Dia dos Povos Indígenas: o futuro do planeta é ancestral

Foto: Ricardo Stuckert

Eles habitam todos os biomas brasileiros e são os guardiões da sua preservação. Também estão nas cidades e centros urbanos, exercendo os mais diversos ofícios. Neste 19 de abril, celebramos o Dia dos Povos Indígenas, nomenclatura adotada desde 2023, que transcende o folclore e honra a pluralidade dos mais de 300 povos que ocupam 13% das terras brasileiras.

Globalmente, os povos indígenas representam 5% da população mundial, sendo responsáveis por proteger 82% dos recursos naturais e biodiversidade do planeta. Reconhecer, portanto, a herança cultural e o conhecimento das comunidades originárias pode oferecer benefícios de longo alcance para todos, incluindo o combate às mudanças climáticas e à insegurança alimentar.

— Estamos cientes de que quase metade dos minerais da transição energética [estratégia que visa diminuir o consumo de combustíveis fósseis] estão em nossos territórios, assim como boa parte do potencial de energia renovável. Podemos pensar em políticas e projetos de energia renovável liderados por indígenas, como elementos integrais da transição energética”, — disse a ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, em seu discurso no Fórum Permanente das Nações Unidas sobre Questões Indígenas, em Nova York, que acontece até 26 de abril.

A ministra salientou que é “hora de valorizar os conhecimentos tradicionais como conhecimento científico” e defendeu o protagonismo dos povos indígenas como tomadores de decisão em espaços nacionais e internacionais. Ela afirmou ainda que é hora de “reflorestar mentes” e concluiu o discurso fazendo votos de “que o mundo nunca mais caminhe sem a participação e os conhecimentos indígenas”.

Nos Correios, a diversidade e a sustentabilidade fazem parte dos nossos valores. Por isso, estamos empenhados em romper a barreira da invisibilidade e ampliar o acesso à cidadania dos povos indígenas, a começar pela inclusão postal.

A criação de CEP’s em aldeias indígenas é uma das ações que tem garantido acesso a serviços públicos e privados à comunidades originárias (leia mais). Além disso, reservamos 40% das vagas do nosso Programa Bolsas de Estudo para negros, quilombolas e indígenas que estão em busca da sua primeira graduação.

Neste Dia dos Povos Indígenas, reafirmamos o nosso compromisso em promover uma cidadania indígena efetiva, celebrando a força da ancestralidade, que persiste, luta e existe – para além dos estereótipos.

Correios e CAIXA: unidos pelo Brasil

Parceria inédita amplia acesso da população a serviços bancários e postais

A beneficiária do Bolsa Família, Sione Cristina do Nascimento, foi uma das primeiras clientes a utilizar os serviços da Caixa em uma agência dos Correios. Foto: Divulgação/CAIXA.

Juntos pela inclusão! Já imaginou ir aos Correios e aproveitar para consultar se o saque do seu benefício do Bolsa Família está autorizado? Ou ao contrário, ir uma lotérica da Caixa Econômica Federal para postar uma encomenda? A partir desta terça-feira (12) isso será possível com a parceria inédita entre Correios e CAIXA.

Elos essenciais entre a população mais carente e as políticas públicas do Governo Federal, as duas instituições assinaram um protocolo de intenções que prevê o compartilhamento de suas estruturas físicas, processos e serviços. O objetivo é ampliar o acesso a produtos financeiros e postais para beneficiar toda a sociedade brasileira, principalmente pessoas de baixa renda.

A parceria já está sendo colocada em prática em uma unidade dos Correios no município de Peixe-Boi, no norte do Pará.Os clientes da CAIXA da cidade de 8 mil habitantes passam a contar agora com atendimento por videoconferência para serviços, como: atualização cadastral; desbloqueio de senhas; consulta e autorização de saque de benefícios sociais; além de orientações sobre o abono do PIS, Seguro Desemprego, FGTS e INSS.

A beneficiária do Bolsa Família, Sione Cristina do Nascimento, foi atendida durante a videoconferência realizada na agência dos Correios de Peixe-Boi. “É um grande benefício. Porque tínhamos que nos deslocar até Capanema. Com essa parceria, a gente economiza R$ 30 de passagem”, disse Sione, que desbloqueou o CAIXA Tem e gerou uma nova senha para acessar o aplicativo.

A CAIXA poderá realizar atendimentos de forma virtual ou presencial, com empregados do banco lotados em unidades dos Correios. Já as lotéricas poderão oferecer à população a postagem e retirada de encomendas através do serviço Ponto de Coleta dos Correios.

Uma união histórica que consolida o serviço público do Brasil, levando mais cidadania e inclusão a todos os pontos do país.

DIA DAS MULHERES|
Teto de vidro: como estamos rompendo barreiras que limitam ascensão das mulheres

Você já ouviu a expressão “teto de vidro”? No mundo do trabalho, o termo é uma metáfora para representar as barreiras sutis ou invisíveis que mulheres enfrentam ao tentar progredir na carreira, impedindo que ela atinja o céu do seu sucesso profissional.

É este céu, sob o teto de vidro, que se avista e não se alcança. Assim, mesmo sendo maioria nas universidades, as mulheres acabam ficando limitadas a cargos mais baixos devido a preconceitos e generalizações, como a crença que associa as mulheres à alta sensibilidade ou à baixa produtividade ao se tornarem mães.

Nos Correios, estamos comprometidos em mudar esse cenário. Neste Dia Internacional das Mulheres, comemorado nesta sexta-feira (8), anunciamos a inclusão de uma nova meta no plano estratégico da empresa:  atingir 40% de mulheres em posições de poder, em todos os níveis de gestão dos Correios, até o fim de 2024.

Além disso, transformamos o aplicativo Correios em mais uma ferramenta de combate à violência contra a mulher. Nosso app, que tem mais de 300 milhões de acessos por mês, agora conta com um canal de denúncia, com conexão direta, via WhatsApp ou ligação, para o Ligue 180, para que mulheres em situação de violência possam pedir ajuda sem chamar a atenção do agressor.

Essas medidas, somadas à uma série de outras iniciativas, vão ao encontro do nosso compromisso com a agenda ESG – sigla que condensa práticas relacionadas à inclusão social, preservação do meio ambiente e boas práticas de governança -, fundamental para que, de fato, os Correios colaborem com o progresso da sociedade.  

Assim, estamos criando martelos poderosos para quebrar o teto de vidro, em ambas as direções, e alcançar a equidade de gênero nos mais diversos escalões da empresa.

Leia mais:

Mulheres ocupam 43% das gerências corporativas dos Correios 

Correios mobilizado contra racismo e machismo estruturais  

Aderimos a programa para incentivar mulheres a conquistarem mercados internacionais

PAPAI NOEL DOS CORREIOS|
Um Natal diferente para milhares de crianças

Papai Noel dos Correios cruza o Brasil na entrega de presentes

Na zonal rural de Boa Vista (RR), crianças comemoraram a chegada do Papai Noel dos Correios, nesta terça-feira (18). Foto: Prefeitura de Boa Vista/Semuc.

Entregando sonhos! Nesta semana, tivemos o momento mais aguardado da campanha Papai Noel dos Correios. Milhares de crianças em todo o Brasil viram seus pedidos saírem do papel – graças ao engajamento da sociedade brasileira que há 34 anos abraça a nossa campanha.

Neste ano, o Papai Noel dos Correios tem sido especial por vários motivos. Com recorde de adoção de cartinhas, em 2023 a campanha garantirá o sorriso no rosto de quase 300 mil crianças. Além da sociedade civil, dezenas de empresas e órgãos públicos se tornaram padrinhos corporativos da campanha.

Em uma ação inédita, a iniciativa ganhou ainda um apoiador ilustre: o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Em vídeo publicado nas redes sociais, o chefe do executivo convidou os brasileiros a aderirem a uma das maiores mobilizações solidárias do país. “É uma campanha sagrada, que tenta fazer com que as crianças pobres possam ganhar uma lembrança. É uma atitude que pode ajudar a termos um Natal diferente”, afirmou o presidente.

Continue lendoPAPAI NOEL DOS CORREIOS|
Um Natal diferente para milhares de crianças”

DIA DAS CRIANÇAS|
Lê Pra Mim: projeto dos Correios aproxima crianças dos livros

Acreditamos no poder da educação para transformar o futuro das novas gerações. Há quase 30 anos, realizamos a entrega de mais de 100 milhões de livros do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD). Além disso, incentivamos, há mais de 50 anos, a alfabetização, por meio do Concurso Internacional de Redação de Cartas, e, há mais de 10 anos, promovemos a leitura por meio do Projeto “Lê Pra Mim?”, que já passou por várias cidades do país e passou, esta semana, pelo Museu Correios, em Brasília/DF.

O ator Paulo Betti participou de uma das edições do “Lê Pra Mim?”. Foto: Divulgação/Correios

A iniciativa realiza encontros literários com a participação de artistas e personalidades reconhecidas, que fazem leituras de livros infantis brasileiros para crianças entre 3 e 10 anos de idade. A ação também é um projeto de inclusão social, sempre trazendo crianças de escolas públicas, que levam para casa um livro infantil de qualidade e de editoras renomadas. 

Continue lendoDIA DAS CRIANÇAS|
Lê Pra Mim: projeto dos Correios aproxima crianças dos livros”

BIENAL DO LIVRO RIO 2023|
Nosso legado de entrega à educação

Até 10/9, a Bienal do Livro do Rio receberá cerca de 100 mil alunos da rede pública. Foto: Divulgação/Bienal

Transformar o país a partir do estímulo à leitura. Por acreditar nesse propósito, estamos honrados em apoiar a Bienal do Livro Rio 2023, o maior festival de literatura, cultura e entretenimento do país. Até 10 de setembro, o evento reúne centenas de autores nacionais e estrangeiros, em mais de 200 horas de programação. A expectativa de público é recorde, cerca de 600 mil pessoas (saiba mais).  

O incentivo à educação, a inclusão e o olhar para o futuro da Bienal, ao longo destes 40 anos, estão em total sinergia com os Correios praticam. Além da entrega anual de 100 milhões de livros didáticos a 100 mil escolas públicas de todo o país, temos orgulho de realizar, desde 1972, o Concurso Internacional de Redação de Cartas. O certame, que já é uma tradição dos Correios, tem revelado grandes talentos ao estimular estudantes brasileiros a conhecerem e expressarem suas capacidades por meio da escrita.

Continue lendoBIENAL DO LIVRO RIO 2023|
Nosso legado de entrega à educação”

Correios mobilizado contra racismo e machismo estruturais  

Se por um lado vivemos o século da realidade virtual, da nanotecnologia e da inteligência artificial, por outro, nas nossas relações sociais, ainda estamos mergulhados em estruturas permeadas por hábitos antiquados, preconceituosos e injustos. Fatores como cor da pele, origem étnica ou de gênero ditam a forma como pessoas são tratadas, se terão mais ou menos oportunidades e, até mesmo, se viverão mais ou menos tempo.   

Quando falamos em cadeia de vulnerabilidade social, mulheres negras ocupam o topo da lista. Isso quer dizer que toda negra que você conhece enfrenta batalhas mais duras para garantir seus direitos básicos. O racismo, somado ao machismo estrutural, torna as camadas de opressão e preconceito mais densas.   

Continue lendo “Correios mobilizado contra racismo e machismo estruturais  “

DIA DO ORGULHO LGBTQIA+ 
Somos aliados na luta pela igualdade

No entrelaçar da paleta que representa a diversidade, o selo lançado pelos Correios traz os ciclos da luta por direitos da comunidade LGBTQIA+.

Hoje (28), no Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, reconhecemos a importância dessa luta e o nosso compromisso com o respeito às pessoas, a promoção de políticas de promoção de igualdade de gênero e o combate ao preconceito. Guiados pelas diretrizes do atual governo, lançamos no Palácio do Planalto, em Brasília, selo que celebra a diversidade ao trazer, nas cores do LGBTQIA+, uma releitura da bandeira do movimento (leia mais).  

Em um país que ocupa o topo do ranking mundial de mortes de travestis e pessoas trans pelo 14º ano consecutivo, divulgar as cores do orgulho LGBTQIA+ em um selo proposto pela deputada federal Erika Hilton e lançado na sede do governo brasileiro significa muito. Além disso, internamente, estamos trabalhando para transformar os Correios em um lugar livre de preconceitos de qualquer tipo. Conheça algumas das nossas iniciativas para somar forças na busca por igualdade: 

Continue lendoDIA DO ORGULHO LGBTQIA+ 
Somos aliados na luta pela igualdade ”

DIA DO ORGULHO LGBTQIA+
Garantimos licença-adoção a casais homoafetivos desde 2013

Juliana Miranda

Alexandre, Barreto (centro) e Bernardo: licença-adoção fortaleceu família. Foto: Arquivo pessoal 


Quando Bernardo nasceu, em junho de 2019, trouxe para a vida dos pais, José Barreto e Alexandre, um mundo novo, como geralmente fazem os bebês. Nem mesmo a “gestação” de quase cinco anos (Barreto e o marido estavam na lista de adoção desde 2013) pôde preparar o casal para os primeiros banhos, as primeiras mamadeiras, as cólicas e as peças de roupa com nomes estranhos (o que é, afinal, um “cueiro”?).  

“Lugar nenhum tem escrito as mudanças que uma criança traz para a vida de uma pessoa”, conta Barreto. “Tivemos que aprender tudo, começando por qual tipo de enxoval íamos ter que comprar, já que não sabíamos com que idade nosso filho nasceria para nós. Tivemos que aprender a cortar unha, a dar banho”, diz ele. 

Continue lendoDIA DO ORGULHO LGBTQIA+
Garantimos licença-adoção a casais homoafetivos desde 2013″

“Correios são estratégicos para a cidadania e integração do País”, afirma ministro Silvio Almeida 

Ministro Silvio Almeida: tentativa de privatização dos Correios se deu por desinformação. Foto: Divulgação/Correios


Na tarde desta quarta-feira (31), os Correios receberam o ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida, para falar aos empregados sobre a valorização dos trabalhadores e a entrega de serviços públicos de qualidade. Durante a apresentação, o ministro defendeu a essencialidade da estatal para a integração e promoção da cidadania no Brasil.  

“É fundamental essa retomada da importância dos Correios como uma empresa que presta um serviço de caráter essencial. Não é possível, em um país do tamanho do Brasil, que a comunicação e cidadania se estabeleçam sem a presença do estado. O País precisa reconstruir os seus serviços públicos e isso só será possível se formos capazes de valorizar os trabalhadores e trabalhadoras”, declarou Almeida.  

Continue lendo“Correios são estratégicos para a cidadania e integração do País”, afirma ministro Silvio Almeida