Correios e Receita Federal lançam novo modelo de importação no Brasil

Foi lançada, nesta quarta-feira (25), no edifício-sede dos Correios, em Brasília, a plataforma eletrônica Minhas Importações, ambiente online que irá viabilizar a implantação do Novo Modelo de Importação no Brasil e integrará ações entre os Correios e a Receita Federal, permitindo o pagamento de impostos e o desembaraço aduaneiro de forma mais simplificada. Com a otimização do processo, o prazo de desembaraço aduaneiro no Brasil também deve ser reduzido, oferecendo comodidade e agilidade aos importadores.

Durante o lançamento, presidente dos Correios, Guilherme Campos, enfatizou que a inovação estabelece novos paradigmas, ao criar uma relação de confiança entre os Correios e o cliente, além de tornar a empresa mais competitiva como operadora do comércio internacional.  Pela plataforma, o correio do país de origem poderá enviar, via sistema, as informações do objeto para os Correios no Brasil, que irão disponibilizar os dados automaticamente para a Receita Federal e para os demais órgãos anuentes, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Vigilância do Trânsito Agropecuário Internacional (Vigiagro).

O cliente poderá acompanhar detalhadamente o processo de desembaraço da sua encomenda, interagir com os órgãos de controle, realizar o pagamento dos impostos e serviços pela internet, enviar documentos complementares e solicitar a revisão de tributos. Assim, todo o processo é realizado eletronicamente e os Correios podem, então, entregar a mercadoria diretamente no endereço do destinatário.

O novo sistema será disponibilizado no site dos Correios e foi desenvolvido, ao longo de quatro anos, em parceria com a Receita Federal. O importador terá acesso às funcionalidades da área interativa após cadastrar-se pelo site www.correios.com.br, na opção Acesso ao idCorreios no canto superior direito da página.

Fases de implantação — O novo modelo será implantado em três fases, de acordo com a modalidade dos serviços. A primeira, que está valendo desde o dia 18, abrange o serviço expresso internacional – EMS (código de rastreamento iniciado com a letra “E”). Para os serviços mais utilizados atualmente nas compras internacionais, que são as Pequenas Encomendas Simples e Registradas (sem código de rastreamento ou com código iniciado com a letra “R”), o modelo tem início para os objetos que chegarem ao Brasil a partir de 6 de novembro, bem como para a modalidade Prime (código iniciado com a letra “L”). A partir de 11 de dezembro, passa a valer também para o serviço Colis (encomendas cujo código inicia com a letra “C”).

Novas oportunidades — A plataforma também trará novas oportunidades para negócios logísticos internacionais: o Serviço de Caixa Postal Internacional (Compra Fora); o serviço de Importação Consolidada com Entrega Fracionada; e o serviço de resgate de objetos internacionais em situação de devolução à origem.

Outra possibilidade será a implantação de serviços como o de logística reversa internacional, para empresas ou clientes que necessitem realizar a troca ou devolução de produtos internacionais. Esse modelo dá à Receita maior controle sobre os objetos importados, pois a entidade passará a ter as informações detalhadas sobre as remessas que chegam ao país.

Simultaneamente, o sistema permite a realização de convênios com as Secretarias de Fazenda de todos os Estados para a cobrança do ICMS Importação incidente sobre as remessas postais em documento eletrônico único, juntamente com os impostos federais e os serviços dos Correios.


Esta entrada foi publicada em Institucional, Mudanças e inovações. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

103 respostas a Correios e Receita Federal lançam novo modelo de importação no Brasil

  1. Wilson Soares Dourado disse:

    Com a implantação da nova plataforma, como é que fica o tratamento das encomendas que estão nas Unidades Administrativas do Correio para Desembaraço Alfandegário?
    Existe um período de transição para desembaraço das encomendas que chegaram antes de 18/10/2017?

  2. Marcelo Emiliano da Silva disse:

    isso valerar para os sites de compras na china tais como: AliExpress e BangGood?
    exp. eu comprando relogios tipo Skmei 5 unidades no valor de 120 dolares enviado por encomenda normal com codigo de rastreio como deve fazer juntos com os correios e receita federal?
    ja sou cadastrato no IdCorreio!
    obrigado

  3. Correios disse:

    Marcelo,

    O novo modelo permitirá agilizar o tratamento aduaneiro e já nacionalizar a remessa no centro internacional de chegada ao Brasil, o que vai permitir a entrega diretamente no endereço do destinatário. Isso será possível porque todo o processo da Aduana será feito com base na informação eletrônica antecipada do conteúdo da remessa, ou seja, o novo processo aduaneira exigirá menos fiscalização invasiva da remessa. Outros serviços serão oferecidos ao destinatário, como por exemplo, “turbinar” o prazo de entrega de uma remessa econômica, comprando uma entrega expressa. Esclarecemos ainda que os prazos de entrega no Brasil variam conforme o tipo de serviço contratado pelo remetente junto ao correio de origem. Assim, as remessas econômicas/não urgentes possuem prazos de nacionalização e entrega mais dilatados, podendo chegar em até 40 dias úteis após a liberação do órgão fiscalizador. Remessas expressas são entregues em até sete dias úteis. Esses prazos estão publicados no portal dos Correios, conforme previsto pelas normais postais. Para acessar, basta utilizar o endereço http://www.correios.com.br/para-voce/recebimento/prazos-dos-servicos-internacionais-de-importacao. Na medida em que o novo modelo de importação for sendo implantado, certamente teremos impactos positivos na redução do prazo final de entrega das encomendas internacionais e esses prazos de referência serão ajustados no nosso site.

  4. Correios disse:

    Wilson,

    Prezado Wilson, as encomendas que foram enviadas para o Brasil antes do dia 18/10/2017 ainda não estão inseridas no novo modelo de importação. Elas seguirão os trâmites anteriores, sem envio de informações eletrônicas. Caso sejam tributadas, deverão ser retiradas em uma agência dos Correios após o recebimento do aviso pelo destinatário. Mesmo em relação às encomendas que chegaram após o dia 18/10/2017, nem todas serão incluídas de imediato no novo modelo de importação, pois a implementação está sendo feita em três fases, em outubro, novembro e dezembro.

  5. Daniel disse:

    Gostaria de saber como ficam aquelas encomendas de valor módico em que o remetente envia na modalidade sem código de rastreamento ou muitas vezes não repassa o código de envio??

  6. Wanderson José da Silva disse:

    Tenho uma Dúvida, se eu fizer meu cadastro no site “Minhas Importações”, eu terei que pagar pra usar ele?

  7. Gleydson disse:

    O mais importante os correios não se responsabilizam, reduzir o maldito tempo de 40 dias uteis que nao maioria das vezes ainda atrasam.

  8. Isaac disse:

    Como fica em relação às compras isentas de tributação por não exceder os 100 dólares, haverá ciência desta lei automaticamente pelo sistema ou ainda será necessário recorrer à justiça federal para contestar a mesma? Como funcionará?

  9. Anderson Tadayoshi Furuuti disse:

    Como fica o limite de valores ? é $50 ou $100 o limite para nao ser taxado ? Esse valor já deverá ser contado o frete ?

  10. Joãozinho disse:

    Se Eu fizer compras abaixo de 100 dólares, serei taxado ?

  11. Alcides C. Filho disse:

    Haverá diminuição das taxas de importação? grato

  12. Bruno Trentini disse:

    Olá, estou com uma encomenda internacional recebida pelos correios em 20/10/2017.
    Pelo rastreio no site dos correios aparece que eu preciso acessar a plataforma “Minhas importações”, quando acesso, aparece a mensagem: “Nenhum registro encontrado” (com o mesmo código de rastreio que busquei no site). E agora, como vou fazer?
    Entrei em contato com os correios por telefone e me informaram que preciso acessar esta plataforma para pagar o boleto com o imposto para somente depois disso receber a mercadoria.
    Sendo assim, mais uma vez lhes pergunto: Como vou receber minha mercadoria se estou tentando acesso a esta plataforma há 10 dias e ela simplesmente me diz que não há registro encontrado?
    Obrigado.

  13. Paulo Antonio Azevedo e Silva disse:

    Ao fazer uma consulta nos Correios referente a uma compra efetuada na China, me deparei com o seguinte status:

    23/10/2017 15:28 SAO PAULO / SP
    Objeto encaminhado
    de Unidade de Logística Integrada em SAO PAULO / SP para Unidade Administrativa em CORREIOS – OBJETO RETIDO /

    A encomenda estava na Unidade Administrativa em Fiscalização Aduaneira / BR e esperava que fosse para a emissão de Nota de Tributação e para a entrega, que o trâmite normal.
    Não sei o que aconteceu. Um amigo meu comprou o mesmo produto, pagou o imposto e já recebeu.
    Não consta nada na plataforma eletrônica Minhas Importações.
    Como devo proceder para pagar o imposto e receber o produto?

  14. Correios disse:

    Bruno,

    Para a verificação da situação de uma encomenda específica é preciso o código de rastreamento da encomenda. Solicitamos que entre em contato com a nossa Central de Atendimento, informando o número do objeto, pelo número 0800 725 0100 ou pelo site http://www.correios.com.br/falecomoscorreios.

  15. Correios disse:

    Wanderson,

    Não, você não terá que pagar.

  16. Rivaldo Pereira disse:

    Para uma empresa que é optante do SIMPLES e realizar uma importação por este novo sistema, como fica a tributação?? Minha dúvida principal é sobre a incidência do ICMS “cheio” ou não, mas gostaria se possível de ter esclarecidos de maneira completa os custos/tributos envolvidos neste caso. Obrigado!

  17. "joe ramone" disse:

    Parabens aos Correios por mais esta iniciativa.
    Diante dos prazos tão dilatados na entrega de objetos pelos Correios, estamos todos ansiosos para ver a comodidade e agilidade prometida pelos Correios no Novo Modelo de Importação.

    Aumentam os deveres do usuário, aumenta a arrecadação e o controle pelo estado descontrolado e falido….
    e o cidadão continua sem direitos nem respostas quando o objeto com código de rastreio “some do sistema” e não é encontrado no fluxo postal (extravio), quando a tributação é indevida, quando o objeto importado chega nas mãos do destinatário 3 meses apos postagem no exterior….
    Quem ja não passou por estas experiencias com os Correios ?

  18. Bruno Trentini disse:

    Já liguei nos correios, e a informação que me foi passada é de que não sou o único com este problema, e que o sistema não está funcionando.

  19. Correios disse:

    Paulo Antonio,

    Solicitamos que entre em contato com a Central de Atendimento dos Correios (http://www2.correios.com.br/sistemas/falecomoscorreios/)
    que é o canal apropriado para tratar de questões sobre uma remessa postal específica. Naquele canal serão captados todos os dados da remessa, de forma que se possa investigar com maior profundidade o que ocorreu com a remessa que lhe é destinada.

  20. Correios disse:

    Alcides,

    Não houve alteração das alíquotas de tributação das remessas postais internacionais. Essas remessas são tributadas de acordo com o seu “valor aduaneiro”, ou seja, valor do produto, do frete postal e do seguro, se houver. A aplicação dos critérios de tributação é de responsabilidade da Receita Federal. Remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Ressalte-se que os Correios não participam diretamente do processo de tributação. No entanto, o sistema aplica automaticamente as regras aduaneiras definidas pela Receita Federal.

  21. Correios disse:

    Joãozinho,

    A aplicação dos critérios de tributação é de responsabilidade da Receita Federal. Remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Ressalte-se que os Correios não participam diretamente do processo de tributação. No entanto, o sistema aplica automaticamente as regras aduaneiras definidas pela Receita Federal. Lembre-se que as remessas postais internacionais são tributadas de acordo com o seu “valor aduaneiro”, ou seja, valor do produto, do frete postal e do seguro, se houver. Todas as remessas, independentemente do seu valor aduaneiro, estão sujeitas a controle pela Aduana e, em decorrência, ao pagamento de imposto de importação, quando tributadas.

  22. Correios disse:

    Anderson,

    As remessas postais internacionais são tributadas de acordo com o seu “valor aduaneiro”, ou seja, valor do produto, do frete postal e do seguro, se houver. Todas as remessas, independentemente do seu valor aduaneiro, estão sujeitas a controle pela Aduana e, em decorrência, ao pagamento de imposto de importação, quando tributadas. A aplicação dos critérios de tributação é de responsabilidade da Receita Federal. Remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Ressalte-se que os Correios não participam diretamente do processo de tributação. No entanto, o sistema aplica automaticamente as regras aduaneiras definidas pela Receita Federal.

  23. Correios disse:

    Daniel,

    Não existe “valor módico” para efeitos aduaneiros. Todas as remessas, independentemente do seu valor, estão sujeitas a controle aduaneiro e, em decorrência, ao pagamento de imposto de importação, quando tributadas pela Aduana. Remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Ressalte-se que os Correios não participam diretamente do processo de tributação, cujos critérios são de responsabilidade da Receita Federal. Ademais, as encomendas simples (recebidas sem código de rastreamento), quando tributadas, passam a ter um código para serem rastreadas no Brasil. As que não forem tributadas, continuam como remessas simples até a entrega final.

  24. Correios disse:

    Isaac,

    As remessas postais internacionais são tributadas de acordo com o seu “valor aduaneiro”, ou seja, valor do produto, do frete postal e do seguro, se houver. Todas as remessas, independentemente do seu valor aduaneiro, estão sujeitas a controle pela Aduana e, em decorrência, ao pagamento de imposto de importação, quando tributadas. A aplicação dos critérios de tributação é de responsabilidade da Receita Federal. Remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Ressalte-se que os Correios não participam diretamente do processo de tributação. No entanto, o sistema aplica automaticamente as regras aduaneiras definidas pela Receita Federal.

  25. Patrick disse:

    Tenho uma dúvida, em caso de produtos com valor inferior a $50, em teoria não serão taxados, essa regra continua ? e caso sejam taxados, como deve-se proceder ?

  26. Isaac disse:

    Uma segunda duvida: Em caso de tributos pagos e objetos extraviados/roubados/danificados, como se dará o ressarcimento do imposto? Haverá integração entre o rastreamento e o sistema pra essa finalidade (assim como acontece com o Mercado Livre)? Ou seja, há risco de pagar o tributo e não receber o produto? Essa é uma duvida que atinge muitos importadores.

  27. Ana Maria disse:

    Prezados do Correios,
    Não entendí bem como funciona…
    Pretendo fazer uma compra num site americano… valor total com frete não ultrapassa 100$US, depois de feita a compra devo entrar no site dos correios em Minhas importações e vou ver onde está minha minha compra?? Ela ja vai aparecer automaticamente lá?

    Grata, Ana

  28. Correios disse:

    Ana Maria,

    O novo modelo permitirá agilizar o tratamento aduaneiro e já nacionalizar a remessa no centro internacional de chegada ao Brasil, o que vai permitir a entrega diretamente no endereço do destinatário. Isso será possível porque todo o processo da Aduana será feito com base na informação eletrônica antecipada do conteúdo da remessa, ou seja, o novo processo aduaneira exigirá menos fiscalização invasiva da remessa. Outros serviços serão oferecidos ao destinatário, como por exemplo, “turbinar” o prazo de entrega de uma remessa econômica, comprando uma entrega expressa. Esclarecemos ainda que os prazos de entrega no Brasil variam conforme o tipo de serviço contratado pelo remetente junto ao correio de origem. Assim, as remessas econômicas/não urgentes possuem prazos de nacionalização e entrega mais dilatados, podendo chegar em até 40 dias úteis após a liberação do órgão fiscalizador. Remessas expressas são entregues em até sete dias úteis. Esses prazos estão publicados no portal dos Correios, conforme previsto pelas normais postais. Para acessar, basta utilizar o endereço http://www.correios.com.br/para-voce/recebimento/prazos-dos-servicos-internacionais-de-importacao. Na medida em que o novo modelo de importação for sendo implantado, certamente teremos impactos positivos na redução do prazo final de entrega das encomendas internacionais e esses prazos de referência serão ajustados no nosso site.

  29. William disse:

    Como se dará a notificação para recolhimento de taxas de para uma encomenda que eu não possuo o código de rastreio para acompanhar?

  30. Ana Maria disse:

    Minha pergunta não foi respondida… quero saber como fazer passo a passo a partir da compra num site internacional.

    Grata, Ana

  31. Correios disse:

    Rivaldo,

    Remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Ressalte-se que os Correios não participam diretamente do processo de tributação, cujos critérios são de responsabilidade da Receita Federal. Ademais, as encomendas simples (recebidas sem código de rastreamento), quando tributadas, passam a ter um código para serem rastreadas no Brasil. As que não forem tributadas, continuam como remessas simples até a entrega final.

  32. sergio disse:

    eu sou obrigado a cadastrar ou posso aguardar o prazo normal de 90 dias para a liberação e entrega nao tenho urgência para o recebimento, e ainda correr o rsico de ser taxado em 12 reais no minimo

  33. Correios disse:

    William,

    No Novo modelo de importação está previsto que o correio de origem ou o site, onde o produto foi adquirido, enviem antecipadamente ao correio brasileiro todos os dados referentes à remessa postal que chegará ao nosso país. Entre esses dados, estão as informações do destinatário (endereço, e-mail, telefone, etc.). Assim, por carta ou outros meios, os Correios localizam o destinatário e informam os procedimentos a seguir, para a conclusão do processo de nacionalização da sua remessa. A partir de um cadastro no site dos Correios (ID CORREIOS), toda a interação com o destinatário/importador passa a ser on line.

  34. Correios disse:

    Isaac,

    No novo modelo de importação a remessa postal é nacionalizada no centro internacional, ou seja, todos os tributos que incidem sobre a remessa importada são pagos antes de a encomenda seguir para a entrega ao destinatário/importador . Se depois de nacionalizada a remessa for extraviada por responsabilidade dos Correios, está prevista uma indenização referente à devolução do valor dos impostos pagos pelo importador. Esse processo de indenização ocorre mediante a formalização de uma reclamação na central de atendimento dos Correios, que instrui o procedimento de investigação que dará causa ao pagamento da indenização, quando for devida. O extravio da remessa fica consignado no sistema de rastreamento dos Correios e disponível para o correio de origem, a quem caberá indenizar o remetente, quando for o caso.

  35. Correios disse:

    Patrick,

    As remessas são tributadas de acordo com o seu “valor aduaneiro”, ou seja, valor do produto, do frete postal e do seguro, se houver. Os Correios não participam diretamente do processo de tributação. O nosso sistema aplica automaticamente as regras aduaneiras e os critérios de tributação definidos pela Receita Federal. Hoje, remessas com valor aduaneiro de até cem dólares podem gozar de alíquota de imposto de importação igual a zero. Caso o importador não concorde com a tributação aduaneira atribuída a sua remessa, é possível solicitar on line a abertura de processo de revisão de tributo.

  36. Victor disse:

    Caso eu tenha comprado um produto da China cujo o valor é de 82 dólares, e a Receita na Alfandega tenha optado por tributar. Como deverei proceder, já que no caso o valor do produto é a baixo de cem dólares?

  37. Correios disse:

    Victor,

    As encomendas que foram enviadas para o Brasil antes do dia 18/10/2017 ainda não estão inseridas no novo modelo de importação. Elas seguirão os trâmites anteriores, sem envio de informações eletrônicas. Caso sejam tributadas, deverão ser retiradas em uma agência dos Correios após o recebimento do aviso pelo destinatário. Mesmo em relação às encomendas que chegaram após o dia 18/10/2017, nem todas serão incluídas de imediato no novo modelo de importação, pois a implementação está sendo feita em três fases, em outubro, novembro e dezembro.

  38. EMERSON MARTINS HILGEMBERG disse:

    A intenção é boa, mas a logística ainda é muito, mas muito, ruim.
    Tive encomenda liberada em 16/11/17 pela fiscalização.
    A encomenda demorou cinco dias sem mudar o status enquanto o prazo prometido para encomendas expressas é de TRÊS DIAS (erro 1, fale conosco notificado)
    Ao final do dia o status é atualizado e constatei que a encomenda estava sendo encaminhada para Campina Grande – PB (erro 2, fale conosco acionado, resposta: aguarde a encomenda chegar na Paraíba para que ele seja devolvida !!!!)
    O fale conosco CINICAMENTE responde ao e-mail dizendo que a mercadoria estava a caminho do endereço e que eu deveria aguardar …)
    Insatisfeito com o descaso, acionei a Ouvidoria (!??), algum tempo depois recebo resposta idêntica :aguarde pois a mercadoria está a caminho… Cinismo em dose dupla…
    Domingo 03/12/17 status atualizado dizendo que a mercadoria foi encaminhada do CTCE Curitiba para o CEE Ponta Grossa (as duas cidades são separadas por 100km).
    Hoje, terça-feira dia 05/12/17 sou informado pelos Correios que a encomenda ainda não chegou a Ponta Grossa (erro 3, ou você acham razoável uma demora de DOIS DIAS ÚTEIS para tratar uma encomenda expressa?)
    Por este serviço de excelência os Correios passaram a cobrar R$12,00 além do frete já pago na origem e do imposto de importação (cobrado pela RFB e não pelos Correios) de ínfimos 60%.

    EE988015378US

    Parabéns!

  39. EMERSON MARTINS HILGEMBERG disse:

    Hoje 06/12/17, 20 DIAS DEPOIS DA ENCOMENDA SER LIBERADA PELA FISCALIZAÇÃO, ainda aguardo pela entrega!!! Logística espetacular !!! Resposta ao usuário ridícula !! Trato com cliente pífio !! Sinto-me profundamente desrespeitado !! A empresa não resolve nada !!

  40. Leandro disse:

    Prezados !
    Eu compre uma encomenda da china no meio dessa troca, e ja faz mais de 20 dias que a minha encomenda esta com o status congelado:
    Pacote encaminhado para unidade de tratamento internacional Brasil

    Ja liguei nos correios e eles nao sabem me informar, e quando eu entro para pesquisar no Id dos correios tambem nao aparece nada !

  41. Yuri Kilpp Cezar disse:

    Tenho uma remessa no valor de 30 dólares. Coloco o código de rastreio e recebo a mensagem de nenhum registro encontrado. Por que isso?

  42. Mario Silva disse:

    Como tudo que é administrado pelo governo, somente piora o serviço e aumenta o valor. Antes a entrega era rápida, apesar de você ter que retirar nas agencias dos correios, pois a receita tinha pressa do seu tributo. Agora como recebe antecipado o imposto, deixa de ter pressa pra entregar sua encomenda e ainda cobra uma taxa de 12 reais que não era cobrado antes. Brasil! O país da sacanagem!

  43. Brenda Fernandes disse:

    Olá, já me cadastrei no novo sistema e vi que fui taxada em um valor absurdamente maior que os 60% permitido. Printei aas telas com os valores pagos e solicitei uma revisão do tributo. Com esse novo sistema as revisões demoraram muito? Tenho receio de ficar parado dias ou meses por esta revisão!

  44. Letícia disse:

    Que a organização dos correios brasileiro era ruim eu já sabia…. cobram caro para um serviço precário. Até gostei dessa inovação do incorretos mas estou com medo das minhas compras serem taxadas e ainda ter que pagar mais 12 reais para me entregarem ano que vem ._.

  45. FATIMA disse:

    Boa tarde!!
    Não estou entendendo nada esse calculo da receita.
    O valor declarado foi de $82 e está na descrição dos valores e bens que a receita tributou porém na campo valor aduaneira foi colocado R$ 1.588,56 com a aliquota de 60% deu R$ 953,14 de imposto a pagar. Que calculo doido é esse?
    Alguem sabe me informar?
    Aguardo
    Obrigada

  46. Antonio H M disse:

    Saudações, tendo em vista a natureza coletiva desta página, gostaria de informações em relação a duas informações cruciais no que tange à importação e desembaraço aduaneiro no RTS através da plataforma eletrônica Minhas Importações.
    1) A plataforma foi devidamente dimensionada para o fluxo de dados, objetos postais e de acesso de pessoas?

    2) O que está havendo tecnicamente no ambiente para que a busca dos usuários do sistema retornem o resultado “Nenhum registro encontrado”, sendo que no rastreio da encomenda no site da ECT aparece a informação “Fiscalização Aduaneira Finalizada”?

    3) Qual procedimento o usuário deve adotar a fim de realizar o pagamento quando nenhum registro é apresentado pela busca?

    4) Esgotado o prazo de 30 dias desde a movimentação “Fiscalização Aduaneira Finalizada” e apresentado (finalmente) o registro com situação “em processo de devolução), como o usuário pode realizar o pagamento/revisão do tributo?

    5) Como se procede ao serviço de resgate de objetos internacionais em situação de devolução à origem?

    Desde já, grato pela atenção e pelas respostas.

  47. Ananda disse:

    Olha me cadastrei no no site dos “Correios Id” tudo certinho, fui na parte que pesquisa o estado das encomendas, coloquei meu numero de rastreio la e apareceu os locais onde já passou e que a fiscalização aduaneira estava finalizada, quando fui na parte que ver se a encomenda foi taxada ou não, que coloquei meu numero de rastreio apareceu “nenhum registro encontrado”, o que quero sabe é, fui taxada ou não o que devo fazer agora pra sabe? ou devo espera mas um pouco sendo que a finalização faz um dia que foi postada, fico no aguardo da resposta.

    Grata!

  48. Thiago disse:

    Estou com mesmo problema e ninguem resolve nada. ai fica dificil hen. Cabe agora procurar um advogado

  49. Vinicius disse:

    nenhum registro encontrado, é a mensagem que aparece quando entro no campo minhas importações, e seguindo seu conselho entrei no menu, fale com os correios e registrei a reclamação, mas ate agora nada foi me respondido, sobre minha encomenda. O que posso fazer agora?

  50. Vinicius disse:

    nenhum registro encontrado, é a mensagem que aparece quando entro no campo minhas importações, e seguindo seu conselho entrei no menu, fale com os correios e registrei a reclamação, mas ate agora nada foi me respondido, sobre minha encomenda. O que posso fazer agora?

  51. Correios disse:

    Vinicius,

    Solicitamos que aguarde um retorno.

  52. Correios disse:

    Vinicius,

    Você deve esperar a resposta da sua solicitação.

  53. Denildson Barnabé Alves disse:

    ! Nenhum registro encontrado.

    Quer dizer que ira chegar na minha casa sem imposto ?

    Passou pela fiscalização dia 01/02/2018 e diz pra entrar em minhas importações.

    Confuso isso eim ???/

  54. kleuber Fernades disse:

    Ainda sera cobrado o valor de R$250,00 para o desembaraço e das DSI das mercadorias ?

  55. Correios disse:

    Fatima,

    O cálculo dos tributos é responsabilidade exclusiva da Receita Federal. Caso haja alguma discordância, você pode solicitar a revisão do valor dentro do ambiente Minhas Importações.

  56. Correios disse:

    Antonio,

    A plataforma Minhas Importações foi dimensionada de acordo com o tráfego de encomendas internacionais. O sistema é monitorado diuturnamente para que seja ajustado ao nível de acesso. A situação “nenhum registro encontrado” significa que a sua encomenda não teve procedimento aduaneiro formalizado perante a Aduana, tendo sido liberado para entrega. Após uma tentativa de entrega sem sucesso, o objeto retorna ao Centro Internacional para devolução ao Remetente. É possível abrir uma demanda junto à Central de Atendimento dos Correios para tentar impedir a devolução de uma remessa.

  57. Correios disse:

    Ananda,

    A situação “nenhum registro foi encontrado” significa que a sua encomenda não teve procedimento aduaneiro formalizado perante a Aduana, tendo sido liberado para entrega sem tributação. Mantenha-se atenda ao nosso rastreamento. Dentro do previsto nas normas postais, os Correios divulgam no seu site o prazo estimado de entrega de todas os tipos de remessas que chegam ao Brasil. Esse prazo é informado ao Remetente, quando da aquisição do serviço no correio de origem. Se sua remessa estiver com esse prazo extrapolado, abra uma reclamação na Central de Atendimento dos Correios. Saiba mais sobre recebimento de encomendas internacionais em http://blog.correios.com.br/correios/?p=37801.

  58. Correios disse:

    Kleuber,

    Não houve alteração no serviço Importa Fácil dos Correios, pelo qual realizamos a importação de mercadorias por meio de DSI. Esse valor está vigente.

  59. Correios disse:

    Yuri,

    A situação “nenhum registro foi encontrado” significa que a sua encomenda não teve procedimento aduaneiro formalizado perante a Aduana, tendo sido liberada para entrega. Mantenha-se atenda ao nosso rastreamento. Saiba mais sobre recebimento de encomendas internacionais em http://blog.correios.com.br/correios/?p=37801.

  60. Zé Rola Grande disse:

    O Correio esclarece que o link MINHAS IMPORTAÇÕES, é exclusivo para CEGOS.

  61. Marcel Valeixo disse:

    Olá.
    Possuo uma encomenda EMS parada em São Paulo desde o dia 22/02/18 (última atualização do sistema MINHAS IMPORTAÇÕES) após confirmação do pagamento dos tributos.
    O que ocorre?
    Já abri reclamação e até agora não obtive nenhuma resposta.

  62. Alan disse:

    Paguei a taxa de importação via cartão de crédito no dia 14/03 e até o momento conta como “Pagamento em Processamento”, sendo que nem fizeram a cobrança no cartão. O pior é que não consigo refazer o pagamento, pois não aparece essa opção. Pesquisando em redes sociais e youtube vários clientes estão com o mesmo problema

  63. Olá,

    Estou tendo problemas com minha encomenda que está retida na fiscalização aduaneira de Curitiba.
    A seguinte mensagem é mostrada no ambiente Minhas Importações:

    A encomenda (código) não contém a documentação necessária para a realização da fiscalização e sua liberação por parte da autoridade brasileira competente pela anuência. Clique no botão a seguir para inserir documentação complementar para possibilitar a fiscalização:

    Está certo, então clico para adicionar e quando dou o upload no arquivo e clico em adicionar, aparece a mensagem:

    Ocorreu um erro inesperado ao acessar serviço.

    Estou tentando com arquivo tipo PDF, já converti para imagem JPG, BMP, PNG… e não dá certo de nenhuma maneira.

    Gostaria de saber qual o procedimento que devo fazer, visto que minha encomenda está parada lá tem mais de um mês.

    Obrigado.

  64. walter disse:

    Oi, boa tarde a todos. Está acontecendo também comigo. Já tentei em navegadores diferentes (internet, chrome, mozilla) e também já tentei com formatos diferentes(.jpg e .pdf) com tamanhos diferentes e não aceita. Alem do mais, o erro é estranho…No meu caso, ele avisa que é preciso fazer algo, mas quando clica pra “Inserir Documentação” ele nao mostra o que precisa colocar(Nota fiscal, comprovante de pagamento, autorização de importação ou qlqr outro tipo de doc.). Sendo assim, fica meio dificil da gnt saber o que eles querem que faça, não é?

  65. Yuri disse:

    Boa Noite, Esta acontecendo comigo tambem (rastreamento EExxxxxxxxxCN), Ligei para 30030100, linha caiu 2 vezes, gastei mais ou menos meia hora nesta brincadeira,me informaram q correios esta ciente do BUG, estao resolvendo, mmas nao me deram prazo para estar tudo resolvido. Nao consigo abrir reclamacao pelo site, ja tenho outra reclamacao em aberto q os correios nao respondam, assim me travando novamente,

  66. rodrigo marcondes disse:

    Olá, estou com uma encomenda retida pela receita federal por falta de comprovação de valor, através da plataforma minhas importações me é pedido para enviar documento que comprove este valor, porém, quando tento enviar, a plataforma informa erro inesperado e não consigo enviar arquivo nenhum.

  67. ANTONIO PAULO ISMAEL disse:

    Tenho aproximadamente 70 encomendas de valores diversos vindo da Asia, todas compras feitas no Aliexpress e DX, desde outubro de 2017. Mais de duas dezenas já estão com o prazo de 40 dias uteis vencidos, todas com as devidas reclamações postadas no site dos Correios e todas com a mesma resposta: “Prezado Cliente, após a devida apuração, verificou-se que o objeto foi extraviado.”
    É obvio que se trata de uma resposta pronta de quem não fez nada para verificar onde está o produto fisicamente, dado o grande problema existente: Os Correios perderam o controle do que têm em seu centro de distribuição em Curitiba. Recebem o que chega do exterior mas não têm ideia de quando será entregue ao comprador. Os produtos se acumulam e sabe-se lá como estão sendo armazenados. São milhões (ou bilhões!?) de itens não entregues.
    Os Correios lavam as mãos ao dizer o que está na segunda frase da resposta: “Conforme normas postais internacionais, o remetente, por ser o contratante do serviço de distribuição no exterior e responsável legal pelo objeto, é o único beneficiário de possível indenização.” Entretanto, todos os itens citados já haviam passado pela aduana da Receita, foram liberados sem tributação e estavam nas mãos dos Correios com o famigerado prazo absurdo, prometido e não cumprido, de 40 dias úteis. Um intervenção nos Correio seria bem vinda por todos… e depois disso, a privatização.

  68. Nilson De Oliveira disse:

    Olá gostaria de sabe como fica o meu produto
    Ele foi liberado pela alfândega lembrando que a modalidade do meu produto é Prime ou seja a correios tem 12 dias úteis pra entregar a minha mercadoria essas informações que eu tenho são verdadeiras?
    Eu fui na CT da correios da minha cidade marilia eles me informar que são 45 dias úteis e não 12 uteis

  69. Cleber Pereira Picolo disse:

    Assim como muitos relataram aqui também estou com problemas na minha importação.

    Minha encomenda chegou ao Brasil no dia 09/02, foi analisada e gerada a guia dos impostos no dia 26/02. No dia 28/02 efetuei o pagamento dos impostos via site dos correios (cartão de crédito) e recebi corretamente o comprovante de pagamento. Porém no dia seguinte 01/03 começou a bagunça, o status mudou para “remessa descaracterizada” e depois de algum tempo foi solicitado novamente o pagamento dos impostos (mesmo valor já pago). Entrei em contato e abri reclamações mas até agora nenhum retorno por parte dos Correios. Já enviei vários documentos comprovando valor e pagamento dos impostos mas até agora nada.

    Hoje 28/03/18 tentei ligar novamente nos Correios e a ligação simplesmente não completa! Muito estranho. Na área de minhas importações o status atual é “Documentação Pendente no Órgão Anuente” e embora eu já tenha enviado os documentos e pago os impostos tentei também anexar NOVAMENTE os documentos, porém está dando erro.

    Quando os Correios irá resolver estes problemas sistêmicos?

  70. Cássio disse:

    Gostei da ferramenta, só espero que ela funcione de verdade…

    Estou há dois dias tentando pagar uma tributação que recebi e só aparece só “Pagamento em processamento” e fica.. fica.. fica… e não acontece nada.
    Poderiam ao menos avisar que o sistema está falho, e não vender a imagem de que o sistema está pronto e é o melhor do mundo.

    Quando corrigirem, os elogios tendem a aparecer, porque é pra facilitar ao consumidor.
    Porém, da forma que está, ainda tem muito o que melhorar.

  71. Carolina disse:

    Paguei as taxas dia 29/03 por cartão de crédito, falaram que o pagamento foi “realizado com sucesso” e nada de chegar a cobrança no meu banco. Dia 31/03 entrei para ver como estava, e voltou para o status de realizar o pagamento. Paguei de novo, e quero só ver se vão me cobrar duplicado!

    Os Correios precisam mandar um comprovante de pagamento por e-mail! Esse sistema não gera confiança e já estou com medo dos meus dados vazarem…

  72. Rosalvo Junior disse:

    Olá! Minha encomenda segundo o Correios foi roubada. Isso após uma série de equívocos provocados pelos Correios. Desde então não consigo uma resposta efetiva sobre o caso. Estou cadastrado no “Minhas importações”. Paguei os impostos normalmente. Após a informação do roubo tentei diversas vezes contato pelo site e por telefone sem obter sucesso. Peço desculpas por fazê-lo aqui mas não sei mais como me comunicar com o Correios. Acredito e conto com o Correios. Agradeceria muito se pudessem me ajudar. Grato

  73. Yuri disse:

    Boa tarde, estou tentando realizar o pagamento do imposto de um produto, mas não estou conseguindo, eu faço o pagamento mas ele não completa, fica em processando pagamento, mas a cobrança não chega. como podemos resolver?

  74. Alexandre disse:

    Esperando ansiosamente pela privatização dessa empresa (não que resolva, sem abertura de mercado, mas imagino que melhoraria). Inépcia em alto grau, sem falar nos chamados “extravios” que são verdadeiros roubos dos clientes. Há meses tentando usar esse sistema de importações completamente inoperante! Brasil, país do atraso!

  75. Diana Karyna Wilhelm disse:

    Olá, estou com uma mercadoria parada, pelo portal “Minhas Importações” diz que está aguardando pagamento, porém realizei o pagamento dia 27/03/18, um dia depois de ter aparecido no sistema a minha mercadoria, e até hoje não mudou o status. Já abri reclamação e já entrei em contato com o sac porém a moça que me atendeu disse que não consegue anexar o meu comprovante de pagamento.
    Enfim, quero saber até quando vou ter que esperar e para quem devo ligar para resolver isso, estou com o comprovante em mãos e foi pago no mesmo banco que o boleto foi emitido, favor me responder.

    OBS: Muito melhor sem esse sistema, pois já estaria com minha mercadoria em mãos há mais de um mês, muita enrolação e pouco resultado.

  76. Diana Karyna Wilhelm disse:

    O numero de rastreio é LS995702765CH

  77. Marcos Vinicius disse:

    gostaria mesmo é saber quanto tempo demora para que o fiscal alfandegário libere minha compra da china após ter feito o pagamento da taxa ?

  78. SAMUEL MARTINS GELIO disse:

    QUERO PAGAR MEU BOLETO DA IMPORTACAO

  79. Orlando disse:

    Não adianta ter um sistema integrado e inteligente se o SAC dos correios continua uma porcaria, realmente estou de mãos atadas e sem saber o que fazer, pois inicialmente achei a facilidade do novo sistema perfeito …mas..mas.. após receber a encomenda internacional CE715999083CH , PAGAR O IMPOSTO DIRETO NO SITE MINHAS IMPORTACOES NO VALOR MAIOR DE 300 REAIS, o produto não chegou desde 09.03, já liguei dezenas de vezes e a resposta é mesma ainda não recebemos a informação da área , vamos pedir urgência e isso se arrasta a 32 dias, abri uma ouvidoria e nem se quer respondem…aí vai minha pergunta caso o produto não chegue como fica a taxa que paguei do imposto? Vergonhoso o serviço prestado pelos correios SAC e entrega.

  80. Marcos Freitas disse:

    Tentei fazer o pagamento via cartão de crédito por 3 vezes sem sucesso daí gerei o boleto porém desisti de efetuar o pagamento é agora quero recusar a encomenda porém não aparece mais a opção para recusar como proceder?

  81. jerri sena disse:

    Este sistema ta terrível. Minha encomenda foi pago o tributo via boleto dia 27/03. Confirmado dia 20/03 nu porta minhas importações. E ate o momento minha encomenda não movimentou. Como vai ficar minha taxa e meu produto que não chega. Se fosse o sistema antigo já tava com minha mercadoria na mão.

  82. Alex disse:

    Tentei fazer o pagamento inúmeras vezes e por quase uma semana sem sucesso. A tela de pagamento não processa, tentamos com todos os cartões e nem o boleto bancário não estava gerando. Consegui ontem (18/04) as 23h da noite, pois imagino que com menos acessos ao servidor ficou viável. Mas é uma vergonha, o SAC realmente durante este tempo todo não nos respondeu, dizem que estão sempre ocupados e pedem para ligar mais tarde.

  83. Gabriel disse:

    É uma verdadeira vergonha o serviço prestado pelos Correios!!!!!!!! E pensar que era algo de se orgulhar a anos atrás.
    Lançam o sistema de pagamentos dizendo que é uma modernidade e que vai agilizar o processo e o mesmo não funciona de jeito nenhum.
    O sistema não acata o pagamento via cartão de credito (nenhum) e nem a geração de boletos.
    E não existe nenhuma outra opção para realizar o pagamento.
    Se pelo menos houvesse como ir até alguma agência e pudesse ser pago lá, amenizaria a frustração de querer pagar o imposto e não conseguir.
    Qual a previsão de volta do sistema de pagamentos? Ninguém sabe!!!!!!!!!
    Obrigado Correios…………

  84. Adriano disse:

    Pra mim esse novo sistema é uma baita de uma “arapuca”. Minha encomenda foi taxada bem acima do que eu paguei. Como era minha primeira encomenda no sistema novo e o site não é nem um pouco intuitivo, cliquei na parte onde gerava o boleto pra saber qual o valor da taxa.

    Acontece que ao fazer isso, automaticamente voce fica impedido de solicitar revisão de tributo. Ja abri ocorrência no “fale com os correios” e eles se fazem de cegos, não respondem e vc não pode reclamar na ouvidoria por que ainda não recebeu resposta da solicitação anterior.

    Ou seja, minha encomenda vai voltar pro remetente e ele nao vai me devolver o dinheiro por causa dessa porcaria de empresa que não ta nem ai pro cliente.

    Porém eu prefiro perder dinheiro pra uma empresa da china, do que dar dinheiro pra esse serviço porco de voces.

  85. Junior disse:

    Boa Tarde,

    Fiz a importação de uma encomenda proveniente de um site estrangeiro código de rastreamento nos correios RG973743128BE). Ao ser informado que a mesma chegou ao Brasil, passei a fazer uso do aplicativo web “Minhas Importações” dos Correios. Ao acessar a plataforma me dei conta que a encomenda estava em posse da Fiscalização Aduaneira, a qual, estava me cobrando o envio da comprovação de compra (fatura de cartão, invoice, etc.). Encaminhei o documento invoice no dia 02/04/2018 e desde então o status permanece como “Documentação em avaliação pelo Órgão Fiscalizador”. É normal essa demora na análise?

  86. Leoni disse:

    Boa tarde,

    Arrumem logo o sistema de cadastro do idCorreios.

    *** NÃO ESTÃO CHEGANDO O EMAIL DE CONFIRMAÇÃO DE CONTA!!
    Desta forma, não consigo acessar o sistema para pagamento de imposto de mercadorias.

    Att

  87. FERNANDO QUERICHELLE SEVERO disse:

    Minha encomenda LS995335939CH esta a um mês em aduaneira esperando o ” Documentação em avaliação pelo Órgão Fiscalizador ” já enviei um documento confirmando o pagamento o valor pago, comprei em dezembro e chegou nos correios em janeiro?o queu faço?

  88. Anônimo disse:

    Não recebi e-mail de confirmação de conta, mandei um e-mail reclamando sobre isso, não recebi resposta ainda.
    Minha encomenda já está em Curitiba desde o dia 24/04 e não muda o status.
    Minha pergunta é, para quem não tem esse cadastro no “minhas importações”, como faz?
    Se tiver que pagar/pedir revisão de tributos, sem ter acesso à Internet, continua como antes?
    Pra quem não mora no Brasil, está um saco ter que passar por isso.

  89. Ricardo disse:

    Boa tarde Olha nao sei o que mais falar sobre os correios,uma tristeza
    tenhno uma encomenta com 140 dias ja imagino?
    a emcomenta caiu na receita dia 08/02/2018 liberado sem imposto 40 dias uteis,sabe quantos dias ja ta essa encomenda parada lá? 92 dias isso mesmo 92 dias oq vao explicar correio ,so falto fala o povo é Burro

  90. Filipe de Barros Cajueiro disse:

    Olá, boa noite!
    Tenho uma encomenda em CURITIBA, a mesma foi taxada e é preciso pagar esta taxa, a qual só pode ser paga através do ambiente “minhas importações”. No entanto, o sistema que foi criado para ser celere, comodo e eficaz se mostra totalmente inoperante, vez que desde o dia 11/05/2018 tento gerar o boleto e/ou pagar com o cartão de crédito, mas o site manda aguardar e após muito tempo dá erro.

    Tendo em vista a urgência no recebimento de tal encomenda, questiono se essa é a única forma de pagamento, bem como até quando este sistema não vai estar cumprindo seu papel?

    Att,

    Filipe

  91. jair pedroso de oliveira disse:

    olá, estou com uma mercadoria parada, Documentação em avaliação pelo Órgão Fiscalizador, desde 23/03/2018, com quem posso entra em contato para descobrir quando vai ser liberado ou quanto vou ter que pagar para liberar, não sei mais para quem recorrer, rastreio é o seguinte RG973552211BE

  92. janio fabricio disse:

    Depois de enviar a documentação requisitada quanto leva ate a finalização de todo processo e a liberação para entrega ?

  93. Antonio Bayma Jr disse:

    Que descaso os Correios têm com o sistema que eles mesmos criaram para FACILITAR e AGILIZAR a vida de seus clientes. Estou aguardando uma encomenda expressa vinda do exterior, e os Correios me aprontam uma. Do dia que a Receita concluiu seu trabalho, passei 10 dias tentando todos os dias várias vezes pagar de todas as formas (crédito, débito, boleto). Nada funcionava, até que no 11º dia, o sistema prossegue donde não passava, mas apresenta ao final um erro dizendo que o débito não foi autorizado pela administradora de cartão. Passei novamente, e novamente veio o erro. Mas tarde, deparo-me na fatura on-line do cartão com os dois débitos dos Correios, autorizados. Consegui cancelar um junto à administradora do cartão, por repetição do valor, mas o outro ela alega que foi lícito. Os Correios estão já com meu dinheiro, só que o sistema deles diz que o débito não foi autorizado e a encomenda fica no status de “aguardando pagamento”. Já abri uma reclamação junto aos correios, já se passagem 9 dias úteis e nada de solução. Liguei para os Correios na sexta e consegui, depois de vários dias de tentativas frustradas, falar com alguém. O atendente dá uma desculpa e diz que eu devo esperar, e agora nem dá prazo nenhum já que o prazo dado pelo Correios no ato da reclamação já expirou. A ouvidoria dos Correios não quer nem me ouvir porque alega que a reclamação está em aberto. Ora, se o que eu tenho a reclamar é também e exatamente sobre o tratamento que se deu àquela reclamação. O QUE MAIS FALTA FAZER, fora acionar os Correios na Justiça?

  94. Mark Gonçalves disse:

    Quanto tempo demanda a resposta da solicitação de revisão do valor? Onde encontro essa informação, no site minhas importações?

  95. Renan Vicente Mendonça Martini disse:

    Bom dia! gostaria de saber quanto tempo ainda tenho que epserar p minha encomenda “EE500673371AE” ser liberada, esta na situação “Documentação em avaliação pelo Órgão Fiscalizador”
    isso ja faz dois dias…

    É uma encomenda expressa! preciso receber isso!

    Aguardo

  96. WELLINGTON AUGUSTO RIBEIRO disse:

    Recebi uma encomenda, na modalidade PRESENTE (porque de fato é um presente de uma amiga pra minha filha), fui taxado, absurdamente, com aproximadamente R$ 562,00, pois eles “chutam” valores, pois bem, minha amiga me contou os itens que ela enviou e, pasmem, não chegava a R$ 500,00 de lembrancinhas (coisinhas pra cabelo, vestidos, doces, balas, surprise eggs, coisas bem bobinhas), ok, pagamos a taxa, abrindo a caixa, surpresa, viram faltando 2 fantasias, uma da moana e outra da branca de neve e outras miscelânias, sem contar que foi entrega “expressa” via EMS e, novamente pasmem, mais de um mês para realização da entrega, conclusão, uma caixa que valia tão pouco foi taxada de forma absurda e descabida e ainda tive produtos furtados, não se pode confiar na empresa que nos envia o produto. Senhores, procurarei um advogado para consultar essa situação ridícula.

  97. MINHA ENCOMENDA SE ENCONTRA A MAIS DE DOIS MESES COM STATUS ” “Documentação em avaliação pelo Órgão Fiscalizador” COMO FAÇO PARA RESOLVER.U211284119NL

  98. Anônimo disse:

    Minha encomenda foi taxada paguei mas os correios não sabem onde está minha encomenda. Tenho como receber o valor do imposto já que os correios perderam minha encoAntonio ismaelmenda?.
    so.ismael@gmail.com

  99. Kenia disse:

    Correios,

    Mandei uma encomenda para fora do brasil e agora está dizendo que o objeto está retido em correios. Não estou importando mas enviando ao Reino Unido uma encomenda para minha filha! Tudo está com nota fiscal e não entendo o motivo de ter sido retido. Pode me explicar????? Quanto tempo tbm?????????

  100. Jordana disse:

    O aliexpress me deu um praso de 7 dias para que eu enviei algum documento dos correios comprovando q eu não recebi meu pacote, do contrário, não terei direito ao meu reembolso, ou seja ficarei no prejuízo.
    Já entrei em contato com os Correios, já fiz minha manifestação e nada foi feito, a mensagem só diz que está aberto o processo.

  101. Simone Da Silva Gatto disse:

    Entro em minhas importações e sempre que digito o código de rastreamento aparece “nenhum registro foi emcontrado” sem contar que nunca atualiza o status diz que o objeto foi recebido pelos correios do Brasil e está em São Paulo. Detalhe é EMS não deveria ter uma agilidade nisso? Péssimo serviço mas, também não sei o que esperava de uma empresa do governo. Só queria saber se vou resolver isso esse ano ainda.

  102. renan vicente mendonça martini disse:

    Bom dia, tenho uma encomenda que enho urgencia e esta parada no status “OBJETO RECEBIDO PELOS CORREIOS DO BRASIL” cod. EE500772428AE Faz 3 dias que esta nesse status. podem me passar uma previsao p.F ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.