Esclarecimento sobre o fim do e-SEDEX

Reconhecidamente parceiros do comércio eletrônico, os Correios esclarecem que o serviço e-SEDEX foi substituído por uma nova Política Comercial que oferece não apenas um serviço dedicado, mas pacotes de serviços PAC e SEDEX específicos para o e-commerce, com benefícios que vão desde redutores de preços à possibilidade de um pós-venda dedicado.

Com a reorganização do portfólio, 32% dos envios que antes eram feitos por meio do e-SEDEX tiveram redução de preço, em média, de 8%. A nova Política Comercial da empresa tem foco no mercado e apresenta preços bastante competitivos nos locais onde há maior demanda. Destaca-se ainda que os serviços PAC e SEDEX, que sempre foram os mais utilizados pelo e-commerce, têm abrangência nacional enquanto o e-SEDEX contemplava apenas 250 cidades.

Os Correios sabem da sua importância para o comércio eletrônico brasileiro, valorizam sua liderança nesse mercado e ressaltam que continuam trabalhando para levar serviços de qualidade a todos os cantos do país.

Assista ao vídeo abaixo para saber mais:


Esta entrada foi publicada em Fique Sabendo e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

63 respostas a Esclarecimento sobre o fim do e-SEDEX

  1. Virginia disse:

    Agora falta uma campanha de divulgação pois aí fora só o que vemos é denegrirem a imagem dos Correios. Infelizmente.

    • Correios disse:

      Virginia,
      O vídeo também foi divulgado na página dos Correios no Facebook e no canal do YouTube da empresa.
      Além disso, a área de publicidade está em tratativas para lançar uma campanha publicitária sobre os produtos e serviços dos Correios voltados ao e-commerce.

  2. Paulo Dias disse:

    Do que adianta divulgarem o vídeo, se dentro dos Correios não temos acesso ao Youtube. Sugiro disponibilizarem vídeo para download ou hospedado em servidor dos Correios para que possamos assistir no trabalho.

  3. Jonatas Murano disse:

    Um bom momento para os correios voltarem a entregar Sedex e PAC em Diadema-SP já que há anos o serviço parou de ser prestado.

  4. Lucas Watanabe disse:

    Existe uma tabela de preços do e-sedex? Gostaria de saber se era muito mais barato.
    Obrigado

  5. BALTAZAR RIBEIRO disse:

    Sinceramente acho que esse tipo de divulgação tem que ser feita por meio da TV aberta de maneira a ser vista por toda a população, pois, com isso, ajuda a manter a confiança e solidez no serviços prestados pelos Correios.

    • Correios disse:

      Baltazar,
      O vídeo também foi divulgado na página dos Correios no Facebook e no canal do YouTube da empresa.
      Além disso, a área de publicidade está em tratativas para lançar uma campanha publicitária sobre os produtos e serviços dos Correios voltados ao e-commerce.

  6. Andson disse:

    Isso deveria ser feito se mudasse o tempo de entrega do Pac. Ficou uma grande lacuna entre o pac e sedex. Sem falar no valor. Para ser feito o desligamento do e-sedex teriam que melhorar o pac. N é so o valor e sim os prazos.

    • Correios disse:

      Andson,
      Os prazos do PAC são prazos já praticados pelo mercado de e-commerce. Assim como todas as empresas no mercado, os Correios traçaram as estratégias de atuação dos serviços por preço ou por prazo, buscando melhor atender as necessidades dos clientes de maneira sustentável, em uma relação ganha-ganha, mantendo a qualidade e eficiência reconhecidas.

  7. Sidney disse:

    Sou usuário Mercado Livre, Vendedor e ocasionalmente comprador, com o fim do e-sedex os fretes se tornaram caros, perdemos muitas vendas.
    Na minha opinião a empresa não se preocupou com seu maior cliente e-commerce o Mercado Livre. Lamentável.

    • Correios disse:

      Sidney,
      Os Correios possuem parceria com o Mercado Livre e com os maiores marketplaces do país, por meio do serviço de intermediação de comércio eletrônico, que permite a diversos vendedores, inclusive pessoas físicas, terem acesso a preços mais baixos mesmo sem ter contrato direto com os Correios. A nova política comercial dos Correios, inclusive, possui pacotes específicos para marketplaces.

      • Pedro Felipe Maia disse:

        Infelizmente isso não transmite a realidade do que vemos nos novos preços do Mercado Livre. Antes eu sempre dava preferencia ao ML por ter preços competitivos mesmo com o frete, mas agora com o fim do E-sedex todos os produtos que já cotei saem por pelo menos o dobro do valor de antes.
        Também comecei a vender jogos no ML, e fiz 2 vendas ainda com o e-sedex onde eu optei por pagar cerca de 20 a 25 reais. Hoje todos os meus produtos passaram pra uma média de 35 a 40 reais, realmente lamentável. Já percebo que o mercado digital vai ter uma queda em suas vendas, podem anotar aí.

        • Correios disse:

          Pedro,
          A Política Comercial dos Correios reorganizou a lógica da precificação dos serviços, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preço para alguns serviços. Contudo, oferecemos pacotes da Política Comercial especiais para o e-commerce. Empresas de qualquer tamanho podem ter contrato com os Correios, inclusive sem exigência de volume mínimo de postagem. Nesses contratos, já se pode obter redutores de preço de pelo menos 20% em relação à tabela à vista. Entre em contato com um representante comercial para avaliar quais as melhores opções para o seu caso. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

      • Marcelo santos disse:

        como eu faço pra trabalhar com correios com preço fixo, vejo pessoas vendendo frete do correio.

  8. Leandro disse:

    Não acho correto…Tudo é uma questão de logistica e sistema…o E-SEDEX so estava disponivel em 250 cidades pois assim os correios mesmos que limitaram…era so contemplar as mesmas cidades q pac…tudo é mt simples e menos burocrático…agora ou pagaremos MT mais caro pelo SEDEX que tinha o mesmo serviço agil do E-SEDEX ou pagaremos mais barato pelo pac pra levar semanas pra entregar.

    Incrível…vocês acham realmente que estão lidando com gente burra…o sistema do correio ja é defasado por si so…numa agencia por exemplo quero consultar o preço de envio SEDEX e PAC para um CEP especifico…o atendente tem que consultar 2 vezes o mesmo cep pra informar os 2 valores separados…se o sistema fosse no minimo inteligente, ao digitar o CEP apenas UMA VEZ, apareceriam todos os serviços disponíveis para aquele destino e seus respectivos valores, mas não..

    Então tudo que fizeram foi visar um lucro maior…isso de que vai ser 8% mais barato é balela, pois como os correios estavam pra ser vendido , agora tem q lucrar mais, então agora voces contemplarão mais cidades com sedex, e o serviço é bem mais caro pra empresa, tanto que era E-SEDEX e não sedex.

    • Correios disse:

      Leandro,
      O e-SEDEX era limitado a 250 cidades, pois sua habilitação era definida por uma série de fatores, que compreendia, entre outros, o potencial de comércio eletrônico da localidade, o tamanho da população e a capacidade operacional dos Correios na cidade. Criado para impulsionar o comércio eletrônico quando esse ainda era incipiente no país, sua cobertura sempre foi limitada para que fosse viável operacionaliza-lo. Sobre a redução média de 8% no preço é verdade e você pode comparar. Essa redução ocorreu para 32% dos envios nos quais o e-SEDEX era utilizado. Um exemplo é o envio da cidade de São Paulo para Campinas, cujo valor foi reduzido de R$ 11,06 a R$ 7,78, uma redução, nesse caso, de 30%.
      Quanto à comparação dos preços entre os serviços, essa possibilidade está disponível no site dos Correios e pode ser consultada por você mesmo. Basta colocar as características da sua encomenda e selecionar a opção “comparar com todos os serviços de encomendas disponíveis”.

      • Pedro de Freitas Sodré Vasconcellos Silva disse:

        Ué, quer dizer que o e-Sedex dava prejuízo aos Correios?? Era uma tarifa bem alta, mas chegava rápido. Agora, 8% mais barato pra 200% a mais na demora? O e-Sedex chegava em 1,2 dias, o Pac demora 7 dias. Com todo respeito, mas essa relação não é ganha-ganha. É uma relação ganha-perde. O Correios ganhou e os usuários perderam.

        • Correios disse:

          Pedro,
          Na verdade, os clientes contam não apenas com o PAC, mas também com o SEDEX. O SEDEX é o serviço expresso e tem o mesmo prazo que o e-SEDEX tinha. O portfólio de serviços de encomendas está estruturado considerando os atributos de preço e prazo, sendo que os clientes realizam a escolha de acordo com a sua necessidade.

  9. Acho que não pensaram direito nos envios do Nordeste para o sudeste e centro oeste, encomendas que eram 24,93 agora passa a ser 45,00 totalmente inviável a nossa realidade tendo em vista que as maiorias dos meus envios são para essa região, como vou sobreviver com esse aumento absurdo??

    • Correios disse:

      João Paulo,
      A Política Comercial dos Correios reorganizou a lógica da precificação dos serviços, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preço para alguns serviços. Contudo, oferecemos pacotes da Política Comercial especiais para as lojas de e-commerce, que atendem lojas virtuais de todos os tamanhos, em qualquer lugar do Brasil. Entre em contato com o seu representante comercial, para avaliar quais as alternativas melhores para o seu caso. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

      • esse aumento e já no contrato que tenho,com vocês, parabéns varias pequenas empresas irão fechar, e mais uma vez os maiores irão tomar de conta, ohh brasil sem jeito, o que mais fico indignado e um aumento de mais de 60% isso não existe!!! e outra que tipo de atitude de aumento e esse? ontem tem menores envios aumentar? pense numa estrategia sem lógica alguma.

        • Correios disse:

          João Paulo,
          Os Correios são hoje, e continuarão a ser, a empresa mais acessível aos pequenos e médios e-commerces em todo o Brasil. Atendemos a qualquer porte de empresa em todas as cidades brasileiras através de nossas mais de 8 mil agências próprias e franqueadas. Além do SEDEX, PAC, Logística Reversa, as MPEs têm à sua disposição, gratuitamente, ferramentas tecnológicas para integração de sistemas, preparação e gestão das postagens. Temos parcerias com mais de 15 marketplaces em todo o Brasil, para integração logística das MPEs com postagem facilitada em nossas agências. Além disso, o serviço Correios Logística Comércio Eletrônico, também conhecido como e-Fulfillment, possibilita que a pequena e média loja virtual tenha toda a sua operação de armazenamento, preparação de pedido, postagem e logística completamente realizada pelos Correios, a baixo custo. Temos o maior interesse em potencializar o comércio eletrônico para as pequenas empresas, de forma sustentável tanto para os Correios quanto para os pequenos negócios.

  10. Olá, como faço para fazer o contrato com vcs preciso ir em alguma agência mais próxima ou posso fazer online?

    Tem algum link com as tabelas de valores e mais informações sobre o contrato?

  11. José Aparecido Vidal disse:

    Tenho compras efetuadas na China, no ali express e pararam com as entregas desde 26/06. São várias compras. Como fica esta situação?

    • Correios disse:

      José Aparecido,
      As entregas internacionais estão sendo feitas normalmente. Você deve ficar atento ao prazo de entrega da sua encomenda. Os prazos dos serviços internacionais podem ser conferidos no link http://www.correios.com.br/para-voce/recebimento/prazos-dos-servicos-internacionais-de-importacao. Encomendas internacionais cujos códigos são iniciados pela letra “R” são remessas internacionais consideradas econômicas/não urgentes. Pelas regras postais internacionais, essas remessas possuem prazos de nacionalização e entrega mais dilatados, com toda a logística por via terrestre. Por isso, têm prazo atualmente estimado em 50 dias úteis após a chegada da encomenda ao Brasil. Para avaliação da situação específica de suas encomendas, pedimos a gentileza de entrar em contato por meio do Fale com os Correios, informando os códigos de rastreamento.

  12. Misael disse:

    Eu tenho uma micro empresa e eu gostaria de saber se tem um plano com redução de preços para meu ec-mmerce, sem necessidade de pagar antecipado, como eram nos antigos contratos, que exigiam uma conta minima para eu despachar. Hoje envio as cargas mais pesadas por transportadoras, mas se houvesse um preço bacana para meu CNPJ eu poderia aumentar meus envios por PAC e SEDEX.

    • Correios disse:

      Misael,
      Empresas de qualquer tamanho podem ter contrato com os Correios, inclusive sem exigência de volume mínimo de postagem. Nesses contratos, já se pode obter redutor de preço de 20% em relação à tabela à vista. Entre em contato com um representante comercial, para avaliar quais as alternativas melhores para o seu caso. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

  13. Willi Rufino disse:

    Olá Caros Correios, infelizmente não concordo com este vídeos, pois tenho uma loja no mercado livre e simplesmente o número de encomendas PAC aumentou a mais de 70% os SEDEX não tem o preço nunca de E-SEDEX, o exemplo citado inclui uma distância muito curta, com isso uma mesma encomenda no dia 12/06 E-SEDEX para o CEP: 25745706 teve um valor de R$16,90 hoje este é o valor Cobrado pelo PAC e se for SEDEX sair por R$31,90. Com este valor consigo importar na China com frete de rastreamento L que em até 7 dias úteis chega ao Brasil. Como uma empresa que não tem concorrentes e não paga impostos consegue cobrar tão caro e ainda não consegue entregar as encomendas. Os Status de rastreamento que o digo tudo imprevisível, erros de direcionamento, mudanças repentinas, carteiro não atendido, Destinatário não localizado entre outros. Será que vale a pena Pagar um valor tão caro para tais erros como estes citados.
    https://admin.mdlivre.com.br/tracking/view/OA437585955BR

    • Correios disse:

      Willi,
      Primeiramente precisamos ressaltar que os Correios possuem concorrentes, sim, na entrega de encomendas. E é justamente por atuar em mercado concorrencial, que os Correios lançaram a nova Política Comercial, que tem uma lógica de precificação de mercado, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preço para alguns serviços. Contudo, oferecemos pacotes da Política Comercial especiais para as lojas de e-commerce, que atendem lojas virtuais de todos os tamanhos, em qualquer lugar do Brasil. Entre em contato com o seu representante comercial, para avaliar quais as alternativas melhores para o seu caso. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

  14. joe ramone disse:

    Infelizmente o serviço dos correios ainda deixa muito a desejar para ser competitivo.
    Exemplos:
    1.) No envio domestico o prazo de entrega do e-Sedex é bem superior ao Sedex.
    2.) E no envio do exterior para o Brasil ? Os correios não conseguem entregar o objeto em menos de 60 dias.
    3.) Enviar um objeto da Alemanha ao Brasil fica mais barato que mandar o mesmo objeto do sudeste ao norte do Brasil.

    Resumindo: como os correios aplicam tarifas e prazos superiores aos correios de países do primeiro mundo, nós usuários gostaríamos de ver mais agilidade e maior eficiência por parte dos correios no Brasil.

    • Correios disse:

      Joe Ramone,
      Respondendo pontualmente aos seus exemplos, o prazo de entrega do e-SEDEX era exatamente o mesmo do SEDEX. Com relação aos objetos comprados no exterior para envio ao Brasil, existem sim opções de serviços em que os Correios entregam o objeto em menos de 60 dias. São as opções expressas, cujo prazo de entrega, após liberado pela Aduana, é de até três dias úteis para as principais cidades do País. Quando a um objeto da Alemanha ao Brasil ser mais barato que um objeto sendo enviado entre estados brasileiros, precisa verificar se essa comparação leva em conta a mesma modalidade de serviço, pois todos os correios do mundo possuem diversos tipos de serviço que variam em termos de preço, prazo e informação (rastreabilidade). Assim, cada tipo de serviço atende a uma gama diferenciada de necessidades dos clientes. Por exemplo, remessas com baixo custo têm prazos mais dilatados de entrega e menos informações. Muitos sites de e-commerce preferem essas remessas econômicas, para poder oferecer o chamado “frete grátis”. Mas o comprador pode se dispor a pagar por um frete expresso, se quiser urgência e rastreamento passo a passo. Ressaltamos, no entanto, que nossas pesquisas de qualidade informam que o prazo médio atual de entrega de uma remessa internacional econômica (rastreamento iniciado com a letra “R”) é de 23 dias úteis, ainda que o prazo oficial divulgado seja de 50 dias úteis. Os prazos dos serviços internacionais podem ser conferidos no link http://www.correios.com.br/para-voce/recebimento/prazos-dos-servicos-internacionais-de-importacao.

  15. Julio Cesar disse:

    Só agora vendo este vídeo é que eu entendi o que aconteceu… até então as noticias que corriam nas redes sociais eram muito ruins…

  16. Raquel Rosa Rabelo disse:

    De que adianta mudar a tecnologia se a cultura da empresa continua a mesma? O que favorece a competitividade é a confiança e no caso dos Correios ela está cada dia mais em baixa. Não sei se é um desmonte intencional para desvalorizar o serviço e torná-lo mais barato para a privatização total ou simplesmente má gestão. Fiz uma compra pela internet, o produto foi postado no dia 30.05.17 em SP, com destino a BH e até hoje tá no limbo dos Correios. Difícil construir credibilidade quando o serviço deixa a desejar.

    • Correios disse:

      Raquel,
      Os Correios estão vivendo um novo momento, com otimização dos processos e maximização de resultados. A empresa inclusive passou por uma reorganização da sua estrutura organizacional, que aumentou o foco na operação. O objetivo é melhorar sempre os resultados dos indicadores de qualidade. Ressaltamos que os Correios continuam sendo a instituição mais confiável na opinião dos brasileiros, sendo apontados pela 15ª vez consecutiva como líder desse ranking, ao lado das forças armadas, no prêmio Marcas de Confiança 2017.

  17. Renato disse:

    Se a redução ocorreu em 32% dos envios, ficou mais caro nos outros 68%. Bela forma de enrolar o consumidor. Parabéns pra equipe de marketing.

    • Correios disse:

      Renato, não necessariamente.
      A Política Comercial dos Correios reorganizou a lógica da precificação dos serviços, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas e menores custos para os Correios. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preço para alguns serviços.

  18. Byll disse:

    Acho uma babaquice o PAC ter que ter um tamanho mínimo de pacote. Se eu vendo um brinco ou pen-drive, tem que ser do jeito (tamanho) que eles querem.

    • Correios disse:

      Byll,
      A restrição de tamanho mínimo de pacotes ocorre pelo processo operacional de distribuição das encomendas, garantindo a integridade dos pacotes confiados aos Correios. A padronização dos processos operacionais favorece a agilidade, assertividade e segurança no tratamento e na entrega, por isso, os pacotes precisam atender a tamanhos mínimos e máximos, possibilitando, por exemplo, que a encomenda passe por tratamento automatizado.

  19. Ervando disse:

    Os Correios estão “pisando na bola feio” com os seus serviços,

    tenho assistencia técnica de eletronicos, faço vendas no mercado livre, e tenho uma loja virtual, utilizo e muito os serviços dos correios, ( média de 5 a 8 caixas por dia ), e o que vejo é o atraso geral dos correios, inclusive nos envios de sedex., vejo rastreamento informando que a caixa não chegou a tal destino, vejo correios errando nos encaminhamentos, ( ao invés de enviar ao cte de um estado, enviando ao cte de estado errado ) e com isso atrasando toda logistica….

    Os serviços dos correios nos ultimos dois anos vem perdendo e muito em qualidade, mas principalmente nos ultimos seis messes isso tem se acentuado… não sei onde vai parar….

    • Correios disse:

      Ervando,
      Trabalhamos continuamente para realizar as nossas entregas com a qualidade que os clientes esperam. Inclusive, os Correios passaram este mês por uma reformulação de sua estrutura organizacional que aumenta o foco na área operacional, com o objetivo de aumentar sempre os indicadores de qualidade das entregas. De qualquer forma, os casos de atraso pontuais devem ser analisados especificamente por meio da nossa Central de Atendimento.

  20. joao paulo disse:

    realmente ficou mais barato o sedex para cidades vizinhas mas e aqueles envios que coloco do nordeste para o sudeste ficou totalmente inviável para os meus clientes, mais o que me chamou mais atenção foi o PAC o serviço que os clientes usam mais em meu site, envios que custavam 24,96 agora passou a custar 44,00, detalhe tenho contrato quero saber qual foi o meu benefício.

    • Correios disse:

      João Paulo,
      A Política Comercial dos Correios reorganizou a lógica da precificação dos serviços, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preço para alguns serviços. Contudo, oferecemos pacotes da Política Comercial especiais para o e-commerce, que atendem lojas virtuais de todos os tamanhos, em qualquer lugar do Brasil. Entre em contato com o seu representante comercial para avaliar quais as alternativas melhores para o seu caso. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

  21. JOSY BISPO disse:

    Qual diferença entre sedex e o E-SEDEX?

    • Correios disse:

      Josy,
      Em termos de plataforma, os dois serviços são direcionados para a entrega expressa, com prazos reduzidos. A diferença é que o e-SEDEX, como vinha sendo oferecido, era um serviço dedicado exclusivamente ao e-commerce, com abrangência limitada para postagem e entrega em apenas 250 cidades. Já o SEDEX, possui abrangência nacional e é oferecido para todos os públicos.

  22. Fábio Gurgel disse:

    Com o fim do e-Sedex os consumidores estão optando (devido ao preço) para o serviço PAC.
    Com isso, já estamos sentimos o efeito disso (muitas reclamações de atraso).
    O serviço PAC já é demorado por natureza e tendo atraso então…é transtorno demais aos envolvidos.
    Esperamos que resolvam isso (ENTREGUEM NO PRAZO PELO MENOS).

    • Correios disse:

      Fábio,
      O PAC já era o serviço dos Correios mais utilizado pelas empresas de comércio eletrônico, mesmo antes do fim do e-SEDEX. Caso o cliente deseje entrega rápido, sugerimos a opção pelos serviços expressos, como Sedex. Quanto aos atrasos, precisamos analisar caso a caso, mas temos trabalhado continuamente para realizar as nossas entregas com a qualidade que os clientes esperam.

  23. Pablo N F Silva disse:

    Nada do que foi dito no video condiz com a realidade que era praticada, pois o e-sedex era o melhor serviço que os correios tinha pois era agil e barato, eu comprava na internete com maior frequência pois o e-sedex ajudava a baixar o valor final das mercadorias, principalmente para games.

    Com relação a baixa abrangência eu concordava pois garantia a estabilidade do sistema e confiabilidade do mesmo nao havia necessidade de termino das operaçoes do serviço pois para cidades que nao tinha o e-sedex havia PAC e SEDEX.

    antigamente ao comprar procurava lojas que utilizava do e-sedex hoje com bem menos on-line e queando faço procuro quem trabalha com transportadoras, por que ja que vou pagar caro pago em algo mais confiavel

    • Correios disse:

      Pablo,
      A área de cobertura do e-SEDEX estava relacionada à capacidade operacional dos Correios na cidade e ao potencial econômico daquela região. Os serviços PAC e SEDEX são tão confiáveis quanto o e-SEDEX era, pois utilizam a mesma plataforma operacional e infraestrutura. Como dito no vídeo, o PAC e o SEDEX continuam à disposição de todos os compradores e vendedores do comércio eletrônico, para diferentes tipos de produtos. Lojas de todos os tamanhos – e até pessoas físicas que vendam por meio de marketplaces, têm acesso a descontos de preços com os Correios tanto para o PAC quanto para o SEDEX e podem repassar esses valores mais baixos a seus clientes.

  24. Lissandro disse:

    Bom dia

    Sou de Santa Catarina e utilizamos o Correio como parceiro logístico a anos, mas a tabela ofertada pelos novos contratos dos Correios, apenas manteve um preço competitivo nas regiões que estão mais próximas ao nosso Estado. Nas regiões mais distantes do nosso Estado como no Nordeste e no Norte e principalmente nas cidades maiores destas regiões, o envio pela concorrência esta bem mais acessível. A politica adotada atualmente pelos Correios, faz com que os Correios seja competitivo nas regiões distantes, apenas onde os concorrentes não tem interesse em atender, devido ao baixo fluxo de encomendas e nas grandes cidades onde o concorrente atende regularmente e possui muita encomenda, o Correio deixou de ser competitivo com a atual politica ofertada pelos novos contratos dos Correios. Tenho certeza que esta politica não e boa financeiramente para os Correios. Mereci um novo analise.

    • Correios disse:

      Lissandro,
      A Política Comercial dos Correios reorganizou a lógica da precificação dos serviços, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preços. Sugerimos que entre em contato com o um dos nossos representantes comerciais para avaliar quais as alternativas de serviço. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

  25. Israel Morais disse:

    o serviço de sedex já é muito ruim estou esperado uma encomenda que chegou na área de distribuição há 10dias, já que não conseguem entregar por motivo de restrição de endereço, porque não disponibiliza para retirada na agençia dos correios mais próximas?

    • Correios disse:

      Israel,
      Sempre que há restrição na área de entrega de encomendas, os Correios informam sobre a possibilidade de retirada da encomenda em uma das unidades de atendimento. Para analisarmos o caso específico da sua encomenda, solicitamos a gentileza de entrar em contato com o Fale com os Correios informando o código de rastreamento da encomenda.

  26. Ediomar Ribeiro disse:

    Ah entendi agora porque minhas vendas caíram tanto, facilitaram e abaixaram as postagens para quem mora em grandes centros, onde já possuem todas as facilidades existentes, como serviços, matéria prima, fornecedores. Já nós que moramos longe destes grandes centros, mesmo com preços competitivos no produto, perdemos incontáveis vendas, parabéns aos correios por tirar do mercado centenas de Brasileiros que buscam no e-commerce o seu sustento.

    • Correios disse:

      Ediomar,
      A Política Comercial dos Correios reorganizou a lógica da precificação dos serviços, com preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas. Para alguns trechos, onde a demanda é menor e os custos, maiores, naturalmente houve aumento de preço para alguns serviços. Contudo, oferecemos pacotes da Política Comercial especiais para o de e-commerce, que atendem lojas virtuais de todos os tamanhos, em qualquer lugar do Brasil. Entre em contato com o seu representante comercial, para avaliar quais as alternativas melhores para o seu caso. A relação dos contatos comerciais mais próximos da sua localidade está disponível no endereço http://www.correios.com.br/para-voce/correios-de-a-a-z/contatos-comerciais.

  27. VIctor disse:

    Bom dia,

    Como vocês conseguer levar prejuízo em um serviço que só vocês faziam?

    • Correios disse:

      Victor,
      Primeiramente precisamos ressaltar que os Correios possuem concorrentes, sim, na entrega de encomendas. E é justamente por atuar em mercado concorrencial que os Correios lançaram a nova Política Comercial, que tem uma lógica de precificação de mercado, com om preços mais competitivos nas localidades com maior demanda de encomendas.

  28. danfe online disse:

    Com o fim do e-Sedex os consumidores estão optando (devido ao preço) para o serviço PAC.
    Com isso, já estamos sentimos o efeito disso (muitas reclamações de atraso).
    O serviço PAC já é demorado por natureza e tendo atraso então…é transtorno demais aos envolvidos.

    • Correios disse:

      Prezado,
      Trabalhamos continuamente para realizar as nossas entregas com a qualidade que os clientes esperam. Inclusive, os Correios passaram este mês por uma reformulação de sua estrutura organizacional que aumenta o foco na área operacional, com o objetivo de aumentar sempre os indicadores de qualidade das entregas. De qualquer forma, os casos de atraso pontuais devem ser analisados especificamente por meio da nossa Central de Atendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *