Esclarecimento da matéria da Folha de S. Paulo

Com relação à matéria publicada pelo jornal Folha de S. Paulo no domingo (27), os Correios esclarecem que não realizam venda de seguro; realizam pagamento de indenização nos casos de avaria, espoliação ou extravio de encomendas, assim como as outras empresas. O setor de encomendas é sujeito à livre concorrência, possibilitando a disputa do mercado brasileiro — inclusive pela Transfolha, empresa do grupo Folha.

Por se tratar do mercado concorrencial, as empresas possuem liberdade para fixação de preços e de atributos de seus serviços. Isso vale, também e especificamente, para a política de compensação ao cliente em caso de descumprimento de determinados itens.

Para evitar o roubo de encomendas, a empresa adota uma série de medidas para garantir a segurança das encomendas, entre elas, parcerias com órgãos estaduais de segurança e com a Polícia Federal, que trabalham dentro das dependências da ECT. Outras ações concretas implantadas são uso de escolta armada, rastreamento de encomendas e de veículos, além da entrega diferenciada para alguns tipos de encomendas especiais. No último ano, a ECT investiu mais de R$ 12 milhões em segurança na região de São Paulo. Com isso, o número de roubos reduziu significativamente em comparação ao ano anterior.

Confira as perguntas enviadas pelo jornal e respondidas pela assessoria de imprensa dos Correios:

Pergunta: A Susep (Superintendência de Seguros Privados) orienta os Correios desde 2010 para a contratação de uma empresa de seguros para proteger as encomendas da instituição. Parecer semelhante teve a AGU (Advocacia Geral da União). O Correios tem planos para adquirir um seguro para essas encomendas?

Resposta: A suposta obrigatoriedade de contratação de seguros pela ECT para prestação dos serviços postais não está definida. Tal assunto está sob análise da SUSEP por meio do processo administrativo nº. 15414000653/2012-46.

Pergunta: Como os Correios garantem o ressarcimento do consumidor se não prevê em seus balanços gastos com o pagamento de seguros de encomendas desviadas, roubadas ou não entregues?

Resposta: As indenizações pagas são registradas como despesa dos Correios. A garantia de que a ECT fará esses pagamentos é o seu próprio patrimônio.

Pergunta: De quanto é o “seguro” oferecido pelos Correios aos consumidores de suas encomendas postadas para diferentes pontos do país?

Resposta: Os Correios pagam indenização por extravio, avaria ou espoliação, em valores fixados em tabela conforme o tipo de objeto.

Pergunta: Na próxima semana haverá uma reunião com a Susep para definir os termos de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) sobre a questão. Qual será a proposta da empresa no encontro?

Resposta: Os Correios e a Susep estão em tratativas para o agendamento de reunião sobre o assunto, mas a data ainda não foi confirmada.

Pergunta: Só para confirmar: o valor do seguro obrigatório é de R$ 75, e é cobrado em todas as encomendas?

Resposta: Não se trata de seguro e sim de indenização automática. É um serviço gratuito.

Segue conforme consta no site dos Correios: http://www.correios.com.br/produtosaz/produto.cfm?id=AA8F4E7A-5056-9163-89963FCDF8AC9C41

Indenização automática – Serviço gratuito que possibilita a indenização do objeto em caso de extravio, espoliação ou avaria. As regras e valor do ressarcimento estão definidos na Tabela de Preços do serviço e podem ser consultados na agência, no momento da postagem ou no Portal dos Correios. Em caso de sinistro, o valor indenizado, para cada tipo de encomenda será:

SEDEX – R$ 50,00

SEDEX 10 – R$ 75,00

SEDEX Hoje – R$ 75,00

PAC – R$ 50,00

No caso de cartas registradas a indenização é de R$ 6,80.


Esta entrada foi publicada em Correios na midia e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

9 respostas a Esclarecimento da matéria da Folha de S. Paulo

  1. Atendente disse:

    Que vergonha ECT, todo dia justificando matéria de jornal?!?!
    Comece a trabalhar certo e pronto!
    Que relaxo.

  2. Regis Luiz Boscato disse:

    É muito fácil diminuir as indenizações!!!
    É uma questão de responsabilidade o que mais falta e não se vê a muito tempo…

  3. Atendente II disse:

    É claro que a ECT, como empresa correta e séria não deixa questões por esclarecer em respeito ao trabalhador e ao cliente. Além de esclarecer, sempre é tentada uma solução na resolução de inconsistências, ninguém mais do que os próprios empregados deveriam vestir a camisa da empresa.

  4. Antonio Ceará disse:

    Muito bem!

    Agora a Folha está batendo forte na ECT, com certeza está de olho no filão das entregas de encomendas dos Correios, já que a Transfolha (procurem no site do Reclame Aqui informações sobre esta emrpesa) é do grupo Folha.

    Mas não podemos deixar de registrar que a ECT precisa urgentemente criar mecanismos (desde de não identificar seus veículos e condutores com o amarelo correios – quem não conhece um carteiro? Até na melhoria de escolta armada, camêras de vigilancia on-line dentro dos veículos, rastreamento da carga.

    Al´me do mais, embora seja um problema de segurança pública, a ECT poderia doar veículos para as polícias militares e civis, no intuito de ajudar a ronda ostensiva e a investigação de crimes.

  5. Jose Roberto Palmeira disse:

    A unica coisa que vai fazer essa empresa que já foi orgulho dos brasileiros e hoje é exemplo de ineficiência , incompetência e corrupção é a concorrência.

  6. Warner disse:

    Uma Empresa como os Correios tem o dever de rebater todas as críticas mal intencionadas plublicadas pela imprensa, vejo que o intuito da Folha e desmoralizar a ECT porque a Tansfolha empresa do grupo Folha de São Paulo e concorrente direta dos Correios

  7. Gestor de agencia disse:

    Amigo, se tem ineficiencia incompetencia e corrupção nesta empresa eu desconheço, aqui no MT não se admite este tipo de atitudes, e não deveria existir em lugar nenhum.
    Ser uma pessoa não corrupta por exemplo, não é uma virtude, mnas sim uma obrigação!

  8. Paulo PE disse:

    Só os Correios têm capacidade, através de sua mega estrutura, de entregar em 100% dos municípios brasileiros com eficiência e preço bom. Essas empresas que querem ou pretendem concorrer com a ECT só estão de olho nas capitais e regiões metropolitanas, deixando a população das localidades mais pobres na mão.

  9. Bruno disse:

    Paulo, desde quando os correios entregam com eficiencia? To aguardando uma carta registrada ser entregue desde dia 1/4 e até agora nada. Ja reclamei até na ouvidoria e não tive resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>