alguma forma, não me pergunte como, mas eles o fazem.Tem caras que conseguem pegar diabolheres bonitas ser bonitões ricos. Não pegam todas o tempo inteiro, mas vez ou outra conseguem umas bonitinhas. Enquanto os betas timidos do msm nivel de aparência ou até “superiores” ficam na seca. É triste. Vejo desse modo.
    Uniesquina é no caralho.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:11
    Mas essas habilidades só dá pra desenvolver após um passado de experiências majoritariamente positivas nesse sentido.Um cara que é implacavelmente esculachado e destroçado da mais tenra idade até a idade adulta jamais vai exalar carisma e poder de persuasão lá na frente.Pra reverter o quadro,só tendo o tempo e o dinheiro necessários pra reiniciar esse processo prático de forma calma,precisa e efetiva.Se não completar satisfatoriamente esse processo de auto-lapidação,o resultado invariavelmente não vai ser outro: vai levar coice lá na frente e depois vai se frustrar.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:27
    Cheiro de buça

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:39
    “dessa forma, quanto mais vocÊ é aprovado ou conhecido dentro de um grupo social e quanto mais vocÊ convive com alguém maior a chance de você ser aprovado e mais ela vai te querer como um namorado.”

    Discordo completamente. Eu sou beta financeiro, mas toco guitarra e baixo. Tenho uma banda de rock (já abrimos para o Fresno e glória em casas como carioca club. Eu não sou um inapto social e conheço muita gente nesse meio.

    Una vez, tomei um fora de uma japonesa quatro olhos que morava na periferia de são Paulo, e ela era do mesmo role que eu e sempre nos nossos shows. No fim, ela me disse que me via apenas como amigo.

    Agradar uma mulher é algo difícil de mensurar.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:23
    Ora…é óbvio que ela buscava o supra-sumo dentro do grupo/meio.Por acaso era você?Certamente que não.
    Estar inserido num grupo não basta quando o assunto é atrair e cativar a atenção de uma mulher:é preciso SER o centro dos holofotes(muito diferente de “pensar ser”,cabe acrescentar).Mulheres em geral só começam a aceitar a ideia de buscar alguém que não seja o epicentro de um grupo depois que passam dos 30 e poucos anos e/ou tem filho.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:30
    O cara que vai atrás de uma japonesa tosca que provavelmente não possui o perfil da sabrina sato tem que tomar no cu.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:40
    Pobretão por acaso você não se ligou no fato que homem branco mediano passa a imagem de beta provedor concerteza você é um mediano branco italiano às isso é até pior que ser pardo.

    Responder

    Atividade de Polícia23 de julho de 2016 22:43
    Pobreta isso é foda mesmo.

    Vou contar uma experiência. Tenho um amigo gente boa demais, muito próximo mesmo. Ele é quebrado, ganha uns 2kk e extorque parte da pensão de um salário da mãe. Ele é gordo, fuma, e tem placas sinistras nos dentes que são tortos.
    No entanto ele é muito gente boa, se relaciona fácil em qualquer ambiente. Aparenta ter grana, pois anda de civic 2009 financiado e com documentos atrasados. Roupas de marcas que compra com dinheiro do inss da mãe, relógios bonitos, e gasta os 2kk gasolina e baladinhas.
    Namorou uma mina nota 8,5 de família rica por aproximadamente 3 anos e olha que ele já é pai (quem paga pensão é um tio dele que tem melhor condições). Essa mina como era de família rica ele sempre saia juntos e eles pagavam tudo, desde churrascarias fodonas até roupas em shop. O cara nasceu com o cu virado pra lua.
    Não sei o que ele arrumou um dia que acabou terminando com essa garota (pegou ela com 17, super gostosinha). Na hora eu falei com ele, – se fudeu. Ledo engano. Depois que ele terminou, ficou um tempo sozinho e pegou várias lindinhas de 18 a 25 anos.
    Agora o fdp, kkkk, tá namorando uma mina que tá no 6º período de medicina, porém a família dela não aceita, pois sabe que ele é quebrado e só concluiu o ensino médio. O que a mina fez? Ligou o fodas pra família e tá firme com ele. Ela é nota 8 fácil, linda morena de cabelos lisos e dentes certinhos.

    Dá pra acreditar?

    LAncei um post no meu blog sobre se vale a pena mudar de país, quando vejo essas coisas só tenho mais certeza.

    Responder
    Respostas

    Atividade de Polícia24 de julho de 2016 09:26
    Ele ganha é 2k, se fosse 2kk até justificava, kkkkkk.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:13
    Ótimo blog cara. Favoritei. Anôn do cú Riscado

    Anônimo24 de julho de 2016 10:36
    Sim Atividade de Polícia, dá pra acreditar sim.
    Ele ganha mal, mas curte muito a vida. É isso que as mulheres querem. Só que no longo prazo ele vai se fuder. Pq ele é pobre. A mina nota 8, abandona ele. Ele vai tá velho sem grana e zoado

    Anônimo24 de julho de 2016 12:51
    Anon 10:36,
    Vai tá zoado, velho, sem grana, sem profissão, mas usufruiu dos melhores momentos da vida de uma médica em início de carreira.
    A vida é sinistra mesmo.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:33
    Se o cara rouba dinheiro da aposentadoria da mãe ele não é gente boa seu imundo.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:50
    Pobreta,eu tenho reparado que têm muitos anons que querem ter filhos só para “manter a raça branca” que está em extinção. Eu sou de Alegrete – RS e vejo muita gente dizendo que eu deveria ter filhos pra manter a minha linhagem, porque devo “honrar” meus antepassados, os anons precisam entender que mesmo que seus filhos sejam loiros dos olhos azuis eles pagarão pensões e sofrerão divórcios humilhantes, quem pensa em ter filho só por uma bobeira dessas tá perdido nesse mundo!

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:54
    Pobreta, a razão de vc ver feiosos com mulheres bonitas é pq esses feiosos “ostentam”. O feião que ganha 2k mensal tem mais destaque social que vc que ganha 9k pq ele ostenta atributos de dominância,vc não ostenta nada, não tem visibilidade social, é um introvertido que não sai com a galera, não tem contatos, não gasta grana com “social”, pras merdalheres vc é um bosta.
    Mas relaxe que quando vc alcançar a IF e se, SE vc ostentar algum bem vai chover de gostosa pra vc.
    Forte abraço!

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 22:54
    Sim essa teoria está certa, mas também tem o lado do mangina ele é gordo feio e coloca a mulher no pedestal, faz tudo que ela quer, assume o compromisso porque os alfas que elas tanto querem não querem o tal compromisso.

    Que é o que ela mais deseja, o que ela mais deseja pra mostrar prazamiga e prazinimiga que ela tem um relacionamento serio no facelixo, principalmente ele pode ser pobre mas faz declarações no facelixo
    usam todo o salario porco pra fazer média e as mulheres que ficam com esse tipo de cara também são mulheres inseguras que acham que não vão encontrar algo melhor,aliado á pressão dos pais porque ele é trabalhador “já tá bom pra você fia nos semo pobre”

    Ainda que seja com um cara inferior a elas e a outros que elas sonham.
    Os alfas e os periferia vida loka geralmente não assumem compromisso o que acaba sobrando pra esses tipos de cara que são inseguros por mais que sejam falastrões são loucos por status também são verdadeiros bajuladores das mulheres fazem papel de amiguinho se enturmam no meio delas e hora ou outra acaba sobrando alguma

    Mas acredite ele será humilhado covardemente inclusive com chifres a maioria das vezes pode ter uma que goste de verdade RARO,se melhorar de vida vai ser provedor quando casar se não será sempre menosprezado por ela porque “é menos que ela” digo isso porque trabalho com muitas mulheres tenho irmas primas ouço as conversas delas minha irmã e primas próximas até me pedem concelho amoroso não sei porque? escuto pra ver a resenha.

    beta do interior.

  22. ERIC CARVALHO disse:

    O grupo social influencia muito, mas hoje a mulherada não cai nesta, da mesma forma que qualquer pé rapado pode financiar um carro ou comprar um diploma, de engenlixo por exemplo, isso não diz nada, a mulherada tem pesquisado o histórico do sujeito, pois elas querem segurança, e se o cara for bonito ele terá chances maiores sim, mas se for pobre e feio, nem social adianta, essa história e pobre e feio pegar mulher pode existir sim, mas é só vileira, você naõ vê uma médica rica bonita relacionando com pobre [fato];

    Eu to apostando minhas fichas numa velha gorda e rica que está viúva, ontem sai com ela, tomamos um chop e transamos a noite toda, derrepente arrumo minha vida e quando eu tiver enojado dela, dou um jeito de jogá-la na escada e me deixar a fortuna dela.

    E isso pobreta ótima postagem.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:11
    “comprar um diploma, de engenlixo por exemplo, isso não diz nada, a mulherada tem pesquisado o histórico do sujeito”

    Isso mesmo. Imagine você cursando Engenharia Eletrônica em um muquifo de faculdade, um magalomaníaco escroto, um famoso mentiroso, um empreendedor de narguilés de potes tóxicos de whey protein? Além disso, recicla tabaco de cigarros sanmarino para colocar em charutos fedidos vendidos SOMENTE por whatsapp ou pelo seu e-mail estúpido @outlook.com APESAR de ter CNPJ e loja física em SP?

    Sua vida é uma merda, um fracasso, é um color of shit e foi enrabado violentamente pela blogosfera?

    Qual mulher se interessaria por um cara desses? Pois basta jogar o nome REAL dele no google para encontrar todas suas sandices espalhadas por vários blogs ridículos da Internet.

    Não seja esse cara.

    Advogado Fracassado.24 de julho de 2016 10:44
    Anônimo24 de julho de 2016 10:11

    Cara do que você está falando? Está me confundindo com quem seu imundo?

    Anônimo24 de julho de 2016 12:55
    Advogado Fracassado.24 de julho de 2016 10:44

    Você não entendeu a indireta pro Profeta “Aurum” Final?

    Anônimo24 de julho de 2016 13:05
    KKKKKKKKKKKK… Advogado Fracassado, tem que se ligar na história do blog ! Tá dando bobeira ! O anon das 10:11 enfiou uma lapa de rola no cu do aurum, templário travesti, dentre tantos outros fakes que esse autista emaconhado criou. Figuraça daqui do blog.

    Procure saber

    Historiador do blog do pobreta

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:04
    Conheço um cara feio que dói com uma mediana nota 6 FÁCIL, no mínimo um 6 (eu sou muito criterioso, tem amigo meu que fala que ela é um 8) e essa mediana namora esse feioso mas eu percebo que ela só namora ele pq ele daria a vida por ela.
    Essa mediana sofreu traumas de cafajestes da minha escola que usaram ela e ela virou feminazi punk e começou com a retórica anti homem e ela usa esse feioso pq ele paga tudo pra ela e eu e meus amigos tb percebemos que ela humilha mt ele e ela sempre tira muito proveito dele, até ganhou um iphone de presente.
    Acredito que elas pegam esses feios pq sabem que eles vão se esforçar pra caralho por elas e sabem que esses vão ser provedores com muito orgulho (até pq sexo ela pode ter com cafajeste a hora que quiser e ela sabe que o cafa não namora ela, só come e vaza e ela tem o melhor dos dois mundos transando com cafas e sendo bancada por beta fiel).
    No fim das contas esses bugs da matrix são puro utilitarismo, nao são exceções ou coisa do tipo.

    Responder
    Respostas

    Mr. Mayhem24 de julho de 2016 10:59
    Esse dupla aí tem mais é que tomar no cu. Ele pra deixar de ser otário e ela pra deixar de ser filha da puta. Mas ainda mais otário é ele que banca a perifenta.

    Anônimo24 de julho de 2016 14:10
    Ela dificilmente fica sem provedor, veja como no tinder sempre tem otário querendo uma mediana pra levar no cinema e pagar tudo, elas escolhem entre mais de 100. Mulher nem precisa de grana quando quer passear e ter coisas. Vejam vcs anons, ninguém nunca te chamou, ou foi te buscar e te levar em casa, te deu algo só por gostar de você, gastou com vcs de boa só por amizade. Mas qualquer vadia tem isso mesmo sem conhecer uma pessoa por mais de 24 horas. Tem vários aqui que são paga-lanches de Tinder e infladores de ego de facebosta. Largeum essas porras. O mal do mundo não é doença, terrorismo ou guerra, é MANGINISMO!

    Responder

    Anonimo.23 de julho de 2016 23:06
    uma vez pobreta, jogava bola na rua quando era menor.

    tinha um muleque, MAGRO, PRETO DA COR DO WINDOWS 10.

    MOLEQUE FEIO, SEM GRAÇA, TODO TORTO.

    Um dia vi uma loirinha de 15 anos dando mole para ele.

    aparti da li comecei a ver a “Real” sobre vadialheres civils.

    a natureza mediocre busca o mais lixo.

    aprenda isso.

    Responder

    mpbar23 de julho de 2016 23:06
    Esse post me lembrou do Roger da cidadezinha, que era um senhor feudal justamente por dominar o “social proof” da cidade toda.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:10
    Pobreta desculpa por divagar do assunto,
    Mas em se tratando de investimentos , você quer acumular 1 milhão por exemplo, depois disso viver dos seus rendimentos.
    Mas o em relação a inflação, você reinveste ou usa tudo pra você.
    Tipo de 15 % ao ano, de inflação 12%, você pega 15 ou 3 % ??

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:40
    Amigo, O tesouro direto tá pagando inflação mais 6% ao ano. A inflação pode ser 50%, não importa. O tesouro vai pagar e vc vai manter o seu poder de compra. 6% de 1MM, dá 60k ano. Se vc usar só os 60k, vai ter o seu poder de compra até morrer.

    Anônimo24 de julho de 2016 11:33
    foda q pra pegar isso ai no tesouro tem que aplicar pra 2035.

    Ate 2035 nem sei se vou estar vivo meu.

    Anônimo24 de julho de 2016 14:13
    O tesouro não amarra a grana anon, você sempre pode vender uma quantidade de cotas na hora que quiser, pois você não aplica o dinheiro e sim compra cotas que sào reajustadas no tempo.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:17
    Caramba Pobreta, o que tá acontecendo com você? Você já venceu filho da puta. Até parece que agora na reta final você quer voltar pra Matrix e estou vendo que você vai acabar fazendo isso. Invejando cara com depósito mediana e pobre ainda pobreta? Ta merecendo um tapa na cara. Tanto trabalho pra que? Pra agora ficar olha lá o pobretão com a namoradinha que podia ser minha!!!!. Bora focar no milhão pobreta e no desenvolvimento pessoal. Depois é só panicat e caipirinha na praia, não foi o que você sempre disse? Porra pobreta não me decepciona na reta final. Puta merda pobreta cuidado com esses seus instintos ai pobretão você tá querendo virar Provedor de mulher cara. Já já vai assumir porra alheia.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 09:05
    Kkkkkk pobreta vai cair na matrix logo logo, veja como ele já tem mudado. Fala de gastar mais com ele, de fazer uma viagem legal, comprar um carro e agora tudo da a entender que quer engatilhar um relacionamento com uma civil. O pobreta está se transformando, vai casar e ter muitos filhos. A matrix está enfeitiçando o pobreta.

    Anônimo24 de julho de 2016 13:42
    A crise de depressão está voltando

    Anônimo24 de julho de 2016 13:44
    S3 ele chegar no Milão vai torrar tudo logo e vai se suicidar. Se não torrar tudo antes quando sair do emprego.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:17
    Pobreta assim
    Aqui tem esses casos, mas são de quem começou a namorar desde criança praticamente, que as famílias são unidas, que por mais que sejam jovem, metade da vida viveram juntos.
    Muitas eu vejo que são apaixonadas, os cara são feios mais tem o amor delas, amor desde a infância ou pre adolescência, claro que amor não quer dizer paixão, paixão é pelos fodões, é mais ou menos assim
    De resto comparo um amigo meu, tinha um namorada top, acabou o namoro, hoje em dia so pega medianas e olhe lá

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:17
    Diabolher nao quer saber de futuro. Diabolher quer saber do AGORA. De curtir o agora.

    Aproveitar a vida agora.
    Sao carpems.

    Se ela souber que vc tem meio milhao de reais e nao o usa (gasta), ela vai te achar um MERDA, que so pensa no futuro.

    Diabolheres preferem um cara carpem, que foda ela em cantos inusitados, com a famosa “atitude” que tanto falam.

    Esses caras que sao sociaveis, tendem a ser mais carpems, a desenrolar as coisas mais facilmente.
    Diabolher SEMPRE espera que o cara solucione as coisas para ela. Sao totalmente passivas.
    Toda a iniciativa é OBRIGAÇÃO sua.

    Pessoas sociaveis sao pessoas com iniciativa.

    Diabolher tem uma habilidade FILHA DA PUTA de saber em poucos minutos (ou talvez segundos!!) se vc é um perdedor, beta social, introvertido.

    É foda.

    Realista Observador

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 09:10
    Essa habilidade da mulher eh foda, bastam segundos mesmo, parece instantâneo, ela bate o olho e já sabe se vc eh beta, perdedor, etc.

    Mr. Mayhem24 de julho de 2016 10:57
    “Diabolher SEMPRE espera que o cara solucione as coisas para ela. Sao totalmente passivas. Toda a iniciativa é OBRIGAÇÃO sua.”

    Poucos definiram tem bem a natureza do joguetes femininos. É isso aí.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:19
    Tem uma descendente de japonesa mestiça muito gostosa querendo trair o namorado comigo. O cara é feministo, mangina e ela fala mal pra caralho dele.
    Ele é mais feio que eu, mais baixo e menos atlético e parece ter um pouco mais de destaque social, apenas isso,e eu perguntei pra ela pq ela não larga ele e a mina falou que só não larga ele pq ele compra pizza,salgados, lanches, doces, nutela, sorvetes pra ela. KKKKKKKKKKKKKKKKKK A mina só tá com o cara pq ele é o paga lanche e pq é o “taxi” dela e ela falou que quando formar não vai precisar mais dele pra levar ela pra faculdade e buscar. Ela faz facul na capital que fica há uns 30 minutos daqui e ele banca os rolês dela e ela me falou que nem dá pra ele.
    Eu nunca dei nada pra ela, nunca paguei nada, só dei um broche do anime favorito dela de presente e ela quer me dar e chifrar o namorado que gasta mais da metade do salário dele com ela.
    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:15
    FAKE 2/10.

    Mr. Mayhem24 de julho de 2016 10:55
    Pouco fake essa história, hein?! hahaha

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:20
    A verdade é que está nos instintos femininos a destruição da raça, através da miscigenação, e invariavelmente a destruição da cultura, que deriva da raça.

    Isto não tem ligação direta com religião, mas é indiretamente afetada por ela, uma vez que sem a religião impondo restrições morais às mulheres, os instintos delas falam mais alto. Se um europeu estupra uma mulher branca, mesmo que ele seja um homem muito religioso, ele será preso e condenado. Mas se for um negro, marginal , vagabundo , muçulmano , aí pode.

    O islã imporá restrições morais às mulheres, mas para isto terá que destruir primeiro toda a Europa, e eliminar o homem branco da equação.

    Algumas pessoas não entendem o porquê deste comportamento das mulheres. Sem restrições morais, sem um patriarcado oprimindo seus instintos, elas destroem toda a civilização, e levam a sociedade de volta à idade da pedra, ou a entregam à uma civilização vizinha (no caso da Europa, o Islã).

    O que os partidos europeus precisam fazer é ter um plano para eliminar o direito da mulher ao voto, pois a mulher é o verdadeiro câncer que destrói a civilização, única e somente, o inimigo número um da humanidade superior. O que o Estado está fazendo, é entregar para as mulheres o que elas querem, serem estupradas pelo estrangeiro, pelos muçulmanos. O Estado nos países ocidentais é atualmente matriarcal, e favorece a mulher com leis e privilégios.

    Cavaleiro Templário

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 12:30
    Tu só tem esse argumento né? Eu acho que você ficou bitolado com alguém que escreveu isso aí e deve ter este texto colado por todas as paredes da sua casa. Seu lixo, e o que você disse aí, qualquer homem minimamente consciente sabe disso.

    A promiscuidade feminina iria destruir o ocidente e jogar em estado caótico todo o Ocidente. Isso foi alertado por predecessores da Igreja Católica e Islâmicos desde do século 3.

    elemeNt.psycho

    Anônimo24 de julho de 2016 13:45
    “Isso foi alertado por predecessores da Igreja Católica e Islâmicos desde do século 3. ”

    Puta Que o Paril Macaco

    Século 3 não existia Islam , Muhammad nasceu no ano de 632 ou seja , século 6 , analisando a sua intenção de tentar passar uma imagem de sujeito culto, conhecedor de história , que se roga como um crítico arrogante capaz de desmerecer um oponente, ao mesmo tempo em que sequer é capaz de encadear um texto.

    Você é o retrato do sistema educacional brasileiro, da família fétida bostileiro, cor de bosta , esfomeada , cuckold , que a única vez que come carne na vida é quando vai a convenção do PT comer pão com mortadela , lambedor de corrimento de m$ol , repito, tanso, símio, limitado.

    Suma daqui, seu resto de aborto fedorento.

    Cavaleiro Templário

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:23
    porra, tenho duas situações:
    sabado passado comi uma gp, aqui no casarão da augusta. 19 anos morena magrrinha deliciosa, 40 minutos de foda , gozei duas vezes, 200,00 com quarto + 100 de bebidas, total 310,00 resultado da noite: putaria nota 10 . cheguei la as 23:00 sai as 8:00 da manha.

    2 – hj sai com uma vadia civil do trampo gastei 60 conto no “barzinho” e só consegui fikar no beijinho com a vagaba, não quis me dar Pq n se sentiu a vontade, segundo ela. Ah vai tomar no cu, civis são chatas de mais, sendo a vagaba uma nota 4.5, porra se fosse uma nota 7 pra cima ate vale a pena o investimento de tempo e dinheiro…. voltei p casa fulo da vida pelo tempo q perdi no barzinho e dando ideia nela.

    conclusão, perder tempo com civil só se for nota 7 pra cima.

    marchante

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 10:44
    MArchante, eu sempre penso nisso. O ruim da cível é q vc tem que investir grana, tempo e ter paciencia pra ficar ouvindo as merdas que ela fala.

    Tá dificil manu, hj acho 1000 vezes melhor ir no puteiro ficar 1 hora com a puta comer e ir embora.

    Anonimo.24 de julho de 2016 12:11
    bem feito, quem mandou ir atras de civil, tem mais que se foder mesmo.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:31
    estudo numa federal. aqui a maioria dos homens são betas nerds, pouquíssmos alfas. logo sobra gatas e é frequente ver gatas com caras escrotos.

    também há o caso de cursos de mulheres onde há somente um homem. exemplo é um amigo meu ultra beta que faz nutrição. só há 4 homens na sala e 36 mulheres. desses 4 homens, 2 são viados. logo esse ultra beta consegue pegar gatas da sala dele, já que ele convive diretamente com as vadias da sala…

    tmbm existe casos de vadias que odeiam os pais e ficam com zé droguinhas só pra implicar com os pais…

    Responder
    Respostas

    Anonimo.24 de julho de 2016 12:12
    “estudo numa federal”

    tenho nojo de qualquer instituição de ensido publica, ainda mais se for federal.

    é um esgoto essas merdas.

    PRIVATIVEM JA ESSES LIXOS

    Anônimo24 de julho de 2016 13:16
    Macaco portador de diploma de uniesquina detected !

    OU é playba de fgv, puc –> nesse caso, VAI TOMAR NO CU !

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:32
    Acredito que esses feiosos também pagam um preço muito alto para ter uma top de mãos dadas com eles. Devem usar de muita bajulação, passeios no shoppings, caronas pra faculdade e presentes. Sem contar que devem ser cornos que fazem vista grossa.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:40
    Esse é o grande ponto, fazer parte da “tribo”. Seja ela qual for. Não é só ter grana e cabou, ser bonito e fortão e acabou, se não tem respaldo do grupo social, familiar das mulheres, nada feito. A questão é os recursos usados pra ter esse respaldo, na maioria das vezes é grana ou beleza, mas não é sempre. Vai ter mina que vai escolher o cidadão pra dar porque a vózinha dela gostou dele. Meio religioso e igrejas é o maior exemplo prático disso, se as pessoas lá gostam de tu, o pastor, padre, sei lá quem, vai ter respaldo independente se for um cara pobre e horrendo, e digo com propriedade pois já vi cara assim em igreja com minas lindas, e também o vice versa acontece, com minas horrendas e caras razoáveis.

    Mas enfim, quando o pobretão diz que dinheiro vence tudo, é você em parceria com o dinheiro, porque em certos aspectos ele não trabalha sozinho.

    Eu por exemplo se fosse milionário,rico pra caralho, teria o mesmo desempenho de agora com meu salário irrisório em relação a civis, ou seja, um lixo, uma bosta, não ia pegar ninguém.

    Ass. Anon Timido

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:45
    Essa teoria é ARROMBADORA Pobreta, e eu já vivenciei isso na prática. Quando eu estava sozinho pouquíssimas me davam atenção ou sequer me olhavam. Já quando eu estava rodeado de amigos e aparentava ser um cara bem relacionado, chovia de mulher querendo me conhecer. Parece exagero mas não é. O social é realmente mais importante que a beleza e está pau a pau com o dinheiro. Mulher quer visibilidade, quer ser vista, quer ser lembrada, por isso se vc for um miserável em termos de convivio social amargará um deserto sexual. É como aquele video que indicaram aqui uma vez (Women cant love, ou algo do tipo) o cara analisa a questão de maneira cirúrgica dizendo que mulher só se importa com o superficial e com o que ela pode arrancar de você.

    Ps: Eu fico abalado quando vejo pardo color of shit ou mesmo aqueles cara que são azul de tão preto com loirinhas delicinhas da classe média. Me bate uma angústia fodida.

    Ass: Filho de Belial.

    Responder

    Anônimo23 de julho de 2016 23:54
    Caralho, tem vez que eu evito ler os comentários porque o pobreta fala sobre assunto financeiro e o povo vem ficar falando de mulher. Hoje é o contrário, ele fala de mulher e eu faço alusão com o dinheiro:

    Isso é a realidade de todos nós e a velha desculpa pra justificar esse fato é o “fulano tem papo e você não”. Eu sempre achei isso desculpa de peidorreiro, mas se analisarmos o “papo” não só como lábia, mas como o comportamento no geral, faz sentido.

    Eu costumo resumir assim: sou fodido na vida porque sou introvertido e minha profissão EXIGE que eu tenha uma super rede de contatos e seja extrovertido. Como eu não aguento lamber saco de otário pra subir na vida nem colocar vaginas no pedestal, só me fodo no meu âmbito profissional. Odeio trabalhar em equipe, preferia trabalhar com um bando (não sei o coletivo de bonobos) de bonobos a ter que ser uma “equipe”. Não adianta ter boa aparência, ela sozinha não te garante nada, só ajuda. Com certeza vocês já perceberam que a boa aparência ajudou vocês em algum momento da vida profissional. Vai trabalhar maltrapilho (se você tiver chefe) pra ver o respeito que vai começar a ganhar (já não tem nenhum, vai só se foder mais). Além de bonito tem que ser extrovertido (“vestir a camisa da empresa” no seu cu aí), estar sempre alegre e interessado por tudo (fingir que sua vida é linda), etc…

    Com mulheres a mesma coisa, ser bonito não resolve, só vai evitar delas levantarem no ônibus se vocÊ sentar do lado delas, evitar que elas mudem pro outro lado da rua pra não cruzar seu caminho e que elas te respondam sem fazer cara de cu torcendo o nariz mesmo pra perguntas simples. O “ter papo” é ser essa falsidade toda, fingir ser feliz, confiante, estar sempre animado e “fazer ela rir”.

    Lamentavelmente eu abomino a hipocrisia e não consigo viver uma vida falsa.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 00:22
    Pra ser bem sincero, eu não tinha visto o termo conspicuidade ainda. Isso me faz pensar, pense nas vezes em que vocês já pegaram, ficaram, namoraram… (ou pense em conhecidos também nessas mesmas situações).

    No momento em que as coisas deram certas, você realmente parecia estar no cunho social importante pra mulher naquele momento. Ao passar de um tempo, você parte pra outra e é aí que tudo desanda. Quantos caras eu já não vi namorarem/casarem e depois fica aquela relação forçada.

    Acho que já citei uma frase do Einstein (se é que é dele) aqui em que ele fala sobre o relacionamento. Os homens se interessam pelas mulheres achando que elas nunca vão mudar, as mulheres já acham que vão conseguir mudar os homens, e é aí que a merda toda acontece. O cara achando que vai ter uma mulher pra meter o pingulim a vida inteira achando que ela vai ter o fogo todo que ela tem no momento em que ele está no âmbito social aceitavel pra ela e ela achando que o fanfarrão vai estar sempre no círculo social que ela achar o melhor. Nunca mais vai ter piru chupado.

    A aparência nesse caso pode ter uma importância dual. Se você for concorrer com um fofão de óculos estando no mesmo cículo de interesses da prexeca você ganha. Mas se der merda pro fofão também no meio da relação ele vai pra vala bem mais rápido do que você iria. O cara mais arrumado ainda consegue afogar o ganso por mais tempo.

    Por fim, tõ falando de “relação” esse tempo todo, mas avaliem aí qual a importância da aparência só pra pegação mesmo. Eu continuo achando de extrema importância.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 00:44
    Pela minha experiência, caras falatrões, desde que não sejam horrorosos ou gordos, costumam se dar bem com as mulheres. É o que eu tenho visto. Caras feios só conseguem mulher bonita se os mesmos tiverem dinheiro, o que pode ser uma coisa muito perigosa com grande probabilidade de dar merda no futuro.

    O lance a aparência influência muito, principalmente no psicológico masculino, justamente porque mexe com a auto estima. Um cara bonito costuma ter auto estima maior e isso ajuda ele nos grupos sociais e, consequentemente, com as mulheres. Caras feios demais ou gordos demais, tendem a ter baixa auto estima, fazendo com que os mesmos sejam mais introvertidos e cabisbaixos, o que o prejudica no grupo social e, claro, com as mulheres.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 00:49
    Pobreta e sobre os bandidos e aqueles psicopatas assassinos que mesmo sendo reprovados por todos da sociedade ainda sim conseguem esporadicamente uma branquinha pra esvaziar o saco?

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 13:43
    O bandido não é reprovado socialmente, muito pelo contrário, os chimpas bostileiros até preferem ser amigos de um malandrão do que de um trabalhador honesto. Traficantes e marginais em geral têm muita aprovação social, principalmente das merdalheres.

    Responder

  23. ERIC CARVALHO disse:

    Belíssimo post.

    Vejo isso no dia a dia e ainda complemento que não é só o status mas sim os bens que os 2k compram e onde moram, veja bem que os 2k dele consegue comprar um golzinho 1.0 bola da geração 3 e ainda colocar sonzão de 3k, nas festinhas se gasta 300 reais pra ostentar, e ainda dá pra pagar parcela de roupas e cordões falsificados, eles no final ficam parecendo que tem mais dinheiro que você por isso conseguem vadias melhores.

    Essas vadias periferentas não estão nem aí em quanto o cara ganha ou se é feio ou bonito, elas só querem saber de sexta e sábado terem uma festinha pra ir e esquecer a rotina de vendedora de loja, não ligam pro salário mas sim pro que elas veem, elas só ligam pra beleza quando querem arrumar uma barriga ( o que quase nunca funciona já que quase sempre engravidam antes dos 18 anos ) e quando pretendem mostrar pras amiguinhas.

    Os 2k dele não fariam diferença nenhuma em uma classe média alta, mas numa favela isso deixa ele na turma dos comedores, morar sozinha Pobreta só da status na hora que elas querem casar.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 00:53
    Concordo contigo, a convivência em um grupo social gera um conforto necessário às mulheres para se doarem a certos tipos de homens. O negócio é procurar se inserir em grupos sociais em que seu alvo está inserido, tentando estabelecer uma convivência, uma Familiaridade. Isso as faz se sentirem tranquilas e seguras numa eventual abordagem sua. Não só se insira no grupo de seu alvo, como busque ser aprovado primeiro pelas amigas de seu alvo, e o resto será consequência. Mulheres sao muito maria-vai-com-as-outras, as opiniões das amigas sempre são as opiniões delas.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 01:07
    O velho Pobreta estar de volta 🙂

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 03:45
    ou seja, nem com 400k ele esta feliz.

    provavelmente nao estara feliz com 1kk tb.

    e sempre invejará bosteliros com cor de coco.

    logo, o problema dele nao é a falta de dinheiro.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:48
    Discordo. Ele tá puto pq hj ele decidiu aportar e não gastar. Qdo tiver 1KK, vai estar muito feliz, pq vai pegar nota 9/10 e não vai precisar se importar com trabalho.

    Diferente dos caras que ostentam e na segunda tem que pegar o trem pra ir trabalhar na obra.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 01:12
    Eu mesmo sigo o MGTOW e não ligo mais para isso, sou praticamente um zumbi. No dia que você praticar o verdadeiro desapego de preferencia não se relacionando nem com GPs isso se tornará irrelevante.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 09:12
    Concordo contigo anon, sei o que é isso. Essa é a matrix quando nos quer de volta. Enquanto fizermos as coisas pensando nas diabolheres isto vai acontecer. Precisamos nos desapegar totalmente das diabolheres, as que aparecerem ja está bom. Nao podemos medir a nossa personalidade pela aceitaçao das diabolheres.

    Anonimo.24 de julho de 2016 12:14
    “relacionando nem com GPs isso se tornará irrelevante.”

    é isso amiguinho.

    agora olha lá o novo video do Rica games…

    ele sério olhando para camera, dando taca na propria cabeça.

    claramente surtando…

    é isso ai,

    cuidado para não se jogar da janela tb

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 01:21
    eu também não entendo isso, já vi caras feios, magrelos,com mulheres bonitas ou bonitinhas mais comestíveis, e já vi até caras inferiores a mim com essas mulheres como mais baixo, mais magro, cabelo ruim etc.. eu tenho 1,89m e tá difícil

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 01:21
    Esse é o primeiro choque da matrix. 98% dos betas sonham com seu primeiro carro para ter acesso as mulheres, mas quando elas não chegam e você motorizado continua na mesma dá uma crise existencial fudida e perigosa.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 14:09
    Sim, macaco ! E a razão para isso é que os betas, em geral, são burros e preguiçosos e caem no conto de que com carro tudo se resolve !

    Ou seja, pode ser gordo, maltrapilho, ganhando 1k, feio, sem traquejo, MAS COMPROU UM CARRO : SEUS PROBLEMAS ACABARAM !!!

    É claro que não é assim que essa merda funciona, carro é só a cereja do bolo, um chamariz para a vadia, mostrar que andando ao seu lado, vai ter mais conforto e benesses do que com um pé rapado fudido.

    Mas isso tem que estar dentro de um contexto, o cara arrumado, sem barriga, shape legalzinho ( nada de esteróides nem nada ), um troco para gastar com a vadia ( É A MERDA DA REALIDADE, NÃO ENCHAM O SACO).

    Primeiro tem que dar uma desenvolvida, para depois aparecer com o carro!

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 01:46
    Realmente você se superou nesse post pobreta, muito top essa teoria.

    Acho que se o cara tem beleza e dinheiro mas não tem o social forte, no máximo ele vai servir de caixa eletrônico / troféu pra diabolher.

    Isso que tu falou e caras com pouca grana pegando gatas só os mongolóides da Real não enxergam, ficam na matrix de “status / dinheiro”, de “realistas” não tem é nada.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 02:08
    pobreta veja abaixo o que as pessoas pensam de vc e do outro caso que citou.

    Eu = “branquelo patético esquisito”

    Italiano = “grande bosta, eu bostelira gosto é de morenos cor de bosta de preferencia altos e com cara de mau, odeio mongoloides quietoes”

    + 8.000k salário = “duvido que esse mongoloide ganha isso, mas se ele ganhar mesmo eu fico com ele só pra ganhar uns presentes dele e depois saio fora, mas ninguem pode saber no grupo se nao vao me zoar”

    Mora sozinho = “um estranhao desse tem que morar sozinho mesmo, nao cola com ninguem, maior esquisitao, acho que nem a mae ele trata bem (risos)”

    Magro = “magricelo esquisito pateta, tem maior cara de cu”

    cuzao = “ah esse eu pego, alto, cara de mau, agitado, todo mundo ficaria com ele”

    cor de coco = “ah melhor esse moreno cor de bosta do que um branquelo com cara de mongoloide esquisitao igual ao pobretao (risos)”

    1500 salario = “olha o carro dele, saimos direto com a galera e eu dou pra ele dentro desse carro, fazemos maior aventura”

    mora com papais = “a mae dele é maior legal, agitada, gosta de mim, fui numa festa bostelira agitada na casa dele maior legal, vou ficar com ele ai até ver o que da.

    gordo ou semi = “pelo menos ele é alto, me da uma atençao, transa bem, tem carro parcelado em 60x, me da presentes, é descolado, todo mundo gosta dele, e qualquer uma (do meu ciclo de amigas) ficaria com ele.

    E mesmo ela preferindo o tal “cuzao” a um branquelo mongoloide igual a vc, ele aguenta as mesmas chantagezinhas pateticas normais de vadialheres, gasta o que nao tem pra manter o namoro, e no final tambem toma chifre.

    Nao há o que se fazer, mulher nasceu pra foder o homem em todos os sentidos seja vc branquelo mongoloide ou cor de bosta descolado e no seculo da putaria isso é ainda pior.

    e nao importa o quanto vc ganha e sim o quanto vc mostra.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 02:12
    Definitivamente não sei o que as mulheres querem, uns dizem que gosta de beleza, outros dinheiro, outros altura força,outros sociabilidade outros pinto grande de verdade mulheres e uma coisa chata terrível que somos obrigados a lidar e de uma infelicidade enorme ter que lidar com ela por ser homem, nos somos práticos e gostamos de beleza isso é claro, já elas são umas coisa estressante misturado com coisas sombrias Muito maligna Deus nos Companhe

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 09:59
    Depois que parei de entender as mulheres metade das minhas angústias acabaram. Agora só falta conseguir grana para acabar com a outra metade, que não só corresponde a ter acesso a mulheres de qualidade, mas conseguir melhorar a própria qualidade de vida.

    Anonimo.24 de julho de 2016 12:14
    “Definitivamente não sei o que as mulheres querem”

    quem se importa com que mulher quer?

    seu mangina

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 02:29
    o pobreta quer desvendar os segredos da mente da diabolher de uma forma matematica ou como se cria uma planilha de excel kkkkkkk

    gente nao há regras na mente feminina, mulheres sao retardas, sao inumeros os fatores que as fazer tomar as decisoes, nada é pratico ou matematico na vida da diabolher.

    até eu que acompanho o blog ja algum um tempo acho o pobreta meio biruta social kkkkk imagine o bosteliro atolado na matrix o que pensa dele.

    Responder
    Respostas

    Anônimo24 de julho de 2016 08:01
    Exatamente. Cabeça de mulher moderna não é racional nem 1%. E de fato desconfio que o pobreta tercerizou o Blog

    Anônimo24 de julho de 2016 09:39
    Kkkkkk eh isso aí… Mulheres não são lógicas, não adianta querer criar uma receita de bolo pois isso pode não funcionar. Mas de toda forma parabéns às teorias do pobreta, são realmente verdades e isso ocorre sim, muitas ajudam porém espere qq coisa vindo da cabeça de uma mulher.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:54
    Manu ri muito com a sua frase. kkkkkkkkkkkk
    “imagine o bosteliro atolado na matrix o que pensa dele.”

    Quem está na matrix deve ficar puto com o pobreta. kkkkkkkkkkkkkkk.
    Deve achar ele perdedor, retardado, fdp. etc. etc.

    PRa mim o cara é um herói, me salvou da matrix

    Anonimo.24 de julho de 2016 12:16
    esperar racionalidade de mulher…

    é o mesmo que tentar ensinar tabuada de 9, para um gato siamês

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 03:06
    Ontem mesmo eu estava pensando em aprender a tocar algumas músicas no violão para chamar a atenção do pessoal com minha habilidade artística.
    Eu não imaginava que essa necessidade de ser aceito e respeitado dentro de um grupo já tivesse se tornado uma teoria.
    Depois de ler o post, encontrei uma explicação consistente para muitas aberrações que vi. A questão agora é como se transformar em alguém importante em algum círculo social sendo introvertido, sem talento, antissocial, depressivo, profissionalmente fracassado e sincero demais.
    É dificílimo negar a si mesmo com o objetivo de trazer algum sentido a própria vida.

    Responder
    Respostas

    Mr. Mayhem24 de julho de 2016 08:55
    1. Aprenda por você, porque você quer e isso vai fazer você evoluir.
    2. “Chamar atenção do pessoal” vai te colocar uma pressão desnecessária.
    3. Não faça nada para agradar alguém além de vocês. O resto é consequência.

    Abraço.

    Anônimo24 de julho de 2016 10:41
    “2. “Chamar atenção do pessoal” vai te colocar uma pressão desnecessária.”

    uma vez fui a prai com uma galera e fiz a besteira de levar o violao.

    4 da manha os fdp me falando “toca aquela, aquela la vai meu, toca ela denovo” eu ja cansado e ainda tinha q ficar tocando a mesma musica 30 vezes, pqp que chato.

    Anônimo24 de julho de 2016 11:03
    Para quê pora? Fazer palhaçadas por causa de diabolheres. Se quiser fazer algo que seja para o teu proprio beneficio. Pensa em ti primeiro cara para evitar fepressao.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 03:24
    pobreta, acho que esse caso de caras feios,pardos pegarem mulheres bonitas deve ser por causa da alta popularidade deles, status social ou grana. porque pela aparência é óbvio que não é, acho que pelo fato delas serem irracionais também por escolherem esse tipo, não da pra entender muito porque elas escolhem eles.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 06:33
    pobreta, nos shoppings eu vejo direto mulheres bonitas andando com caras horrorosos, gordos, baixos mais é certeza que eles são uns cornos, pois elas devem trair muito eles com bombados de rosto quadrado é certeza

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 08:37
    Ta ai uma coisa que me incomodava muito nos meus 17/18 aninhos pobretão!! eu era super inocente e nessa idade qualquer mulherzinha que tú curte e ve ficando com um zero esquerda abala e muito sua auto estima. Quando vejo uma mulher bonita com um cara feio também fico puto da vida. E é o que mais vejo,umas novinhas bonitas ficarem com uns drogadinhos estilo traficante e minha raiva de mulher continua crescendo. As vezes não basta só dinheiro não ëmbora ele seja importante” to pegando uma casada que o cara é o típico provedor pra você ter noção,e eu sou mais pobre que moeda de 25 centavos. Também tem o fator que não tenho aparencia ruim,so preciso ficar mais forte que viro um nota 7/8… Sem sombra de dúvidas o fator social é MUITÍSSIMO IMPORTANTE,foda que o cara trabalha,estuda tanto que fica sem tempo pra trabalha-lo direito!!

    Responder

    Mr. Mayhem24 de julho de 2016 08:53
    Pobreta, você mesmo se respondeu no texto. Estou aqui analisando as características que você usou para comparar e não me leve a mal, mas, com o salário que você tem, em um país como o nosso onde a maioria é de fodidos que gostam de ostentar o que não tem. A única diferença entre você e eles é a postura.

    Repare em como nego fodido, andando de ônibus lotado, fedendo a macaco gosta de se rotular como “ousado”. Porra, o desgraçado tem razão! A vida dele já é uma merda (e ele sabe disso) tudo o que ele tem a perder é o que ele deixa de tentar. É a porra do clichê “o não já está garantido”, etc. O macaco não quer nem saber se a mulher tem mais grana, se é de outra classe. Dentro do busão ele canta, chama atenção, cisca, faz o caralho. E a vadia, se não tiver nada melhor em vista (leia-se, cara com grana e nivel social melhor), AS VEZES… vou repetir AS VEZES, cai na lábia. É a própria hipergamia falando.

    Não estou dizendo que elas preferem um fudido a um cara com o seu perfil social (segundo sua descrição, vc é considerado classe média-alta apesar de não ter veículo ou casa própria, mesmo antes da lorota petista de classe média baixa a partir de R$ 300), não é isso. O que você disse no texto tem sim, razão. O grupo social é MUITO importante para elas.

    E aí que vem a pergunta: fora a sua cara de italiano de estatura mediana, o que uma mulher vê em você? Pelo o que percebi vc é um sujeito introvertido / tímido. Caladão, que fica na sua, tocando suas paradas. Eu também sou assim. Mas se tem uma coisa que aprendi ao longo das merdas que aconteceram na vida foi que você precisa “jogar o jogo”: ou seja, se vc não quer perder para o gordo, para o favelado, para o bostileiro que ganha 1k por mês e anda de chevete rebaixado, você precisa observar sua postura diante das mulheres que vc se sente atraído.

    Não. Não estou dizendo que vc precisa agir igual a um macaco e ficar fazendo gracinha para agradar. Aliás, isso é vergonhoso mesmo quando o sujeito consegue uma mediana pra furar. HOMEM precisa ter POSTURA de homem. Primeiro por ele mesmo, para ter o mínimo de respeito na rua. Ou vocês acham que entre um zé ruela brincalhão e um sujeito com cara amarrada, o menor infrator vai no segundo?! Claro que não.

    O que eu quero dizer é: você tem muitas ferramentas para aliviar as dificuldades de encarar a realidade tratada no texto. E talvez a maior delas seja mudar a postura. Porra, cara! Você tem MEIO MILHÃO DE REAIS! Não mora com os pais. Não é gordo. Tem um trabalho que te paga muito bem comparado a grande maioria das pessoas que são seus inimigos naturais.

    Será, Pobreta… que não é a sua própria mente que ao mesmo tempo que te faz observar tudo ao redor – inclusive gordos comendo as bucetas que você namoraria de boa – não é a mesma coisa que acaba te travando?! Eu acredito que o problema está na postura. O que você precisa fazer já é contigo.

    Ou… como no primeiro e sábio comentário do post: muito esforço para agradar civil, vá de GP e ponto final. A vida é feita e escolhas e essa é mais uma delas.

    P.S.: Acho que o teu namoro curto com a rica pancita te fez mal nesse quesito interpessoal. A gente fala que não cria expectativa mas, sim, cria. Você pelo menos espera que a desgraçada não atrapalhe seus planos, sua rotina e abra as pernas para vc esvaziar o saco. Mas… como mulher é foda e logo vem os joguinhos, o sujeito se frustra. Enfim… abraço!

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 09:01
    Quanto menor o contato que você tem com qualquer mulher, maior será as chances com ela. Quanto mais contato você tiver, menor as suas chances.

    Ou seja trocando em miúdos, o Playboy bombado acéfalo pegará a pseudo-santinha (que ele nunca viu na vida) na balada em menos de 3 minutos de conversa. Enquanto que o colega de trabalho dela, não a pegará nunca. E se for pegar (caso ele tenha atributos) necessitará de dias, semanas, meses ou dependendo anos para conseguir algo.

    As mulheres são burras, tansas, ilógicas, emocionais por isso tendem a fazer quase sempre péssimas escolhas na vida julgando amigos próximos incapazes de terem relacionamento e desconhecidos como parceiros ideiais.

    Notem que a lógica delas funciona de forma totalmente inversa.

    Portanto, parem de ficar perdendo tempo em FaceCú, jogando conversa fora na internet, ou dando cantadinhas imbecis fazendo rodeios.

    Uma mulher próxima tentará passar uma imagem de santa inabalável, além de achar os homens próximos a elas desinteressantes. E eu não estou falando de feios e pobres, pois estes estão lascados mesmo, mas sim de caras até bonitos e com algum status.

    Mulheres sentem avidez por homens desconhecidos e estranhos. Os conhecidos e amiguxos, são desinteressantes e não trazem emoções.

    C.O.B.R.A.

    Responder
    Respostas

    Advogado Fracassado.24 de julho de 2016 10:57
    Cobra disse:

    “E eu não estou falando de feios e pobres, pois estes estão lascados mesmo”

    Fechou cara, é isto mesmo, feio e pobre tá lascado, será que é dificil para alguns entender isso?

    Anônimo24 de julho de 2016 12:00
    Podemos ver o exemplo do Rica Games. O cara é feio e pobre. Como consequência, ele está fodido de tudo na vida. Para caras assim só resta se trancar no quarto e ficar jogando vídeo game mesmo. Não critico quem está nessa situação, pois ou é isso ou é suicídio. Situação complicada.

    Responder

    Anônimo24 de julho de 2016 09:06
    Na minha academia tem um gordinho fazedor de social. Ele tem mais moral do que os bombados alfas físicos que ficam de cara fechada. Isso e altamente observáve

  24. ERIC CARVALHO disse:

    Porque direito é um curso tão ruim?

    O blog é a casa do jovem pobre beta feio no mundo e aqui a gente descobre e aprende muita coisa, além de desmascarar várias matrixes mundiais. Dieta paleolítica, calistênicos, mundo das putas, mundo das mulheres, feminismo, academia, investimentos, filosofia, é muita coisa.

    Uma coisa que chamou a atenção no blog foi o desmascaramento do curso de direito e a altíssima quantidade de estudantes e formados em direito reclamando de suas vidas horríveis e lixos com relatos chocantes, humilhantes, desesperadores que expuseram ao Brasil uma coisa que ninguém quer falar:

    Direito é no momento um dos piores cursos para se formar atualmente e não faz mais parte da tríade tradicional Medicina – Direito – Engenharia.

    Afinal o que aconteceu com o curso de direito? Porque ele se tornou um dos piores cursos da atualidade e um passaporte para uma vida lixo de salários baixos e humilhações?

    A explicação começa com a popularização das universidades. Em toda cidade ridícula do país, em todo lugar que você vá há uma faculdade privada, ou como chamamos, uniesquina. São faculdades que tem nomes horrendos, que ninguém conhece, com professores imbecis e alunos fracos, que precisam trabalhar o dia inteiro e não tem tempo de estudar. Gente burra mesmo, que vem de fraca base escolar, de famílias de classe média baixa. Gente que não deveria fazer faculdade, gente que deveria fazer curso técnico ou só ter o ensino médio. Isso mesmo que falei. Porque? Porque NÃO HÁ DEMANDA PARA TODO SER HUMANO DE UM PAÌS TER CURSO SUPERIOR. Não há motivo, nem demanda, nem espaço, nem necessidade de uma sociedade ter todo mundo tentando ser formado em curso superior PORQUE A MAIORIA DOS EMPREGOS DA ECONOMIA SÃO DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DE CARGOS DE BAIXO ESCALÃO QUE NÂO EXIGEM MERDA SUPERIOR no máximo cursos específicos (computação por exemplo).

    Seguindo o argumento, um dos cursos mais fáceis de abrir é o de direito. Ele não exige laboratórios fodões nem o número de professores é difícil de encontrar pois em cada lugar tem babacas imundos promotores, juízes, desembargadores, analistinhas, advogados com escritório que darão aula. Um biblioteca com alguns livros e pronto você abre uma faculdade de direito. Ela consegue até ser mais fácil que curso de administração em que se quiser fazer uma faculdade melhor você tem que começar a importar professor bom da capital pra dar aula em matérias muito específicas. No direito qualquer paspalhão dá a matéria genérica lixo necessária.

    Depois com a popularização das faculdades direito, vem o glamour que todo merdalhão pobre tem amplificado pela família de ser “advogado”. Aquele que irá mandar em todo mundo, que sabe da lei, que irá dar pito. Ser advogado tem status ainda para grande parte da população estúpida brasileira e mundial. Agora pegue isto e junte com o fato que direito NÃO TEM MATEMÁTICA o que é um fato importante aqui: As pessoas tem ódio e nojo de matérias exatas e isso afasta muita gente e atrai para o direito que é só leitura, leitura, leitura e leitura, enrolação, enrolação e enrolação.

    Essa combinação é fatal: Universidades popularizadas + Curso de direito popularizada + O Glamour do direito para chimpanzés + Direito curso sem matemática fez com que um batalhão de formandos entre no mercado todo ano inflando o mercado de forma violentíssima.

    Aí você vem pra segunda parte, muito advogado, muita gente formando. Junte com o fato que a justiça brasileira é um lixo, lerda, estúpida, morosa e inútil, ou seja, o mercado do direito tem como orgão máximo algo que não dá vazão para os escritórios e advogados terem um lugar ao sol e terem renda decente. O que ocorre então é uma proliferação de escritórios em tudo que é esquina com recém formados ganhando 1500 reais andando de terninho lixoso se matando por causas que demoram anos e meses para darem certo levando porrada de juiz.

    A outra vertente é os concursos. Cada vez mais difíceis, menos vagas, muita gente tentando. As bancas estão destruindo todo mundo, perguntas violentíssimas com pegadinhas e sem certo e errado. É uma verdadeira guerra de pessoas estudando anos e horas a fio para analistas de tribunal para ganhar 6k. É algo extremamente darwinista, um genocídio de vidas ao longo de anos e anos tentando passar em concursos por terem feito este curso lixoso.

    O que mais tem hoje em dia é pobretão de periferia fazendo direito. Milhares e milhares de chimpanzés favelados fazem direito hoje em dia. Literalmente favelados. É o curso mais fácil dentre os cursos tradicionais existente, mais fácil que administração. Faculdades privadas ridículas cheias de formandinhos em direito. O destino do direito é o mesmo da administração, todo mundo formado no curso. O problema é que em administração o mercado é maior e mais vertentes para se especializar e tentar se salvar. No direito o mercado é concurso ou escritório e se especializar em alguma vertente é foda pois também tem muita coisa saturada como trabalhista e família.

    CONCLUSÃO
    Direito não é um curso para se fazer atualmente. Não faça. Leiam a realidade do pessoal do direito aqui no blog. Cursos que não são de exatas ou não tenham número estão fadados ao fracasso pois a popularização das faculdades faz com que milhões de chimpanzés bostileiros façam o curso, inundem o mercado, baixem os salários e compliquem a vida de todos. De fato quanto maior a renda do chimpa brasileiro e mais faculdades abrem, mais o mercado exige “qualificação” mais pessoas farão ensino superior. Foi o que falei neste post aqui.

    Direito é o patinho feio dos cursos tops do passado. Não vá atrás da sua família e do status falso que advogado tem. JPBF, salve-se deste inferno que você está para entrar. Não sou eu quem falo (não sou formado em direito). São centenas de pessoas ao longo de 3 anos de blog e mais de 300 posts. Você realmente acha que é mais esperto que a gente e de centenas de milhares de formados nesta profissão ridícula? Não né? Eu realmente quero seu bem portanto não me provoque, aliás não NOS provoque, ouviu cretino, ou eu vou aí na sua casa quebrar todo seu quarto, bostileiro do caralho.

    Pau de selfie é o caralho!Forte abraço!
    Ps: Como complementação do post irei postar 2 histórias de membros do blog sobre direito na parte de comentários. Aguardem que eu colocarei.

  25. ERIC CARVALHO disse:

    A glória e vingança tardia do homem pobre
    Vida de Pobretão
    Os desabafos, histórias e sofrimentos financeiros e de vida durante minha jornada para ser milionário e sair dessa vida horrível de pobre trabalhador.

    domingo, 10 de novembro de 2013
    Homens velhos que pegam novinhas: A glória e vingança tardia do homem pobre
    imageMoacyr Franco (76 anos) e Pamela Noronha (20 anos). Sim ele tem essa idade. Olha a cara dele. Ele está traçando ela feliz, mais que cerca de 30 milhões de homens jovens pelo país que irão na noite de sábado mendigar beijinhos de gordinhas workaholics. Moacyr é famoso, velhaço, feio e vai fazer amorzinho gostoso enquanto uma geração inteira de homens torra granas e estuda “papinhos” para pegar alguém.
    Uma das coisas que me deixa agoniado e ansioso nesta luta pelo milhão, panicats loiras lindas e camaros amarelos potentes é a demora em me tornar livre dessa merda do mundo do trabalho e ter acesso a várias gostosas podendo viver a vida finalmente.

    Mas uma coisa que eu sempre me lembro e observo é a incrível diferença de idade que os homens atuais estão metendo nas suas peguetes. Em todo meu redor até que vejo manézões com mulheres mais velhas (e solto risadas internas hilariantes, adoro, me sinto superior ao babacão e nem me venha dizer que “ah ele tem alguém e você não”). Enfim, muitos homens mais velhos de 35 até 75 anos estão fazendo estragos incríveis nas mais novas a partir de 22 anos. É uma coisa muito doida como o envelhecimento do homem é fantástico e seu poder diante das mulheres apenas cresce enquanto o delas se torna bem menor.

    Falando isso, não tem porque o pobretão novo e jovem ficar desesperado demais. É preciso estudar, aportar, investir, crescer fisicamente convervando-se bem e deixar o tempo fazer seu trabalho. O tempo está do seu lado. Não é só os juros compostos que estão lhe deixando mais rico, é seu poder de barganha em relação ao mundo.

    Quando eu era mais novo com 15 a 22 anos eu tinha um desespero absurdo de pegar mulher e tinha medo que a minha vida ia acabar aos 25 anos. Se eu não ficasse rico jovem tudo seria em vão, eu estaria acabado. Agora que eu vou me aproximando dos 30 anos eu vejo como eu tenho muita vida pela frente, que todas as aventuras poderão ser feitas com tranquilidade com 35, 40, 45, 60 anos. Que as mais gostosas do planeta e de todas as nacionalidades estarão disponíveis pra mim em qualquer momento. Que vale sim a pena o sacrifício agora.

    Esses vadios jovens burros playboys de araque que torram seus salários de 2.000 reais em Honda Civis 2009, viagens pro carnaval de Salvador, Europa, Miami, micaretas e baladas e shows eletrônicos caros para aproveitar ao máximo seus 17 aos 27 anos são muito estúpidos. Sabe porque? A lógica dessas ovelhas, cabritos, MULAS do sistema é que é preciso aproveitar bem o período dos 20 aos 30 para depois aí “ficar responsável”, casar dos 30 aos 35 e ter filhos porque aí “ele já aproveitou tudo o que tinha”.

    Este idiota do caralho não entende que dos 30 até os 65 (expectativa final masculina brasileira) tem 35 anos de vida pra curtir que ele resolveu jogar no lixo pra casar e ter filhos, pagar imóvel de 400.000 em prestações de 35 anos com uma férias por ano. Ele viveu 10 anos e jogou no lixo 35 anos. Isso porque este burro torrou tudo e mais um pouco dos 20 aos 30 então ele vai ter que começar do zero sua vida de “adulto” aos 30 anos.

    Nós pobretões adeptos do “pobretão way of life” fazemos o contrário. Buscamos viver menos na idade dos 20 aos 30 para que ganhemos lá na frente não só tempo mas algo muito mais importante que esse playboy falso nunca terá: LIBERDADE E PODER.

    Voltando ao assunto mulher e homem mais velho, nós pobretões betas podemos levar humilhações violentas e destruidoras agora mas a virada do jogo vai vir sim. As fotos abaixo são para você ficar tranquilo e motivado.

    imageJames Woods (66 anos) e Kristen Bauguess (20 anos). Típica patricinha que dá cusparadas na cara de pobretões na balada de 18 a 25 anos traçada por um velho fudido e gordo como James.imageEste é o Francisco Cuoco (76 anos) com a Thaís Rodrigues (26 anos). Franciscão é ator da Globo. Barba branca feia. Olha só pra Thaís, que tetéia.imageAl Pacino (73 anos) e Lucila Solá (34 anos). Al Pacino é um dos meus ídolos do cinema, todo filme dele é bom, é um dos melhores atores do planeta da atualidade junto com Robert de Niro, Leonardo di Caprio entre outros. Olha só a gata, imagina as pernas enormes brancas dela pra cima enquanto você mete?imageJosé de Abreu (69 anos) e Camila Mosquella (32). José tem dentes amarelos, sem cabelo, sorriso feio, gordão. Olha a loirinha que ele está pegando?imageCatherine-Zeta Jones (43 anos) e Michael Douglas (68 anos). Como não mencionar nosso ídolo Michael Douglas que fez um dos melhores filmes da história do cinema (um dia de fúria), carismático, gente fina e comedor viciado em sexo como nós.imageEike Batista (56 anos) e Flavia Sampaio (31 anos). Ora, Eike claro! Eikezão pode ter detratores que falam que ele tomou chifre de um “bombeiro” mas é tudo mentira. Eles já estavam separados. Eike tem MUITO mais poder de barganha que a Luma ou qualquer mulher mais velha. Olhem a Luma hoje, ela tá até gostosa mas já passou loooonge do auge. Eike > haters.image
    Amilcare Dallevo (55 anos) e Daniela Albuquerque (30 anos). Quem conhece a Daniela sabe que ela é muito gostosa e gata. O Amilcare, bem olha pra ele. Gordinho, baixinho, careca, muito inferior fisicamente a nós pobretões sem dúvida. Mas quem é que tá com uma mulher alfa genética, vai ter filhos mais bonitos que os nossos e transa uma modelo todo dia? Bem, não é você, nem eu.. pegador mentiroso de internet.

    Bem pobretões do meu Brasil, eu creio que meu ponto foi passado. Essas vadias estúpidas podem espernear mas o poder e o tempo é nosso. Senhor Chronos é cruel com elas mas não com a gente. Esqueça essa porra de alfa físico, isso é só quando se é jovem e se compensa a pobreza, a partir dos 30 anos basta se manter magro com cabelos grandes e dentes brancos e sem pelos no nariz e ouvido que você estuprará bombados imbecis (sim isso mesmo). Quem mantêm marmitas é o alfa financeiro. O bombado só tem vantagem inicial para sexo casual extremo em ambientes de balada. Discorda? Leia meu amigo Roger da cidadezinha.

    O que você está esperando para aderir ao pobretão way of life, aportar e garantir sua IF e viver a vida adoidado?

    Forte abraço!

  26. ERIC CARVALHO disse:

    Eu odeio trabalhar, o mundo do trabalho acaba com minha vida
    image
    Quando domingo a noite chega e aquele ex-gordo dos inferno do Faustão começa a falar depois de acabar os jogos de futebol eu me dou conta que o inferno da minha vida está chegando: O trabalho diário.

    O mundo do trabalho e o meu trabalho em particular são as coisas que eu mais odeio na vida. São as fontes de todos os meus males físicos e mentais e do porque eu sou tão triste. Eu simplesmente não consigo entender como alguém gosta de trabalhar, sente prazer nisso. Vejo aquele bando de gente todas desesperadas pra marcar reuniões, ansiosas, enxendo o saco, querendo “impressionar”. Excel e powerpoint o dia inteiro. Tem gente que passa o dia inteiro em um slide de power point pra fazer algo bonitinho pro chefe ficar contente e dar um biscoito ou capim para o burro de carga ficar feliz.

    Já começa pelos horários. Acordar cedo é um inferno. Toda aquela preparação, se vestir, comer, a locomoção até o trabalho, ninguém computa isso no dia de trabalho. Você nasceu para passar 12 horas em média da sua vida no trabalho, sentado na frente de um computador, contando tudo. Onde já se viu passar quase 2/3 da vida trabalhando? Eu chego em casa completamente morto mentalmente e fisicamente. Sobra tempo pra que? Eu acordo ás 07:00 chego pra trabalhar 08:00 e o inferno vai até 18:30 só que direto eu trabalho até 19:00, 19:30. Sim eu não recebo hora extra e já fui coagido (pois tudo o que o chefe pede é coerção não importa se é com sorriso e educadamente) a bater ponto e voltar!! Sim meus amigos, isso mesmo. Como alguém consegue ter hobbies de noite? Sair a noite? Não tem como fazer nada. Para os que fazem academia ou correm pior ainda pois chegarão 21:00 ou 21:30 em casa, comerão e direto pra cama. O que é isso? Essa é a vida emocionante de um ser humano?

    image
    Além dos horários, outra coisa que me deixa horrorizado são os chefes. Eu nunca vi um ser humano tão mesquinho e maldito como pessoas em posição hierárquica de poder, normalmente supervisores/coordenadores, gerentes e diretores. Que bando de salafrários! Parece que só os caras mais bad boys e idiotas chegam para esses cargos. Quanto mais chato, cruel, arrogante e falso mais chance de ser chefe. E o pior é que esses caras não fazem nada!! Eu nunca vi esses caras botarem a mão na massa. Sabe o que chefe fica o dia inteiro fazendo? Mandando os outros fazerem coisas pra ele e marcando reuniões inúteis em que ele fica se fazendo de importante e pedindo pra depois da reunião os subordinados fazerem tudo! Que vida fácil! E o pior é se acham os super líderes.

    Toda hora meus chefes vem pedir coisas pra eu fazer:

    – Ei pobretão precisamos de tais dados até amanhã

    – Ei pobretão precisamos da análise x,y,z até amanhã

    – Já preparou o material da reunião?

    – Faça as licitações, se reuna com x,y,z, peça x, depois material y, depois etc,etc,etc

    image
    E eu que me vire! As coisas mais absurdas são pedidas para eu todo dia e não há escapatória desses seres inumanos. O pior ainda é sofrer o que a justiça trabalhista chama de assédio moral, com piadas de mal gosto, ameaças veladas, aumentos de voz, irritação, pedidos e tarefas absurdas. O pão de cada dia do ser humano está nas mãos desses canalhas e eles sabem disso e abusam diariamente. Eu não nasci para ser mandando por outros ser humano mais burro e moralmente inferior a mim. Desculpem parecer arrogante coisa que eu não sou pois sou a pessoa mais humilde que possam conhecer mas é a verdade em relação a esta gentalha.

    Também é duro aguentar os colegas que puxam tapete. E ainda mais os workaholics que acham que tem que ficar até tarde pra mostrar serviço. Eu fico pasmo do prazer que eles sentem em trabalhar, parece que tem orgasmos quando estão em reuniões, querem sempre fazer a mais, teorizar, pedir mais coisas, só falam disso o tempo todo até no almoço, hora de ir embora. Que gente chata!

    Uma vez aqui em São Paulo eu estava almoçando e eu ouvi a conversa de 6 moças workaholics que provavelmente trabalhavam em banco (são os mais workaholics pois tive colegas na faculdade). Elas falaram que se chegavam cedo em casa, tipo 19:30 ou 20:00 elas ficavam perdidas pois não sabiam o que fazer! Minha nossa, olhem que absurdo, são tão viciadas em trabalho e ficar enfurnadas na frente do computador mexendo em células de excel que se chegam cedo em casa ficam vazias e entendiadas. Isso pra mim é o cúmulo.

    Então seria isso, colegas workaholics competitivos, mais chefes nojentos mais horários absurdos por um salário indigno em que promoções são distribuídas para os amigos é o que mais me deixa triste. Eu passo o dia inteiro com pessoas que não gosto, sendo mandado por seres canalhas, com horários absurdos que não me sobra tempo pra nada com um salário podre.

    Por isso meus amigos eu sou tão triste e deprimido. O mundo do trabalho é um mundo triste. Será que é essa é a vida reservada por 40 anos das nossas vidas? Por isso meus amigos que eu aporto tão forte em detrimento do lazer, pois quero sair disso se não, sinceramente como prometi ser aqui transparente, eu não vou aguentar e ou virar mendigo de propósito ou sair dessa vida terrena ridícula.

    Um forte abraço e espero que tenham gostado do meu primeiro post, que aliás esse assunto eu não esgostei. Até coloquei fotos como alguns blogueiros fazem para deixar o texto menos cansativo. E vocês, gostam de trabalhar ou odeiam esta droga como eu?

  27. ERIC CARVALHO disse:

    UOL – O melhor conteúdo
    Trivela

    COPA DO MUNDO
    Bélgica esteve à altura da ocasião, segura reação do Brasil e está entre os quatro melhores da Copa
    Por: Felipe Lobo

    6 de julho de 2018 às 17:25

    COMPARTILHE 0
    Bélgica e Brasil era o maior desafio dos dois times neste Copa do Mundo. A Bélgica conseguiu fazer o seu grande jogo, em um primeiro tempo que foi falta ao aproveitar os erros do Brasil e marcar dois gols. Depois de um péssimo jogo no primeiro tempo, a Seleção reagiu no segundo tempo, criou chances e poderia ter empatado, até virado, em um dia de mais sorte. No fim, um grande jogo. Vitória dos belgas por 2 a 1, em uma partida que certamente ficará na história. Os belgas foram bem no jogo, conseguiram segurar o Brasil em uma grande atuação do goleiro Thibaut Courtois, e sai de campo com uma vitória histórica. Em um time que é tão badalado, a Bélgica esteve à altura de um grande jogo. Foi fatal nos erros do adversário, soube segurar quando foi pressionado e consegue uma vitória contra uma das maiores seleções do mundo. Vai com muita força para enfrentar a França nas semifinais da Copa.

    LEIA TAMBÉM: Oliveira e a ponte invisível do futebol que conectou o Maranhão à Bélgica

    Mudanças na Bélgica

    O jogo contra o Japão foi um problema que a Bélgica identificou. O técnico Roberto Martínez fez duas alterações no time: sacou Ferreira-Carrasco e colocou Chadli, além de tirar Dries Mertens e colocar Marouane Fellaini. Com isso, mudou também o esquema. Saiu do 3-4-3 e começou o jogo em um 4-3-3, com Kevin De Bruyne, Eden Hazard e Romelu Lukaku se mexendo muito no ataque. Cada hora os jogadores caíam em um lado diferente. As alterações de jogadores e especialmente a parte tática deixaram o Brasil perdido em campo. E a Bélgica foi absolutamente fatal nos seus ataques.

    Muitos chutes a gol

    O jogo começou muito aberto. Os belgas arriscaram muitos chutes a gol, tentando dar trabalho ao goleiro Alisson, que trabalhou pouco durante a Copa. Nos 25 primeiros minutos, os belgas arriscaram três vezes a gol e chegaram com algum perigo algumas vezes. O Brasil, por sua vez, também chegou com perigo algumas vezes, com a bola na área da belga.

    Trapalhada

    A Bélgica saiu na 13 minutos de jogo. Cobrança de escanteio para a área, Kompany desviou de leve, de cabeça, e Fernandinho e Gabriel Jesus subiram juntos na primeira trave, um marcando o outro. A bola bateu no braço de Fernandinho e entrou: gol contra e Bélgica 1 a 0.

    Lukaku monstruoso

    Em um contra-ataque da Bélgica, Lukaku recebeu ainda no campo de defesa belga, segurou a bola e foi conduzindo a bola, passando pela marcação e levando a bola até o campo de ataque, onde estava De Bruyne. O camisa 7 recebeu pela direita e chutou forte e preciso: 2 a 0 para a Bélgica.

    Meio-campo atropelado

    Entre o primeiro e o segundo gol, o Brasil conseguiu se manter no jogo, ofensivamente falando. Continuou tentando os ataques e forçando para buscar o empate. Não conseguiu mais criar lances do mesmo nível de perigo do começo do jogo. E, pior, viu o contra-ataque belga se tornar uma arma que o time brasileiro não conseguia parar. E ao tomar o segundo gol, as coisas se complicaram. O time se desorganizou, embora tenha continuado tentando se mexer para buscar o gol.

    Mudança no segundo tempo

    Apesar do problema no meio-campo, Tite escolheu mudar um jogador no ataque. Sacou Willian, colocou Roberto Firmino, deslocando Gabriel Jesus para a ponta direita. E foi com o atacante que o Brasil teve um lance que pareceu pênalti. Jesus colocou por entre as pernas de Vertonghen e tocou um carrinho de Kompany. O árbitro não considerou falta. O VAR checou o lance, mas também mandou o jogo seguir.

    Douglas Costa

    Em busca de alguma solução, Tite chamou Douglas Costa e o colocou no lugar de Jesus, que já começou o segundo tempo na ponta direita. Tentava, assim, dar mais velocidade e ser mais incisivo em termos ofensivos. O camisa 7 de fato se tornou uma válvula de escape, recebeu várias vezes a bola e chutou a gol quando teve chance. Nenhum chute realmente perigoso, porém.

    Renato Augusto

    A última substituição de Tite no jogo foi a entrada de Renato Augusto no lugar do apagado Paulinho. Com alguns minutos em campo, Renato errou um passe, mas logo depois ele acabou sendo decisivo. Aliás, ele e Coutinho, que estava apagado no jogo. Aos 31 minutos, Coutinho recebeu nas imediações do ataque e levantou para Renato Augusto chegar no meio da defesa belga e, de cabeça, acertar o canto para marcar e diminuir o placar: 2 a 1 para os europeus.

    Acúmulo de chances

    O Brasil não era muito organizado em campo, mas não faltava vontade. O jogo não era bom dos jogadores, especialmente os de frente, e os brasileiros tentaram na base do abafa. Douglas Costa, Neymar e mesmo Marcelo, muito no ataque, tentaram muitas vezes. E criaram chances. Logo depois do gol de Renato Augusto, o próprio meia teve outra chance, na entrada da área, e bateu colocado para fora.

    Firmino, em uma tabela com Neymar, girou dentro da área e chutou forte, também para fora. Neymar, pela ponta esquerda, fez uma boa jogada para tocar ao meio e deixar Coutinho em condições de finalização, mas o meia chutou fora, muito longe. Coutinho, em um chute colocado da meia lua, acertou o ângulo, mas Courtois fez uma grande defesa, já nos acréscimos.

    Bélgica sumida no segundo tempo

    Os belgas só chutaram uma vez a gol no segundo tempo. Jogaram pouco, confiando no bom resultado que conseguiram no primeiro tempo. Tentou segurar a bola, com Hazard e De Bruyne, especialmente o primeiro, jogando muito bem. Seguraram a bola e conseguiram faltas que pararam o jogo.

    Courtois decisivo

    O goleiro belga fez uma partida de destaque. Fez 9 defesas ao todo no jogo, algumas delas bastante difíceis. Uma, particularmente, nos acréscimos, impediu o empate do Brasil, em um chute colocado de Coutinho. Em um jogo grande, o goleiro mostrou muita capacidade e acabou sendo decisivo para a Bélgica.

    Zaga brasileira

    Thiago Silva e especialmente Miranda fizeram uma partida à altura de quartas de final da Copa. Os dois conseguiram ir muito bem, mesmo com o time desmontando no primeiro tempo e as surpresas da Bélgica. No segundo tempo, especialmente, Miranda foi decisivo para segurar Lukaku em vários lances de um contra um.

    Jogo para a história

    A Bélgica vem de muitas decepções, como não chegar à Copa de 2010 e à Eurocopa de 2012, a eliminação insossa de 2014 e a eliminação surpreendente na Eurocopa de 2016. contra o Brasil, em quartas de final da Copa, a Bélgica consegue o seu grande jogo. E pode, a partir de agora, ganhar a confiança para sonhar mais alto.

    Hazard

    Entre os grandes jogadores da Bélgica, Hazard foi um destaque pela liderança – é o capitão do time – e soube fazer o que os grandes jogadores precisam fazer quando seu time não está bem: segurar a bola e acalmar o jogo. Foi o que mais fez no segundo tempo. Precisou ser parado por faltas em diversos momentos. Os brasileiros, aliás, por vezes, por vezes sequer acharam o camisa 10 da Bélgica.

    FICHA TÉCNICA

    Brasil 1×2 Bélgica

    Local: Arena Kazan, em Kazan (Rússia)
    Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia)
    Gols: Fernandinho (contra) aos 14’/1T, Kevin De Bruyne aos 32’/2T (Bélgica), Renato Augusto aos 31’/2T (Brasil)
    Cartões amarelos: Alderweireld, Meunier (Bélgica), Fernandinho, Fagner (Brasil)

    Brasil

    Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Renato Augusto aos 28’/2T) e Coutinho; Willian (Roberto Firmino no intervalo), Neymar e Gabriel Jesus (Douglas Costa aos 13’/2T). Técnico: Tite

    Bélgica

    Thibaut Courtois; Thomas Meunier, Vincent Kompany, Toby Alderweireld e Jan Vertonghen; Axel Witsel, Marouane Fellaini e Nacer Chadli (Thomas Vermaelen aos 38’/2T); Kevin De Bruyne, Eden Hazard e Romelu Lukaku (Youri Tielemans aos 42’/2T). Técnico: Roberto Martínez

    Trivela

    VOLTAR AO TOPO

    VISITE A VERSÃO COMPLETA

  28. ERIC CARVALHO disse:

    Bélgica e Brasil era o maior desafio dos dois times neste Copa do Mundo. A Bélgica conseguiu fazer o seu grande jogo, em um primeiro tempo que foi falta ao aproveitar os erros do Brasil e marcar dois gols. Depois de um péssimo jogo no primeiro tempo, a Seleção reagiu no segundo tempo, criou chances e poderia ter empatado, até virado, em um dia de mais sorte. No fim, um grande jogo. Vitória dos belgas por 2 a 1, em uma partida que certamente ficará na história. Os belgas foram bem no jogo, conseguiram segurar o Brasil em uma grande atuação do goleiro Thibaut Courtois, e sai de campo com uma vitória histórica. Em um time que é tão badalado, a Bélgica esteve à altura de um grande jogo. Foi fatal nos erros do adversário, soube segurar quando foi pressionado e consegue uma vitória contra uma das maiores seleções do mundo. Vai com muita força para enfrentar a França nas semifinais da Copa.

    LEIA TAMBÉM: Oliveira e a ponte invisível do futebol que conectou o Maranhão à Bélgica

    Mudanças na Bélgica

    O jogo contra o Japão foi um problema que a Bélgica identificou. O técnico Roberto Martínez fez duas alterações no time: sacou Ferreira-Carrasco e colocou Chadli, além de tirar Dries Mertens e colocar Marouane Fellaini. Com isso, mudou também o esquema. Saiu do 3-4-3 e começou o jogo em um 4-3-3, com Kevin De Bruyne, Eden Hazard e Romelu Lukaku se mexendo muito no ataque. Cada hora os jogadores caíam em um lado diferente. As alterações de jogadores e especialmente a parte tática deixaram o Brasil perdido em campo. E a Bélgica foi absolutamente fatal nos seus ataques.

    Muitos chutes a gol

    O jogo começou muito aberto. Os belgas arriscaram muitos chutes a gol, tentando dar trabalho ao goleiro Alisson, que trabalhou pouco durante a Copa. Nos 25 primeiros minutos, os belgas arriscaram três vezes a gol e chegaram com algum perigo algumas vezes. O Brasil, por sua vez, também chegou com perigo algumas vezes, com a bola na área da belga.

    Trapalhada

    A Bélgica saiu na 13 minutos de jogo. Cobrança de escanteio para a área, Kompany desviou de leve, de cabeça, e Fernandinho e Gabriel Jesus subiram juntos na primeira trave, um marcando o outro. A bola bateu no braço de Fernandinho e entrou: gol contra e Bélgica 1 a 0.

    Lukaku monstruoso

    Em um contra-ataque da Bélgica, Lukaku recebeu ainda no campo de defesa belga, segurou a bola e foi conduzindo a bola, passando pela marcação e levando a bola até o campo de ataque, onde estava De Bruyne. O camisa 7 recebeu pela direita e chutou forte e preciso: 2 a 0 para a Bélgica.

    Meio-campo atropelado

    Entre o primeiro e o segundo gol, o Brasil conseguiu se manter no jogo, ofensivamente falando. Continuou tentando os ataques e forçando para buscar o empate. Não conseguiu mais criar lances do mesmo nível de perigo do começo do jogo. E, pior, viu o contra-ataque belga se tornar uma arma que o time brasileiro não conseguia parar. E ao tomar o segundo gol, as coisas se complicaram. O time se desorganizou, embora tenha continuado tentando se mexer para buscar o gol.

    Mudança no segundo tempo

    Apesar do problema no meio-campo, Tite escolheu mudar um jogador no ataque. Sacou Willian, colocou Roberto Firmino, deslocando Gabriel Jesus para a ponta direita. E foi com o atacante que o Brasil teve um lance que pareceu pênalti. Jesus colocou por entre as pernas de Vertonghen e tocou um carrinho de Kompany. O árbitro não considerou falta. O VAR checou o lance, mas também mandou o jogo seguir.

    Douglas Costa

    Em busca de alguma solução, Tite chamou Douglas Costa e o colocou no lugar de Jesus, que já começou o segundo tempo na ponta direita. Tentava, assim, dar mais velocidade e ser mais incisivo em termos ofensivos. O camisa 7 de fato se tornou uma válvula de escape, recebeu várias vezes a bola e chutou a gol quando teve chance. Nenhum chute realmente perigoso, porém.

    Renato Augusto

    A última substituição de Tite no jogo foi a entrada de Renato Augusto no lugar do apagado Paulinho. Com alguns minutos em campo, Renato errou um passe, mas logo depois ele acabou sendo decisivo. Aliás, ele e Coutinho, que estava apagado no jogo. Aos 31 minutos, Coutinho recebeu nas imediações do ataque e levantou para Renato Augusto chegar no meio da defesa belga e, de cabeça, acertar o canto para marcar e diminuir o placar: 2 a 1 para os europeus.

    Acúmulo de chances

    O Brasil não era muito organizado em campo, mas não faltava vontade. O jogo não era bom dos jogadores, especialmente os de frente, e os brasileiros tentaram na base do abafa. Douglas Costa, Neymar e mesmo Marcelo, muito no ataque, tentaram muitas vezes. E criaram chances. Logo depois do gol de Renato Augusto, o próprio meia teve outra chance, na entrada da área, e bateu colocado para fora.

    Firmino, em uma tabela com Neymar, girou dentro da área e chutou forte, também para fora. Neymar, pela ponta esquerda, fez uma boa jogada para tocar ao meio e deixar Coutinho em condições de finalização, mas o meia chutou fora, muito longe. Coutinho, em um chute colocado da meia lua, acertou o ângulo, mas Courtois fez uma grande defesa, já nos acréscimos.

    Bélgica sumida no segundo tempo

    Os belgas só chutaram uma vez a gol no segundo tempo. Jogaram pouco, confiando no bom resultado que conseguiram no primeiro tempo. Tentou segurar a bola, com Hazard e De Bruyne, especialmente o primeiro, jogando muito bem. Seguraram a bola e conseguiram faltas que pararam o jogo.

    Courtois decisivo

    O goleiro belga fez uma partida de destaque. Fez 9 defesas ao todo no jogo, algumas delas bastante difíceis. Uma, particularmente, nos acréscimos, impediu o empate do Brasil, em um chute colocado de Coutinho. Em um jogo grande, o goleiro mostrou muita capacidade e acabou sendo decisivo para a Bélgica.

    Zaga brasileira

    Thiago Silva e especialmente Miranda fizeram uma partida à altura de quartas de final da Copa. Os dois conseguiram ir muito bem, mesmo com o time desmontando no primeiro tempo e as surpresas da Bélgica. No segundo tempo, especialmente, Miranda foi decisivo para segurar Lukaku em vários lances de um contra um.

    Jogo para a história

    A Bélgica vem de muitas decepções, como não chegar à Copa de 2010 e à Eurocopa de 2012, a eliminação insossa de 2014 e a eliminação surpreendente na Eurocopa de 2016. contra o Brasil, em quartas de final da Copa, a Bélgica consegue o seu grande jogo. E pode, a partir de agora, ganhar a confiança para sonhar mais alto.

    Hazard

    Entre os grandes jogadores da Bélgica, Hazard foi um destaque pela liderança – é o capitão do time – e soube fazer o que os grandes jogadores precisam fazer quando seu time não está bem: segurar a bola e acalmar o jogo. Foi o que mais fez no segundo tempo. Precisou ser parado por faltas em diversos momentos. Os brasileiros, aliás, por vezes, por vezes sequer acharam o camisa 10 da Bélgica.

    FICHA TÉCNICA

    Brasil 1×2 Bélgica

    Local: Arena Kazan, em Kazan (Rússia)
    Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia)
    Gols: Fernandinho (contra) aos 14’/1T, Kevin De Bruyne aos 32’/2T (Bélgica), Renato Augusto aos 31’/2T (Brasil)
    Cartões amarelos: Alderweireld, Meunier (Bélgica), Fernandinho, Fagner (Brasil)

    Brasil

    Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Renato Augusto aos 28’/2T) e Coutinho; Willian (Roberto Firmino no intervalo), Neymar e Gabriel Jesus (Douglas Costa aos 13’/2T). Técnico: Tite

    Bélgica

    Thibaut Courtois; Thomas Meunier, Vincent Kompany, Toby Alderweireld e Jan Vertonghen; Axel Witsel, Marouane Fellaini e Nacer Chadli (Thomas Vermaelen aos 38’/2T); Kevin De Bruyne, Eden Hazard e Romelu Lukaku (Youri Tielemans aos 42’/2T). Técnico: Roberto Martínez

  29. Anônimo disse:

    falta de respeito

  30. Anônimo disse:

    consulta pública da Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC) sobre um pedido de abertura de um ETF (fundos de índices comercializados como ações) baseado em Bitcoin causou grande reação de usuários apoiando o pedido, lotando os emails da comissão com pedidos de aprovação. A Chicago Board Options Exchange (Cboe), uma das maiores exchanges do mundo, é a criadora do requerimento.
    A SEC disponibilizou, em seu site, uma página onde se pode enviar feedbacks sobre a proposta de ETF. O portal diz que “pessoas interessadas são convidadas a enviar dados, visões e argumentos.”
    Publicada no dia 27 de julho, mais de 90 pessoas publicaram respostas emitindo argumentos, em maioria favoráveis, para que a agência reguladora aceite a proposta. Segundo a Bloomberg, um pedido semelhante foi feito em abril recebeu apenas nove comentários.
    De acordo com o documento, cada uma das ações do fundo “representará uma participação beneficiária fracionada indivisível nos ativos líquidos do Fundo. Os ativos do Fundo consistirão em bitcoins […] utilizando um processo seguro […]. O Fundo irá emitir e resgatar ‘Cestas’, cada uma igual a um bloco de 5 ações exclusivamente para “Participantes Autorizados”. Cada ação “atualmente representa aproximadamente 25 bitcoins”.
    Como reportado na última semana pelo Portal do Bitcoin, a Cboe é a terceira empresa que busca abrir negociações de ETF com a agência que regula o mercado financeiro americano. As outras são a SolidX Partners Inc e a Gemini, dos irmãos Winklevoss.
    Apesar das rejeições de abertura dessa categoria de investimento para operadoras de criptoativos, a expectativa é de que a SEC aceite a nova proposta, graças às condições regulatórias mais definidas no exterior e o combate à lavagem de dinheiro.
    Após a queda de 2/3 do valor do Bitcoin no início do ano, o órgão estatal recomendou a proprietários da criptomoeda que segurassem as negociações enquanto o panorama de regulamentação, segurança, volatilidade e liquidez não estivessem claramente estabelecidos.
    eeeeeeeeeeeeee a moedinha voltou a subir sqn kkkk novamente outra alta inexplicável sem fundamentação lógica vai despencar de novo enquanto não houver fatos concretos é somente especulação kkk chora não bitbobos.

    • •
    • Responder
    • •
    • Partilhar ›
    o
    o
    o
    • •
    o
    o

    Matheus Bruno Silva • há 19 horas
    Todo esse hate gratuito tem algum motivo específico? O que vc tem contra criptomoedas? Prefere ficar dependendo do dinheiro centralizado do banco?
    Sinceramente eu não sei o que tem dentro da cabeça de vocês utilitaristas, deve ser vento.
    o 4
    o •
    o Responder
    o •
    o Partilhar ›



    o
    o

    Pedro Vital Venancio Matheus • há 17 horas
    Ele tem razao. Nao ha motivo que explique uma subida no meio do nada. Pode ser mais uma manipulacao e amanha ja caiu. Enquanto nao ultrapassar os 7500usd nao acredito em bull run nenhum.
     1
     •
     Responder
     •
     Partilhar ›






    Matheus Pedro Vital Venancio • há 15 horas
    Ainda desconfio q tem vento na cabeça do cara. Já posso até ouvir o barulho “Fowwuuuwuwuwuhaushsssh”, tipo o deserto em dia de duelo no velho oeste.
     2
     •
     Responder
     •
     Partilhar ›






    Matheus Pedro Vital Venancio • há 15 horas
    O preço do bitcoin caiu tanto pq é algo normal, é o preço normalizando. O negócio tava num hype muito alto antes, todo mundo tava comprando por moda, agora que a modinha passou, os aventureiros estão pulando fora. Sem contar que o valor do Dollar ta muito alto, o que na minha opinião influencia bastante, já que as pessoas tendem a comprar mais quando a economia ta em crise, só que dollar valorizando demais é presságio de bolha preste a estourar, ou bolhas… E quando uma bolha estoura, qual mercado que sobra de pé? Justamente o mercado dos bitbobos. Pois é.
     1
     •
     Responder
     •
     Partilhar ›






    Gabriel Oliveira Pedro Vital Venancio • há 16 horas
    Ta por fora das nóticias em?
    SEC autorizando transação de ativos mobiliários na Coinbase.
    JP Morgan com CEO próCriptos.
    Isso são notícias suficientes para dar um novo ânimo no mercado. Fora que ainda temos a reunião do g20 que já mostrou que será favorável no sentido das criptos e a ETF na SEC prevista para daqui a alguns meses.

     •
     Responder
     •
     Partilhar ›






    Pedro Vital Venancio Gabriel Oliveira • há uma hora
    Entao porque nao subiu mais?

     •
     Responder
     •
     Partilhar ›






    Bruno Bubula (Criador do Opere Gabriel Oliveira • há 6 horas
    O amigo ali está equivocado mesmo. Em nenhum mercado existe lógica. Tudo é especulação igualzinho em ações. Ignorante é quem, além de não saber surfar, fala o que não sabe.

     •
     Responder
     •
     Partilhar ›






    Giancarlo R Graciano Gabriel Oliveira • há 13 horas
    Exato.. bilionarios entrando no rush ssta semana tb ….. aqui nos Eua ..muitos inveatidores estão entrando … bons ares vindo

     •
     Responder
     •
     Partilhar ›





    o
    o

    Bruno Bubula (Criador do Opere Bruno Silva • há 5 horas
    Engraçado que milionários como você vem falando a mesma coisa desde 2009.
    o
    o •
    o Responder
    o •
    o Partilhar ›



    o

    o −
    o

    Gabriel Oliveira Bruno Silva • há 16 horas
    Qual o sentido de ficar dando hate de graça ? Além de não ganhar nada, ainda ta se passando de idiota perdendo tempo com algo que não tem.
    Análise Técnica Bitcoin 18/07/18
    Por Portal do Bitcoin – 18 JUL, 2018 08:51

    O preço do Bitcoin finalmente rompeu acima da resistência de seu padrão inverso de cabeça e ombros (OCO) para sinalizar que um movimento de alta está em andamento.

    O padrão gráfico é de cerca de US$ 1 mil, portanto, ainda há espaço para subir mais. Indicadores técnicos estão mostrando sinais contraditórios, enquanto o sentimento favorece que a alta do preço do bitcoin continue.

    Indicadores Técnicos
    A média móvel de 100 períodos cruzou acima da MM 200, indicando que o caminho de menor resistência está no lado positivo. Isso confirma que a reversão tem mais probabilidade de continuar do que força para recuar.

    O padrão gráfico abrange de US$ 5.800 a US$ 6.800, de modo que a tendência de alta resultante pode ser do mesmo tamanho, sendo suficiente para levar o preço do bitcoin a US$ 7.800.

    No entanto, o estocástico já está indicando condições de sobrecompra. Quando o oscilador se dirigir para baixo, o preço do bitcoin pode seguir o mesmo caminho e testar novamente a antiga resistência, que agora é suporte.

    Análise Técnica Bitcoin 18/07/18
    Por Portal do Bitcoin – 18 JUL, 2018 08:51

    O preço do Bitcoin finalmente rompeu acima da resistência de seu padrão inverso de cabeça e ombros (OCO) para sinalizar que um movimento de alta está em andamento.

    O padrão gráfico é de cerca de US$ 1 mil, portanto, ainda há espaço para subir mais. Indicadores técnicos estão mostrando sinais contraditórios, enquanto o sentimento favorece que a alta do preço do bitcoin continue.

    Indicadores Técnicos
    A média móvel de 100 períodos cruzou acima da MM 200, indicando que o caminho de menor resistência está no lado positivo. Isso confirma que a reversão tem mais probabilidade de continuar do que força para recuar.

  31. Anônimo disse:

    No Oscar de 2015 que consagrou Birdman, aquele filme que ainda temos dificuldade em falar a respeito, uma das ausências mais comentadas foi a de Gillian Flynn. Esta adaptou o próprio livro para o cinema, entregando o roteiro nas mãos de David Fincher que tornou Gone Girl um sucesso de crítica e público. Baseado no livro de mesmo nome, o longa aborda o casamento (ou os relacionamentos em geral) através de uma perspectiva não muito positiva. Para acrescentar ainda mais elogios, temos Ben Affleck em um papel que só pode ter sido escrito para ele e Rosamund Pike, que, por sua vez, conquistou a única indicação do filme à citada premiação.

    Seguindo o sucesso desta escritora contemporânea que não só aparecia na lista de livros mais vendidos, como assumia o roteiro, diversos projetos foram anunciados envolvendo sua participação. Entre eles: uma nova colaboração entre Gillian e David Fincher para refazer Strangers on a Train, famoso filme de Alfred Hitchcock; a adaptação de Dark Places, seu segundo livro, estrelada por Charlize Theron e detonada tanto pelos críticos quanto pelas pessoas e uma minissérie da HBO focada em seu primeiro livro. Quem assistiu ao filme de 2014 e leu Sharp Objects, já publicado por aqui, sabe que foi difícil não criar certa expectativa.

    Publicado em 2006, Sharp Objects segue uma repórter que precisa voltar à cidade natal para cobrir o desaparecimento de uma jovem que pode ou não estar ligado a outra morte. Este retorno é problemático porque Camille, nossa protagonista, tenta manter distância deste lugar e das lembranças que ele lhe traz. Aos poucos, entendemos qual fato do passado está relacionado com esse medo e quais as consequências em sua vida atual.

    O livro de personagens estranhos e trama bizarra desenvolve sua narrativa em pouco mais de duzentas e cinquenta páginas e não deixa nada memorável. É divertido, mas ausente de qualquer substância que o torne indispensável. Uma adaptação, então, não seria apenas bem-vinda, como ajudaria a história a se firmar em nosso imaginário de forma mais sólida.

    Quando o nome de Amy Adams foi anunciado para assumir a protagonista da produção, fiquei aliviado pois sabia que a atriz seria capaz de resolver um dos principais problemas da escritora: criar protagonistas femininas interessantes. Suas mulheres são apáticas e se há algo pouco interessante no livro é Camille. Esta, dentro do trabalho sólido de Amy, tem tudo para nos cativar em seu jogo de mostrar e esconder, injetando o charme e carimas tão em falta no texto. Como a premiere já demonstrou, será uma tarefa cumprida aos poucos, como recompensa aos mais pacientes.

    Camille Preaker é o terceiro lado de um triângulo formado pela mãe, Adora Crellin, e sua meia-irmã, Amma. Não se enganem: a história é sobre elas, o restante está ali só para alimentar este conflito. O drama familiar envolvendo as três personagens está pautado no ressentimento que uma perda trouxe à família. Enquanto a repórter bebe muito e não cuida da própria saúde, sua mãe tem um comportamento quase histérico sobre os acontecimentos atuais e sua meia-irmã se mostra assustadoramente fria.

    A adaptação ganha vida com seguimentos envolvendo o passado e o futuro em constante diálogo, alimentando a sensação de desconforto e rancor vividas pelas mulheres da história. Entre as cenas que utilizam o recurso, a primeira noite da filha regressa na casa onde cresceu consegue ser tensa não só a ela, mas ao telespectador — essencial para que sintamos alguma empatia por ela. Isso porque seu relacionamento mesmo com as pessoas em tela é construído através de uma fragilidade visível. Camille tem uma rotina amparada em álcool e música, duas formas de consolo: uma para sua dor física e outra para mascarar o constante silêncio em que vive.

    Adora Crellin, sua mãe, é interpretada pela também excelente Patricia Clarkson, que pôde ser vista na quinta temporada de House of Cards, ano passado. Desde o primeiro instante, a atriz se mostra a escolha perfeita para o papel, pois consegue transitar entre a delicadeza e o surto sem muito esforço. Adora, de família conhecida e bem posicionada na hierarquia local, representa a cidade, seus olhos, seu comportamento e suas tradições. Demora para que mãe e filha entrem em contato justamente porque somente neste encontro é que aquela que fugiu se sentirá parte, novamente, dessa relação tão marcada por um infortúnio.

    Se Adora é a cidade, Amma representa a vida que ocupa as ruas, uma juventude presa às esquinas, mas sem as limitações da geração anterior. Talvez a personagem mais interessante do livro, não demora muito para que percebamos nela a crueldade que somente sua idade sabe demonstrar — afinal, como já cantava Lykke Li, os jovens não conhecem a dor. Escolher a atriz Eliza Scanlen, um rosto desconhecido em meio a duas atrizes de carreiras sólidas, talvez tenha sido favorável à minissérie: não sabemos muito o que esperar, abrindo espaço para que ambas, personagem e atriz, possam nos impressionar.

    Vanish tem roteiro de Marti Noxon, também produtora executiva, nome por trás de séries como Girlfriends’ Guide to Divorce, UnREAL e a recente Dietland. O posto da direção é assumido por Jean-Marc Vallée em todos os episódios. Aqui ganhamos um episódio escuro, focado na protagonista e que deixa muito subentendido, fugindo sempre que pode de explicações. É construída, tanto visualmente quanto na interação entre os atores, uma sensação de peso e sombra que aparece mesmo durante o dia. O diretor foi o responsável pela primeira temporada de Big Little Lies, também da HBO, e o filme Wild. Ou seja, de estabelecer atmosfera ela entende. Só nos resta torcer para que o roteiro colabore tanto com seu trabalho quanto a série de Nicole Kidman o fez.

    > UNSOLVED, O BOSQUE e GODLESS – Dicas de Séries Imperdíveis!

    O primeiro episódio tem uma hora e pouca pressa para colocar as peças em seus lugares. Demora a conquistar sua atenção porque assistimos, por muito tempo, Camille encher e beber garrafas e passear com seu carro ouvindo (boa) música. Fica a dúvida se não seria um exagero que uma história tão curta seja dividida em oito episódios. A tensão em seguida parece tentar responder essa questão, mas certeza só teremos nas próximas semanas. Por enquanto, temos a estranheza e a beleza de uma história pouco clara, embaçada a nós e às personagens, dando-nos a esperança daqueles que não visualizam todos os contornos do que está longe, mas acreditam e investem seu tempo. Vanish nos traz bons motivos para ambos.

    ——-

    Sharp Objects já está no catálogo da HBO Go aqui no Brasil e pode ser assistido através do serviço. Lembrando que é possível testá-lo por trinta dias de forma gratuita.

    Resolvi assistir por causa do selo HBO e por vários sites citarem a série de ser no mesmo estilo de True Detective. Eh arrastado mas a ótima Amy Adams compensa. Nunca vi uma personagem beber tanta água, eheh.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Alan Martins • 7 dias atrás
    Eu estava ansioso para acompanhar as reviews de SO por aqui, mas perdi o interesse depois que você classificou Amy Fucking Dunne como um personagem “não interessante”, dispenso.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Welson Alan Martins • 7 dias atrás
    só para que não haja equívocos em sua despedida: é a Amy do livro. a do filme é maravilhosa.

    (e não só eu que afirmo isso. não so leitores como jornalista assinam embaixo.)

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Alan • 8 dias atrás
    Com um episódio já ficou perceptível que a adaptação é muito melhor que o livro. Apesar de ter ficado a sensação que poderia ser melhor. A história não chegou a cativar (mais por causa da obra original), mas promete um grande desenrolar. Também concordo que 8 episódios deve ser muito para contar a história.

    2
    •Responder•Compartilhar ›

    Avatar
    Cesar • 8 dias atrás
    A Personagem da Amy é so um reprodução do clichê trabalhado em personagens masculinos. Isso me surpreende (negativamente) vindo de uma autorA. Mas, ela ouve a discografia do Led toda vez que entra no carro, entao… ja amo.

    Senti tambem uma pontinha de The Sinner, com a relação das irmãs e com a mãe.

    Mas o episodio passou voando, espero que dosem bem, o drama familiar com a parte criminal.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    vinland • 8 dias atrás
    Eu não gosto nem um pouco do livro garota exemplar e muito menos do filme. Podem me crucificar mas gostei bem mais do filme Lugares Escuros com a Charlize Theron, o que acabou sendo o motivo pra eu dar mais uma chance pra uma adaptação de livros dessa escritora. Gostei do primeiro episódio, e pretendo continuar. Achei que todas as características de qualidade da HBO estão inseridas na série. Vamos ver como vai se desenrolar.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vitória Martins Souto • 8 dias atrás
    O ritmo do episódio não me incomodou, td sendo construído aos poucos, atuação da Amy n tem nem oq falar, perfeita!

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Eduardo Vitória Martins Souto • 8 dias atrás
    Amy fez lembrar uma Janis Joplin mais “arrumadinha”, kkkkk.
    Do elenco jovem, Sophia Lillis (a Camille adolescente) me surpreendeu – a única, por enquanto.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vitória Martins Souto Eduardo • 7 dias atrás
    simmmm
    janis mt divaaa

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Lucas Pires • 8 dias atrás
    Eu só vi seu texto de Samantha e esse agora e na minha opinião essa quantidade de referências externas a lá IMDB não se encaixa de maneira orgânica. No mais eu tbm gostei mt do episódio, principalmente da montagem e das atuações. Estou com boas expectativas

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Alípio • 8 dias atrás
    O 1o ep me convenceu a baixar o livro pra ler e a voltar pra acompanhar os demais eps. Gostei das atuações e acho que o crime como justificativa pra falar das protagonistas, foi ótima sacada.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    MayB • 8 dias atrás
    E essas marcas no corpo dela, quase imperceptíveis. Eu mesma só fui ver depois que a galera tava comentando. Hahahaha
    É assim também no livro? É um auto flagelo?

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Kelly MayB • 8 dias atrás
    O nome do livro “objetos cortantes” já faz referência à auto mutilação da protagonista

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Alípio MayB • 8 dias atrás
    Eu confesso que vi as marcas de relance no braço, no final. Qdo revi o ep é que fui notar no resto do corpo.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    MayB Alípio • 5 dias atrás
    Eu também!

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Eduardo • 8 dias atrás
    OC é um exemplo de como um livro mediano pode ser bem adaptado quando cai nas mãos certas (Jean Marc DeValée, Amy Adams, Patricia Clarkson) e no momento certo (na esteira do hype de Garota Exemplar e Big Little Lies). Vou dar uma chance à série…

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    vinland Eduardo • 8 dias atrás
    Só que diferente de Objetos cortantes, o livro de Big Little Lies também é ótimo!

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Teco Sodre • 8 dias atrás
    Ótima estreia, episódio um tantinho arrastado, mas as atuações e a direção são de altíssimo nível. Já tá na lista das séries que vou acompanhar esse ano.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Ian • 8 dias atrás
    Eu nunca me senti tão desconfortável como eu me senti na cena que a Camille vai para casa, cada frase que ambas soltavam era um desconforto a mais

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Andries Viljoen • 8 dias atrás
    O nome de Gillian Flynn ficou conhecido no Brasil graças a seu livro Garota Exemplar, que ganhou uma adaptação para o cinema pelas mãos de David Fincher. O público estava ansiosa para ler ‘Objetos Cortantes’, seu 1o romance, lançado pela editora Intrínseca. Agora será adaptação para as telas.

    Dirt. Substantivo. Traduzido para cá muitas vezes como sujeira ou sujo. Se ficarmos com esta segunda opção, cada um poderá navegar através de seu registro pessoal e encontrar outras expressões e palavras que se conectam a ela. Podemos esbarrar nos ditos populares que condenam os sujos que falam dos mal lavados, nas expressões que apontam quem está mais sujo do que pau de galinheiro ou como forma de repreensão àqueles que jogam sujo.

    Particularmente, minha primeira associação tem origem bíblica, em passagem que ganhou ares de provérbio em minha casa e na comunidade da qual faço parte. Está lá no final do Livro das Revelações: “quem está sujo, suje-se ainda”. No mesmo versículo, temos as instruções para os justos, os injustos e os santos — estes em possível contraponto aos sujos. É de uma determinação firme que este seja o destino deles; resta ao que se encontra neste estado que assim permaneça. O que é poeira, poeira fica. O que é de fora, de fora fica.

    Assim, por mais que não se aperceba disso, caso fiquemos com essa consciência de um destino cuja finalidade está na repetição da prática da pessoa a ele associada, o corpo estranho se destaca dentro daquilo que quer fazer parte, entender, ganhar para si. É por isso que a cidade responde tão mal ao comportamento de Willis e Camille, que dividem o desprezo e o estranhamento dos locais por serem “o estranho”, quase visto como a sujeira sobre a paisagem. Ambos lembram aos cidadãos, cada um em seu trabalho, o quão contaminado está o lugar; são representações diferentes, mas complementares, do pesadelo que a realidade de Wind Gap se tornou.

    Dividindo o tempo em tela, esses dois corpos estranhos rumam pelo lugar através de diferentes táticas. A repórter, que já não se associa aos costumes dessa gente, tem consciência do quão por fora está e não pretende fingir que é bem-vinda. Camille deseja apenas sobreviver à experiência, sendo talvez o parasita que enxergam nela: nutrir-se da história ali e, após, deixar este corpo de pessoas, casas e ruas. Sinal de seu desinteresse está na constante fuga da realidade, encontrada nas garrafas que esvazia.

    Willis, aqui interpretado pelo ator Chris Messina, por outro lado, quer pensar como essas pessoas, entender sua linguagem e, assim, entender quem está por trás dos dois crimes cometidos. Se o mais lógico para Camille é manter uma distância saudável da mente dos habitantes da cidade, o detetive pensa o contrário e seu raciocínio aponta para a utilidade na compreensão de uma cultura no processo de desvendá-la. Para isso, ele, visto simbolicamente como a lembrança da sujeira que assombra as ruas, compromete-se ao maior símbolo de sujo que temos: o porco. Sua tentativa de extrair o dente nos ajudou a posicionar nossas suspeitas em relação às figuras conhecidas até agora.

    Ausente de forma direta durante o episódio, a palavra dirt é encontrada já no primeiro capítulo do livro Objetos Cortantes; no penúltimo parágrafo. Camille, a narradora da história, compartilha com o leitor uma experiência que vimos ser repetida algumas vezes desde a semana passada: quando mais jovem, ela entrou em uma cabana de caça, onde contemplou, além de um chão sujo de sangue, figuras de mulheres nas paredes percebidas por si como grotescas: “Eu podia sentir o cheiro delas no ar denso e ensanguentado”. É a partir daí, conforme mostrado na série e no livro, que começa a busca por desejo da protagonista. Sua relação não é com a doçura, mas com a dor e a submissão, práticas levadas ao corpo. Seu modo de lidar com o sofrimento é indo atrás de mais sofrimento, como um grito que silencia o outro.

    Para entender a importância do que fora presenciado por Camille, precisamos, por um momento, falar sobre os outros lados do triângulo dessa história. Indo de encontro ao pesadelo que se tornara sua vida após a morte da irmã, encontramos uma Adora Crellin severa e de hábitos tão entregues a uma punição pessoal quanto a filha. Se uma escreve palavras cruéis no corpo para tomar para si os pensamentos ansiosos que percorrem sua cabeça, a outra dá pequenos e dolorosos beliscos em si. Como não aprenderam a lidar com o confronto de outra forma, quando conversam, as duas utilizam a mesma ferocidade.

    Há de se pontuar que Objetos Cortantes é uma história sobre culpa. A culpa se manifesta como consequência de diversas formas, às vezes no comportamento, como é o caso de Amma, que percebemos como alguém capaz de trocar de personalidade constantemente e manipular as pessoas a sua volta — mesmo que isso não tenha se manifestado em sua totalidade. Outra consequência está no físico, como analisado anteriormente. Os objetos cortantes/afiados, ouso dizer, não são apenas aqueles que Camille utiliza ou os que o assassino teria manuseado, mas as próprias palavras. Estas têm grande importância e devemos caçá-las como peças-chave para a resolução das charadas aqui.

    Em meio a essa guerra trava consigo, com a família e com a cidade por conta da culpa, temos uma protagonista inteligente e determinada a investigar todos os aspectos desta história. Há uma estranheza sobre Camille que ainda nos impossibilita de a entendermos ou sentirmos empatia em todos os momentos. É a estranheza da própria história e um incômodo que nos coloca não em sua pele, mas apenas como telespectadores de eventos difíceis de assistir. Isso não impede que o mistério seja intrigante: esbarramos no que seria uma figura feminina que levara uma das vítimas, e isso engrossa a qualidade mítica da narrativa.

    Enquanto é vista como o corpo estranho, o não pertencente caminhando pela cidade, a personagem de Amy Adams tem a culpa se tornando uma sujeira em sua vista, como poeira nas lentes de quaisquer óculos. Somente enfrentando seu passado do modo mais assustador possível (diretamente, como aconselha seu chefe) é que ela poderá solucionar o grande mistério da cidade — e talvez antes que o detetive e a polícia consigam.

    Talvez consigamos também, nos próximos seis episódios, nos misturar de vez à história e sair dessa sensação de que há algo que não pode ser aproveitado ou contemplado de vez: seja o ritmo, seja a falta de simpatia pelas personagens ou a duração do episódio. Uma pequena poeira? Independentemente do que é, queremos aproveitar totalmente a imersão em Objetos Cortantes. Quem sabe a própria série não nos ajude daqui para frente?

  32. Anônimo disse:

    he Passenger é o final de temporada mais controverso dos últimos anos. Westworld tropeça em hermetismo, mas sabe como fazer seus fãs viverem a mais pura catarse.

    Há mais de dois mil anos o homem luta pela compreensão de um dos grandes mistérios da existência humana: somos mesmo capazes de tomar decisões que regem o nosso caminho ou somos todos manipulados por cordas invisíveis? Às vezes essas cordas são religiosas, contradizentes, afirmam que temos livre-arbítrio, enquanto também dizem que “Deus sempre tem um plano”. O conceito de “destino” também desafia essa lógica, já que aparentemente não importa qual porta eu decida abrir, o que está do outro lado sempre é uma variável que leva ao mesmo fim, afinal, “era o meu destino”. A cultura existencial força e ao mesmo invalida a ideia de livre escolha.

    A discussão proposta por Westworld, no entanto, é mais abstrata ainda. Ela não propõe nada no campo factual, mas vai fundo no que constitui identidade, o que sempre foi, essencialmente, o mote principal da série. Quem eu sou? O que eu sou vem de mim ou do que fui programado para ser? O que decido fazer da minha vida está influenciado pelo meio onde estou inserido? Se sim, até que ponto essas escolhas são minhas? Parece até irônico que depois de 10 episódios, tenhamos chegado a mais simples conclusão de todas: não há NADA que separe anfitriões e guests no que diz respeito a filosofia. Humanos e robôs estão vivendo a ilusão do livre-arbítrio.

    Há, porém, uma única frase em The Passenger que serve como síntese do que a temporada quis dizer e muitas vezes não conseguiu. Prestes a afundar o Vale, Dolores é indagada por Bernard sobre por qual razão ela quer tirar dos anfitriões o direito de viver sua realidade virtual perfeita. Ela responde: Porque tudo que é real… é insubstituível. Quando ela diz isso, para mim, é como se toda a dramaturgia de Westworld se justificasse em totalidade. Tudo que os anfitriões conhecem é a repetição, a substituição de corpos, memórias, impulsos, porque a artificialidade permite a substituição. A vida humana, por fim, é a única coisa que supostamente não deveria ser cabível de substituições já que a morte é a finitude invencível e ninguém que morre pode ser substituído satisfatoriamente. A segunda temporada do show reforça o fetiche do homem pela imortalidade de quem se é, já que substituir o “eu” por um indivíduo diferente não produzirá os mesmos resultados. Dolores tem toda razão: o real não pode ser reproduzido ou desmembrado. E de repente, a luta dela ganhou mais profundidade para mim.

    Herméticos

    Porém, essas conclusões dependem exclusivamente de esforço pessoal para provocar envolvimento com a carpintaria textual do show. Agora que chegamos ao final da temporada, posso dizer sem peso na consciência que Lisa Joy e Nolan não conseguiram colocar no papel suas ideias de uma forma fluída. Talvez por acharem que as grandes histórias contemporâneas são contadas de forma fragmentada, os dois foram fundo no fetiche pela confusão e por vezes atrapalharam o andamento da trama por decidirem mostrar a história ao invés de conta-la. Nesse ímpeto de apenas mostrar, eles embaralharam as cartas deliberadamente, impediram o apego emocional, interromperam “coitos” afetivos e soaram pretensiosos.

    Westworld 2×10: The Passenger [Season Finale]
    Westworld 2×10: The Passenger [Season Finale]
    Eu vou ser duro aqui, porque uma trama com todo esse potencial não pode perder tempo com estilismos ineficientes. A storyline de Maeve é a melhor porque é a mais direta e eles deviam dar mais atenção a isso. É muito evidente. The Passenger é um episódio tão, mas tão cheio de elementos confusos que por muitas vezes eu me vi desacreditando dos criadores. Toda a masturbação filósofo-hermética de Dolores e Bernard atrapalhou muito essa finale. E o pior: essa necessidade de ser “misterioso” também produz diálogos dos mais pobres que a HBO já apresentou. Frases feitas, com impacto chavonesco clássico das séries que tentam reproduzir modelos pré-concebidos. Westworld pode viver sem isso, ela tem condições. Essa é uma tentativa tola de não assumir que a história é simples (o que não é ruim) e que sem esse “verniz” ela se conta do mesmo jeito, com bem mais eficácia. E as catarses provocadas pelos finais de Lee Sizemore e Akecheta (que me trouxeram lágrimas aos olhos) são a maior evidência disso. Complexidade não se produz, ela simplesmente transborda das histórias bem contadas.
    Então sim, no suco que sai desse bagaço dramatúrgico proposto pelas sequências entre Bernard e Dolores, está o que precisamos mesmo saber: uma espécie de “guerra de espécies” se trava veladamente, onde as experiências promovidas pelo sistema do parque, revelam a inconcretude do livre-arbítrio tanto para os robôs quanto para os humanos. Mesmo que muitas versões de James Delos fossem produzidas, elas sempre levavam ao mesmo resultado. Essas compreensões do homem (de cada visitante do parque) foram catalogadas e o acesso a elas promove um perigoso mergulho ao que pode, enfim, provocar o colapso social, o que parece ser, em alguma instância, o objetivo maior de Dolores. A terceira e longínqua temporada deve abordar justamente o que ela fará com a informação.

    O problema é que para nos dizer isso, o roteiro fez mais piruetas que um ginasta. Uma das grandes provas da falta de bom senso dos criadores a respeito está na sequência que mostra Bernard chegando à conclusão de que ele tinha “imaginado” Ford. A cena foi preparada como se aquilo tivesse a maior importância do mundo… e não tinha. Era meio óbvio e ao mesmo tempo, inútil. Teddy foi um personagem negligenciado ao extremo pelos roteiros e é um dos exemplos superficiais que são tratados com pretensa complexidade.

    O Vale Além

    Mas, ao mesmo tempo, Westworld fez um Season Finale que rivaliza com o de Game os Thrones no que diz respeito a controvérsia e aos grandes momentos. Todas as sequências de Maeve foram coesas e muito bem contextualizadas. Sem dúvida, o êxodo dos anfitriões para a fresta no Vale foi o ponto alto do episódio para mim. Não só porque ela confirma os flertes que a série faz com assuntos bíblicos, como representa uma resposta concreta ao que os criadores vinham dizendo desde o começo. Eles falavam de “porta”, “outro mundo”, “vale além” e por fim, entregaram todas essas coisas. E o melhor: com apelo visual e um imenso senso épico.

    Confesso que quando a fresta se abriu na tela eu fiz cara feia… Aquilo parecia um recurso que vulgarizava The Passenger. Mas, quando eles mostraram que só os anfitriões viam e que na verdade eles atravessavam para ela em uma esfera virtual, deixando seus corpos para trás, eu então fiquei tranquilo. Era extremamente coerente. Salvos na nuvem, ainda estariam presos a uma programação, mas impedidos de serem manipulados em novas narrativas e mortes em looping. Foi um final poético para parte do enredo e que adiantou que o enfoque em Akecheta foi algo calculado para ser usado nesse exato momento. Isso também serve para a filha de Maeve, que ao passar para o outro lado transforma a própria Maeve numa incógnita futura. O mais certo para a personagem seria parar por aqui. Ela não tem nenhuma storyline além da que se baseava em sua busca pela filha. Maeve retornar não seria bom para o show, embora o roteiro tenha dado uma pista do contrário. Se ela não voltar mesmo, também devemos dar adeus a Hector e Armistice.

    A última grande revelação ficou por conta de Charlote ter morrido e Bernard ter feito uma cópia dela, onde incutiu os dados de Dolores. Foi uma manobra ótima do roteiro, digna de bons season finales, mas repito: imersa em uma infinidade de divagações pedantes que não são bem escritas. Contudo, o resultado final foi eficiente e empolgante. Ver Dolores sair dali daquela maneira tão inesperada foi revigorante, catártico e tornou um calvário todo esse tempo de espera para o próximo ano. Foi um aproveitamento de quase 100% dos personagens envolvidos na trama central, com direito a algumas “bolinhas de dados” que Dolores levou na bolsinha; e que representam, cada uma, um elemento importante que precisa ser “ressuscitado”.

    Westworld 2×10: The Passenger [Season Finale]
    Westworld 2×10: The Passenger [Season Finale]
    Enfim, depois de uma temporada que considero irregular, Westworld encerrou seu ano com uma ideologia relevante e uma finale estridente que provavelmente será lembrada por muito tempo. É curioso como essa finale também representa nossa submissão ao enredo seriado, quase como num transe, em que não importa como sejamos total ou parcialmente frustrados. Pelas reações que vi por aí (e por aqui nos comments), Nolan e Joy trabalharam direitinho na programação de seus guests. Westworld tirou de nós toda capacidade de livre-arbítrio. Somos agora seus escravos, como você sempre quis fôssemos.
    Westwords: Dolores levou tiros a temporada toda e nada a parava. Um na cabeça teria acabado com tudo, mas… A lógica das narrativas às vezes é dura de engolir.

    Westwords 2: A cena pós-créditos mostrou William no que parece ser um breve futuro depois que ele é coletado como sobrevivente. Ao que tudo indica, a cena insinua que ele também é um anfitrião. Mas, pelas recentes declarações dos criadores e pela forma como o personagem foi desenvolvido esse ano, ele não é um simples anfitrião e sim uma espécie de resultado de algo híbrido que ainda não sabemos o que é.

    Westwords 3: Todo mundo que entrou na fresta do Vale não volta mais. Não por coincidência, não passou ninguém realmente importante. A televisão com cada vez mais medo de fazer sacrifícios.

    Westwords 4: Na entrevista que deram logo depois da finale, Joy e Nolan falaram sobre a comparação com Lost e disseram que não querem fazer como Damon (que não se preocupava tanto em dar respostas para a caixa de mistérios) e sim montar e desmontar a caixa, como um lego, respondendo tudo. Discordo sobre o que disseram do método do Damon (e ao que parece, para alguém que nunca viu Lost, Lisa está cheia de opiniões). Mas, alguém precisa dizer para eles que esse processo de montagem e desmontagem tem que ser treinado, porque tudo que eles não estão fazendo é parecendo seguros de seus enigmas.

    Westwords 5: E só para não perder o hábito, aqui vai mais uma semelhança com Lost. Lá na série de Lindelof, também tivemos um personagem que passou vários episódios aparecendo como aquele que sempre foi, quando na verdade era um outro que tinha assumido a forma dele. Charlote, Locke mandou lembranças.

    Westwords 6: Rodrigo Santoro, destinado a morrer nas séries que faz (ops, ele também fez Lost).

    Westwords 7: RiP Elsie.

    Westwords 8: Dolores recriou seu corpo quando chegou ao mundo real. Então, quem ficou com o corpo de Charlote?

    Westwords 9: LINDO o Radiohead ao final de The Passenger.

    > 13 REASONS WHY: Temporada 3, precisa? (Um papo sincero)!

    Westwords 10: Esse ano foi difícil cobrir a série, porque meus questionamentos sobre ela foram entendidos por vários aqui como posicionamentos negativos. Isso gerou reações extremas e desnecessárias. Mesmo assim, foi muito divertido e eu quero agradecer a todo mundo. Próxima temporada estaremos juntos. Sim, estaremos. Até lá.

  33. Anônimo disse:

    Como já dito antes, nem só de problemas e defeitos viveu a 2a temporada de Westworld. Revelar os planos da Delos Corporation em relação aos visitantes do parque foi o ponto alto da temporada, que começa a se mostrar no episódio The riddle of the Sphinx e é bem concluído nos dois últimos episódios.
    Sem falar que o final — graças a Deus — compensa a uma hora e meia de duração, com Dolores finalmente saindo do parque para colocar seu plano em prática, que será mostrado em uma 3a temporada já confirmada pela HBO.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Henrique • 17 dias atrás
    Discordo, merece 5 estrelas.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Helder Samuel • 17 dias atrás
    Gente, eu tava achando um exagero os comentários (só saí vendo as notas e os comentários de cada episódio), mas agora resolvi voltar lendo tudo e, PQP, que crítico chato do C*****O. HAHAHA. Em cada crítica parece que o mínimo que ele exige é a perfeição (o que é um exagero). Concordo que houveram algumas falhas graves da série, ao comparar-se com a primeira, mas essas críticas são ridículas.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Helder Samuel Helder Samuel • 17 dias atrás
    Mas, mesmo assim, achei todas elas interessantes. É importante ter opniões diferentes, eu acho, hahahaha. Só esperar que em 2020 ele maneire um pouco, porque nem o Kiksuya escapou, hhahaha.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Lico Blade Helder Samuel • 17 dias atrás
    Não tem que maneirar não, ele tem que continuar pegando pesado com Westworld.

    •Responder•Compartilhar ›

    Avatar
    Matheus Almeida • 17 dias atrás
    Me incomodou o fato de que em varias vezes durante essa temporada William devia ter morrido e arrumaram “desculpas” para não o matarem(algumas bem bobas),como o motivo de Dolores não o ter matado nessa finale

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Amélia Pond • 19 dias atrás
    Perfeita sua review!

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vinicius • 20 dias atrás
    Henrique concordo com seu texto. Essa temporada foi q nem a sétima temporada de GoT: broxante. Sobre os criadores confundiram e embaralharem a série só pelo ar de superioridade, sim isso foi desnecessário. Uma temporada q n tinha nada de complicado e pior demoraram 2 anos pra isso. Quanto maior o tempo maior a expectativa e maior ainda a decepção. Cara, continue com as ótimos textos. Criticas nós recebemos o tempo todo, e n se esqueça palavras são vento 😉

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir Vinicius • 17 dias atrás
    Brigadão Vinicius.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    João Victor • 20 dias atrás
    Concordo com tudo Henrique. A série tem um elenco espetacular e uma produção assombrosa. Ficar nessa complicação da narrativa só prejudica a série. Espero que com as criticas, Nolan e Joy façam uma mudança da mesma magnitude que o Lindelof fez na segunda temporada de The Leftovers.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir João Victor • 17 dias atrás
    Bom exemplo. O Damon realmente se alinhou em Leftovers.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    ricardo • 21 dias atrás
    Alguns pitacos e dúvidas.

    1) Quando foi que o Bernie pegou a esfera da Dolores para colocá-la no corpo da Charlote? Após matá-la, não tinha motivo para pegar a esfera dela. Ele voltou para a base com a Elsie e o resto dos mercenários para fugir da inundação. Depois de testemunhar o homicídio da Elsie e ter aquela conversa com o Ford, ele decide recriar a sósia da Charlotte com a esfera de Dolores. Mas se ele não tivesse a esfera, ele não tinha como fazer a cópia, não? Dá para presumir que ele voltou lá e pegou a esfera da Dolores e então voltou de novo, com a memória desordenada, junto com a Fake Charlote?

    2) Sobrou algum humano importante na estória, após as mortes de Will, Emily, Charlotte, Lee e Elsie? Ou algum deles de fato não morreu? Não descarto que o Lee ou a Elsie voltem como hosts para a próxima temporada.

    3) Como a esposa do Akecheta conseguiu atravessar a passagem. Ele estava desligada e nua na base e de repente vai parar no novo mundo devidamente vestida. Dá para presumir que foi ligada pela Maeve, tratou de arranjar roupas e rumar para o Vale?

    4) Achei sem necessidade do sacrifício do Lee. Dava impressão que conseguiria enrolar os seguranças atirando a esmo dando tempo para os amigos fugirem, sem recorrer ao sacrifício.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel ricardo • 20 dias atrás
    4) acho q ele quis viver pelo menos uma vez, as historias q ele apenas criava. e se entregou até o fim.
    tb acho q era mais facil ele ficar enrolando, filosofando ali, sem ameacar atirar nos caras.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Daniele Silva • 21 dias atrás
    Sua crítica foi perfeita!

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel • 21 dias atrás
    Foi uma grande temporada e um ótimo final.

    Eu nao me importo com tanta masturbação filosófica, pq assim como em The Leftovers, eu nao entendo nada e depois saio lendo pra tentar entender o q eles queriam dizer. rs Thiaguinho Lourenço com certeza concorda com isso…rs
    Alias, acho q isso falta nas reviews, explicações sobre o enredo, etc…senao a review fica só masturbada filosoficamente tb.

    Achei interessante que um ser humano cabe numa programacao com perto de 10mil linhas de código. Que seria um sistema de médio a grande porte atualmente. Talvez com uma linguagem de programacao mais futirística, possa caber mais info. Mas é interessante como eles dizem que o ser humano nao é tao complexo como pensa ser.

    Agora, onde estão os hosts q passaram pela porta? Se nao é na nuvem, para que lugar seguro, longe dos caprichos humanos eles foram enviados?
    E que aflição que o Akecheta tomou um tiro 1seg antes de passar pela porta, q alivio qdo ele passou e o tiro tinha sumido. Ufa, o tiozinho merecia.

    Apesar da gente querer que a Dolores tenha levado os atores mais famosos com ela nas bolinhas, temos que analisar quem seria melhor pra ela, seja lá no q ela está planejando.
    Deve montar um time de LoL…rs.

    3
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Daniele Alves • 21 dias atrás
    Sinceramente não gostei dessa temporada, foi mais do mesmo, cansei de toda masturbação filosófica e podem dizer o que quiser, mas Dolores naquele papel de robô superior e indestrutível é forçar muito a barra. E pelo que vi a próxima temporada se passa fora de Westworld, o que faz menos sentido ainda. Não estou empolgada com a próxima temporada. Agora só vou assistir Westworld se por acaso algum dia aconteça de ter todas temporadas na Netflix, ai poderei fazer maratona no tempo livre.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    André Prado Daniele Alves • 20 dias atrás
    Então você vai abandonar a série. A HBO tem serviço próprio de streaming, então esquece papo de Netflix.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Teco Sodre • 21 dias atrás
    Sim, uma resenha super justa para um final muito bom, mas confuso e
    cansativo. Acho exageradas as críticas ao texto da série, o qual
    considero excelente pelo seu conteúdo, mas não pela forma como nos é
    apresentada: rebuscado demais, pomposo demais. Amei a introdução do seu
    texto, falando sobre a singularidade humana, um registro que não deveria
    faltar a nenhum texto sobre essa série. Acredito que essa temporada
    teve mais prós do que contras, e fiquei feliz com o resultado final. Não
    sou o tipo de fã cego que não enxerga os defeitos das coisas que ama.
    Amar uma coisa ou alguém inclui compreender a imperfeição daquilo ou
    daquele/a. Westworld é uma das séries mais incríveis já pensadas e
    produzidas, tem uma carga dramática única, uma qualidade absurdamente
    boa de produção (trilha, fotografia, direção de arte, figurino e
    atuações), nos faz refletir, nos incomoda, nos questiona, nos pressiona,
    e até tira o nosso sono, nos surpreende e nos instiga a querer mais e
    mais jogar os jogos do Ford, e a perseguir os Homens de Preto que
    existem dentro de nós mesmos. Porém, a série exagera nos inúmeros
    labirintos dos diálogos, muitas camadas e metáforas em situações já
    compreendidas, muitas vezes nos cansa com suas idas e vindas do tempo,
    um tanto desordenadas demais; o que me parece é que na ânsia de
    surpreender, causar estranheza e provocar nosso raciocínio, acaba nos
    confundindo e nos cansando um pouco – ainda que, para mim, a série seja
    justamente sobre o looping da vida, nossos ciclos humanos (e
    desumanos!), repetição da história de tudo o que já vimos, sentimos e
    vivemos. Minhas queixas não reduzem em mim o encantamento pela série,
    nem a admiração pela realização dela, nas duas temporadas, vale frisar.
    Que a terceira seja tão criativa quanto suas seasons anteriores e que
    assim sigamos, rumo ao fim, querendo descobrir o que há além do
    vale, e o que há depois do além do vale, sem saber que já passamos por
    ele tantas vezes e não lembramos. Ford tem uma frase nessa season que
    resume bem o que eu penso sobre a série: “Isn’t the pleasure of the
    story discovering the ending for yourself?”

    OBS: Por mim tocava uma canção do Radiohead em cada episódio, acho que a série tem a cara do repertório deles. 🙂

    ver mais
    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir Teco Sodre • 21 dias atrás
    Brigado <3

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Renato M. • 22 dias atrás
    Apesar de ter gostado, eu percebi muito das suas críticas neste episódio. A transformação do Bernand não fez nenhum sentido. Ajudar a Dolores a matar toda humanidade por causa da morte da Elise. A série pode muito bem se perder querendo ser muito confusa e filosófica. Não sei o que esperar da 3a temporada.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir Renato M. • 21 dias atrás
    Foi mesmo uma transição bem estranha.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel • 22 dias atrás
    Foi bom. Foi.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    お前はもう死んでいる • 22 dias atrás
    Até a próxima. Confesso que cheguei aqui com bastante preconceito em relação ao crítico depois de saber que ele escreve e assesti big brother (ecannnnnn). Mas ele escreve muito bem e levantou bons questionamentos durante a temporada. Foi bastante corajoso, diga-se de passagem, e agora sofre com a ira dos leitores hahaha

    Westwords 3: Todo mundo que entrou na fresta do Vale não volta mais. Não por coincidência, não passou ninguém realmente importante. A televisão com cada vez mais medo de fazer sacrifícios.

    aquele índio anfitrião conquistou o carinho do público. Vai fazer muita falta.

    Westwords 2: A cena pós-créditos mostrou William no que parece ser um breve futuro depois que ele é coletado como sobrevivente….

    pelo que entendi é um futuro muito distante.

    ps1: shogun world serviu pra nada no fim das contas. Só pra maeve despertar a força. Mas ela poderia muito bem ter feito isso no próprio parque faroeste.

    ps2: discordo da crítica nesse ponto. Esse núcleo da maeve atrás da filha dela que durou TODA A TEMPORADA foi um porre de aguentar. ao menos teve uma boa resolução.

    5
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    wagnermir お前はもう死んでいる • 21 dias atrás
    a sequencia da maeve foi umas das coisas mais chatas da serie

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Lico Blade お前はもう死んでいる • 22 dias atrás
    Também achei que é um futuro muito distante, lembro da Emily anfitriã dizendo ao William que eles estavam "há muito, muito tempo" naqueles testes de fidelização com o William.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Nielsen Souza • 22 dias atrás
    Pelo jeito o chefe da segurança sabia dos planos da Dolores, o cara parecia ser o único que não sabia de nada, mas no fim estava a par de tudo.

    Me pergunto o que Dolores e sua turma irão aprontar no mundo humano agora. Será que outros parques serão mostrados também?

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    お前はもう死んでいる Nielsen Souza • 22 dias atrás
    Não estava beeeemmmm a par de tdo. principalmente na 1 temporada quando a ghost nation o capturou. Ele foi confirmado como host. Deve ter despertado nesse ponto

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Nielsen Souza お前はもう死んでいる • 22 dias atrás
    Realmente não tinha me ligado nesse detalhe. A série surpreende em muitos momentos e alguns passam batidos.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Clementine K • 22 dias atrás
    ''Próxima temporada estaremos juntos. Sim, estaremos. Até lá.'', Ou seja vou passar longe das reviews daqui na próxima temporada, obrigada por avisar Henrique

    10
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Henrique Clementine K • 17 dias atrás
    Até aqui marvetinha? Hahahaha

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir Clementine K • 21 dias atrás
    De nada <3

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar • 22 dias atrás
    Toda a "masturbação" filosófica e narrativa ainda me encantam na série. Vai de cada um mesmo. Vi por exemplo, gente reclamando que nao entendia as linhas temporais dessa season… Visto que depois da Premiere nao sei o que diabos tinha demais em entender o que se passava.

    A Jornada da Dolores foi irretocável! Muitos viraram a cara, achavam o arco arrastado e chato, mas justamente essa frase que o Henrique destacou foi o que fechou com chave de ouro a motivação da personagem, e a Evan Rachel Wood é um amor, ta perfeita!

    Vi uma temporada coesa, que apresentou um novo propósito, e o entregou epicamente. E o desafio pra season 3 é o mais difícil de se estabelecer, espero que volte com a mesma qualidade dessa.

    * A Maravilhosa Emilly vai continuar aparecendo na série!! Lindissima!

    7
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberto Aprigio Cesar • 22 dias atrás
    Gostei demais da personagem da Emilly…merece continuar pra conhecermos ela melhor, nem que seja como uma híbrida.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberto Aprigio • 22 dias atrás
    Valeu pelas reviews semanais brother. A temporada foi boa, achei melhor que anterior pois foi mais grandiosa/épica. Algumas considerações:

    – Dolores levou 5 bolinhas. Se eu fosse opinar quem são seria: Angela ( inclusive acho q ela era a Hale do final), Maeve, Hector, Armistice e só não sei a última, pois Teddy ficou na nuvem.

    – Será que ainda conheceremos os outros parques?

    – A filha do homem de preto morreu mesmo ? Ou era uma anfitriã?

    – Acho que pode-se investir no ponto de vista dos humanos nessa terceira temporada, já que os anfitriões já estão infiltrados.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Jessica Roberto Aprigio • 22 dias atrás
    As 5 bolinhas são Maeve,Hector,Armistice,Emily e Bernard.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberto Aprigio Jessica • 22 dias atrás
    Eita, teve um close em Emilly. Achei que ela era humana, mas talvez possa haver uma possibilidade dela ser uma anfitriã.. ou voltar como uma híbrida.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    E. Roberto Aprigio • 22 dias atrás
    Esqueceu do Bernard rs

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberto Aprigio E. • 22 dias atrás
    Isso kkkk é o Bernard hehe

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar Roberto Aprigio • 22 dias atrás
    Sobrou algo da Ângela naquela explosão? Assim como o Henrique, nao vejo um novo espaço pra Maeve na serie. A Dolores recrutaria ela e a gangue do Hector pra batalha no mundo dos humanos? A Maeve so era util mesmo no parque controlando os Guests, mas nao duvido não… deram uma bela cena destaque dela olhando os corpos desse povo

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Jessica Cesar • 22 dias atrás
    A Charlotte(Dolores) antes de ir embora no barco olha para 4 hosts mortos(Maeve,Emily,Armistice e Hector) por isso as pessoas estão teorizando que ela escolheu eles. o 5 Host seria Bernard porque nos vimos os dois conversarem la fora
    Acho que aquela cena significou que foram eles sim,eles podiam ter mostrado ela olhando pra Clementine também,por exemplo mas não aconteceu…provavelmente não foi escolhida porque o sistema dela foi muito danejado
    E claro que vão manter uma das melhores personagens da série(Maeve).

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberto Aprigio Cesar • 22 dias atrás
    Aquele close em Maeve, Hector e Armistice pode ter sido uma deixa de que eles continuarão. Em relação à Angela, ela era um fiel cooperadora..Dolores deve ter feito o backup dela e levado.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Andre Ramos • 22 dias atrás
    Gostei bastante dessa temporada e pra mim teve um bom final. Agora , não entendi qual motivo a Dolores voltou pro seu corpo e criou um da Hale(???). Fora isso, curti bastante.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel Andre Ramos • 21 dias atrás
    A Dolores criou o corpo da Hale primeiro, pra sair do parque. Depois q saiu, ela criou o corpo dela de volta, e nao sei se no corpo da Hale ficou uma cópia dela, ou uma das bolinhas q ela levou pra fora.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    robsonc edujakel • 21 dias atrás
    Uma cópia dela seria contra a filosofia dela que o Henrique até explica no texto, da questão de ser insubstituível. Acho essa uma ótima chave de interpretação, pois é isso que Dolores faz o tempo todo ao destruir os backups e os mundos virtuais.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel robsonc • 21 dias atrás
    tb acho q ela nao faria uma cópia…ela deve ter se transferido pro corpo novo. e colocado uma das bolinhas na Hale.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    André Prado • 22 dias atrás
    Haddefinir, li todas as suas resenhas, e portanto, acompanhei a série junto contigo. Resenhas muito bem escritas como sempre por sinal (as suas do ACS são excelentes). Só que em relação a essas do Westworld, apesar de concordar com diversos pontos, discordo de outros. Natural, como é natural as pessoas ofenderem umas às outras na internet não respeitando devidamente opiniões alheias, ou se discordando, nos apresentar os argumentos com a devida educação. Então bola pra frente Haddefinir. Porém, o suposto pedantismo dos showrunners que você se queixou (e pra mim isso é uma característica original da própria série, a transmídia em nível máximo), deu origem a uma certa arrogância nesse trecho – pelo menos eu senti isso:

    "É curioso como essa finale também representa nossa submissão ao enredo seriado, quase como num transe, em que não importa como sejamos total ou parcialmente frustrados. Pelas reações que vi por aí (e por aqui nos comments), Nolan e Joy trabalharam direitinho na programação de seus guests. Westworld tirou de nós toda capacidade de livre-arbítrio. Somos agora seus escravos, como você sempre quis fôssemos".

    Então menos cara, menos.

    Parabéns pela resenha e nos vemos na temporada seguinte.

    Abraços!

    5
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir André Prado • 21 dias atrás
    André, acho que você não entendeu. Esse trecho faz um paralelo entre as metáfora conceituais do show e a noção de livre-arbítrio. É um jogo de linguagem que referencia a série. Não há nada de arrogante nele, até porque eu me incluo nisso. As coisas por aqui chegaram a um ponto em que qualquer coisa que eu digo, por melhor que seja, é ironia, arrogância, pretensão…
    Então cara, menos, bem menos.
    Ah, e obrigado. Abraços também.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberta henriquehaddefinir • 18 dias atrás
    Mas vc é arrogante e pretensioso mesmo! Fica feliz! Pelo menos vc conseguiu varios rótulos aqui no site. É bom quando a gente faz as coisas por merecer não é verdade?!
    Hahahaha

    Mas sério; para de se fazer de vítima, porque vc também não é nem um pouco gentil nas suas respostas quando discordam de vc. É uma faca de dois gumes querido.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    André Prado henriquehaddefinir • 21 dias atrás
    Exatamente Henrique, não entendi; mas agora com as devidas explicações eu entendi o jogo de linguagem. Requer interpretação e contexto. E não é que qualquer coisa que você diga soa arrogância, ironia e pretensão, é que essa metáfora eu realmente não entendi dentro desse contexto.

    Te tacam muitas pedras, então é normal ficar um pouco mais na defensiva achando que todos verão arrogância, ironia e pretensão em certas coisas que você diz.

    Então cara, menos, bem menos.

    Abraços e descanse um pouco dos fóruns.

    •Responder•Compartilhar ›

    Avatar
    henriquehaddefinir André Prado • 21 dias atrás
    André, você tem bastante compreensão sobre como funcionam as coisas aqui, mas as vezes as “pedras” não são diretas, elas são veladas. Essa frase “menos, bem menos” (como já está sacramentado na linguagem da internet) não e gentil. Tem tanto teor altivista quanto a sua interpretação do parágrafo do texto. Então sim, eu posso ser defensivo porque infelizmente é necessário, mas não sou o único que precisa descansar do que os fóruns representam.

    Grande abraço.

    Vc fez sua cama, agora deite!

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    André Prado henriquehaddefinir • 21 dias atrás
    Henrique, não sou frequentador assíduo de fóruns porque:

    1 – Faz mal
    2 – Acho inútil, pq prefiro ler e INTERPRETAR
    3 – E como minha avó dizia: nada exagerado é bom né?

    Estou comentando pela primeira vez em uma resenha sua, então já "descanso do que os fóruns representam", pois a dose de arrogância do mundo real já é suficiente pra mim. Aliás sobre isso não sei se você concorda, mas em fóruns as pessoas se alimentam de ódio e esquecem de todo o trabalho que é escrever uma resenha ou simplesmente… qualquer coisa!

    Mas reafirmo: menos, bem menos.

    Versados na internet "infelizmente" na defensiva, interpretam a minha expressão acima como "ofensiva". Normal, mas a pedra não é velada. Aliás, a minha pedra nem é pedra e nem foi velada.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir André Prado • 21 dias atrás
    Eu gosto de ver os comentários e me preocupa que me entendam mal. Por isso te respondi.
    Mas o teor da sua frase é estabelecido culturalmente, acaba sendo recebido aqui pelos que não gostam de mim como mais um pro coro. Essa frase tem valor interpretativo direto. Então, sim, temos os dois que rever alguns dos nossos pontos.
    Eu agradeço pela iniciativa e acredito que não teve a intenção de tacar pedras.
    <3

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    André Prado henriquehaddefinir • 21 dias atrás
    Sensato. Os dois lados erraram em algum ponto, mas você sabia que no seu "jogo de linguagem" vc arrancaria muitas más interpretações, provocando até mais rejeição entre os que não curtem tanto as suas resenhas. Sim, não escrevemos pra agradar ninguém e muito menos críticas são parciais – como alguns insistem que devem ser. Mas se aceita um conselho: evite. Um jogo de linguagem mais bem esclarecido fará bem pros dois lados, Sei que você trabalha bem com as palavras! =)

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel henriquehaddefinir • 21 dias atrás
    vc sabe q eu me divirto acompanhando sua via crucis nos comentários. rs
    Numa sessão, vc responde aos haters e vira uma baita discussão. Nessa o cara pede desculpa por ter entendido errado, e ainda assim vc mantem a postura defensiva, ao inves de se desarmar.
    Chego a pensar se realmente vc nao gosta dessa treta toda.
    Mas fica tranquilo, pq eu nao sou mais um hater seu, agora eu realmente só me divirto, sem me ofender com nada, sem ofender ninguem (digo, eu tento…rs)
    Eu gostei da review.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Roberta edujakel • 18 dias atrás
    Eu já vi esse cara respondendo um monte de gente de qualquer jeito quando descordam dele, e agora ele fica dando uma de martíri aqui, dizendo que as pessoas são bater dele, e que tudo que ele fala é interpretado de arrogância, e outras coisas mais. Bom…… se as pessoas pensam assim dele não foi por falta de motivo. Afinal, ação causa reação não é mesmo?!

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir edujakel • 21 dias atrás
    Edu, leia meu comentário aí em cima, não tem nada de defensivo nele, não.
    E não, eu não gosto de treta. Eu gosto de debate. Mas, eu sou calejado e me defendo sim.
    Fico feliz que não seja mais um hater e que tenha gostado da review. Valeuzão <3

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel henriquehaddefinir • 21 dias atrás
    vira e mexe eu indico aqui as criticas do AVClub gringo. Nao é pra desmerecer a sua, mas acho que agregaria se vc lesse. Até pq, o cara critica bastante essa temporada, e creio q vc concordaria bastante com ele. rs Quase todas as notas dele pra temporada foram B, B-, B+…mas vejo que a forma q ele coloca os pontos dele, é mais dificil de discordar. rs

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir edujakel • 21 dias atrás
    Edu, eu já entendi pelo seu comentário lá em cima e por essa frase "pela forma que ele coloca fica mais difícil discordar", que você não aprova meus métodos. Mas, eu felizmente não tenho a intenção de usar a métrica do reviewer do AVclub para defender os meus pontos.
    Eu conheço os textos dele, sempre leio e fico contente de não ser o único a não jogar confetes deliberados no show.

    Queria poder dizer que é possível mudar a forma como escrevo (com masturbação filosófica), mas eu nem sei se quero isso. O cara do AVClub tem o espaço dele e eu tenho o meu. Eu tô aqui para melhorar o que puder, mas sem me perder de mim mesmo. Acho que cê entende isso. Talvez eu não use uma linguagem que alcança você, mas quem alcança tudo mundo? Por sorte, tem o AvClub pra você acessar. Assim como outros aqui tem seus reviewers prediletos.

    Enfim, é isso. Brigado de novo. Abração.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel henriquehaddefinir • 20 dias atrás
    eu sabia q falar o q falei, nao alcançaria vc com o objetivo q eu queria. mas ok.
    Meu objetivo nao era mudar vc, nem falar como vc deve escrever. Era só dar um ponto de vista diferente, pra q vc pudesse crescer como escritor e etc…mas se vc já conhece os textos, por mim ta ok. E eu nao disse q seus textos nao me alcançam, pra mim está totalmente blza o seu texto, os seus pontos (mesmo discordando de alguns), a idéia era com relação ao publico em geral e nao a mim.
    abraco.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir edujakel • 17 dias atrás
    Tá de boa, Edu. Eu entendi, só quis mesmo reforçar que quando aparece a galera falando do estilo de escrita, eu me sinto meio sem saída, porque mudar isso seria o mesmo que virar só mais um. Mas, sim… eu leio as do AVClub e até me sinto bem feliz de não ser o único a ver poréns.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    André Prado edujakel • 21 dias atrás
    Engraçado é que às vezes parece isso mesmo… Referente a internet não temos que nos preocupar com as opiniões alheias.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Lico Blade • 22 dias atrás
    Ótimo review, senti esses mesmos problemas enquanto via o episódio, essa necessidade de criar diálogos enigmáticos em momentos que exigiam cenas mais diretas é realmente preocupante e diminui um pouco da qualidade da série.

    A cena em que mostram o Bernard descobrindo que o Ford era imaginário foi risível. Senti vergonha alheia. Completamente desnecessário todo aquele teatro para um plot twist bobo, bastaria o Bernard se tocar e dizer que finalmente está no controle. Esse é um dos excessos de Westworld que são feitos apenas pra criar climão intelectual mas que se não existissem, deixaria a série mais eficiente em transmitir suas melhores mensagens, como a da questão do livre-arbítrio dos humanos, que é ótima, ou da analogia quanto ao volume de informações dos humanos ser pequena.

    Enfim, foi uma boa temporada, mas a primeira foi melhor disparada, tanto em ritmo quanto em história e revelações.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vitner Santos • 22 dias atrás
    Melhor temporada, melhor episodio e pior reviewer sim, claro ou com certeza?

    10
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Kevin D. Vitner Santos • 21 dias atrás
    Nunca que essa foi a melhor temporada. A primeira é muito mais coesa, principalmente a season finale e a descoberta que o Bernard é um host.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Eduardo Vitner Santos • 22 dias atrás
    É o tipo de análise de "não gosto mais da série" e vou colocar uns elogios pra não pegarem no pé. Sem esquecer da utilização de termos claramente para provocar as pessoas que gostaram do episódio. Daqui a pouco isso aqui tá uma zona, assim como nas reviews anteriores. Tá pronto o click bait. Serie "maniacos".

    3
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Caio Vinicius Viana Lima • 22 dias atrás
    Nossa amei esse final e essa temporada, não consigo decidir qual foi a minha preferida kkk
    Chega logo 2020!

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vinicius Cordeiro Araujo • 22 dias atrás
    SEMPRE IMPECÁVEL !!!!!!

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Laércio Barbosa • 22 dias atrás
    Concordo em genero, numero e grau. Eu curti a temporada no geral, porém a serie desandou um pouco nas questoes filosoficas e perdeu a sutileza em muitos pontos.

    PS: pobrezinha da Elsie 🙁 queria ver mais da pesonagem

    6
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Kleber Laércio Barbosa • 22 dias atrás
    Posso estar enganado, mas tem uma parte que Hale fala que todos os funcionários são observados, logo antes de matar Elsie. Será que fizeram backup dela tbm? Talvez arranjem alguma forma, mesmo com a forja destruída.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Laércio Barbosa Kleber • 21 dias atrás
    os criadores da série já falaram que ela e todos que passaram pelo portal não voltam mais 🙁

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Junito Hartley • 22 dias atrás
    "Todo mundo que entrou na fresta do Vale não volta mais. Não por coincidência, não passou ninguém realmente importante. A televisão com cada vez mais medo de fazer sacrifícios."

    o Teddy pra vc entao nao é importante ne?!

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Clementine K Junito Hartley • 22 dias atrás
    coitado do Teddy kkk

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Caio Vinicius Viana Lima Junito Hartley • 22 dias atrás
    Acho que foi exatamente isso que ele quis dizer, teddy who? kkkkk

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir Caio Vinicius Viana Lima • 21 dias atrás
    hahhaha por aí.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Peterson Augusto • 22 dias atrás
    Caramba, que texto! Durante todo o episódio eu me questionava as mesmas coisas sobre a pretensão de embaralhar uma trama e jogar enigmas em simples diálogos pelo puro prazer da confusão, e me perguntava se estava sendo ignorante demais ao não entender tudo de cara — É bom saber que eu não estava sozinho, hehe.

    Um episódio de alto nível, emocionante e com um material de brilhar os olhos, mas que se beneficiaria com mais simplicidade da edição e roteiro. Ansioso para o próximo ano!

    Ps: continue com as comparações com Lost, a série merece e são todas verdadeiras! O choro de quem não gostou do final e que por isso odeia a série é livre 🙂

    5
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    henriquehaddefinir Peterson Augusto • 21 dias atrás
    Valeuzão, Peterson!!

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Daniel Liberato • 22 dias atrás
    Ótima análise Henrique. Concordo que essa preocupação dos produtores em ser estilosos faz com que as séries , às vezes, percam um pouco de ritmo. É o mesmo problema de séries como Legion e Deuses Americanos. Mas apesar disto foi um ótimo final de temporada. Agora nos resta aguardar a próxima.

  34. Anônimo disse:

    ançada recentemente, O Bosque da Netflix é uma produção francesa que foge dos tradicionais roteiros americanos.

    Há poucos dias, a plataforma de streaming vermelha lançou uma série que aqui no Brasil foi nomeada como O Bosque, em inglês está como The Forest, mas originalmente chama-se La Forêt. Se você não gosta do cinema europeu fique calmo, porque ela a pena!

    A história começa apresentando os moradores de uma cidade chama Montfaucon, localizada no sul da França. Depois que Jennifer, com apenas 16 anos, desaparece na floresta, as reviravoltas começam a intrigar os policias Gaspard e Virginie. Primeiramente parece ser apenas uma rebeldia adolescente, depois outros jovens desaparecem e alguns crimes do passado são relembrados.

    A minissérie foi escrita por Delinda Jacobs, que foi co-roterista por alguns anos e agora protagoniza seu próprio projeto, que inclusive ganhou um prêmio no Festival de TV de La Rochelle 2017. Esteticamente falando, a fotografia e os planos são impecáveis, isso é um mérito do diretor Julius Berg, que já participou de outras produções europeias e até comerciais de TV.

    O Bosque
    O Bosque
    A narrativa é inteligente e gera curiosidade, como se fosse um bom livro que você não quer parar de ler. É divertido tentar descobrir quem é o criminoso (ou criminosa), mistura um pouco a temática Policial com o Suspense.

    O roteiro liga todos os pontos e não enrola. Sabe aquela sensação de que alguns episódios não apresentaram nada relevante? Pois é, isso não acontece aqui e a meu ver demonstra respeito pelo expectador e menos preocupação com lucro excessivo. O Bosque tem apenas 6 episódios, com duração de 50 minutos cada e é ideal para maratonar no final de semana.

    Um ponto positivo é a fuga do ambiente de High School tradicionalmente americano. Não temos a líder de torcida bonitona, a garota popular, ou o cara esportista que geralmente pratica o bullying nos nerds. Para quem não tem o hábito de consumir séries estrangeiras, como eu, O Bosque foi uma boa quebra de expectativa. As atuações dos atores principais também são boas e eles conseguem transmitir o stress e ansiedade das situações.

    O Bosque
    O Bosque
    Se você não é uma pessoa detalhista (chata), provavelmente nem vai notar o seguinte ponto que não me agradou em O Bosque: Algumas descobertas da investigação são apontadas por uma personagem, que coincidentemente sente as coisas de uma forma mediúnica. Isso faz com que o indivíduo retire agulhas no meio do palheiro, que ninguém seria capaz de encontrar. No finalzinho da história, esse sexto sentido é explicado de uma forma poética e salva um pouco essa questão.

    Ainda bem que estava cobrindo a CCXP (se perdeu algo, clique aqui) e evitei passar vergonha na minha review do episódio 9, cujo chamada seria: “o dia que o Dark Army garateou“. Claramente, quem teria garoteado seria o reviewer por mais uma vez duvidar de White Rose.

    O final de eps3.8_stage3.torrent, no qual Elliot conseguiu enviar o exploit e assumir o controle de todos os pontos mundiais do Dark Army, sob a desculpa da existência de uma pretensa Fase III, me fez remexer os olhos. Acrescento ainda um adendo daquele mapa bizarro de acessos, com mais pontos na região Norte do que Sudeste do Brasil (indefensável). Já deveria estar ressabiado, pois caí neste golpe nos primeiros episódios, quando imaginei que White Rose não estava ciente dos planos desviados da FSociety, mas, mesmo assim, caí como um pato.

    Chang morrendo para encontrar White Rose em outra vida.
    Chang pecou pelo exagero e intransigência. R.I.P.
    Outra situação que destoou da personagem, foi o chilique que White Rose teve com Chang, ao saber que a transferência da planta de Washington Township para o Congo estava sofrendo empecilhos. Cheguei a me questionar se ela e Zhang não seriam, de fato, personagens distintos. Irmãos gêmeos, com temperamentos díspares, talvez. O fato é que este comportamento estridente em nada lembrava a sua frieza contumaz. Um mestre do tempo não poderia ter um ataque de pelancas daquele. Tudo deveria estar planejado. E estava.

    A Grande Virada de White Rose
    Por mais inverossímil que possa parecer, White Rose anteviu todos os passos, que o levaram até o seu objetivo final: a transferência da planta para o Congo. Há quem diga que para ter esta precisão, somente se ele viesse do futuro. Eu, evidentemente, não compactuo com este tipo de teoria. R.I.P. Sci-Fi.

    De concreto, sabemos que Chang já havia se tornado um pedra no sapato de White Rose. Ainda que fosse seu amante, uma control-freak, como ela, não aceitaria as intransigências de seu subordinado por muito mais tempo. Por outro lado, as capacidades digitais de Elliot já tinham se mostrado muito superiores a qualquer outro membro do Dark Army, motivo único pelo qual ele ainda não havia sido descartado.

    White Rose – Dom, procurou até encontrar. Agora é tarde.
    Dom, procurou até encontrar. Agora é tarde.
    Eis que num golpe de sorte, Darlene é presa por Dom e Santiago informa White Rose. Neste momento, a cabeça do arquiteto roda o plano perfeito, no qual ele vai permitir que o seu inimigo invada o seu sistema e descubra a sua maior vulnerabilidade. Para que esta, um dia possa ser uma moeda de troca. E é exatamente isso o que Elliot faz. Descobre que o maior problema do Dark Army são as barreiras legais para a transferência da subsidiária da E Corp de Nova Jersey para a Africa e desenvolve uma solução para dispersar a burocracia.

    White Rose. Elliot tenta argumentar com Chang, enquanto Leon aponta a arma para Darlene.
    Uma das cenas mais tensas de toda a série. Faltaram unhas.
    Por fim, Elliot é obrigado a entregar esta solução em troca da vida de Darlene (pela sua própria, ele certamente não o faria). White Rose elimina do Dark Army, tanto o teimoso Chang, quanto o instável, Santiago. Deixa Leon de olho nos irmão Alderson, caso algo dê errado com a transferência. E, ainda, recruta a desafortunada Dom para o lugar de seu chefe.

    Uma temporada com somente um Vencedor
    Difícil eleger quem saiu mais por baixo nesta temporada. As cenas alternadas entre a “cabana da morte” e mansão de Price foram incrivelmente tensas. Eu saí com dor no maxilar e nos músculos de tanto flexioná-los. Tinha certeza que ou Grace Gummer ou Carly Chaikin não estariam mais no elenco do ano que vem. Eu estava esperando o tiro em Dom ou Darlene. E, ao intercalar este momento, com a revelação de que Price era o pai de Angela, o roteiro me jogou numa montanha-russa de emoções

    Eu estava ali, chorando desacreditado com Portia, para logo em seguida, voltar para a cabana, de joelhos, implorando pela vida junto com Rami. Foi novelesco e conviniente, Price ser o pai de Angela? Foi. Mas foi lindo e coerente. E como foi triste quando ela percebeu que foi ludibriada. Que nada daquilo teve um propósito. E Elliot usando todos os seus recursos para evitar a bala da morte, salvo por Leon no último minuto? Coração na mão. Olhos marejados. No final, a solução perfeita para uma temporada perfeita.

    White Rose. Angela chorando.
    Show de Portia Doubleday nessa temporada.
    E Elliot ainda consegue desfazer o hack 5/9, mas, como deixou bem claro White Rose, isso não importa mais. A cena pós crédito narra o que eu já havia antecipado em algumas reviews atrás, ou seja, reconstruir um banco de dados financeiro, seis meses depois que ele foi destruído, não vai fazer a economia voltar ao que era como uma passe de mágica.

    Assim, temos a Dom recrutada pelo Dark Army, sob pena de perder seus familiares queridos. Darlene, ressentida por ter desgraçado a vida da única pessoa que a acolhia. Tyrell, CTO fantoche na E Corp. Philip Price, CEO de uma corporação em frangalhos. E Elliot, agora de pazes feitas com Mr. Robot, voltando à estaca zero, mas, pelo menos sabendo quem são os inimigos.

    E, falando nos inimigos, Fernando Vera está de volta.

    Até ano que vem e muito obrigado à maciça colaboração de todos nos comentários, fazendo destas reviews, verdadeiros fóruns de discussão da série.

    Pensei em abandonar Mr. Robot porquê desde a segunda temporada não consigo acompanhar totalmente os rumos que a série vem tomando. Mas a qualidade técnica e o estilo não me deixam.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Yan • 6 meses atrás
    Gente, tô abismado sobre o quanto vocês achavam que o Price era mais um daqueles tarados.
    Pra mim, sempre ficou claro que o Phillip era o pai da Angela, ou no mínimo um parente muito próximo…
    Se ele fosse apenas mais um dos predadores sexuais, com certeza ele teria sugerido à Angela chupar o órgão sexual reprodutor masculino dele, como o Terry Colby também fez.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    João Carlos • 6 meses atrás
    Que temporada

    •Responder•Compartilhar ›

    Avatar
    Barbara Pocay • 7 meses atrás
    Provavelmente isso já deve ter sido comentado em alguma review ou nos comentários mas vocês sabiam que a atriz que faz a Dom é filha da Meryl Streep? Chocada.

    4
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    paulo yan Barbara Pocay • 4 meses atrás
    Sério?!!!!

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Adão Silva Barbara Pocay • 5 meses atrás
    Caraca! Não sabia.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Mari • 7 meses atrás
    Parabéns pelas reviews Ale. Esperamos você ano que vem!!!
    Honestamente, me acalmei em relação ao Sci-fi e eu espero que assim continue. Aprendi a duras quedas que no fim todos nós somos enganados pelo Sam Esmail, assim como a coitada da Angela. auhahauhau Achei um final bem emocionante e digno, sabia que a WR não ia nos decepcionar.
    Só acho que mais uma vez a série foi injustiçada e faltaram indicações a prêmios. Mas é isso!

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tiago Melchior • 7 meses atrás
    Foda. Não consigo entender como não tá TODO O MUNDO falando desta série neste momento.

    14
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Lucas Rodrigues • 7 meses atrás
    Ainda nem acredito que já acabou, e que agora só em 2018 ou 2019… Sem dúvidas a melhor temporada da série e, assim como vc diz, uma das melhores séries do milênio! Que show de roteiro, atuação e direção que foi essa temporada, que merece tantos Emmys..

    Eu não fico feliz pela Dom ter sobrevivido, a situação que colocaram ela é, pra personagem, pior que a própria morte, com certeza. De repente ter que fazer parte daquilo que você tanto lutou contra, tanto tentou derrubar, sem ter outra escolha, imagina que angústia deve ser?

    Quase todo mundo tá no fundo do poço: a Dom, pelo que disse acima, o Tyrell, que percebeu a verdade sobre ser um CTO da E Corp, a Darlene e o Elliot, que agora percebem o caos que causaram no mundo e a Angela, totalmente usada pela WR. Essa ultima, pra mim, eh a unica vitoriosa nessa temporada.

    Porém, o fato da Angela ter sido usada pela WR ainda não descarta meus pensamentos sobre a série tomar um rumo sci-fi, a Angela pode ter sido usada no sentido de ter achado que o plano da WR beneficiaria ela, trazendo sua mãe de volta. Tipo, eu acho que um plano que envolva essas teorias feitas pode existir, a única mentira eh que ele seria usado em prol da Angela.

    Os únicos problemas dessa temp pra mim foi o fato do nucleo da Dom e Darlene não ter sido tão aproveitado quanto poderia ter sido, daria pra tazer muito mais avanços pela relação das duas. Tb juro que não entendi pq a Trenton não atropelou o Leon, mesmo sem saber dirigir, seria a primeira coisa que eu faria, por mim só não precisavam ter colocado essa parte dela dirigindo. E, por ultimo, adiaram a explicação do plano da WR pra season 4, foram tantas teorias, pistas/falsas pistas que houveram pra, no fim, não explicarem nem 1% do plano, poderiam ter adiantado um pouco.

    Mas mesmo assim, temporada foda demais, eu daria um 9,5/10

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Bruno • 7 meses atrás
    Teve uma cena muito forte do penúltimo episódio que acho que merece menção. A cena do Price/Tyrell/Mr Robot/Elliot juntos, que é uma reafirmação daquela cena dos ricos e o violino. O esmagamento dos sonhos dos 99%, com o Price reafirmando que eles são nada e tudo que eles fazem é porque os 1% dos 1% deixa acontecer.

    Ficou um cheiro muito forte de adeus à Dom e ao Irving. Eles de fato não devem ter muita serventia aos próximos plots(a Dom talvez). Uma pena pois são 2 personagens essenciais.

    Menção também a falta de informação do show que nos deixa completamente perdidos(de uma maneira boa). Passamos 2 temporadas assumindo que o Mr Robot jogou o Elliot da janela e por isso ele é doido, pra agora recebermos a informação de que isso nunca aconteceu. Difícil saber se tem mais coisa que o Elliot nos contou e é mentira, e como isso muda tudo.

    E que aura tem o Joey BadA$$. Toda cena que ele está, a cena é dele, incrível. A cena com Elliot, Mr Robot, Darlene, Dom, Santiago, Grant, WhiteRose, vários capangas, Irving, e parece que o personagem central ainda é ele.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Esse comentário foi apagado.

    Avatar
    Bruno Guest • 7 meses atrás
    Seria ótimo se o Irving voltasse, mas tá tudo amarrado pra ele não aparecer mais na série. O fim dele foi ótimo, aliás, então se o personagem se despediu foi com justiça.

    E sobre a Dom eu até posso vê-la voltando, mas sinceramente não vejo porque.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Nicolas Dias • 7 meses atrás
    Admirável nessa finale é o sentimento de frustração que ela conseguiu fazer Elliot e o público compartilharem. Assim como o Elliot eu acreditei que ele tinha uma vantagem, que ele finalmente conseguiria ganhar uma contra a Whiterose, até que tudo vai pro espaço e de repente ele é um refém naquele celeiro.

    Fico feliz pela Darlene não ter morrido, gosto da Dom mas talvez para ela morrer teria sido melhor do que virar um peão da Dark Army. Leon é um figurante de luxo, gosto das participações dele. Achei essa a melhor temporada de Mr. Robot, vários episódios memoráveis mas fico receoso com esse retorno do Vera desviar a série da narrativa central.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar • 7 meses atrás
    Existe coisa melhor do que ser surpreendido positivamente? Nesse fim de temporada reitero o quão desconfiado eu ainda era em relação a Mr Robot. Quase dropei. E pqp… que temporada absurdamente genial! 10 episodios beirando a perfeição, desde os mais dinamicos, que marcaram a serie esse ano( aquele 3×05, MEU DEUS!!!), ate os mais calmos, que muita gente criticou, mas tiveram peso enorme na narrativa. Não ha mais nada do que duvidar. In Sam Esmail We Trust!

    Bizarro vc sempre ter imaginado que o Price tava de olho na “novinha” Angela por interesses sexuais, e depois se revelar o pai dela. Bem, apesar de novelesco, faz muito sentido. E intercalando com a cena do porão, que eu achei a mais tensa da historia da série. Tudo milimetricamente perfeito.

    E o melhor de tudo foi saber que WR realmente acredita no seu projeto. Não estava ludibriando a Angela de fato, o que mantem a chama do sci-fi acesa (ah como eu queria…)

    Que venha a sesaon 4! Sera que sai ano que vem?

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Cesar • 7 meses atrás
    Não achei nada de novelesco, a cena em si é bem natural na forma como revela, não é tipo do nada. E era algo planejado desde o início, já vinha teorias desde a segunda temporada, e revendo as cenas deles dois, fica realmente na cara e faz todo sentido.

    Essa parte de WR acreditar foi muito interessante também, eu sabia que não era só um artifício de manipulação, pelas coisas que ela fala e a obsessão dela com o negócio, não podia ser algo diferente disso.

    Acredito que a próxima só deve sair em 2019 nos primeiros meses, porque agora que vão começar a escrever os roteiros. Vai ser uma demora sofrida rsrs… Essa temporada foi absurda mesmo e mal posso esperar pra ver mais dessa história.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar Tyrell • 7 meses atrás
    “Novelesco” pq esse é o recurso mais usado da historia em novelas hehehe
    Mas como eu mesmo falei, fez sim todo sentido, fechou direitinho.

    Uma pena esperar ate 2019.. Sera que os caras tavam esperando renovar pra de fato começar a escrever?? Mas faz tempo que o Esmail vem deixando claro o quão duro é fazer um bom show com um intervalo de um ano apenas. Algumas outras produções ja vem dando um tempo, Fargo, The Leftovers, e claro, GOT

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Cesar • 7 meses atrás
    Sim, o recurso é muito utilizado, mas a cena em si não foi piegas ou algo do tipo, pelo contrário…

    Eu acho que sim, o Sam Esmail postou uma foto no instagram no mesmo dia que saiu a notícia da renovação, ele disse que tavam inciando as reuniões com os roteiristisas. Ai tem isso também, por um lado é uma espera difícil, mas vai laver a pena com certeza.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel • 7 meses atrás
    Eu nao sei se alguma vez ja tinha aparecido isso na série. Mas dessa vez apareceu o simbolo da E-Corp, no final, se nao me engano, como Esmail-Corp….achei muito boa…rs

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell edujakel • 7 meses atrás
    Rs Sim, é verdade. Mas é em todo episódio mesmo que aparece. Eu percebi na segunda temporada.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel • 7 meses atrás
    Nao tenho certeza ainda se toda a história foi planejada pela WhiteRose…acho muita onisciência que ela tenha feito todo esse teatro só pro Elliot apresentar uma alternativa. Acho que o plano era matar ele mesmo, e na banheira ela decidiu aceitar o plano do Elliot.

    Mas parabens pelas reviews Ale, ainda acho que falta abordar mais angulos nos episódios, mas está de parabens.

    Espero que o Irving reconsidere essa aposentadoria dele. O cara é bom demais.

    no fim da série, vai ser muito satisfatório qdo a WR ligar aquele baguio e nao funcionar nada do q ela prometeu pra todo mundo.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell edujakel • 7 meses atrás
    Ah, acho que não, pela forma como ela fala não parece que queria matar ele. Ela diz pro assistente que ele nunca conseguiu ver o valor do Elliot. Fica a impressão de que ela queria mostrar pra ele que não estava errada, e fez isso tudo pra provar e ao mesmo tempo conseguir mover a usina.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel Tyrell • 7 meses atrás
    me parece q estamos dando muito credito pra WR…mas ao mesmo tempo, já desmerecemos ela e quebramos a cara. ai fica dificil Esmail…rs

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell edujakel • 7 meses atrás
    Rs Pois é, não da pra subestimar a Whiterose. Vai que ela é uma mulher do tempo mesmo hahaha.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Walber Lima • 7 meses atrás
    Temporada foda, encerrada dignamente.

    A cena do celeiro intercalada com a de Angela foi sensacional. Apesar que a revelação de Angela ser novelesco fazia muito sentido na série, e até tinha cogitado isso na 2 temporada mas achei mt obvio ai descartei e no começo dessa finale voltei a pensar, mas ainda assim a cena foi forte. Junto com a cena do celeiro, Rami Malek foi foda nessa cena.

    Durante o episodio, pelo modo como foi sendo conduzido, já tava aliviado achando que nem Darlene nem a Dom iria morrer, mesmo com a arma e o machado apontando para elas… mas ainda assim cena tensa;

    Não gostei mt do destino de Dom, era melhor que a personagem tivesse morrido, e acho injusto ela culpar Darlene, Santiago já foi tarde e o Irwing atuou bem mas é um personagem detestável,por mim morria.

    Espero que RIP msm Sci fi, e não lembrava desse Vera (tive que olhar no google já que aqui ninguem esclareceu hehe).

    Por fim WhiteRose mostrando quem manda nessa temporada, e espero que ela antes de morrer no final seja exposta, ótimo fim de temporada, e boa review (pena que fez dois episodios em uma review e a Dom não teve destaque)

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar Walber Lima • 7 meses atrás
    Tambem fiquei boiando quando a Dom saiu culpando a Darlene, como se ela fosse o maior monstro dali. Sera q foi pq o inferno de Dom começou caindo nos belos labios da Darlene?? Depois da noite das duas juntas so deu merda, mas…

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Bruno Cesar • 7 meses atrás
    Claro que é um pensamento raso, mas ela que inicia o processo de tudo isso sendo presa. Se ela não tivesse tentando roubar as credenciais da Dom, a Dom não teria de levar a Darlene pro FBI, e tudo não se desenrolaria pra Dom perceber que o Santiago era agente do Dark Army.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar Bruno • 7 meses atrás
    Exatamente como eu disse, mas nao deixo de pensar que é uma postura covarde da Dom. Ela representa a lei, vinha se mostrando uma personagem centrada nesse ponto, e sai chorando depois que se envolveu na coisa toda. Mas tambem é compreensivel diante de tamanha monstruosidade que ela presenciou em minutos

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Bruno • 7 meses atrás
    Exatamente, a Darlene acabou influenciando bastante no processo.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Cesar • 7 meses atrás
    Achei compreensível, é algo da nossa natureza querer culpar os outros sempre, e ela tava numa situação terrível e a Darlene tinha traído ela na noite anterior, somando tudo isso foi uma atitude coerente da personagem.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel Cesar • 7 meses atrás
    ela tinha q culpar alguem…e nessas horas vc aponta a espingarda pra primeira pessoa q aparecer.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Walber Lima • 7 meses atrás
    O Alê sempre esquece da Dom rsrs… Mas acho que pode ser interessante esse novo arco dela como infiltrada, quero ver como ela pode sair dessa situação. Sobre o sci-fi: com certeza não deve ter mais, eles vão continuar flertando com a ideia porque a Whiterose acredita no projeto dela, mas pra ser um elemento da série mesmo tá muito tardio.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Walber Lima Tyrell • 7 meses atrás
    Eu me incomodei porque gosto mt da Dom, e não queria que ela mudasse de lado dessa forma. Espero que ela junte tudo que é possível para dá um golpe final futuro na Dark Army.

    E não vejo mais final feliz também para Eliott e Darlene.
    Sci fi até nunca mais na série.
    Tyrell totalmente de escanteio na finale.

    PS: E o plot twist que ninguem comentou, sobre Eliott ser louco desde pequeno, e foi ele quem pulou, e não o que ele falava para gente desde o começo, que o pai o tinha empurrado…??? O proprio inimigo dele é o próprio.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Walber Lima • 7 meses atrás
    Não dava pra encaixar o Tyrell nesse episódio, ficaria muito inchado. Mas espero que na próxima temporada ele volte a ser um dos protagonistas e ganhe o destaque que recebeu na primeira temporada.

    Já o lance do Elliot não ser jogado pelo pai, eu vinha suspeitando, sempre achei muito estranho o pai dele ter feito isso. E nos últimos episódios foram dando pistas, como no flasback do 3×08 que mostra que ele desenvolveu a outra personalidade desde aquela época. Foi muito interessante ver isso, pois nessa temporada o arco dele foi assumir a culpa por tudo que fez, e parar de culpar os outros e a sociedade. O persongem evoluiu muito e se tornou bem mais maduro.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Luiz Felipe • 7 meses atrás
    Ótima análise, Alê, como sempre. Em relação à temporada, eu só não a considero perfeita por causa da narrativa do Congo e pela cena pós-créditos. A primeira foi apresentada no inicio da temporada e praticamente esquecida ao longo dos episódios. E o retorno do Vera, para mim, ficou completamente deslocado no episódio. Seria melhor reapresentá-lo na temporada seguinte, já que o Sam Esmail disse recentemente que ele terá um papel relevante. No mais, essa temporada magnífica alça a série ao patamar das grandes obras de todos os tempos, como The Wire, Sopranos e companhia.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Cesar Luiz Felipe • 7 meses atrás
    Oh loko bicho, nivel de Sopranos??

    As vezes fico imaginando como seria se The Sopranos fosse lançada nos dias de hoje, com todos esses recursos tecnicos propiciando uma experiencia cada vez mais incrivel ao ver series de TV.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Luiz Felipe • 7 meses atrás
    Só discordo do lance do Congo, não foi esquecido pois foi mencionado e esclarecido nos outros episódios durante a temporada, e vai ser algo bem mais explorado futuramente. Já a cena pós-credito em si achei foda, não acho que o retorno do Vera tire o mérito da temporada como um todo, a da temporada passada também foi nessa pegada.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    renan Tyrell • 7 meses atrás
    já notaram que todas cenas pós creditos, começa com um carro ? heheeheeeh

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell renan • 7 meses atrás
    Hahahah Sim, sim. E sempre é um plano sequência também.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Paulo André • 7 meses atrás
    Como foi bom acompanhar essas reviews maravilhosas do Bonfá, pqp encaixa perfeitamente no pós episódios. parabéns! Uma das melhores reviews de série que leio por aqui. Lado a lado com as de GoT

    3
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Renato M. • 7 meses atrás
    Parabéns pelas reviews! Que temporada perfeita! Quais foram as ultimas palavras do assistente e namorado da White Rose? Por que a White Rose disse pra ele que se encontrariam depois do sucesso da missão?

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Renato M. • 7 meses atrás
    As do assistente foram: “Cuide bem dela”… Sobre Whiterose, ela falou isso porque acredita nesse projeto maluco, como o Price fala. Tem algo haver com sci-fi, mas ainda não foi revelado o que é exatamente. Deve ser algo relacionado à manipulação de realidades, ou do tempo/espaço.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Renato M. Tyrell • 7 meses atrás
    Cacete, essa possibilidade de twist scifi não morre nunca.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Renato M. • 7 meses atrás
    Kkkk Pois é, até porque ela mesmo acredita nisso, só acho que não deve funcionar, pois como foi dito o projeto precisa ser concluído, ou seja precisa mover pro Congo pra poder usar os minerais na máquina, e só depois disso utilizá-la. E provavelmente o Elliot vai impedir isso tudo.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Matheus Ramos • 7 meses atrás
    Parabéns por mais uma baita cobertura de Mr. Robot, Ale! Aguardando ansiosamente pelo podmaníacos especial, pra ver as sinceras opiniões de vocês. (=

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Matheus Ramos • 7 meses atrás
    Muito ansioso também, já tô com abstinência de dois Derivados sem falarem de Mr. Robot kkkkk…

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Filipe Dias Matheus Ramos • 7 meses atrás
    Opa, vai ter um? estou no aguardo também

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Thiago Lins • 7 meses atrás
    Será que algum forum teorizou Phillip e Angela serem pai e filha?? Nunca passou pela minha cabeça isso.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Renato M. Thiago Lins • 7 meses atrás
    Via uma obsessão dele nela, mas pai e filha eu tb não imaginei. Lembra que o pai de criação dela se levanta quando a advogada fala para mãe que tinha alguém interessado em financiar o tratamento dela? Deve ter sido uma pista.

    5
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Renato M. • 7 meses atrás
    Exatamente, era ele mesmo, teve várias pistas essa temporada. Mas se você rever umas cenas das outras temporadas, vai ver que já era algo planejado desde o início, fez total sentido.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Renato M. Tyrell • 7 meses atrás
    Sim, mas antes parecia uma obsessão mais sexual.

    im, eu também achava isso, que era porque ela lembrava alguém ou chamava atenção dele, tem até uma cena na segunda temporada que ele chama ela pra comemorar o aniversário dele, na primeira vez parece isso, revendo agora você já tem outra percepção, toda a relação deles passa a fazer total sentido.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    renan Tyrell • 7 meses atrás
    Faz todo sentido agora. Eu sempre me perguntava pq a Angela q mete o nariz em tudo, não morre ? ela não é ninguém, é nunca morria. A DArmy matando a torto é a direito, é ela vivona. Whiterose só não a matou pq sabia q o Price ia destruir seu projeto do congo e da usina.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell renan • 7 meses atrás
    Exatamente, e Whiterose que mandou o Price tentar manipular e controlar ela. E também era estranho ela ser chamada pra E-corp numa posição alta e se relacionando com o Price que é o CEO, sendo que ela era só uma funcionária na Alsafe. Tudo faz sentido agora.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Filipe Dias Thiago Lins • 7 meses atrás
    Eu estava com essa pulga e essa temporada mostrou uns olhares dele para Angêla que eu cheguei a ter certeza

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Thiago Lins Filipe Dias • 7 meses atrás
    Só conseguia pensar que ele era um velho tarado

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Leandro Amaral Thiago Lins • 7 meses atrás
    Sim, no reddit já vinham discutido isso há algum tempo.

    4
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Lucas Vieira • 7 meses atrás
    Portia Doubleday maravilhosa

    6
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Reiimy • 7 meses atrás
    Agora sim, depois de ler esse texto, sinto que a temporada está verdadeiramente completa <3
    Os minutos alternando entre a cabana da morte e o diálogo da Angela com o Price foram sensacionais, cada cena trazendo (fortemente, diga-se de passagem) emoções totalmente diferentes. O tempo do corte de um lugar para outro funcionou perfeitamente pra mim, cada cena tinha tempo suficiente pra me despertar sentimentos, mas não tempo exagerado pra me fazer esquecer o que estava se passando com os outros personagens fora da câmera.
    Meu único pé atrás é o Fernando Vera, recitando o amiguinho no comentário ali embaixo, achei que o arco do personagem havia sido suficientemente preenchido na primeira temporada.
    Abraços, alêzão

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Sthefani Cordeiro da Silva • 7 meses atrás
    Eu sou uma leitora silenciosa de suas reviews, mas uma coisa me deixou com a pulga atrás da orelha: o que vc acha que aquela cena pós- créditos quer dizer?

    Parabéns pelas reviews maravilhosase dessa série maravilhosa.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell Sthefani Cordeiro da Silva • 7 meses atrás
    Em relação ao Vera, tem haver com a temática de tudo voltando ao estado inicial onde começa a série, o hack do 5/9 desfeito, o Tyrell na E-corp, tudo reiniciando. Mas também questionei a princípio essa volta dele, pois já era um ponta teoricamente "fechada", e já tinha cumprido a função narrativa na primeira temporada. Apesar disso, acredito que será algo pra criar uma tensão a mais, e deve ser bem justificado, sem tirar o foco da trama central.

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel Tyrell • 7 meses atrás
    Me lembra quem é esse Vera, por favor?

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell edujakel • 7 meses atrás
    É aquele tranficante da primeira temporada, que matou a Shayla, foi tipo um vilão secundário do Elliot. E teve até um episódio que ele tem que libertar ele da prisão, ai vários bandidos escapam.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel Tyrell • 7 meses atrás
    vendo alguns comentários, imaginei q seria esse cara. mas nao tinha certeza.
    Nao entendo a relevancia dele agora tb…

    1
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Tyrell edujakel • 7 meses atrás
    Pois é, eu também não entendi muito a necessidade dele de volta. Mas deve ser bem justificado, vamos confiar no Esmail rsrs.

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vinicius Lima Silva Sthefani Cordeiro da Silva • 7 meses atrás
    que nada melhorou ou vai melhorar tão rapidamente. Além de dar a deixa pro Vera voltando pra ser uma pedra no sapato novamente

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    edujakel Vinicius Lima Silva • 7 meses atrás
    me relembre quem é esse Vera, plse…rs

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Vinicius Lima Silva edujakel • 7 meses atrás
    Hahahahahahha
    É o traficante de Suboxone dele , na primeira temporada

    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Alex Dias • 7 meses atrás
    Obrigado pelas reviews fantásticas Bonfá, que enriqueceram ainda mais a experiência de assistir esta que, pra mim, é a melhor série da atualidade, disparado. Só senti falta de uma palavrinha final sua sobre a performance fenomenal de Bobby Cannavale nesta temporada, roubou todas as atenções com o seu Irving. Este sim um personagem que, espero, retorne na próxima temporada. Já o Fernando Vera, sinceramente, não sei o que pode acrescentar, já que o arco do personagem havia sido suficientemente preenchido na primeira temporada. Mas, in Esmail we trust. Sei que coisa muito boa vem por aí. Grande abraço e mais uma vez obrigado pelas reviews.

    2
    •Responder•Compartilhar ›
    Avatar
    Esse comentário foi apagado.

    Avatar
    Alex Dias Guest • 7 meses atrás
    Exato. E combinou perfeitamente com as atuações monstruosas do restante do elenco. Esse personagem tem que retornar pras temporadas derradeiras.

  35. Anônimo disse:

    São vários os mistérios que envolvem a humanidade e muitos deles ainda não foram resolvidos, porém, alguns mitos e lendas parecem persistir mesmo depois dos cientistas desvendarem seus enigmas.

    1. A cidade de Atlântida é real?
    Atlantis

    Atlântida é representada como uma civilização de uma ilha no Oceano Atlântico, que existia cerca de 9000 AC e que supostamente conquistou grande parte da Europa e da África nos tempos pré-históricos.

    Atlântida foi descrita pela primeira vez no diálogo do filósofo grego Platão, Timeas, em torno de 360 AC.

    Na história, os atenienses pré-históricos atacam a Atlântida em um conflito que termina com a Atlântida desaparecendo sob as ondas.

    Embora seja um bom tema para histórias e filmes, os cientistas não acreditam que esta história é verdadeira. Quando foi escrito por Platão, o conto sobre Atlântida deveria ser apenas um exercício de pensamento sobre poder e corrupção.

    2. Qual é o segredo do Triângulo das Bermudas?
    Triangulo das bermudas

    O Triângulo das Bermudas é uma área que representa a região do Oceano Atlântico entre as Bermudas, Porto Rico e Miami, Flórida. Ficou muito conhecido devido a afirmações de que navios e aviões haviam desaparecido sem deixar rastro.

    O mistério foi resolvido em 1975, quando o bibliotecário e piloto Lawrence David Kusche descobriu que algumas das reivindicações sobre desaparecimentos eram exageradas ou falsas. Na maioria dos casos os navios afundavam em mau tempo, ou sofriam acidentes por motivos explicáveis.

    Além disso, ele descobriu que o número de naufrágios ou acidentes de avião não era tão incomum, em comparação com qualquer outra área com tráfego similar.

    No entanto, a corrente do Gulf Stream é forte o suficiente para dispersar qualquer evidência de navios ou aviões caídos. Isso fez com que os sumiços ficassem ainda mais misteriosos.

    3. As rochas que se movem no Vale da Morte
    pedras

    O Racetrack Playa, no Vale da Morte da Califórnia, é marcado por centenas de trilhas criadas por grandes pedras.

    A cada 10 anos ou mais, essas enormes pedras de cerca de 318 quilos, parecem se mover por conta própria, deixando essas trilhas na superfície do deserto. No entanto, em 2011, pesquisadores da Scripps Institution of Oceanography da Universidade da Califórnia, decidiram resolver o enigma.

    Como o Serviço de Parques Nacionais não lhes permitiu colocar dispositivos GPS nas rochas, eles trouxeram 15 pedras de tamanho semelhante e as monitoraram.

    Foram necessários dois anos, mas finalmente conseguiram a resposta. No inverno, a praia às vezes se enche de uma fina camada de água da chuva, que congela durante a noite e forma folhas de gelo. O gelo é aquecido pelo sol na manhã seguinte, quebrando-os em pequenos pedaços. Quando uma dessas placas está embaixo das rochas, o fluxo de vento e água empurram a rocha muito lentamente, viajando cerca de 224 metros durante a temporada de inverno.

    Essa velocidade é devagar o suficiente para que os visitantes não possam ver o movimento, porém, este movimento faz uma trilha na lama que mais tarde se seca para registrar o caminho das pedras.

    4. A construção de Stonehenge
    Stonehenge

    Stonehenge é formado por um círculo de pedras empilhadas, localizado onde agora é uma área remota em Wiltshire, Inglaterra.

    O estudo de carbono sugere que a estrutura foi feita entre 3000-2000 AC, o que levantou questões sobre como essa arquitetura avançada poderia ter sido construída com a tecnologia da época.

    Muitos supuseram que Stonehenge pode ter sido produto do trabalho escravo ou mesmo que houve ajuda extraterrestre para mover as pedras no lugar. Mas Wally Wallington, um carpinteiro do Michigan, desmascarou essas afirmações quando construiu uma réplica de Stonehenge em seu quintal sozinho, usando apenas tecnologia rudimentar.

    Se um homem pode fazer isso sozinho, um grupo de construtores inovadores da época poderia ter feito um trabalho rápido na construção do monumento e de suas estruturas.

    Embora ainda existam mistérios sobre o significado cultural e o uso do monumento de Stonehenge, já se sabe que não é completamente surpreendente que tenha sido construído naquela época.

    5. Como as pirâmides foram construídas?
    pirâmides do egito

    A construção das pirâmides é um dos mistérios do mundo que mais desperta o interesse das pessoas.

    No final dos anos 1960 ao início de 1970, os defensores da hipótese de que a civilização humana tinha sido iniciada por extraterrestres apontaram as pirâmides egípcias como prova para esse fato.

    Segundo essas pessoas, os antigos egípcios não poderiam ter movido esses blocos maciços de pedra com apenas força muscular. Alguns até sugeriram que a tecnologia antigravidade alienígena era uma explicação mais plausível. Porém, em 2014, os físicos da Universidade de Amsterdam pesquisaram a fundo sobre o caso e resolveram o mistério.

    Ao analisar um desenho de túmulo antigo, descobriram que uma grande equipe de trabalhadores poderia ter levado os blocos de pedras gigantes em um trenó e derramado água na areia pelo caminho. Isso reduziria o atrito e permitiria que os blocos fossem arrastados para a Pirâmide.

    6. Por que a civilização maia colapsou?
    maias

    Durante muito tempo, as pessoas ficaram intrigadas com um dos colapsos sociais mais estranhos da história humana.

    Por que o povo maia abandonou dezenas de cidades que haviam construído na península de Yucatán nos anos 700 e permitiu que uma civilização altamente desenvolvida virasse ruína?

    Alguns teorizaram que os maias provavelmente foram derrotados na batalha por povos rivais ou que a classe dominante foi derrubada em uma revolta camponesa. Porém, em um estudo publicado em 2012, pesquisadores da Universidade Estadual do Arizona analisaram os dados arqueológicos com o objetivo de descobrir as condições ambientais no apogeu maia.

    Segundo os pesquisadores, os maias queimaram e cortaram tantas florestas que alteraram a capacidade da terra de absorver a radiação solar, o que tornou escassas as nuvens e as chuvas. Isso começou uma seca natural e formou erosão no solo, o que causou a falha da agricultura. Com menos comida disponível, os trabalhadores foram forçados a abandonar suas cidades para evitar a fome.

    7. O astronauta de Salamanca
    Astronalta

    A figura de um astronauta moderno talhada sobre a fachada da entrada da Catedral de Salamanca, na Espanha, destoa de todo o resto e impressiona a todos que passam por ali.

    A igreja, que tem um estilo barroco e gótico, foi construída entre 1513 e 1733. Por isso, surgiram várias teorias que envolvem os astronautas antigos, viagens através do tempo e acontecimentos sobrenaturais como formas de explicação. No entanto, o astronauta enigmático da Catedral de Salamanca parece ter uma explicação muito simples.

    A figura está localizada em uma coluna na entrada da Nova Catedral, e representa um astronauta com botas, capacete e o que parece ser um sistema de respiração em seu peito.

    Como é possível alguém ter esculpido uma imagem tão nítida de um astronauta moderno em uma catedral construída há centenas de anos e muito antes de tal personagem existir?

    Ao que tudo indica, isso teria acontecido há muito pouco tempo, quando a catedral foi restaurada em 1992. A escultura do astronauta seria uma adição do escultor Miguel Romero, e foi parte de uma velha tradição, na qual os restauradores costumam incluir algum elemento moderno na decorações de monumentos antigos.

    E o astronauta na Puerta de Ramos não foi a única inclusão: não muito longe do astronauta podemos ver um dragão comendo um sorvete de casquinha.

  36. Anônimo disse:

    Otima iniciativa logística do correios