Melhorias no CorreiosSaúde

A Comissão Paritária para Melhorias no CorreiosSaúde, criada no Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017, discutiu melhorias e propôs alternativas para garantir a manutenção do plano de saúde aos empregados e seus dependentes.

Os trabalhos da comissão foram pautados na transparência, e as informações sobre tudo o que foi debatido estão disponibilizadas neste Blog dos Correios, aba Negociação Permanente. Um intenso trabalho de comunicação continua em execução, de forma que todos os trabalhadores tenham acesso às informações do plano de saúde e da gravidade da sua situação, pois, em caso de uma solução não ser encontrada, o plano poderá sofrer uma intervenção da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS. Também é do conhecimento de todos que a situação financeira dos Correios é delicada, e que o custo do plano de saúde é um dos fatores que contribuem para agravar o cenário de crise da empresa.

Desta forma, os Correios pedem cautela aos empregados, já que diversos anúncios sindicais falam em indicativo de greve para o próximo mês. No atual cenário, em que a empresa busca reequilibrar suas contas, uma paralisação de nossas atividades acarretará prejuízos que são muito maiores do que a alteração do modelo de custeio do plano. O que está em risco é a sustentabilidade da empresa.

Conheça a proposta dos Correios e lembre-se: manter e preservar o CorreiosSaúde é responsabilidade de todos.

Esta entrada foi publicada em Negociação Permanente e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Prezado leitor,

Só serão publicados comentários diretamente associados ao tema do post. Comentários com conteúdo ou termos ofensivos não serão publicados. Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações sobre serviços devem ser encaminhadas ao Fale com os Correios

36 respostas a Melhorias no CorreiosSaúde

  1. J.A.G. disse:

    em 350 anos de existencia os correios não tiveram problemas de deficit, e agora com esse ggoverno,c, querem que os trabalhadores asumam todos os os onus de uma vez, sem uma participação maior da empresa impossivel de concordar , nessa mentira !

    • Gledson disse:

      Mas não se esqueça que o governo que “defendia” os Correios foi responsável por tirar 6 bilhões dos cofres dos Correios.
      Com esse valor em caixa, os Correios não estariam na situação que está.

      • luis disse:

        governo themer em sues dois anos de rolo foi quem quebrou os correios, pois onde o PMDB assumiu e o PSDB que tem todos larapios sangue sugas continuam no poder. nao falem mal do PT pois pior governo do que esta sendo nunca existiu, e tem mais o PMDB ja quebrou o brasil uma ves e o os tucanos so desvalorizaram a politica nacional e exatamente isso acontecendo de novo

        • Andre disse:

          Sério que você está defendendo o PT?

        • Sergio disse:

          Luis… Luis… não é falar mal. São dados: durante o Governo Dilma (PT) foram retirados do Correio em dividendos cerca de 6 bilhões de reais. Procure as informações. Isso não é falar mal.
          O percentual de dividendos foi ignorado e o então governo Dilma fez esse “saque” do caixa da nossa empresa. O problema é que o saque foi feito, mas não foi devolvido nem um centavo. Se eles tivessem devolvido, sem problema.
          Outro detalhe: o governo Temer foi eleito sim, pelos mesmos eleitores que elegeram Dilma, afinal a chapa era Dilma/Temer e as nossas leis eleitorais determinam que o vice assume na falta do titular. Quando votamos, temos de ver a chapa, não só um nome.
          E o que o país está passando não é responsabilidade do governo Temer – esse governo está apenas colhendo o que foi plantado. A própria Dilma assumiu o erro que cometeu ao ter desonerado as empresas… essa e outras decisões fizeram, ao longo dos anos, o país cair em recessão. E, infelizmente, o atual governo não está conseguindo reverter, tamanho foi o estrago.

          Então antes de defender A ou B, analise os dados.
          Quem “quebrou” o Correio, com dados comprovados, foi a Dilma e o PT. Simples assim.

    • Anderson Peres disse:

      Este Gledson é um fanfarrão.

      Apoia o partido que tirou 6 bilhões da empresa

      Deve tá louco pra privatizar, para pegar uma vice presidência na FEDEX

      Ou será que….

    • Anderson Peres disse:

      J.A.G

      Os dinossauros viveram milhões de anos (muito mais que a história dos Correios), até que……

  2. Sergio disse:

    Curioso isto, veja só: a alta direção da empresa (indicados políticos, externos ou não) tomou a decisão de desmantelar o Correios Saúde para criar a Postal Saúde com a promessa de melhoria dos serviços e redução de custos. Com a criação da Postal, ocorreu o aumento de custos (1.8 bilhões de acordo com o próprio presidente da empresa), piora no serviço (piora para os beneficiários e piora para os conveniados) e completo aparelhamento político nos cargos de gestão.
    Agora a mesma alta direção da empresa fala que “uma paralisação de nossas atividades acarretará prejuízos que são muito maiores do que a alteração do modelo de custeio do plano. O que está em risco é a sustentabilidade da empresa.”.

    Qual parte eu perdi?

  3. JURA disse:

    No momento de acabar com que tínhamos de melhor dentro da Empresa que era a CREDIBILIDADE, poucos falavam que eram devido a responsabilidade de todos, agora depois que acabaram com a empresa ai sim É RESPONSABILIDADE DE TODOS. O BICHO VAI PEGAAAAAAAAAAAAAA.

  4. atendente disse:

    Uma greve vai trazer consequências imprevisíveis. Vamos pensa que um acordo ainda seja possível.
    Nos não podemos pagar por essa estrutura montada para postal saúde, a empresa tem que fica com parte maior do bolo.

    • Sergio disse:

      Atendentes, acordos não são possíveis.
      A nova direção tem repetido, sistematicamente, que veio com uma missão bem definida: resolver o déficit da empresa, custe o que custar.
      Em outro tópico eu escrevi que mesmo com assembleias, reuniões, discussões, comissão paritária e todas essas perfumarias corporativas, a empresa no final das contas fará o que ela quiser, independente dos desejos do sindicato, dos empregados, da população ou até mesmo da justiça.
      Estamos à mercê de uma presidência ditatorial e obstinada em passar por cima de qualquer coisa para fazer valer sua vontade.
      Nós iremos pagar sim mensalidade no plano de saúde, fale o sindicato o que quiser. Será imposto e pronto.
      E com o tempo seremos convidados a sairmos da empresa em acordo comum.
      Porém até lá perderemos os benefícios do Acordo Coletivo: 37% a mais de férias, parcelamento das férias, vale-peru, talvez parte do vale, diversos auxilios e bolsas, e daí pra fora.

      A única coisa que não será cortada é a mordomia da alta direção que continuará a ganhar muito, viajar muito e ressarcir muito, além de indicar muito amiguinho via politicagem, independente da capacidade técnica da pessoa.

      É isso que nos resta.

      • atendente disse:

        poxa Sergio a sua previsão e catastrófica. Então temos procura plano b, espero que não aconteça, porem Guilherme campos fez um discurso na sexta-feira tentando apaziguar e mostra interesse em uma solução para crise.

    • RONALDÃO disse:

      Não é o caso de uma GREVE, mas se não for o melhor para a categoria (Carteiro, OTT e Atendentes no exercicio de suas funções) o MELHOR ainda é a paralização TOTAL! Somente aí seremios respeitados. OS CORREIOS TEM LUCRO MILHONÁRIO TODOS OS ANOS, O PROBLEMA É QUE A DIREÇÃO DESVIA TODO O LUCRO ATRAVÉZ DE PATROCINIOS.

  5. Jurico disse:

    Nós trabalhadores temos que se valer de todos os meios legais para barrar essa hipocrisia que esta ai, a fortes evidências para pedir uma visita do Ministério Publico e do TCU para verificar a “saúde financeira” e como ela foi afetada pelos carrapatos políticos.

    • Anderson Peres disse:

      Isso mesmo. O ministério publico vai descobrir os verdadeiros culpados.
      Então a Dilma vai ter que vender a bicicleta dela para pagar o desfalque

  6. Andre disse:

    Já estão querendo empurrar a mensalidade do CorreiosSaúde goela abaixo no AC.

  7. J. disse:

    uma idéia é os correios terem uma particição melhor do que os 50% iniciais no custeio do plano aliviando a todos . E o empregado titular não pagar o plano , só os seus depedentes inscritos por escola dele ao plano . porque uma meia de -+ 400,00 a +- 700,00 +30%,10% copaticipação ao custeio do correiossaude- um absuro. imoral , desumano ao salários de todos .

  8. Osvaldo disse:

    Tudo começou com o mensalão do LULA e JOSÉ DIRCEU, (procurem o comentário do Alexandre Garcia), ele descreve tudo como começou, denúncia de Roberto Jefferson, outro canalha.
    Primeira coisa a ser feita na Empresa; ”CORTAR TODOS PATROCÍNIOS), a Empresa está em dificuldades, por que não CORTAM os patrocínios? futsal, natação, tênis, ………
    Acabar com a posta saúde,(só serve de cabide de emprego para os políticos).
    Criar PLANO EMPRESARIAL, para a saúde, cobrar 50 reais para cada funcionário, todos irão aceitar.

  9. luis disse:

    agora uma pergunta e a tal correios par foi criada pra que? cabide de emprego de politico, so pra isso mesmo e quem paga as despesas dessa tal correios par? nos, e qual o retorno que a correios par troux? nenhum. e ai que ta sendo jogado nosso dinheiro e agora vem cupar os funcionarios, falta de carater desse governo e desses politicos mal fadados

  10. Ronaldão disse:

    Não existe crise nos Correios, o que existe é muita “pilantragem” do governo, ele quer pagar promessas/dividas com cabos eleitorais utilizando os cargos de direção e corrupção com nossos beneficios.

  11. atendente disse:

    A direção da empresa vai apresentar outra proposta para o plano, vamos ver.

  12. JURA disse:

    Pessoal fique tranquilo, vai piorar.

  13. Sergio disse:

    Estava aqui pensando… se a coisa está tão ruim e a qualidade do serviço está pior ainda, por que o Correio não dá férias coletivas para todos os mais de 115.000 empregados por dois períodos de 15 dias? Fechar tudo mesmo!

    Pense na economia que a empresa faria em luz, água, combustível, manutenção, internet, diárias e tudo mais! E os empregados ficariam contentes.

    E como já está tudo atrasado mesmo na área operacional, deixe assim mesmo… não fará muita diferença na lama que já estamos.

    Pena que ninguém “importante” lê esses comentários….

  14. Sergio disse:

    Recebi hoje:

    De acordo com informações que recebi, as demissões serão nos moldes abaixo:

    1ª leva a): operacional – um dos critérios será absenteísmo funcional;
    1ª leva b): aposentados que não aderiram ao PDI;

    2ª leva: os que tem mais salário e ao mesmo tempo função – critério do maior para o menor na soma “salário + função”;

    3ª leva: analistas – maior para o menor salário.

    Nesta ordem, pelo memorando que está na jurídica em finalização, e tudo fundamentado em leis.

  15. Roberto disse:

    Não creio que será dessa forma, pois o alvo principal serão os aposentados. Mesmo se fosse verdade seria muita burrice dá empresa demitir do operacional, pois rendem bem mais que os analistas, ganham bem menos é tem muito analista encostado, principalmente administrador postal.

    • Sergio disse:

      Terceirizados, meu caro. Sai muito mais barato…
      Agora que a lei permite, fim dos concursos públicos para o Correio, pois todas as atividades na empresa podem ser terceirizadas.

      • Anderson Peres disse:

        Caro Roberto, vc não deve trabalhar na empresa.
        O que é mais caro para a empresa: um aposentado que ganha bem mas trabalha, ou um carteiro que ganha 1.000,00 por mês mas trabalha 8 dias por mês.
        Pense.

        • Roberto disse:

          Você está generalizando alguns que fazem corpo mole e outros que realmente têm problemas de saúde com a grande maioria que é uma classe bem trabalhadora. Se não fossem eles, que já trabalham com efetivo bem reduzido, as entregas estariam bem mais atrasadas do que já estão. Trabalho na empresa sim.

  16. André disse:

    “Somem” R$ 5 bilhoes do Postalis, Correios tem que pagar R$ 1 Bi pra cobrir rombo do Postalis, Correios tem que pagar um R$ 1,5 bi ao Banco do Brasil por errros no Banco Postal, Governo Federal leva mais de R$ 6 bilhões do Caixa da ECT… So aqui já são mais de R$ 13 bilhões… Daí quem está quebrando a empresa somos nós que usamos o plano de saúde?
    Não sei até que ponto o Correio testa a burrice de seus funcionários. A direção da empresa nos ensinou a não acreditar nela, então não importa o argumento que usem, não é blog, não é primeira hora que vai segurar uma revolta contra ela. São mais de 100 mil pessoas, que as únicas coisas que as mantém neasa empresa são o plano de saúde e os tickets. Então se mexerem nisso, será o mesmo que tentar apagar fogo com gasolina. Excluem-se daqui alguns, com CC, ou ainda meros peões que tem medo de terem que comer as próprias fezes para sobreviver, pois têm medo de lutar por algo melhor.
    Não importa o que a ECT nos diga, não acreditamos nela, não acreditamos que uma empresa com receita bilionária possa estar dando prejuízo. Não adianta querer fazer o trabalhdor pagar algo que é erro de má administração.
    Eu acredito mais na Fada do Dente do que em Guilherme Campos Jr.

    • Anderson Peres disse:

      Isso mesmo companheiro.
      Ano que vêm o governo anterior está voltando.
      Vamos votar neles, para levar os outros 6 bilhões que deixaram na empresa

  17. JURA disse:

    Esse Guilherminho é danadinho, ele é fera.

  18. JURA disse:

    Início > Postalis volta a investir no BNY Mellon? – Nota de Esclarecimento

    Postalis volta a investir no BNY Mellon?

    Mais um fumo.

  19. JURA disse:

    Postalis não aprendeu?
    A diretoria do Postalis aprovou recentemente novas aplicações em fundos administrados pelo BNY Mellon num total de quase R$ 180 milhões.
    O mesmo BNY Mellon que ajudou a cavar o rombo de R$ 5 bilhões no fundo dos funcionários dos Correios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *