Correios amplia uso de antenas de radiofrequência para rastrear objetos

Os Correios concluíram, no último mês, a instalação de mais 465 antenas leitoras de radiofrequência em 25 unidades operacionais da empresa em São Paulo, Brasília, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rio de Janeiro, São Paulo Interior e Bahia. Os equipamentos fazem do projeto RFID (Radio Frequency IDentification), desenvolvido em parceria com a União Postal Universal (UPU) para permitir o monitoramento mais preciso de encomendas internacionais e domésticas.

Por meio de chips etiquetado em cada objeto, as antenas leem automaticamente a localização das encomendas e informam, por exemplo, a horário da entrada e da saída do objeto das unidades monitoradas. Assim, a tecnologia ampliará o controle e a segurança sobre a carga postal, diminuindo extravios.

A meta é que até 2021, as etiquetas RFID sejam usadas em 100% dos objetos distribuídos pelos Correios. Novas remessas de antenas, vindas da Espanha, serão enviadas pela UPU à medida que a infraestrutura das outras 158 unidades operacionais selecionadas estejam aptas para receber os equipamentos.

Mais três entregas de antenas serão realizadas até 2021, totalizando 2 mil equipamentos  a serem instalados em unidades de todo o país. A próxima remessa tem previsão de chegar ao Brasil em outubro de 2019.


Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

Os comentários estão encerrados.